1. Spirit Fanfics >
  2. Até a última pétala (NaruSaku) >
  3. Rivais?

História Até a última pétala (NaruSaku) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Olá amorzinhos <3
Dessa vez o capítulo foi mais grande que eu esperava hehe
A história não vai só se centrar no romance, vai ter uns vilões pra dar uma animada hehe espero que gostem <3 e uma boa leitura!!

Capítulo 3 - Rivais?


Fanfic / Fanfiction Até a última pétala (NaruSaku) - Capítulo 3 - Rivais?

Naruto não tinha conseguido pregar o olho logo após o encontro se sentia eufórico e de alguma forma queria sair pulando pela vila. Aaah só a Sakura-chan pra mexer com o coração daquele jeito

Então pegando a foto, uma das várias que teriam, ele grudou com uma fita perto do espelho pra sempre admirar quando acordasse.

...........

O dia no Hospital estava uma confusão, se já não bastasse os surtos da nova doença em Konoha e dos diversos pacientes já baixados pra serem acompanhados de perto..... A primeira tropa de segurança acabará sendo atacada na última noite. Então a manhã de Sakura já começou com a chegada de vários ninjas em macas, com alguma parte do corpo decepada, muitos ferimentos e gemidos de dor. O hospital com seu piso branco já mostrava alguns pingos de sangue, sendo já limpador por uma das faxineira.

- Por Kami, o que aconteceu? – perguntou Sakura espantosa ao chegar no balcão da recepção.

- Houve um ataque na segurança ontem a noite, teve algumas baixas, mas a maioria só feridos.... alguns bem graves que Tsunade-sama teve que intervir – falou Ino que pegava alguns fracos em uma das estantes – Estavam esperando por você. Hoje vai ser a um dia repleto de trabalho – suspirou.

Sakura se direcionou a sua sala onde vestiu o jaleco indo para onde acontecia as cirurgias mais complicadas. Bateu a porta suavemente, uma das enfermeiras abriu e a reconhecer deu espaço pra Sakura entrar. Tsunade-sama está voltado ao paciente na maçã, suas mãos estavam sobre seu abdômen onde emana uma aura esverdeada. Se pelo que ficou sabendo era reconstrução de células, os ninjas da 1° tropa defensiva haviam encontrado inimigos mais fortes, o que preocupava a todos, pois os indícios apontavam aos “revolucionários” e se eles já apresentavam um ataque tão forte o que poderia se esperar? Devia-se cortar o mal pela raiz, já que ainda era cedo.

E Era exatamente o que o Hokage fazia naquele exato momento, havia chamado Sasuke das sua última viagem e Naruto pra contar o que acontecerá na última noite.

- Toda a tropa foi ferida? – exclamou Naruto.

- Sim, muitos com ferimentos graves. Foram levados todos ao hospital – respondeu o Hokage de costas para os dois – mas o que realmente me preocupa era a força do inimigo, eram 25 ninjas experientes, com ranking variados de Chunnin a Jounnin. E todos voltaram em situação péssima. A 3° e 4° tropa não viram vestígios nenhuma só quando avistaram seus companheiros ensanguentados. Foi coisa rápida.

- O que exatamente esses “revolucionários” querem? – perguntou Sasuke.

- O fim da paz entre as nações. Querem aquele ciclo de ódio doentio – disse Kakashi batendo na mesa – tantas pessoas se foram por essa busca de paz, não podemos deixar isso destruir o que foi sacrificado de alcançar.

- É o que o Hokage-sama pretende fazer? – perguntou Naruto com uma expressão séria.

- Foi exatamente por isso que eu lhe chamei, Sasuke- disse se virando para o moreno – quero que investigue os acontecimentos, pergunte para os ninjas do ocorrido, percorra área e me traga a localização desses indivíduos.

- Certo- respondeu abrindo instantaneamente um portal e desaparecendo.

- E você Naruto eu tenho uma trabalho especial....

.............>

Depois de tanto Chakra gasto nas cirurgias de restauração de células feitas nos casos mais feios, Sakura só queria se atirar em um sofá e recobrar as energias. De todos os dias trabalhando naquele hospital, sem dúvidas hoje foi o mais puxado.

Tanto assim que ela nem percebeu quem estava em sua frente até esbarrar nele.

- Ooh me descul.... – disse antes de ver que quem ela esbarrava era Sasuke-kun

Ele ostentava a expressão carrancudo de sempre, parecia incomodado por ela ter acabado trombando com ele. Ela deu alguns passos pra trás.

- Sas-Sasuke você está precisando de algo? – perguntou ela.

- Respostas, dê-me licença – sua voz estava irritada e ele passou rápido por ela.

Apesar de ter prometido a si mesma que se manteria longe dele, vê-lo a fez balançar algo ali dentro mesmo que aquilo estivesse nela o sentimento de inferioridade que sentia ao estar do seu lado vinha junto e isso a mostrava que ela não estava errada ao escolher aquele caminho.

Voltando pra sua sala, desabou na cadeira e por Kami as cirurgias mais complicadas de hoje já haviam sido feitas. Pegou um frasco de comprimidos pra diminuição do seu cansaço e ficou lá olhando no teto e pensando que tirar um cochilo de 5min não seria assim tão ruim!!

Certamente foi o que ocorreu, pois não ouviu as batidas frequente em sua porta e só foi se acordar quando começaram a gritar.

- Por Kami o que foi? – perguntou alarmada abrindo a porta e se deparando com uma Ino furiosa.

- Que demora pra atender uma porta! Ia te convidar pra almoçar comigo e a Hima-san – disse ela batendo o pé.

- Como? – O cérebro estava afetado pelo sono.

- Então essa testa não guarda nada dentro? – respondeu dando um peteleco na testa da mesma – estou falando pra almoçar comigo e a Hinata.

- Ahhh claro que eu vou.... – respondeu apressada atrás da bolsa -.... ino porca.

As duas saíram rindo do Hospital com os apelidos que davam quando eram mais novas. Uma disputa besta por conta de garotas.

- Bom eu tenho uma novidade eletrizante pra contar pra vocês – disse Ino dando pulinhos.

- Que seria?

- Sem Spoilers, Sakura – respondeu puxando a amiga pelo braço.

As duas entraram no restaurante onde Hinata já estava sentada esperando as duas, acenou com a mão para chamá-las.

- Hima-san – disse Ino já se abraçando a amiga – você anda tão sumida, mal vejo você além de ter tirado licença do Hospital.

- Estou ocupada com os planejamentos de liderança do clã, fico feliz que otousan tenha de alguma forma reconhecido minha força. – respondeu sorrindo e um tanto corada nas bochechas – antes ele estava maquinando uma aliança pra fortalecimento do clã, mas ao falar com Hokage-sama mudou de ideia.

- Menos mal em? Imagina ter que se casar com um desconhecido? – completou Ino rindo.

Sakura estava quieta e sentada na frente das duas não conseguia manter o olhar muito tempo em Hinata, sentia-se desconfortável.

- E você Sakura-chan? Acho que minha licença está dando mais trabalho a você, perdoe-me – perguntou Hinata dirigindo os olhos para ela.

- Aah capaz Hima... Não tem problema nenhum – respondeu a todo custo evitando o olhar indagador.

- Além disso fiquei sabendo que você está muito próxima do Naruto-kun.... – disse jogando no ar a dúvida.

- Oras, Hima. Sempre fomos próximos né? Somos amigos – disse com uma mão coçando o cabelo.

- Eu não sou nenhuma bobinha, Sakura-chan – disse Hinata séria – você sabe que sempre foi a paixão de Naruto e sabe também que eu sempre nutri um sentimento por ele...... eu só quero que seja honesta comigo, não estou lhe julgando nem nada, você está gostando do Naruto-kun?

- E-eu não sei... Acho que talvez sim – disse gaguejando. – me desculpe – falou inclinando-se pra sempre.

- Tá tudo bem! Naruto sempre foi apaixonado por você era questão de tempo para você retribuir os sentimentos dele....

A conversa se encerrou quando trouxeram os pratos, Hinata já havia feito os pedidos antes que as amigas chegassem. Sakura não estava com 100% de certeza daquele pronunciamento de Hinata, ainda mais que ela nutria uma certa “paixão” por Naruto desde sempre. Mas só o fato dela não despertar o Byakungan e acertar seus pontos de Chakra já era um alívio.

- Bom, a novidade na qual eu chamei as duas aqui é pra celebrar uma coisa...... – disse completando a fala estendendo o braço que só agora que Sakura notava, existia um anel com uma pedra Branca.

- Calma lá..... É o que eu tô pensando – disse a rosada com os olhos esbugalhados.

-Sim meninas!!! Sai me pediu em casamento

Ouviu se gritinhos femininos na mesa em que elas estavam, chamando a atenção dos outros clientes.

- Eu estou muito feliz por vocês dois – comentou Hinata.

- Finalmente eu encontrei alguém que combinava comigo – disse Ino sorrindo.

- Precisamos de uma bebida pra comemorar – falou Sakura, chamando um dos rapazes que passavam atendendo as mesas.

- Quando está marcado o casamento??

- Daqui a dois meses – respondeu Ino olhando para o anel – escolhemos esperar a chegada da primavera.

A felicidade pelo futuro casamento de Ino ficou com Sakura muito mais tempo após se despedirem, Hinata estava cheia de problemas relacionados com seu clã enquanto Ino estava no começo da sua fase “noiva". O pensamento que mais ocorria em sua mente era: será que um dia eu vou estar no mesmo lugar que Ino?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...