História Assassino de Aluguel - Jeon Jungkook - Capítulo 12


Escrita por: e R3dShot

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Visualizações 249
Palavras 1.179
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amoresss, mais um capítulo -w- ala, o universo conspirando contra esse casal BB

Capítulo 12 - 12. Uma última vez.


Fanfic / Fanfiction Assassino de Aluguel - Jeon Jungkook - Capítulo 12 - 12. Uma última vez.

Me arrependo de tudo o que fiz, eu poderia ter dado um jeito nesse Hui, poderia ter evitado essa missão que ele me propôs. Mas fez com essa intenção, ele sabia que eu iria me envolver com ela. Agora ela estava no outro lado da linha, com outro cara ajudando ela, eu estou me queimando de ciúmes , e me odiando.

Você precisa comer algo, amor. Sua mãe está vindo de viagem. Você ficará alguns dias minha casa! – Profiu Kris. 

Meu sangue fervia, como essa filho da puta ousa se aproveitar assim? Não admito isso! 

Preciso desligar. 

 Eu te amo ,____, mesmo que não sinta o mesmo agora ... Eu te amo! – Disse com lágrimas escorrendo pela bochecha.  

Ela havia desligado o celular, sem dizer sequer uma palavra... Eu perdi a minha garota. Soquei o volante ,com ódio de mim. Quando o movimento do hospital diminuiu, entrei sem ser notado. A vi na cama do hospital, cheia de gases, soros, remédios... Me senti um lixo, um inútil, e é o que sou!

Eu não iria deixar as coisas como estavam! Com alguns minutos na estrada, consegui chegar na casa de Yoongi. 

– Eai. – Me sentei em seu sofá. – Me diz, conseguiu rastrear aquele infeliz? Eu quero arrancar a pele dele e por em uma moldura na minha sala! 

– Ow, aí... Precisamos de uns dias. 

– UNS DIAS? Não tenho tempo, Yoongi! Eu prometi a ela que me entregaria, mas, só irei fazer isso, assim que pegar essa desgraçado!

– Seu merda, você vai fazer o que? – Virou sua cadeira pra mim. – Vamos resolver isso, é só questão de tempo. Hui é calculista, com certeza tem acesso a equipamentos bem avançados! Pode ser que ainda esteja no país. 

– Yoon, eu não vou descansar! Eu vou quebrar esse cara , ele quase matou ____. Agora ela não quer saber de mim... Eu terei que me entregar, ela sabe do que trabalho... 

– Você é louco. Está agindo com o coração, trabalha com a mente, idiota! – Apontou para cabeça. – Irei até os estabelecimentos que eles foram antes de ''viajar", postos de gasolina, supermercados, essas coisas. Antes de sair do país, você precisa se reabastecer! 

– Irei fazer o mesmo! 

– Vai pra casa, vai tomar banho e comer algo, serão longos dias. 

Eu precisava diminuir esses dias, precisava ser rápido, e precisava vê - la novamente.

Cheguei em casa, encarei a parede, com todos os desenhos que fiz da minha amada. Apaguei todos os arquivos que Hui, me passou da mesma, apenas ficando com suas fotos. Ele me tirou o meu bem mais precioso, e precisava pagar por isso! 

_________ POINT OF VIEW

Os flashs passavam em minha cabeça tão rapidamente. Tinha pesadelos o tempo todo com Hui, entrando no hospital e me matando sem dó... Acordava assustada, e era aliviada por Kris, um amigo da faculdade. Eu odiava Jeon jungkook, com todas as minhas forças! Mas, uma parte ainda gritava por seu nome, uma parte, que precisa dele, que necessitava do seu corpo e amor. 

– Você vai ficar bem. – Acariciou meus cabelos, me fazendo desviar. 

– Não é tão fácil, olha só pra mim. 

– Esse cara é um desgraçado! Como ele pôde? – Sua indignação fluía.

– Só não quero o ver novamente, só isso. 

– Pode deixar! Não irei permitir! – Seu celular tocou ,cortando nossa conversa. 

– Pode atender, não me importo. 

– Espere aqui. – Assenti com a cabeça. 

Minha cabeça estava um pouco bamba, mas sabia identificar as coisas. 

– Pode deixar Senhor! Ela está sob minha segurança, cuidarei dela. – Desligou , entrando na sala. 

– Desculpa, era meu chefe do trabalho, eu falei sobre um acidente que você teve, e ele ligou para saber se estava bem, se precisava de algo. – Ditou gentil. 

– Ah, claro... – Tinha achado estranho, mas se era isso, por quê ter dúvidas?

Logo tive minha alta, fui para casa de Kris, ele estava cuidando bem de mim. Nós aproximamos muito, eu havia esquecido das dores, mas Jeon , sempre se passava em minha cabeça. Não era tão fácil assim, o esquecer. Até porque, o coreano ainda insistia querer me ajudar, queria me dar dinheiro, comprou até roupas, um ursinho, mas não aceitei! 

– Bom, me espere aqui. Irei procurar outros sucos desses. Vai ficar bem? 

– Vou sim, obrigada! 

Ele me deixou na sessão de higiene, peguei algumas coisas para mim. Mas tudo pago do meu bolso, não quis que ele pagasse! Ele insistiu, mas desistiu , assim que disse " não " várias vezes. 

Depois que terminei ,fui para outra parte do supermercado ,uma bem mais longe ,sem movimento. Bati meu carrinho ,e pedi desculpas. 

– Descul... – Meu sorriso se desmanchou ao ver ele, era Jungkook. Ele ficou sem ação, estático no mesmo lugar. – Ah, é você... – Controlei o carrinho para ir embora, mas ele segurou na frente. 

– Por favor, me escuta.... – O moreno pediu. 

– Seja breve! – Ditei, sem olhar em seus olhos. 

– Não sei por onde começar... Mas, só quero concertar as coisas... 

– Acha que tem concerto? Acha que vai me conquistar com suas palavras? Você é um mentiroso! Oportunista! – Cuspi mais ainda. Notei seu olhar baixo, seus olhos encheram de lágrimas. Aquilo de alguma forma ,me machucava! 

– Eu te amo! Não vou desistir, nem que você me humilhe. Não vai sair barato, o que fizeram contigo. – Umedeceu seus lábios com a língua. – Mas fico tranquilo em saber que está sendo protegida por ele. 

– Você já sabia de tudo, né? Eu quero saber como você conheceu aquele desgraçado. 

– Em um anúncio na internet. É onde divulgo meu trabalho.

– Chama isso de trabalho? Você é um assassino. – Disse com pena. 

– Não apenas um assassino, eu mato gente ruim, ____! Não pessoas inocentes. 

– Eu sou ruim? – Acertei em cheio. – Tá vendo , você nem me responde isso. Não posso confiar em você! 

– Não posso falar isso aqui, é sigiloso... Poderia ser pior para mim. 

– Quando pretende se entregar? Se entrega logo, mas não pense que irei te visitar. Pode apodrecer nas grades! – Doeu falar aquilo, mas estava tão magoada, que não tinha dó.

Me doeu mais ainda, o vê - lo chorar. 

– Me perdoa, mesmo eu não merecendo... Eu não devia ter aceitado mesmo. Devia ter morrido no lugar da ameaça que ele fez, de matar minha sobrinha. Era ela, ou você, me perdoa... Mas eu ia resolver tudo, por quê? Eu me apaixonei, fiquei convencido que poderia dar um jeito. 

Fomos interrompidos por Kris, que não gostou nada de ver Jungkook, lá. 

– _____? Tá tudo bem? – Fuzilou Jungkook. – O que pensa que está fazendo aqui? É melhor ir embora, antes que eu ... 

– Para! 

– Ele é uma ameaça ,____! Pena que eu queria te ver morto, mas não será possível. A polícia está vindo ai ,vem te pegar. – Sorriu perverso. 

– Seu desgraçado... – Sussurrou. Me fitou ,se aproximando. – Se cuida, por favor. – Achei que fosse me dar um beijo, mas ficou receoso, já que eu o ignorava. Ele saiu rapidamente dali, me deixando sozinha... 

– CORRE, SE PODER ! – gritou Kris rindo. 

– Por que se meteu na conversa? – Disse brava. – Para de ser intrometido! – Corri atrás do coreano ,que já estava longe. 

– ____, espera ... Não vai. 


'' Viver sem você, é como estar morto."

– Jeon jungkook. 


Notas Finais


Eita, mais que infelicidade :@
Pqqqqqqqqq?
Desculpem os erros ,mas eu tô muito triste
Querendo uma unnie, chama chat :')


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...