1. Spirit Fanfics >
  2. .at our size? ; hyunin - hyunjeong. >
  3. .bravinho ; two.

História .at our size? ; hyunin - hyunjeong. - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


oi gente :)))) aqui está mais um cap, eu espero que gostem kk boa leitura ♡

Capítulo 2 - .bravinho ; two.


Fanfic / Fanfiction .at our size? ; hyunin - hyunjeong. - Capítulo 2 - .bravinho ; two.


ㅡ ei! jinnie-hyung, não me deixa pra trás! ㅡ o pequeno jeongin parou no meio da quadra esportiva e grudou a vista no mencionado, exibindo um bico insatisfeito em seus lábios franzinos.

estavam num horário vago do dia seguinte ; pela falta do professor de educação física, foram liberados mais cedo. o hwang havia avistado o menor de longe, e não hesitou em brincar consigo.
a quadra não estava tão vazia, haviam alguns alunos espalhados pelas arquibancadas e alguns perambulando pela cantina, em busca de comida.

estava faltando apenas 1 mísero dia para a comemoração do yang, que sequer se importava mais com a festinha. e no momento esse era o problema da situação.

ㅡ por que não me disse que seu aniversário era amanhã? ㅡ o mais velho questionou, mantendo sua pose de criança birrenta: a carinha zangada e virada para o lado, os punhos cerrados, os braços cruzados.

jeongin sentiu vontade de socá-lo. céus, hyunjin era o garoto chato que suportava. que gostava na mesma intensidade que se irritava consigo. a porcentagem próxima de mil.

ㅡ eu ia te contar! se acalme hyung, nos conhecemos ontem, eu não ia chegar contando isso de uma vez. entrei agora no assunto, não foi? ㅡ relaxou um pouco ao ver o outro assentir, ainda de cabeça baixa. jeongin ergueu o próprio queixo, encarando o amigo com um sorrisinho alegre. ㅡ você quer vir à minha festa, jinnie?

alargou ainda mais o sorriso quando sentiu os braços um pouco mais largos que o seu o envolverem. retribuiu o gesto carinhoso com exatidão, fechando os olhinhos e o apertando contra seu corpo pequeno. jeongin poderia chamar hyunjin de crianção, mesmo tendo consciência da pouca idade do maior. se sensibilizava com muitas situações, mas o garotinho agradecia a si mesmo por ser extremamente paciente e por sempre querer encarar o grandalhão pé no saco.




ㅡ como é um aniversário? ㅡ o hwang questionou enquanto andavam pelo jardim ao lado de fora do pátio. o acastanhado arregalou os olhos, considerando tal pergunta como absurda ao seu ver. o moreno sorriu fechado, olhando para os próprios pés enquanto se movimentava. jeongin o esperou parar ali e mencionar ser brincadeira, mas não veio nada. nem indícios. estava.. chocado?

ㅡ então você nunca foi em um? é por isso que ficou ofendido? ㅡ o interrogou. hyunjin parou de andar e suspirou, pondo as mãos no bolso da frente do seu moletom.

estavam num lugar bonito da escola, quase inabitado pelos estudantes de lá. era calmo e refrescante, um jardim mais adiante da instituição, cercado por algumas plantas podadas em formato de cone e mesinhas de madeira, com exibições de livros do clube de mitologia em caixas decoradas.

ㅡ sim.

ㅡ mas..

ㅡ jeongin. ㅡ cortou a fala do menor, lançando um olhar afiado para o mesmo, que continuou encarando a si. ㅡ eu não tinha amigos, até conhecer você. dos aniversários que frequentei, todos foram da minha mãe ou do meu pai, com adultos discutindo aquelas coisas chatas de adultos. nunca comemorei um de verdade ao lado de alguém que eu gosto, sempre vi as pessoas animadas pra fazerem os seus e entregando convites a todos, menos a mim! todos se divertiam, mas passavam direto por mim quando pensavam em me chamar. ㅡ mordeu o lábio inferior, contendo falar alguma besteira sobre seus colegas de turma, ou se emocionar com a sensação triste fazendo raízes pelo seu corpo.

jeongin afirmou, tristonho.
nem todos são como você, seu babaca. ㅡ repetiu para si mesmo.

passado alguns segundos silenciosos, o mais novo decidiu quebrar aquele clima tenso. ao pôr ambas as mãos pequenas nos ombros do outro, o encarou docemente, deixando um carinho ali.

ㅡ bem, isso vai mudar agora né? ㅡ forçou um sorriso para o maior. sabia que aquilo o deixava um tantinho mais encorajado e confiante. hyunjin era muito inseguro. ㅡ você vai comemorar comigo, seu bocó! vamos, eu vou te contando no caminho como é. ㅡ o menor segurou sua mão, se arrepiando com o leve atrito entre seus dedos, agora entrelaçados. sabia ter corado, pelo simples fato do hwang estar achando graça e o chamando de adorável.

ㅡ você é só um bebê mesmo. ㅡ beijou sua bochecha e correu, contando mentalmente três segundos até jeongin ir atrás de si, visivelmente envergonhado e com a intenção de bater no moreno.

hyung, você me paga! ㅡ exclamou, com as bochechas rubras e o coração falhando batidas. até alcançá-lo, entrelaçou ambas as mãos mais uma vez e com a livre, deu-lhe um tapa estalado na bunda. hyunjin o repreendeu com um beliscão, até aí começarem as brigas incansáveis.

algumas pessoas que passavam por ali encaravam a situação com um olhar curioso, afinal era hwang hyunjin, o garoto temido da sétima série, frio e reservado, e jeongin, o garotinho adorável e filho de uma conhecida confeiteira, agindo com uma nítida proximação ; enquanto outras pessoas apenas riam pela graça que os garotos passavam com as palavras e atos insinuando brigas ; bobinhas e sem a guarda de rancor. no fim daquilo tudo resultava na gargalhada de algum deles, enquanto voltavam para os atos anteriores.


porque jeongin se irritava com hyunjin, mas hyunjin amava irritar jeongin.


Notas Finais


err pois é


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...