História ¶At dawn¶ ¶Amor Doce/Nathaniel E Castiel¶ - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel, Debrah, Iris, Lysandre, Nathaniel, Rosalya
Visualizações 71
Palavras 1.402
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - T W E L V E


Fanfic / Fanfiction ¶At dawn¶ ¶Amor Doce/Nathaniel E Castiel¶ - Capítulo 12 - T W E L V E

          ¶ Décimo Capitolo ¶

      ¶ Visão, Lonney CooPer  ¶

Depois de quase jogar a Debrah de cima de um arranha céu, naverdade eu teria a jogado com prazer, se não fosse o Nathaniel me enpedido, 

                          💎

Depois de saímos daquele lugar                a Mariih me chamou para comermos em um restaurante novo de comida mexicana, eu como sou xonada em comida mexicana, e claro que aceitei.

                         💎

Eu como sempre fiquei no cando da mesa ao lado né Nathaniel, Mariih como sempre pedio o mesmo de sempre, e depois passou o cardápio pra min.

                        💎

Assim que o garçom chega pra perguntar oque queremos pra comer, vejo a Sammer e a Debrah sentado em uma mesa do outra lado, Nathaniel fica meio emcomodado, Mariih faça fazendo graça, e eu e Nathaniel quase se cagando de rir, a comida chega e logo A terminamos, quando estávamos saindo do restaurante, Debrah bota o pé pra Mariih cai, mais logo Mariih revida puxando o cabelo dela ( deveria ter deixado ela careca ) -_ AH SUA PUTA -_ VEM PUTIANE, eu e Nathaniel seguramos Mariih pra ela não meter a faca na Debra ( se bem que seria uma boa idéia ), voltamos pra casa.


 ¶ Sábado, uma plena manhã ¶

Saio da cama, quase Caio no chão de tanto sono, -_ AAaah CORDAAAA, pulo em cima da Mariih _- 

-_ Aiii, Puta que pário, que porra foi essa, - ela me joga no chão

-_ FELIZ ANIVERSÁRIOoOoOO, 

-_ • - • 

-_ VaMOS ACOrDaa, -_ fico enpurrando ela 

-_ Ah, Deixa eu dormir, se não eu lavo suas roupas

-_ NÃO, VOCÊ NUNCA MAIS VAI LAVAR ROUPA, não quero perder minhas roupas.

-_ então vaza, antes que eu te jogue janela a baixo, ela fecha a porta na minha cara

Logo em seguida volta Limpar a sala, que sinseramente só cheirava a cerveja e tequila, da festa de ontem a noite, Castiel e Nathaniel saíram bêbados lá de casa.

Depois de passar duas horas tirando aquele cheiro e arrumando tudo, subo e vou me arrumar e fazer minha igienes matinais.

Visto minha roupa ( foto de capa ) e pego minha mochila, e vou pra faculdade,

No caminho me bato sem querer com Castiel,

-_ ah, Cooper, Você sabe onde gamgle está !

-_ bom, ela tá em casa dormindo, mais aqui vai uma dica, não deixa ela lavar sua roupas

-_ Oi?. Como assim, 

-_ apenas não deixa

Ele sai confuço, e eu sigo pra faculdadle

Subo pro segundo andar onde fica minha sala, quando abro a porta todos olham pra min com uma cara de seriedade extrema

-_ está atrasada senhora CooPer,

-_ me desculpe senhora Gre

-_ que isso não se repita, entendeu

-_ claro, eu entendi senhora Grey

Me sento na mesa, d Nathaniel fica fazendo graça pra eu rir, parecíamos dois bêbados fazendo graça

Ele me manda uma mensagem de texto dizendo pra não encontramos amanhã na minha casa, 

   Quebrada de tempo.   

Depois da aula, eu pego minha bolsa e sigo ate em casa, mais antes de ir pra casa passo em uma loginha que vende sucos maravilhosos que eu amo,

                                [•••].                       

Chego em casa, passa umas duas horas tentando achar a chave de casa, finalmente eu descubro qhe a pirta está aberta, vejo Debrah, mais oque....oque você está fazendo...


Flashback...on

Apenas uma garotinha, uma garotinha que só tinha sonhos e memórias cruéis, como...como o universo pode fazer isso, como pode ser tão cruel...como pode ser...

When the days are cold
And the cards all fold
And the saints we see
Are all made of gold

When your dreams all fail
And the ones we hail
Are the worst of all
And the blood’s run stale

I want to hide the truth
I want to shelter you
But with the beast inside
There’s nowhere we can hide

No matter what we breed
We still are made of greed
This is my kingdom come
This is my kingdom come

When you feel my heat
Look into my eyes
It’s where my demons hide
It’s where my demons hide
Don’t get too close
It’s dark inside
It’s where my demons hide
It’s where my demons hide

At the curtain’s call
It’s the last of all
When the lights fade out
All the sinners crawl
So they dug your grave
And the masquerade
Will come calling out
At the mess you made

Don’t want to let you down
But I am hell bound
Though this is all for you
Don’t want to hide the truth

No matter what we breed
We still are made of greed
This is my kingdom come
This is my kingdom come

When you feel my heat
Look into my eyes
It’s where my demons hide
It’s where my demons hide
Don’t get too close
It’s dark inside
It’s where my demons hide
It’s where my demons hide

They say it's what you make
I say it's up to fate
It's woven in my soul
I need to let you go
Your eyes, they shine so bright
I want to save that light
I can't escape this now
Unless you show me how

When you feel my heat
Look into my eyes
It’s where my demons hide
It’s where my demons hide
Don’t get too close
It’s dark inside
It’s where my demons hide
It’s where my demons hide


Apenas 4 estações que brilham mais que o sou, apenas nossos demônios...


Quando os dias estão frios
E as cartas já foram lançadas
E os santos que vemos
São todos feitos de ouro

Quando todos os sonhos fracassam
E aqueles que aclamamos
São os piores de todos
E o sangue para de correr

Eu quero esconder a verdade
Eu quero abrigar você
Mas com a fera dentro
Não há onde nos escondermos

Não importa o que fazemos
Ainda somos feitos de ganância
Este é o meu destino
Este é o meu destino

Quando você sentir o meu calor
Olhe nos meus olhos
É onde meus demônios se escondem
É onde meus demônios se escondem
Não se aproxime muito
É escuro aqui dentro
É onde meus demônios se escondem
É onde meus demônios se escondem

Quando as cortinas se fecharem
Vai ser pela última vez
Quando as luzes se apagarem
Todos os pecadores rastejarão
Então eles cavaram as suas sepulturas
E os mascarados
Virão apontar
O estrago que você fez

Não quero decepcionar você
Mas meu destino é o inferno
Embora tudo isso seja para você
Não quero esconder a verdade

Não importa o que fazemos
Ainda somos feitos de ganância
Este é o meu destino
Este é o meu destino

Quando você sentir o meu calor
Olhe nos meu olhos
É onde meus demônios se escondem
É onde meus demônios se escondem
Não se aproxime muito
É escuro aqui dentro
É onde meus demônios se escondem
É onde meus demônios se escondem

Dizem que depende do que fazemos
Eu digo que depende do destino
Está marcado na minha alma
Tenho que deixar você ir
Seus olhos,brilham tanto
Quero salvar esta luz
Não posso fugir agora
A menos que você me mostre como

Quando você sentir o meu calor
Olhe nos meu olhos
É onde meus demônios se escondem
É onde meus demônios se escondem
Não se aproxime muito
É escuro aqui dentro
É onde meus demônios se escondem
É onde meus demônios se escondem


{ Abro meus olhos, era apenas um sonho... presiso entender...me desculpe minha linda camelha...me desculpe minha eu verdade...oque sou eu, presiso de um tempo, afinal oque somos nós, oque sou eu... }


Abro meus olhos, 

-_ lolo, lolo acorda acorda lolo, presiso de você

Está tudo embaçado, não consigo falar, isso é um sonho? Ou apenas meu pesadelo?, Abfo meja olhos vejo ela, vejo minha camelha, vejo ela a rezar por min, vejo suas lágrimas escorrendo de seu rosto

Um abraço, apenas um abraço pode resolver as lágrimas de cada estação...


Flashback...off


-_ Lolo, sua boba, nunca Maisa faça isso, se fazer eu vô pintar todas suas roupa

-_ oque aconteceu?...?

-_ você teve um infarto...não sei porque, mais você teve.

-_ você está no hospital, ao vai ter alta quando a medida deixa, mais até lá vou ficar com você, prometo

-_ você vai se aproveita pra faltar aula né ?

-_ ksksksk tauves, quem sabe, agora Dorme, você precisa descansar

Médica -_ lonney, presiso fazer uma tomografia pra sabe porque você teve uma comvução é um infarto.

-_ existe alguma possibilidade que ser grave

Médica -_ só vamos saber quando você saber a tomografia oky

-_ tudo bem, 

Depois da médica sair, eu  peguei meu celular é passei a noite escutando música, 

Passa algumas horas, eles me levam pra fazer uma tomografia, depois da tomografia, a medida veio falar comigo

-_ comlicensa, Lonney, achamos um tumor no sei blobo cular

-_ mais oque significa

-_ que vamka presisava operar e retira seu tumor, caso ao contrário se você não operar, o tumor pode mata-la em alguns meses

-_ eu opero, mais apenas com uma comissão

Médica -_ qual é a condição

-_ não quero que a Mariih saiba que eu tenho um tumor e que eu vou fazer uma cirurgia, resumindo, não quero que ninguém saiba

-_ lonney, não podemos fazer isso você precisa de um responsável

-_ eu faço aniversário duas semanas depois da mariih, eu fiz aniversário ontem, sou responsável por min mesma

Médica -_ tudo bem, mais primeiro vou falar com o chefe da cirurgia


     {Apenas ao meu luar}


Continua...? 


Notas Finais


Hello seguimores,
Bjs da yHaDeS_niiH (^-^)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...