História Assassins - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Dabi, Denki Kaminari, Eijirou Kirishima, Fumikage Tokoyami, Izuku Midoriya (Deku), Katsuki Bakugou, Kyoka Jiro, Mina Ashido, Momo Yaoyorozu, Ochako Uraraka (Uravity), Shouto Todoroki, Tenya Iida, Toga Himiko, Toru Hagakure, Tsuyu Asui
Tags Bakuraka, Kacchaco, Kacchako, Todomomo
Visualizações 149
Palavras 1.205
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - Detetive


Todoroki se apressou para desligar todas as lanternas e entrar no labirinto novamente, dessa vez abrindo caminho com o extintor.

O corpo de Dabi estava inteiramente consumido pelo fogo, Shouto usou até a última gota de espuma mecânica para apagar as chamas, com a ajuda de Kirishima os dois levaram o corpo para fora do labirinto. Toga foi correndo ver se o amigo estava vivo enquanto o bicolor examinava ele.

- E-Ele está vivo? - Himiko se ajoelhou do lado do corpo.

- Está. - Disse vendo os lábios da loira abrirem um sorriso sádico, totalmente diferente do que imaginava.

- Ele está vivo... Por pouco. - Se levantou. - O assassino tentou matá-lo! E quero que essa pessoa ousa bem, eu te desafio, pedaço de merda, vem me pegar! E é melhor vir rápido porquê senão eu vou te pegar. - Disse olhando fixamente para cada pessoa do local.

- Que emocionante! Parabéns Himiko, você é esplêndida. - O Locutor disse aos risos. - Bem, o jogador sobreviveu a tentativa de assassinato, como não morreu ele tem direito a um kit de primeiros socorros, irei mandar tudo que ele vá precisar para melhorar e curar as queimaduras. - Talvez essa seja a coisa mais boa que o Locutor fez pelos jogadores até agora.

- Talvez ele demore a acordar, inalou muita fumaça e está em coma. - Todoroki afirmou se levantando. - Ele precisa ir para um hospital tomar medicação e receber oxigênio, mas como é impossível Dabi vai ficar por um tempo nesse estado.

- Tudo bem, levem ele pro meu quarto e eu cuido dele. - Toga pediu para Kirishima e Todoroki.

- Espera um pouco, alguém ganhou a dica? - Toru pergunta fazendo todos se virarem para Todoroki e Katsuki, que foram os primeiros a chegar.

- Não, chegamos um minuto atrasados e vimos a dica pegar fogo. - Bakugou disse na frente de Shouto que olhou para ele entendendo o que queria, estava mentindo.

- Que saco, andamos isso tudo! Merecíamos uma dica. - Reclamou Midoriya.

Exausto e queimados, alguém mais do que os outros, os jogadores voltaram para a casa, Dabi foi deixado no quarto de Toga, Kaminari que ficou aos cuidados de Jiro e Kirishima, e Ochako foi para o seu quarto ainda sendo carregada por Katsuki. Enquanto não acordava Tokoyami ficou cuidando dela para Bakugou tomar um banho e tirar toda a fumaça impregnada no corpo.

- Pode ir, Fumikage. - Disse o loiro entrando no quarto com uma roupa nova e com o cabelo um pouco úmido.

Demorou mais 45 minutos para Uraraka abrir os olhos e quando fez a primeira que fez foi tossir forte e respirar com um pouco de dificuldade.

- Calma, já acabou o desafio. - Katsuki disse acalmando-a.

- Eu me sinto como um churrasco. - Brincou com uma voz meia zoada.

- Consegue se levantar? - Ela assentiu. - Quer ir tomar um banho?

- Sim, com certeza, não aguento mais esse cheiro de fumaça. - Disse se levantando e tropeçando nos próprios pés tento que ser segurada por Bakugou para não cair.

- Teu equilíbrio foi queimado né? - Brincou tentando não ficar nervoso pela aproximação.

- Talvez. - Se ajeitou e caminhou devagar até o banheiro para então voltar tudo. - Eu esqueci de pegar minhas roupas.

[....]

Já deitados para dormir Katsuki deixava Ochako a par de tudo que aconteceu no desafio depois que desmaiou.

- Dabi foi queimado? Coitado... - Murmurou colocando uma nota mental de tirar o nome dele da sua lista de suspeitos.

- E Toga ficou para cuidar dele.

- Que bonito da parte dela, mas tirando isso tudo, vocês conseguiram a dica?

- Sim.

- Como ela é?

- "O assassino é invisível aos olhos somente porque vocês se recusam a olhá-lo."

- Novamente um enigma. - Murmurou fechando o olhos com força.

- Mais misterioso que o Todoroki, falando nisso, como ele sabia o que fazer na hora do desafio? - Ele perguntou se virando para Ochako.

- Ele é um bombeiro.

- Ele disse isso para você? - Franziu a testa desconfiado.

- Sim.

- Isso significa que ele confia em você... Um pouco estranho considerado que vocês quase não se falam.

- Sim... - Os dois trocaram um olhar cúmplice, estavam pensando a mesma coisa. - Ele é bem inteligente, certo?

- Ele pode ser o detetive.

[....]

No outro dia, já recuperados, os jogadores se reuniram na hora do café da manhã seguindo a constante rotina que estavam acostumados. Porém dessa vez Toga pegou o máximo de comida que conseguia carregar e foi embora da cozinha, deixando todos confusos.

- Você vai ir lá né. - Bakugou afirmou comendo um pedaço de bolo.

- Como você sabe que eu estava pensando nisso? - Uraraka perguntou fazendo uma careta para o loiro.

- Você é óbvia demais. - Deu de ombros.

E ele estava certo, logo depois do café a castanha foi até o corredor procurar o quarto de Himiko, que achou facilmente pois a loira estava entrando nele.

- Toga! - Ochako chamou fazendo a loira voltar os passos.

- Ochako! Você já está bem? - Perguntou alegre ao ver a castanha.

- Sim, sim... Me falaram que você está cuidando do Dabi. - Disse e esperou para ver a reação de Toga, que a chamou com um dedo para entrar dentro do quarto.

- Ele ainda está em coma. - Se sentou na cama olhando o amigo preocupada.

- É perigoso ficar cuidando de alguém nesse jogo.

- Eu sei, mas para sobreviver nesse jogo tem que ter alguém para cuidar da sua retaguarda e ele foi esse alguém para mim, Ochako. - Segurou a mão queimada com cuidado. - E agora é minha vez de cuidar da sua retaguarda.

- Entendo. - Disse emocionada, não imaginava essas palavras saindo logo de Toga. - Quem você acha que fez isso com ele?

- O assassino.

- Mas por que ele?

- Ele é chefe de quartel dos bombeiros militares. - Uraraka franziu a testa confusa, por que o Locutor escolheria dois bombeiros? Pensou.

- E o assassino sabia disso como?

- Não sei! Ele é mais inteligente do que parece...


[....] 



Estava de noite, o jantar já tinha acabado a mais de duas horas e a maioria estava dentro dos seus quartos. Tinha um chuva forte do lado de fora, o que não acontecia desde que foram trancados na mansão.

O vento batia com força nas janelas fazendo um som macabro se espalhar pela casa, que parecia mais assustadora ainda.

- Como eu estava dizendo, desconfiamos que Todoroki é o detetive. - Katsuki disse para Tokoyami.

- É uma boa opção mesmo, ainda mais depois do desafio passado que ele parecia saber em quem ou não confiar.


- Exato. - Concordou Ochako.


- Deveríamos conversar com ele. - Tokoyami indagou.


- Não vai adiantar de nada. - Uma voz feminina apareceu abrindo a porta do quarto da castanha. - Ele não é o detetive.


- Como você sabe, Toga? - Katsuki perguntou já em pé, desconfiado da loira que entrou sem mais e menos no quarto.



- Porque o detetive é o Dabi.





Notas Finais


Tão, está aí o momento que todos esperavam. A identidade do Detetive apareceu.

Lembrando, esse livro vai ter bastante plot twist, então fiquem espertos kkkkk

Espero que tenham gostado❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...