1. Spirit Fanfics >
  2. Assistindo Miraculous ladybug ( Reescrita) >
  3. Sr. Pombo ( Monsieur Pigeon)

História Assistindo Miraculous ladybug ( Reescrita) - Capítulo 8


Escrita por: LaraHeartfilia2

Notas do Autor


Olá pessoal.
Eu sei, demorei muito tempo para postar o capítulo. Mesmo dizendo que postaria em três ou em dois semanas, e por fim, passei um mês.
Para a minha defesa, passei as semanas escrevendo os sete episódios de Miráculous Ladybug: As aventuras da Ladybug e Gato noir, para o caderno. Assim, só vou postando sem me preocupar em baixar o episódio asseguir e escrevê-lo.

Agora faltam-me Catorze episódios para passar para o caderno. E depois ficar só à postar.

PS: Alguns episódios não encontrei na versão portuguesa ou não foi possível baixá-los. Então, não fiquem surpreendidos ou confusos quando virem alguns capítulos com um episódio na versão brasileira.
Como neste caso, este capítulo está com o episódio do Sr. Pombo, versão brasileira e não Monsieur Pigeon, na versão portuguesa. Mesmo não estando acostumada com a versão brasileira, eu escrevi-a na mesma. E devo que dizer-vos que foi uma experiência incrível. Vozes diferentes, diálogos diferentes, Sotaque diferente e etc. espero mesmo que gostem.

PS2: Como acostumada com a versão portuguesa, neste capítulo para não ser estranho, Mantive todos os nomes e algumas coisas na versão brasileira. Eu não poderia modificar os nomes, porque sería uma coisa horrível. Então, vão familharizar-se muito facilmente.

Bom, eu já falei demais. Fiquem com Sr. Pombo, versão brasileira.
E os capítulos, os postarei quando estar pronta para postar o próximo capítulo.
Boa leitura.

Capítulo 8 - Sr. Pombo ( Monsieur Pigeon)


Fanfic / Fanfiction Assistindo Miraculous ladybug ( Reescrita) - Capítulo 8 - Sr. Pombo ( Monsieur Pigeon)

Marinnett e Adriem se entreolhavam com os rostos e as bochechas avermelhadas. Nervosos com o que poderiam dizer naquele momento.

- Então? Vão falar ou vão ficar aí, parados sem dizer nada Como dois postes? - Alya gritou impaciente do outro lado do cinema, sentada em seu lugar

- Cala-te, Alya! - Marinnett gritou de volta envergonhada

Alya sorriu com a reação da amiga e Marinnett fechou os olhos, respirando e suspirando fundo. Abriu os olhos acalmando os nervos e olhou para o Adriem a sua frente que sorria.

- Então, o que iriamos falar mesmo? - perguntou sorrindo ainda com as bochechas vermelhas

- Eu só... - disse Adriem, tentando achar as palavras certas para dizer-lhe

- Tu... - Marinnett incentivou-o a continuar e este olhou nos olhos dela

- Eu só... Desde que te conhece, eu sempre quis saber quem estava por detrás da máscara da Ladybug. Do geito que arriscas a vida e fazes de tudo para proteger os seus amigos e a todos aqueles ao teu redor, todos os dias. Mesmo não usando a máscara da Ladybug, tu és a miúda mais incrível que eu já conhece e me apaixonei. - Adrien disse deixando a Marinnett e a todos de boca aberta com as suas palavras. - És tu que eu amo, Marinnett. Sendo a Ladybug ou não. E eu... - aproximou-se dela e nesta altura do campeonato, a Marinnett faltava cair no chão a desmaiar, sem acreditar no que estava acontecendo. O Adrien ficou a centímetros do rosto da Marinnett e logo disse. - Queria saber se... Queres ser minha namorada? - Adrien fez finalmente o pedido e Marinnett ficou estática, en choque não acreditando e a metáde da turma ficou feliz, por finalmente ele pedí-la em namoro. E a Chloé faltava explodir. - Marinnett? - Adrien chamou-a e esta acordou do transe

- Anm?... Eu... Tu... - Marinnett disse nervosa e respirou fundo se acalmando - Sim. Eu aceito ser sua namorada! - disse sorridente e fez Adrien ficar feliz e a metáde da turma vibrar. Os dois beijaram-se e a Alya alegrou-se extremamente.

- Uhu!... É isso aí, amiga! - gritou feliz quase pulando e saltando pelo cinema

- Eu acho que vou chorar. O amor é tão lindo! - Rose afirmou emocionada

- Que ridículo! Isto tudo é ridículo. - Chloé se pronunciou depois de tando estar calada e os dois separaram-se do beijo se entreolhando a sorrir - O quê que veem na maldita da Dupain-Cheng? O quê que ela tem para todos gostarem tanto dela? Vocês são uns idiotas! Isso sim. - Chloé gritou berrando e todos a olharam torto

- Chloé, cala-te! - disse Tina enervada com ela. E olhou-a mortalmente, e a Chloé sentou-se se calando com a cara amarada

- Agora que está tudo bem, podemos começar com o episódio? - Max perguntou aos dois deuses

- Claro. Só quando os nossos pombinhos se sentarem em seus lugares. - Tina afirmou se referindo a Marinnett e o Adrien e estes foram logo se sentando em seus lugares

- Vês? Eu sabia que ficariam juntos, cedo ou tarde! - Tikki afirmou ao sair da bolsa da Marinnett e esta sorriu feliz

- E tu sempre dizias que não gostavas da Marinnett. E agora, acabas de dizer isso! - Plagg apareceu ao lado do Adrien, segurando em suas mãos o seu amado queijo camumberg, debochando do portador.

- Sim, Plagg. Tu tinhas razão. - Adrien disse derrotado

- Eu sempre tenho razão, meu rapaz. - Plagg disse e logo comeu de uma vez só, o seu queijo.

- Façam silêncio. Começa agora o episódio! - diz a Tina e todos calam-se, olhando para o êcra gigante

- Que episódio é? - Alix perguntou curiosa e logo o deus a respondeu

- É só vendo para saber! - o deus afirmou e prestraram atenção para o êcra (Desculpem lá, nas partes que o deus do tempo se pronuncia e não coloco o nome dele. É que me esqueço completamente. Por isso, eu coloco o "O deus disse..." . Da próxima, eu decorro melhor o nome dele.)

A cena abre mostrando o lado de fora da escola e logo para dentro da sala com o director a falar.

Sr. Damocles: Só terão um dia para trabalhar em suas peças de roupas. E o desenho deve ser de vocês. Em dez horas, a peça apresentada, o seu desenho será julgada por nínguem menos... Por grande desenhista de moda, Gabriel Agreste.

- Boa! O episódio do Sr. Pombo. - Tikki disse se lembrando do dia caotico, que foi aquele día.

- Eh, boa. Considerando que aquele pombo nos deu uma grande trabalheira para o apanhar! - Marinnett afirmou indiferente e Tikki sorriu

- Más acabamos o apanhando. Com a minha a ajuda valiosa! - Adrien falou como o Cat noir e fez a Marinnett o olhar feio

- Claro, gatinho. Mas, tu e as suas alergias, atrapalhavam tudo! - Marinnett afirmou debochando dele e este calou-se sem saber o que dizer

- É tão bom vê-los assim! - Alya disse orgulhosa da sua amiga - Os nossos bebés cresceram! - disse para o Nino e este sorriu feliz, junto com ela

- Conseguimos! - disse Nino e todos olharam para eles estranhos

- Está bem. - disse Marinnett e logo viraram-se para a tela

A professora mostra a imagem do Gabriel Agreste, na grande êcra que há na sala. E o director continua a falar.

Sr. Damocles [Continua]: O Pai do nosso querido aluno, Adrien Agreste. E o Adrien irá usar o desenho vencedor em sua própria sessão de fotos.

Marinnett entusiasma-se e o director continua a falar.

Sr. Damocles [Continua]: Agora vou anunciar o tema deste ano... [A professora mostra no êcra o modelo do chápeu] Chápeu Coco!

Marinnett [Confusa]: Chápeu Coco?

A tela desliza para a Chloé e olha para a Marinnett.

Chloé: Uhum...

A cena muda para o pátio com a Marinnett a folhear o seu caderno de desenhos e anda um lado por outro nervosa. E a Alya sentada no banco a observá-la.

Marinnett [Nervosa]: Chápeu Coco, Chápeu Coco, Chápeu Coco, Chápeu Coco... Eu não tenho desenho de Chápeu Coco. Eu tenho cartólas, gorros e até chápeus com chifres. Quer uma boina? É comigo. Um sombreiro. Sem problema. Mas, Chápeu Coco? Quer saber, isso não vai importar. [Mostram ilustrações atrás de dela] Porque, Talvez eu banque a boba no evento e tropeçe com o meu Chápeu Coco bobo. E caia sobre o senhor Agreste, magoando ele, e o Adrien vai me odiar e eu nunca serei uma desenhista de moda mundialmente famosa. A minha vida acabou!

- Uau, Marinnett. És mesmo dramática, quando estás nervosa. Eu nunca ficaria irritado contigo, só porque atropelaste o meu pai! - Adrien afirmou sorrindo e Marinnett sorriu envergonhada

- Pois. Foi só nervosismo do momento. Não foi fácil encontrar uma inspiração! - Marinnett disse se explicando nervosa

- E vocês não ouviram as maluquisses que ela diz sempre. - Alya entrou na conversa e fez a Marinnett a olhar feio

- Eu sei como é. Ela sempre cria uma uma história nova do seu destino, quando as coisas saiem erradamente! - Tikki acrescentou dando razão a Alya e Marinnett cruzou os braços derrotada

- Calam-se, vocês as duas! - disse as duas e estas sorriram

Marinnett desespera-se e ajoealha-se, se debruçando no colo da Alya e choramingando.

Alya: E tudo isso, por causa do Chápeu Coco? Deixa eu ver os seus esboços amiga.

Alya pega no pequeno caderno de desenhos da Marinnett e olha os esboços.

Alya: Deve ter alguma coisa aqui...

Marinnett [Senta no banco, abraçando as suas pernas]: Pois esquece. Eu sou um desastre. Eu acho que vou acabar estragando tudo no final.

Adrien [Aparece no local] : Noça... Alya. Você mandou muito bem nesses desenhos.

Adrien admira os desenhos e Marinnett cai ao tentar levantar-se e esconde-se ao lado do banco.

- Qual é o teu problema, miúda? - Alix perguntou a Marinnett, inacreditada com os desastres dela

- Não faço ideia. Talvez o nervosismo? - Marinnett disse e deu de costas

- Na realidade, o problema dela é o Adrien. Sempre o Adrien! - Alya afirmou e Marinnett a olhou feio e esta riu-se

Adrien: Eu não sabia que tinhas tanto talento.

Alya: Hã... Obrigada. Mas, não posso levar os créditos. Esses desenhos doidos são da Marinnett.

Marinnett acena ainda escondida ao lado do banco

Alya[Continúa]: São muito legais, né?

Adrien: Você é bem talentosa, Marinnett. É sério, você tem uma grande chance de ganhar.

Marinnett fica de boca aberta, entusiasmada.

Marinnett [Nervosa]: Bom... Eu... Ah... Eu... Os desenhos e... Hã... São... Hã... [Alya dá confiança a ela e esta diz estupidamente] Para si?

Alya faz sinal de "Cala-te" e Adrien fica confuso com o que ela disse.

Marinnett [Tenta reverter a sua fala]: Hã... E vão parando? Quer dizer... Hã... Valeu!

- Está confirmado. O problema da Marinnett é o Adrien! - disse alix ao observar a reação da amiga no episódio

- Não tenho culpa por ter me apaixonado por ele. O nervosismo tomava conta de mim! - Marinnett Afirmou e fez os amigos rirem-se

- Obrigado, my lady. Fico completamente honrado! - Adrien disse com o seu geito Cat noir e  a Marinnett sorriu se lembrando dele como o Cat noir

- Não és tão diferente assim do Cat noir, sabias? - Marinnett disse e este sorriu mexendo em seus cabelos

- Se tu o dizes! - Adrien diz e os dois sorriem

- Por favor, parem de me torturar! - gritou Plagg deitado nos cabelos do Adrien e todos riram

Adrien: Tá legal. Ah, e boa sorte. Talvez eu use o seu Chápeu Coco, na próxima sessão de fotos do papai.

Adrien acena se indo embora e Marinnett sorri sem geito, acompanhando os movimentos dele.

Alya: Olha, amiga. Dá próxima você tem que se ligar. [Levanta-se indo até a Marinnett] Você ouviu? O Adrien acha que você tem chance de ganhar!

As duas saltam contentes e entusiasmadas e a tela desliza para a Chloé do outro lado do pátio, com a Sabrina.

- E a rainha má, aparece! - Alix disse e fez todos rirem-se e a Chloé ficar irritada

- Idiotas! - disse de cara amarada e a Sabrina olhou para ela triste

Sabrina: Você ouviu o Adrien, ficou surpreendido com os desenhos da Marinnett.

Chloé: É Claro que eu ouvi. Ela? Ganhar o concurso? Até parece. Quando o Adrien ver o meu desenho, vai convencer o pai dele a me declarar a vencedora.

 - Vá sonhando, Chloé. Isso nunca iria acontecer! - Alya disse e a Chloé olhou pra ela

- Não me interressa. Nem se quer queria participar daquele maldito concurso. Só o fiz, porque a Sabrina me pediu! - Chloé disse fazendo a Sabrina a olhar feio

- Tu sabes que isso não é verdade, Chloé! - Sabrina defendeu-se cruzando os braços

- É Claro que não é verdade. A Chloé sempre procura motivos para chatear os outros! - Tina pronunciou-se e Chloé calou-se não sabendo o que dizer

Sabrina: [Contente por ela]: Concerteza, Chloé. Você é uma campionata. O seu desenho vai deixar todo mundo de boca aberta.

Chloé: Eh... Vai Sim. Assim que eu botar mão naquele bloco de desenho.

A cena volta para a Marinnett e Alya, ainda paradas no mesmo lugar. Alya devolve o caderno de desenhos a Marinnett e liga o seu telemóvel.

Alya[Vê as horas] : Faltam dezenove horas, para a apresentação.

Marinnett: Ah... Eu vou para o meu jardim de inspiração. Até mais.

Marinnett anda de trás e corre contra uma parede e sai a correr

Marinnett: Aí! Eu estou bem. Eu estou, eu estou bem... Aí!

Marinnett corre passando pela porta e volta para trás indo embora. Alya sorri inacreditada.

A turma riem-se da Marinnett e esta fica envergonhada.

- Ai, Marinnett. - Tikki disse a portadora sorrindo

Aparece o símbolo de joaninha, mudando de cena para o covil do Hawk moth, com a janela se abrindo e o enxame de borboletas voam.

- E aparece quem faltava! - Alix voltou a pronunciar-se

- Ele é tão assustador! - Rose afirmou se arrepiando

- É. Ele é mesmo assustador! - afirmou o Kim, concordando com a Rose

Hawk moth: Chegou a hora de procurar a nossa próxima vítima, desses malvados akumas. E de caçar Ladybug e cat noir. Todos os miraculous serão meus.

A Cena muda para a Marinnett sentada na escada do parque. E ao longe,  a vista da Torre Eiffel. Marinnett olha para ele tentando encontrar inspiração. Marinnett rabisca em seu caderno de desenho e fica rasgando as folhas quando fica insatisfeita.

Marinnett [Frustrada]: Puxa! É dificíl ser criativa sob pressão.

Tikki: Marinnett, se você salvou o mundo sob pressão, desenhar um Chápeu vai ser fácil como comer un bolo saboroso!

Marinnett: Hmm... Chápeu Coco, de bolo, estiloso e saboroso.

As duas riem-se e a cena mostra o desenho da Marinnett do seu Chápeu Coco e a mesma passa os minutos a refazer e adicionando detalhes ao seu desenho. Aranca algumas folhas insatisfeita e fica frustrada com os resultados dos desenhos.

Marinnett: Ah... Ham?

Marinnett olha para frente, vendo um homem ao longe, a andar de um lado pelo outro e senta-se no banco do parque. O homem tira do seu bolso um apito, com som de pombo. O homem sopra o apito e os pombos voam até ao pé dele. Um pombo passa pela Marinnett e a mesma baixa-se.

Xavier Ramier: Ah... Maravilha, maravilha. Venham meus pombinhos. Ah... Bonitinho. [Diz a um pombo] Dá aquele pulinho para eu ver.

O homem diz ao pombo no seu braço e este rodopia pelo ar.

Xavier Ramier: Ah... Que pulinho bonito. Muito bom.

O homem alimenta os pombos do parque e o Agente Roger, aparece irritado indo até ele. O Agente Roger Interrompe o homem e os pombos voam.

- Eu não queria estar no lugar daquele homem. Quando o meu pai resolve ser duro, ele fica! - Sabrina disse ao observar a situação

- Eu sei como é. Eu estava lá! - Marinnett disse ao se lembrar

Agente Roger: ... Quantas vezes tenho de lhe dizer, Sr. Ramier? [Grita na cara dele] Não alimente os pombos! É extritamente proíbido.

A cena muda rapidamente para a Marinnett observando a situação. 

Agente Roger: Se todos os alimentas, eles vão deixar cair em toda parte.

Xavier Ramier: Mas, mas... Quem Vai alimentar os meus pombinhos? 

Agente Roger: Todo mundo sabe que o Sr. Ramier, está banido de todos os parques de París. Saía se não chamo as autoridades. [ Se toca] Ah, peraí... Eu sou a autoridade. [ Grita na cara dele] Cai fora!

Xavier Ramier[Triste]: Ah...

O  Sr. Ramier suspira se levantando do banco e vai-se embora.

- Pobre do homem. Não me admira que que seja akumatizado. Aqueles pombos são a vida dele! - o deus ao lado da Tina, pronunciou-se

- E é aquele tipo de pessoa que o Hawk moth procura. - Tikki afirmou

Marinnett: Puxa, eu estou ficando com pena daquele homem.

Tikki: Que personagem original. Ele pareceu um pássaro humano. Só que precisava de um paletô com pena para completar o visual.

- Até tu Tikki? Debochaste do homem! - Plagg disse indignado com ela

- Ele pareceu mesmo um pássaro humano. - Tikki retrucou

- Eu vi isso. Mas, não podias ter o dito internamente? - Plagg disse e a Tikki olhou-o indiferente

Marinnett: Paletô de penas. [Fica com uma ideia] Hmm... Bem pensado Tikki!

Marinnett tem a sua ideia esperada e volta a rabiscar em seu caderno de desenho.

Aparece o símbolo de joaninha e a cena muda para mostrar o Sr. Ramier, triste se sentando num banco do outro lado do parque. E o Hawk moth fala

Hawk moth: Pobre homem. Sr. Ramier...

A cena muda para o covil do Hawk moth

Hawk moth: A censassão de injustiça. Uma presa muito fácil para o meu akuma.

Para a sua mão, pousa uma borboleta e este cobri-a e fica negro. 

Hawk moth[ Liberta a borboleta] : Voa e agora, meu pequeno akuma. E o contamine!

O akuma voa passando através da janela, ao encontro do Sr. Ramier. O akuma chega ao pé do homem e entra no seu apito de chamamento de Pombo. A máscara aparece no seu rosto e o Hawk moth fala.

Hawk moth: Sr. Pombo. Eu sou o Hawk moth. Lembre-se do patético policial. Nem outro patrulheiro do parque, deve impedir de cuidar dos seus amigos. O que sería de París sem os pombos? O que sería dos pombos sem você?

O Sr. Ramier ri-se e o negro do akuma cobri-o por inteiro e transforma-se em Sr. Pombo.

Xavier Ramier/Sr. Pombo: Hahaha... Uh, uh, uh, uh! 

O Sr. Pombo imita um pombo e esvoaça pelo local e sai a correr tentando voar, mas não consegue.

- E os problemas começam! - Marinnett disse e a Tikki sorriu

- Aquem o dizes. - Adrien afirmou ao se lembrar das suas alergias - Foi a pior akumatizão que já enfrentei! - Adrien disse e Marinnett sorriu

A cena muda para o parque com a Chloé escondida atrás de um pilar a observar a Marinnett ao longe e dá o sinal a sabrina do outro lado do parque. Sabrina corre se escondendo em uma parede e agacha-se com o seu telemóvel em mãos.

A cena muda para a Marinnett concentrada no seu desenho.

Marinnett: Eh...

Marinnett ergue o caderno observando melhor o seu desenho de Chápeu Coco e fica satisfeita com o resultado. A Sabrina tira uma foto do desenho da Marinnett e sai a rir.

- Então foi daquele geito que roubaram a minha ideia. - Marinnett disse a Sabrina e a Chloé

- Desculpa, Marinnett. Mas, a Chloé...

- A Chloé... O quê? Foste tu que tirou a foto. Então, não me culpe. - Chloé diz gritando para a Sabrina e esta fica calada

- Que feio, Chloé. Roubar o desenho de outra pessoa, só para ganhar! - Juleka disse e todos olharam feio para a Chloé

- Deixem-me em paz, seus idiotas! - disse e todos viraram-se para o êcra

Tikki [Contente com o resultado do desenho da portadora]: Esse é o Chápeu Coco!

Marinnett: Obrigada, Tikki.

Marinnett fecha o caderno e a cena volta-se para a Sabrina indo até a Chloé, atrás do pilar.

Sabrina [Animada]: Nós somos demais, Chloé!

Chloé: Nós?... Tira o telefone da mão da Sabrina

Sabrina [Desanimada]: Ah, tá. Você é demais, Chloé. Quando nós... Você, vai fazer o Chápeu?

Chloé: E estragar as minhas unhas? Claro que não. O papai vai pagar alguém para fazer isso!

Chloé sai andando com a cabeça erguida e Sabrina vai atrás dela. A cena muda mostrando a Torre Eiffel e deslizando a tela para a casa da Marinnett.

Em cima da secretária no quarto da Marinnett, mostram os instrumentos de costura dela. Marinnett faz medidas no tecido preto que usará para o Chápeu e faz um molde do mesmo, com papelão. Marinnett se pica no dedo com agulha ao finalizar o molde.

Tikki vem carregando uma maça na secretária e tropeça na linha jogada nele. Tikki, deixa cair a maça e rola pela secretária e a Marinnett pegá-a se rindo e dá logo uma mordida.

A cena muda rápidamente para ainda com a Marinnett, as horas em seu telemóvel marcando treze horas e vinte um minutos. Marinnett dá uma vista de olhos em seu Chápeu Coco, quase finalizado. Marinnett procurando algo no chão, deixando a Tikki confusa.

Tikki: Tá procurando, o quê?

Marinnett: Uma pena. Eu esqueci de pegar uma pena de pombo para o Chápeu. Tem que ser aquela pena!

Marinnett sai a correr e a Tikki Vai atrás. A cena muda para o parque, ainda com a Marinnett a correr e desce as escadas. Alguns pombos voam, deixando cair penas e Marinnett apanha uma.

Marinnett: Isso!

A cena muda novamente para ainda com a Marinnett a descer as escadas se indo embora e por distração, esbarra no Agente Roger.

Marinnett: Ah... Desculpa, seu guarda... Senhor.

Marinnett cobre a pena escondendo e afastá-se dele rápidamente. O Agente Roger olha para a Marinnett se afastar e vira-se andando.

- Foi por pouco! - Tikki afirma ao lado da Marinnett

- Sem dúvida! - Marinnett concordou com a Tikki

O Agente Roger caminha pelo parque e atrás de si, aproximam-se a sombra de um bando de pombos e este vira-se para olhar, mas é pego e penas caiem no chão.

A cena muda para mostrar na autostrada com o transito apertado. Logo muda para dentro de um autocarro, com a Marinnett sentada dentro dele e do lado de fora, uma pomba voa pousando num poste e Marinnett fica impaciente com a demora do autocarro andar.

Marinnett [ Levanta-se] : Anda logo. Dá para ir mais rápido?

Diz ao motorista chegando perto dele e pelo vidro frontal do autocarro, uma quantidade enorme de pombos bloqueiam a estrada.

Motorista: Desculpa aí, gente. Temos um probleminha aqui. Vocês vão ter que descer do ônibus, agora! (Desculpem isso, não consegui entender muito bem a última parte a fala do motorista. Então, vai esta mesmo. Continuando...)

Marinnett vai até a porta do autocarro e este abri-se e assusta-se ao ver a quantidade de pombos na porta.

Marinnett: Ah... Mas que estranho.

Marinnett desce do autocarro e sai a correr. A cena muda mostrando os pombos e a Marinnett a caminhar pela rua a observar os mesmos e pára vendo o noticiario que passava no êcra grande de um edificio.

Sr. Chamak: Os pombos tomaram París. Essas são umas das situações alarmantes que estão preocupando as autoridades. [ Ainda na noticia, a Sr. Chamak recebe uma informação]  Eh, acabamos de saber que uma pessoa chamada Sr. Pombo, está fazendo um pronunciamento.

Ainda dentro do noticiário, mostram uma gravação do Sr. Pombo na Torre Eiffel.

Xavier Ramier/Sr. Pombo: É um dia sombrio para os parisienses. [Crasna como um pombo] Urrr... Desculpe ondular as suas vendas. Mas agora, pertence aos pombinhos. [Volta a crasnar] Urrr... Urrrr.

Marinnett sai a correr e desce para o metrô e agacha-se abrindo a sua bolsa.

Marinnett [Diz a Tikki]: París, precisa de nós. [ Grita] Tikki, transformar!

Tikki é sugada para os brincos da Marinnett e a tela brilha rosa, a medida que as suas roupas normais são substituidos pelo traje da Ladybug. Marinnett agora como Ladybug, corre pelos edificios, fazendo as suas típicas acrobacias. Pára no telhado de um edifício, vendo no céu os pombos fazendo uma forma de aviões.

- Ficas mesmo diferente, quando és a Ladybug, Marinnett. Eu nunca poderia dizer que és a amiga desastrada que está sempre comigo! - Alya disse observando a Marinnett no êcra

- Eu sei Como é. Eu nunca pensei que ela poderia ser a Ladybug! - Adrien disse concordando com a Alya

- E tu não ficas atrás, adrien. Ficas completamente um convencido e irritante quando se transformas em Cat noir! - Marinnett diz sorrindo e adrien sorri envergonhado

- É culpa do Plagg. Ele é convencido e irritante as vezes! - Adrien diz e o gato se irrita

- Claro. Coloquem as culpas em mim. Eu não tenho culpa por ser fantástico! - Plagg afirma e a Tikki olha pra ele indiferente

- Ele nunca vai mudar! - Tikki afirmou, desistindo do gatinho

Marinnett/Ladybug: Está ficando cada vez, mais esquisito.

Adrien/Cat noir[Aparece no local]: Digá-me que quem voa a direito e esquerdo... Atchu!

Cat noir espira, caindo a deslizar pelo telhado e pára ao chegar na ponta do mesmo e levanta-se as pressas.

- Aquilo foi boa, amigo! - Nino disse se rindo do Adrien e o mesmo sorri

- Foram as alergias. Odeio pombos! - Adrien disse e a Marinnett sorriu

Adrien/Cat noir[ Explica o embarasmo que acaba de ter]: Eu sou alérgico a penas. [Volta a espirar] Atchu!

Marinnett/Ladybug [Indiferente]: E isso foi muito útil.

Adrien/Cat noir: Ele fala... Ah... Ah..

Cat noir quase volta a espirar, mas controla o espiro.

Adrien/Ladybug: Esses pombinhos, só são uma parte do problema. Os patrulheiros de París estão sumindo sem deixar nenhum rasto.

Marinnett/Ladybug: O quê? Temos que rastrear o Sr. Pombo, agora. 

Adrien/Cat noir: Onde vamos encontrá-lo?

Cat noir questiona a Ladybug e esta fica pensativa.

Marinnett/Ladybug: Hmm... Eu não sei onde o podemos encontrar, mas sei onde pode nos encontrar.

A cena muda para o parque infantil com o Cat noir usando um boné de um agente policial. Cat noir assobia e Ladybug fica escondida atrás de uma árvore. Cat noir fica intediado e começa a dançar deixando a Ladybug irritada.

Marinnett/Ladybug: Age naturalmente. Ou ele não vai aparecer.

Adrien/Cat noir[Ainda dançando]: Como assim? Eu tó agindo naturalmente.

- Eu ainda não consigo ver-te como o Cat noir, Adrien. Olha pra ti, quando é que danças daquele geito, despreocupado? - Nino observou e o adrien sorriu

- Foi o aborrecimento do momento. Eu só, dancei! - Adrien se explicou envergonhado e fez todos se rir dele

Um pombo observa os dois e sai a voar indo ao encontro do Sr. Pombo, do outro lado da cidade e pousa no seu braço ao chegar até ele e conta-o.

Xavier Ramier/Sr. Pombo: Ladybug e Cat noir? Ah... Bom trabalho, meu pombado. [Crasna] Uuu... Os pombinhos vão reinar. O poder para os pombos! Urrr... Urrr.

Os pombos vem a voar levando o Sr. Pombo pelo ar. A cena muda de volta a Ladybug e o Cat noir ainda no parque infantil.

Marinnett/Ladybug [Impaciente]: Cadê ele? Devia estar aqui.

Cat noir volta a espirar ao passar os pombos por cima dele e formarem uma aspiral indo em direção ao Cat noir. Cat noir grita e a Ladybug sai detrás da árvore.

Marinnett/Ladybug [Inacreditada]: O que é isso?

Ladybug sai a correr para ajudar o Cat noir, mas é levado pelo bando de pombos e Ladybug usa o seu iô-iô seguindo o bando pelo ar. Ladybug pára em um edifício e continua a correr saltando de edifício em edifício e esconde-se vendo o bando de pombos se dirigirem ao telhado do Hotel Gran París. Os pombos largam o Cat noir que volta a espirar e os pombos pousam a volta do telhado e Ladybug vem até o Cat noir.

- Aquilo foi horrível. Os pombos são mesmo perigosos! - Adrien afirmou ao se lembrar sempre das suas alergias

- Coitadinho, do gatinho. Ficou com o pelo irriçado, eh? - Marinnett disse debochando do Adrien

- Ha, ha... És engraçada tu! - Adrien sorriu sarcastico e a Marinnett sorriu divertida

- E eu sei que tu gostas! - afirmou e deu um beijo na bochecha do Adrien e este sorriu

- Pois. - Adrien e logo viram-se para a tela

Adrien/Cat noir: Cadê o cabeça de passarinho do Sr. Pombo?

Marinnett/Ladybug: Ele deve estar por aqui.

A tela amplia mostrando o Sr. Pombo a ser levado pelo ar pelos pombos e a observar a Ladybug e o Cat noir. E neste momento, o Hawk moth comunica.

Hawk moth: Se você quizer devolver París aos pombos para sempre, tem que livrar a cidade dessas duas pestes.

- Ele vos chamou de pestes! - Plagg disse se rindo e fez o Adrien o olhar feio

Sr. Pombo sopra o apito de pombo e o bando de pombos levantam voo e voam a volta da Ladybug e do Cat noir e rodeia-nos por completo.

Marinnett/Ladybug: Parece estranho, Mas eu estou me sentindo uma piste.

Adrien/Cat noir: Alguma ideia, Ladybug?

Marinnett/Ladybug: Você é o gato. Não come estas coisas no café da manhã?

- Vocês os dois juntos, são mesmo cómicos. Por isso, foram feitos um para o outro! - Tina afirmou dizendo aos dois

- Ele pede por aquilo! - Marinnett diz se referindo ao Adrien

- É inevitável! - Adrien se defendeu e viraram-se para o êcra

A tela amplia mostrando o grande bando de pombos em espiral a bloqueiar os dois. Por cima, uma jaula enorme é trazida por outros pombos. O bando que rodeiava os dois afasta-se e o bando da jaula, prende a Ladybug e o Cat noir nele.

- Realmente, aqueles pombos são mesmo fortes! - Ivan disse se pronunciando pela primeira vez

- Contando que eram um bando, podemos determinar mesmo que eles podem carregar coisas pensadas. - Max explica e os amigos ao lado olham pra ele

- Como queiram. Vamos voltar para o episódio! - disse Kim, não se importando com o que o Max disse

Marinnett/Ladybug [Vê a jaula]: Olha!

O bando dicipa-se pousando no chão e o Sr. Pombo aparece.

Xavier Ramier/Sr. Pombo [Crasna]: Urrr... Urrr... Dia do pinho, eu sou um pombinho mal.

Hawk moth: Excelente. Agora, pega os miráculous.

O Sr. Pombo aproxima-se da jaula, ainda sendo levado pelos pombos.

Xavier Ravier/Sr. Pombo: Urrr... Urrr... Entreguem os seus miráculous para mim ou enfrentem a ira dos meus pombados!

O Sr. Pombo volta a soprar o apito e os pombos voltam a voar. Mas desta vez, saltam para cima e para baixo, precionando a jaula para o solo. E outros pombos, preparam-se para lançar a descargar.

Xavier Ramier/Sr. Pombo: .... Quando eu contar, um dos três dos meus pombinhos vão disparar. Vocês ainda podem salvar a vossa pele, me entregando os seus miráculous. Um, dois...

- Uou! Eles iam mesmo disparar? - Alix disse indignada

- Bom, eu não queria ficar alí para descubrir. Nem pensar! - Marinnett afirmou

- Acho que eles deveriam mesmo ter disparado. A Dupain-Cheng, estaría coberta de cocó de pombo! - Chloé diz a Chloé e esta olha para ela

- Pois. Mas, quem ficou humilhado no final foste tu, Chloé! - Marinnett disse a lembrando do final do episódio

- Cala a boca, idiota! - disse e Marinnett sorriu debochada e a Chloé irritou-se cruzando os braços e fechando a cara

- Bem dito, Marinnett! - Alya disse a Marinnett e as duas sorriram

Marinnett/Ladybug: Cat noir, as barras!

Adrien/Cat noir[Invoca]: Cataclismo!

A tela brilha verde e em sua mão direita, aparece o borbulhar negro e Cat noir passa a mão na jaula e este desfaz-se. Os dois ficam livres, girando as suas armas. E o Sr. Pombo afasta-se assustado.

Adrien/Cat noir: Ora, Ora, Ora. Parece que o pombo é um franganote.

Sr. Pombo afasta-se dos dois e para na ponta do telhado.

Xavier Ramier/Sr. Pombo: O quê? Eu não vou sair voando. Eu vou matar dois bichinhos com uma gajadada só.

O Sr. Pombo sopra o seu apito e lança-se pelo telhado e é recebido pelos seus pombos. Cat noir e Ladybug olham para ele de boca aberta e o Sr. Pombo é levado pelos pombos voando pelo ar e ri-se. Os pombos largam o Sr. Pombo que quase cai, mas aparecem outros pombos o pegando.

Xavier Ramier/Sr. Pombo: Eeee... Feliz natal!

O Sr. Pombo vai-se embora e Cat noir e Ladybug saiem a correr ao ser perseguidos pelos pombos e entram pela porta que dá acesso as escadas para o telhado. Os dois fecham a porta o segurando e os pombos atingem a porta fazendo um volume. Os pombos param e Ladybug e Cat noir sentam-se no chão respirando aliviados.

- E então, senhor sabichão? Pode explicar a aquela força dos pombos? - Kim perguntou ao Max e este mexeu nos seus óculos não sabendo o que dizer

- Eu... Vamos continuar com o episódio! - Max disse e todos riram-se

- Bem me parecia! - Afirmou Kim e todos voltaram-se para o êcra

 A cena muda para o Sr. Pombo ainda sendo levado pelos pombos, agora no formato de avião.

Xavier Ramier/Sr. Pombo: Ainda não terminei com vocês. Urrr... Urrr...

A cena volta a mudar para a Ladybug e o Cat noir a descer as escadas do hotel e o anel do Cat noir apita.

Adrien/Cat noir: Tenho que sair daqui antes que a minha identidade secreta seja revelada.

Marinnett/Ladybug: Eh... O gatinho assustado precisa se mandar?

Ladybug continua a descer as escadas e Cat noir vai atrás.

Adrien/Cat noir[ ri sarcastico]: Ha, ha... Muito engraçado.

Os dois chegam na recepção do hotel e o presidente vem até eles.

Sr. Bourgeois: Ladybug, Cat noir. Estamos em grande perigo. Podemos perder muito dinheiro, se os hospedes deixarem París. Vocês vão nos livrar daqueles pombos, não vão?

Cat noir  pula Impaciente, com o tempo a terminar.

Adrien/Cat noir: É claro que vamos. Mas antes, eu tenho uma necessidade urgente!

Sr. Bourgeois: Uma necessidade? [Pensa em uma outra coisa] Hã... Entende. Pode ir na suite presidencial. Tem papel lá. Mas talvez você prefira... Sacos de areia?

- Boa Sr. Presidente! - Alix disse se rindo, seguida dos restantes

Cat noir entra no elevador e antes de ir

Adrien/Cat noir: Ah... Tá. Eu não preciso disso. Mas pode mandar um camumberg?

O elevador fecha-se e o presidente fica confuso com o que o Cat noir disse e olha para a Ladybug que diz "Não sei" com os ombros.

A cena muda para o Cat noir entrando no quarto as pressas e fecha a porta rápidamente.

Adrien/Cat noir[Diz ao mordomo]: Dalicença, Desculpa. Emergência!

O mordomo bate na porta e o Cat abri-o

Mordomo: Como quer o seu camumberg?

Adrien/Cat noir: Escorrendo!

Cat noir volta a fechar a porta e o mordomo volta abater nê-la. E Cat noir, abri-o novamente.

Mordomo: Camumberg não pasterisado, mas dourado.

Adrien/Cat noir: Obrigado.

Pega na bandeja do queijo e fecha a porta. O anel apita uma última vez e o Cat volta ao normal e Plagg voa gritando e aterra na cama.

Plagg: Ai, estou exausto. O meu corpinho está todo dorido. Não consigo mexer nenhum músculo.

Adrien: Você quer apostar?

Adrien vai até ele o entregando a bandeja com o queijo e este ergue-se feliz indo molestar o seu amado queijo.

Plagg: Ah... Meu pegajoso.

- Plagg. És mesmo dramático! - Tikki afirmou e o Plagg sorriu

- Faço o que posso, fofinha! - Plagg diz e a Tikki revira os olhos

Plagg saborea o queijo e Adrien diz

Adrien: Come tudo. A Ladybug vai precisar de nós.

A cena muda para a Ladybug saindo do elevador e entrando numa sala.

Marinnett/Ladybug: Ah.. Eu vou ter uma bela vista daqui de cima.

Caminha indo as janelas de vidros que davam uma boa vista do cenário lá fora. E os pombos passam.

Marinnett/Ladybug: Ué, os pombos estão voando na mesma direção. Então, eu vou segui-los.

Os pombos deixam um bonê de policial cair  e o elevador abri-se e o Cat noir diz dentro dela.

Adrien/Cat noir: Quando você quizer, joaninha.

Marinnett/Ladybug: Vamos nessa.

A porta do elevador fecha-se quando a Ladybug entra nele e a cena muda para um grande edificio com telhados de vidros e os pombos voam para dentro dele e a Ladybug e o Cat noir chegam no local se escondendo. E mostram os agentes encarcerrados lá dentro.

Marinnett/Ladybug: Então é aqui que o Sr. Pombo mantêm os patrulheiros prisioneiros.

Adrien/Cat noir: O grande balle. Ah... Ah...

Cat noir quase espira, mas a Ladybug tapa as narinas dele, o impedindo de eapirar.

- O que seria de ti, sem mim? - Marinnett disse para o Adrien e este sorriu

- Tenho que admitir que estás certa. - Adrien afirmou e a Marinnett riu-se

Adrien/Cat noir[Continua]: O meu radar pombo está no máximo.

Marinnett/Ladybug: O seu radar está certo ou o Sr. Pombo, deixou o senhor Roger sozinho.

Adrien/Cat noir[Tenta avançar]: Vamos botar o gato entre os pombos.

- Vês? É daquilo que estou a falar. És sempre impulsivo, gatinho! - Marinnett afirma e o Adrien sorri en envergonhado, mexendo em seus cabelos

- Está bem. Eu sou impulsivo. Mas, eu gosto do perigo. - Adrien disse e a Marinnett olhou pra ele indiferente - As vezes! - afirmou e Marinnett sorriu se virando para a tela

- Falamos disso, depois! - Marinnett disse

Marinnett/Ladybug [Pára-o]: Espera aí, gatinho. É facil demais. Eu tenho um plano.

Os dois saiem a correr para o lado oposto da entrada e um pombo que os observava, voa entrando no edificio. 

Xavier Ramier/Sr. Pombo: Deu tudo certo, meus pombinhos. Preparem-se para saudá-los. Eles vem directo para a minha armadílha.

O Pombo espiador voa pousando no braço do Sr. Pombo. E diz-lhe algo.

Xavier Ramier/Sr. Pombo [Diz ao Hawk moth]: Agora não vai demorar para você ter o seu miráculous, meu amigo.

Hawk moth[Em seu covil]: Eu estou ansioso, meu caro pombo.

A cena muda para a Ladybug e Cat noir a correr no telhado do edifício.

Marinnett/Ladybug: Se destruir-mos aquele apito de pombo, vamos poder pegar o akuma.

Os dois passam a correr ao encontro do Sr. Pombo e param o olhando por cima.

Marinnett/Ladybug: Tá. Você abre a janela e eu pego ele. Puxo até ao telhado e você arranca o apito de pombo dele.

Adrien/Cat noir: Vamos lá. Quem não tem cão, caça com gato.

Cat noir abre a janela do telhado e voam varías penas para o seu rosto e acaba espirando. Ladybug assusta-se se dequilibrando e acaba jogando o iô-iô errado e passa pelo Sr. Pombo, atingindo o Pombo no seu braço. O iô-iô cai no chão e a Ladybug recolhi-o chamando a atenção do Sr. Pombo.

Marinnett/Ladybug: Lá se vai o elemento surpresa.

- Aquilo foi embaraçoso! - afirmou Plagg se rindo - Aquele devia ser o plano? - continuou se rindo

- Cala-te, Plagg! - Marinnett, Adrien e Tikki, enervaram-se gritando para o gatinho e os seus colegas riram-se com as suas reações

- Vocês os quatro, são cómicos! - Alya afirmou se rindo

- Pára, Alya! - Marinnett diz a amiga e esta continua a rir

- Não é culpa minha. É inevitável! - Alya disse entre risos e deixou Marinnett aborrecida

- Acho que vai ser assim, em todos os episódios que aí vem! - Tikki afirmou e a Marinnett lamentou-se

- Talvez, não seja pior nos outros episódios! - Adrien disse a Marinnett, tentando confortá-la

- Talvez. - disse e os dois viraram-se para a tela e a Alya já tinha controlado o seu riso

Os dois saltam pela janela, para dentro do edifício e pousam onde o Sr. Pombo se encontrava parado e este deixa-se cair, e outra vez, os pombos pegam-no antes de chegar ao chão.

Ladybug e Cat noir saltam também indo atrás dele que sopra o seu apito e os pombos o rodeam nas duas mãos.

Xavier Ramier/Sr. Pombo: Venham meus filhinhos. Cheguem mais perto. Não quero que fiquem pombados comigo.

Adrien/Cat noir: Vai ser uma honra.

O Sr. Pombo lança os pombos contra o Cat noir que dá cambalhotas pelo chão ao ser atingido e bate contra a jaula onde os policiais estavam presos. Ladybug também é atingido e também voa contra a jaula.

- Vocês não sentem dor, não? - Max pergunta ao Adrien e a Marinnett e estes se entreolham

- Hã... Acho que os poderes dos miráculous... Protegem-nos? - Marinnett disse e perguntando ao mesmo tempo

- Com o meu poder, faz com que não seja tão doloroso quando ela leva uma surra! - Tikki afirmou e fez Marinnett a olhar indiferente - Sem ofenças!

- Está bem. É melhor voltar ao episódio! - Max disse, e todos olharam para a tela

Policía: Tira agente daqui, Ladybug.

Ladybug levanta-se e grita.

Marinnett/Ladybug: Talismã!

O iô-iô gira brilhando e o Talismã dá-lhe uma moeda.

Marinnett/Ladybug: Uma moeda? O quê que vou fazer com isso?

Ladybug usa a sua visão da sorte, lhe mostrando uma barra por cima do Sr. Pombo, Uma máquina de Salgados e a moeda em sua mão.

O Sr. Pombo vem se aproximando deles, ainda controlando os pombos em suas mãos.

Xavier Ramier/Sr. Pombo: Vocês podem pagar pedágio para sair daqui.

Diz e saí em direção aos dois, lançando os pombos e Ladybug saí a correr na direção deles e desliza no chão, entre as pernas do Sr. Pombo e enrola o seu iô-iô no pé dele. Ladybug levanta-se, ainda a correr e salta para um pilar de ferro dando impulso e salta para o ferro por cima deles, passando o iô-iô. Ladybug salta para o chão e corre até a máquina de Salgados e lá coloca a moeda do Talismã e tira um pacote de Salgados.

- Eu te vejo todos os dias cair dura no chão. Mas, é só virares a Ladybug, e saltas e fazes acrobacias pelo ar! - Alya afirmou inacreditada com a amiga

- Hã... Não sei o que dizer! - Marinnett disse e a Alya revirou os olhos e voltaram-se para o episódio

Marinnett/Ladybug: Cat noir!

Ladybug lança o pacote pelo ar e o Cat noir lança o seu bastão rebentando o pacote e os Salgados caiem para cima do Sr. Pombo.

Marinnett/Ladybug: Hora do lanche, Pombos!

Os pombos vão para cima do Sr. Pombo, comendo os Salgados. Ladybug puxa o seu iô-iô, içando o Sr. Pombo de cabeça para baixo e o apito cai do seu pescoço, caindo no chão.

Xavier Ramier/Sr. Pombo: Não!

Marinnett/Ladybug: Cat noir, Pega!

Cat noir pega o apito do chão e espira deixando o apito cair pelo ar e Ladybug larga o Sr. Pombo, correndo atrás do apito. O Sr. Pombo, também corre atrás e o Cat noir, também corre atrás do apito. O apito cai no chão e os três saltam para cima dele e o Sr. Pombo põe a mão primeiro, seguido do Cat noir e a Ladybug fica com a mão por cima dos dois. Ladybug pega na mão do Cat noir, o fazendo quebrar o apito por cima da mão do Sr. Pombo.

Marinnett/Ladybug: Eh!

Ladybug comemora contente, Cat noir suaviza a sua mão durida e o Sr. Pombo cai no chão.

O akuma saí a voar do apito quebrado e a Ladybug faz o risco no seu iô-iô.

Marinnett/Ladybug: Chega de maldades pra você, akuma. [Lança o iô-iô] Hora de aniquilar a maldade. [Captura o akuma] Te peguei. [Liberta-o purificado] Tchau, tchau, borboletinha. [Lança a moeda para o ar] Miráculous Ladybug!

Ladybug joga a moeda para o ar e este brilha saindo brilhos que restauram tudo o que foi destruido e o apito de pombo, volta ao normal. O Agente Roger é devolvido ao parque e o Sr. Pombo volta ao normal.

Xavier Ramier [Confuso]: Ah, Ah... O que houve? Onde eu tô?

Ladybug/Cat noit[Chocam os punhos]: Zerou!

A cena muda para o covil do Hawk moth enervado.

Hawk moth: Malditos pombos. Maldita Ladybug. Eu vou destruir cada um de vocês. Agr...

- E nós estaremos preparados nessa altura! - afirmou Marinnett

A janela fecha-se e aparece o símbolo de joaninha e a cena muda para a casa da Marinnett, se jogando em sua cadeira.

Marinnett: Não posso perder tempo. Tenho menus de uma hora.

Marinnett concentra-se em acabar o seu Chápeu Coco, passando agulha e linha e a cena muda para o pátio da escola, com os concorrentes e as suas obras. A tela deslisa para a Alya tentando ligar a Marinnett e ela não atende.

Alya [Impaciente]: Cadê essa garota?

Alya diz e no momento a Nathalie chega no local e vai até o Director.

Nathalie: Olá, Sr. Damocles. Eu sou assistente exectiva do Sr. Agreste. Nathalie.

Sr. Damocles: Olá, senhorita. Perdoe-me, mas onde está o Sr. Agreste?

Nathalie levanta o tablet que segurava em mãos e mostra o video chamada do Gabriel Agreste.

Gabriel Agreste: Estou aqui.

Sr. Damocles: Ah... Olá, Sr. Agreste. Bem vindo a nossa escola.

Gabriel Agreste: Adrien, mostre a escola a Nathalie.

A cena volta-se para a Chloé e a Sabrina. Chloé fica entusiasmada.

Chloé: Ah... É o Sr. Agreste. Ele tá vindo pra cá.

- E o Chápeu não é seu, Chloé! - Rose diz e a Chloé enerva-se

- Cala boca, Rosinha! - Chloé diz a Rose e esta cala-se

- Não se preocupe, Rose. O castigo dela, está para vir! - Tina diz sorrindo para a Rose e esta retribui

As duas ficam em pose de postura e a cena muda para o director e os Agrestes parando no modelo de Chápeu Coco da Rose e Juleka.

Sr. Damocles: Como verá, Sr. Agreste. Os nossos alunos botaram coração e alma nos projetos.

Marinnett passa a correr, carregando o seu Chápeu Coco numa caixa e pousa no seu lugar. Marinnett respira fundo, recuperando o fôlego.

Alya: Onde você tava? Trouxe o Chápeu?

Marinnett: Trouxe. Olha!

Marinnett levanta a caixa e mostra a Alya o seu Chápeu Coco. Alya desanima ao ver o Chápeu.

Marinnett[Fica confusa]: O que é?

Alya: Ah... É que ele... É igual a da Chloé.

Marinnett: O quê?

Marinnett vira-se vendo o Chápeu da Chloé, agora os Agrestes parados nele.

Chloé: Oi, Sr. Agreste. Eu sou a Chloé Bourgeois. Conhece o meu pai? O perfeito?

A cena volta para a Marinnett irritada.

Marinnett: Arg... Essa ladrazinha!

Alya: Você quer que eu resolva isso?

Marinnett: Eu acho que posso resolver isso!

- E eu resolvi mesmo! - Marinnett disse sorrindo

- E em grande estilo! - Alya concordou e as duas deram high five

- Eu devia ter imaginado! - Chloé disse baixo, para nínguem ouvir

Marinnett sorri marota, cruzando os braços e o Director e os Agrestes chegam ao Chápeu da Marinnett.

Gabriel Agreste [Diz a Nathalie ao ver o Chápeu]: Vira o tablet para o Chápeu da senhorita Bourgeois.

Nathalie vira o tablet para o Chápeu da Chloé, olhando para ele.

Gabriel Agreste: Isso é uma piada?

Chloé fingi-se de vítima e faz drama.

Chloé: Ah, não é justo. A Marinnett copiou o meu desenho. Isso é escandaloso. Como pode fazer isso?

- E ela foi capaz de fingir-se de vítima! - Alix disse indignada com a Chloé

- A Chloé não tem limites, para as suas maldades! - Mylene pronunciou-se pela primeira vez

- Eu odeio estar aqui! - Chloé voltou a dizer baixo e a Sabrina olhou pra ela triste

Chloé joga a sua cabeça onde está guardado o seu Chápeu, fingindo chorar.

Marinnett: Eu peço desculpas por esta situação, Sr. Agreste. Mas, eu posso provar que este Chápeu Coco, é um desenho original meu.

Nathalie vira o tablet para a Marinnett e o Gabriel Agreste, pronuncia-se.

Gabriel Agreste: Vai em frente.

Marinnett[ Explica com o Chápeu na mão]: Hã... Todo o meu Chápeu Coco foi feito a mão. O bordado até a celagem de faixa, a costura da aba. Tudo foi feito por mim. E por último, há um elemento especial do desenho que só a verdadeira desenhista conhece...

Marinnett vira de cabeça para baixo o seu Chápeu, mostrando a sua assinatura.

Marinnett: Eu assinei o meu.

Chloé deixa cair o seu Chápeu no chão e sai a correr.

Chloé: Papai!

- Que humilhante! - afirmou Juleka

- Muito humilhante! - Alix concordou

Todos vêm a Chloé correr da escola e todos voltam-se para a Marinnett.

Gabriel Agreste: Uma criação muito requintada. Você concerteza tem umas mãos laboriosas de uma chapeleira, senhorita...

Adrien: Marinnett.

Gabriel Agreste: Meus parabéns pela sua demostração, Marinnett. Você é a vencedora.

Marinnett [Contente]: Obrigada, obrigada, obrigada.

Marinnett agradece contente e o Gabriel continua.

Gabriel Agreste: O adrien vai usar o seu Chápeu Coco na nossa próxima campanha publicitária.

Adrien pega o Chápeu das mãos da Marinnett, tocando nas suas mãos e a Marinnett cora. Adrien coloca o Chápeu em sua cabeça e espira. Marinnett pisca os olhos, olhando para ele.

Adrien: Ah... Desculpa. É que eu sou alergico a penas. [Volta a espirar] Atchu!

Adrien volta a espirar e Marinnett sorri e diz

Marinnett: Saude!

Adrien: Atchu... Valeu.

Adrien sai andando e Marinnett salta comemorando e a imagem cola com o Adrien, a Alya e a Marinnett. Com o Chápeu Coco da Marinnett.

- Eu acho que deveria ter suspeitado de ti, naquele momento. - Marinnett afirmou, vendo o obvio que era aquilo. O Cat noir alérgico a penas e o Adrien também.

- Não poderias saber, não é? - Plagg respondeu no lugar do amigo - E sejamos sincéros, nínguem acreditaria que Cat noir é o Adrien. O rapaz é todo tristinho! - Plagg afirmou e os dois se entreolharam

- Caladinho, Plagg. Eu sou Sim, o Cat noir! - Afirmou Adrien irritado e o Nino riu-se

- Desculpa, amigo. Mas, tenho que concordar com o Plagg. Nunca acreditaria que eras o Cat noir se me contassem! - Nino disse e Adrien cruzou os braços

- Não se preocupe, gatinho. Eu acredito em ti! - Marinnett disse tranquilizando o Adrien e este olhou pra ela sorrindo. Marinnett acabou se rindo ao vier-lhe a imagem do Cat noir na mente.

- O que foi? - Adrien perguntou-a confuso

- Desculpa. É que... Nada! - Marinnett disse controlando o seu riso e Adrien olhou-a desconfiado - O episódio de hoje foi incrível. E espero que o próximo seja tão emocionante como este! - Marinnett disse fugindo do assunto

- Nisso tens razão, Marinnett. Estou ansiosa pelo próximo episódio! - Alix afirmou animada e todos concordaram

- Então, vamos descançar e recuperar as energías para o próximo episódio! - Tina afirmou e todos sorriram

- Sim. Hora de comer! - Plagg disse animado e fez todos rirem-se

- Ai, Plagg! - Tikki disse balançando a cabeça. E logo entrou na risada.


Notas Finais


É isso aí, pessoal. Espero que tenham gostado do capítulo. Para o próximo capítulo...

Ilustrador do Mal(Evillustrator).


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...