História "Até mesmo o pior demônio pode tirar seus pecados" - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Freddy Fazbear, Golden Freddy
Tags Angels, Demons, Fnafhs, Vida
Visualizações 39
Palavras 641
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Ficção, Seinen
Avisos: Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Doodle Kawaii :3, eu fiquei viciada em fazer One-Shots dramáticos, alguém me segura!

Capítulo 1 - One-Shot-Até mesmo o pior demônio pode perdoar seus pecados


Fanfic / Fanfiction "Até mesmo o pior demônio pode tirar seus pecados" - Capítulo 1 - One-Shot-Até mesmo o pior demônio pode perdoar seus pecados

"Quanto tempo se passou?" 

"Será que as flores em meu jardim voltaram ao normal?" 

"Será que... Eu... Viverei com esse peso pra sempre?" 

"O que posso esperar do amanhã?" 

Acordo em meu jardim, de flores muchas e sem graça, de tristeza e temor, pois é, bem-vindo ao inferno, o lugar mais escuro e tenebroso, onde só os pecadores, suícidas e "vilões" vão, por que o céu não os aceitou, por conta de seus pecados:

- *suspiro* parece que as pessoas não deixaram de ser pecadoras...- Digo meio tedioso olhando as flores muchas. 

Eu sou o que comanda aqui, mais conhecido como "Demônio", meu nome é Golden.Apesar de ser um pouco frio eu gosto das pessoas, eu posso ver que mesmo sendo pecadoras elas tem qualidades boas, e elas, compartilham isso com seus "outros" de sua raça. 

Ficava brincando com as flores muchas, até que levanto minha cabeça e vejo uma mulher cabisbaixa caminhando sobre o jardim das flores escuras, e ela estava... Chorando. Por preocupação eu fui até ela:

- O que aconteceu? 

- Por favor, me deixe sair daqui...- Ela diz em meio as lágrimas. 

- Huh? - Não entendi o sentido de sua fala. 

- Eu quero ir pro céu, por favor, me perdoe...- Ela cai de joelhos se encolhendo e chorando ainda mais. 

Me sento de joelhos a sua frente e começo:

- Pobre alma viajante, me diga o que aconteceu e qual foi seu pecado. - Disse colocando a mão sobre seu ombro, ela levanta a cabeça. 

- Eu... Eu... Eu me matei, eu não aguentava minha vida, na verdade, meus amigos me forçaram a fazer isso, eu descobrir que eles eram falsos, mas antes disso eu... Eu os matei, e depois peguei uns remédios em minha bolsa e acabei com minha vida, me perdoe, eu não queria fazer isso... Só quero ir pro céu.- Ela continuava a chorar, pobre flor que talvez um dia teria um grande cuidado e acabou muchando. 

- Olha, eu te perdoou, mas prometa que nunca cometerá este pecado de novo, nem mesmo no céu. 

- E-Eu.. EU PROMETO!- Ela sorri. 

- Que bom, agora em nome de meu ser, eu retiro o pecado de você.- Sorrio. 

Eu a deito em uma cama de flores brancas e fecho seus olhos, e coloco uma coroa de flores sobre seus cabelos. 

- Que essas flores que indicam o céu te levem a um lugar melhor, minha pequena alma.- Jogo petálas de flores sobre seu corpo e ela desaparece aos pouco, apenas deixando mais uma cicatriz em minha perna. 

A cada pecado que retiro uma cicatriz se forma em mim, e como doí, mas eu fico feliz, pois talvez essa pessoa esteja em um lugar melhor e sorrindo, ou seja a dor vai embora muito cedo:

- Você fez. - Freddy, o Deus do céu veio até mim. 

- Obrigado, mas por que? Por que não posso ter uma vida como você? Sua vida é melhor do que a minha... Heh... Que irônico, eu só trago a guerra e você a paz, eu só trago tristeza e você alegria, eu sou a lua e você o sol, eu não entendo... Por que? - Desabo sobre minhas lágrimas negras. Ele me abraça

- Nada disso, a vida é como uma flor, ela mucha aos poucos, e morre, ela perde a cor aos poucos, ela depende de alguém o depende de si mesma, todos nos somos como uma flor, então não tem essa de "vida melhor" porque todos nós um dia vamos morrer. 

- Você... Esta certo... 

- Golden, você carrega os pecados dos outros porque se importa, porque ama as pessoas, sabe aquele ditado "até mesmo o pior demônio pode perdoar seus pecados" e isso que você é, então obrigada por ser isso. - Ele desaparece. 

Me sento e fico pensando sobre aquilo, ele esta certo, ninguém tem uma vida melhor. 



Notas Finais


ALGUÉM TIRA ESSE DRAMA DE MIM!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...