História Assassinos de aluguel - Capítulo 4


Escrita por: e KimTaehS2

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Assassinos, Bangtan Boys (BTS), Taeyoonseok
Visualizações 17
Palavras 908
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie aqui é a Tia Taeh
Capítulo feito por mim
Espero que gostem 💜

Capítulo 4 - Preocupações do presente


Fanfic / Fanfiction Assassinos de aluguel - Capítulo 4 - Preocupações do presente

Pov Hoseok

Escola

Bom, hoje é mais um dia "normal" de aula para mim, é "apenas" uma segunda feira, é "apenas" o dia em que meu pior pesadelo começa, e sim, ele se chama Min Yoongi, o famoso Min Yoongi.

Normalmente, as pessoas o acham legal, estiloso, romântico, mas com toda a certeza ele não é, quer entender um pouco o caso?

Então vamos começar com 5 minutos atrás...

Eu estava passando pela porta de entrada da escola, quando me deparo com adivinha quem? Isso mesmo, Min Yoongi. Meu dia não podia ter começado melhor

-Eai Hosonerd- Um apelido que ele me deu a alguns meses atrás... sinceramente esse é o mais leve, então não me importo muito- Fez minha lição de casa?

-F-fiz... - Falo com a cabeça baixa por conta do medo, "ah Hoseok, medo de que?" Medo que ele repita oque fez semana passada.

-OLHA PRA MIM QUANDO EU FALO COM VOCÊ SEU MERDA

-O-ok... -O olho já com os olhos marejados

-Me da a porra da lição - Retiro seu caderno da minha mochila e o entrego, ele o abre e fica alguns segundos o encarando- Mas que porra é essa? - me olha com fúria e desprezo- Isso tá horrível

-M-mas...

-MAS NADA - Me calo - Porque toda vez que te olho me dá vontade de te espancar até a morte seu inútil?

-D-desculpa... -abaixo minha cabeça e algumas lágrimas insistiram em cair

-PARA DE CHORAR IMBECIL -Me da um chute no estômago, que me fez instantaneamente cair de joelhos no chão.

-D-desculpa...

-Você só sabe se desculpar quatro olhos? - sim eu uso óculos, esses que viraram mais um motivo de piada e xingamento profanado por aquela boca suja.

Ele continuava a me bater, eu já não aguentava mais, não conseguia nem levantar, tanto que já havia cuspido sangue umas 3 vezes.

Depois de 5 minutos ele desistiu de me matar, porque sinceramente, era isso que ele parecia querer. Ele apenas cuspiu em mim e me deixou lá jogado no corredor da escola.

E aqui estou eu, ainda não consigo me mover direito, mas consegui chegar me arrastando até um dos inúmeros banheiros da escola. Entro em uma cabine e me tranco. Ali era uma espécie de refúgio, um lugar aonde Yoongi não viria me atormentar, um lugar aonde podia soltar minhas lágrimas sem mostrar minhas fraquezas para os outros.

Fiquei ali por umas 3 horas, apenas chorando e pensando no que deveria fazer, mas como sempre, nunca obtive respostas. Após as 3 horas se passarem eu fui para a sala de aula, e infelizmente sento perto do yoongi.

-Hey! Quem te deu o direito de ficar 3 horas fora?

Não o respondo, afinal, ele não poderia fazer nada comigo na sala, apenas na sala.

•°•°QUEBRA DE TEMPO°•°•

As aulas terminaram por hoje. Nesse exato momento estou guardando meus materiais o mais rápido possível, se eu sair primeiro que aquele mané, ele não pode me pegar. Bom, foi o que pensei.

-Aonde pensa que vai?

-Casa...

-Vejo que você esta bem melhor... poderia ate levar outra surra

-Yoongi... Por favor.... Me deixa em paz....

-Ehh.... Não!?

- Eu tenho que ir. Vou ter que sair hoje a tarde

-Vai aonde que é mais importante do que eu te dar uma surra?

-Nao te interessa- Respondo frio e sério já pegando minha mochila e passando pela porta, até eu sentir algo me puxando para trás e me jogando no chão

-Que?

-N-nada.... - Me deu um segundo chute no estômago

-Acho bom - Mais uma vez ele me deixa no chão com a boca escorrendo sangue, coisa que virou rotina, mas pelo menos ele foi embora.

Me levanto com dificuldade e vou para casa.

Como sempre, meus pais não estão, só chegam a noite, e as vezes nem chegam.

Vou para a cozinha pegar algo para comer quando me deparo com um Post it grudado na geladeira

"Hoseok, não se esqueça da consulta hoje.

Ass: Mãe"

-como se ela se importa-se - murmuro

Pego algo para comer e vou me ajeitar para a clássica visita de rotina ao hospital. Sério, depois de um tempo isso enjoa

Termino de me arrumar, pego todos os documentos e exames que preciso levar e vou para o hospital. Após um tempo meu nome é chamado pela recepcionista

-Jung Hoseok?

-Aqui- ergo minha mão

-Por favor se dirija para aquela sala ali -aponta para uma sala que já estava acostumado a ver

-Obrigado

Vou para a sala pela 10 vez em 9 meses, e vai por mim isso é irritante.

-Oi Sr. Jung -O medico me cumprimenta- Tudo certo?

-Sim - Sempre escondi o fato de yoongi me bater quase todos os dias, acho meio irrelevante, apesar de implicar em circunstâncias sobre minha saúde, mental e física.

-Bom, você touxe os exames do mês passado certo?

- Sim- O entrego os exames

-Ok, agora vamos fazer o desse mês, espero que esteja realmente bem, pois vc sabe que eles são pesados

- Sim, eu estou ótimo, podemos começar.

- ok

Após uma penca de exames de sangue, um monte de outros exames que até hoje não faço ideia do que são, finalmente os resultados saíram, e eles não foram muito agradáveis.

-Sr. Jung.... A partir de hoje o Sr. Precisa se cuidar mais. Você está com alguns sintomas estranhos, mas ainda não temos certeza do que é, então por favor se cuide.

-Entendido doutor- me despeço dele e vou para casa. Amanhã será um grande dia se é que me entendem....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...