1. Spirit Fanfics >
  2. Até o fim do mundo ( imagine jimin e jungkook) >
  3. Como é possível ?

História Até o fim do mundo ( imagine jimin e jungkook) - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem,boa leitura ♥️.

Capítulo 6 - Como é possível ?


                        S/n off

acordo assustada olho no relógio era 6:20 me arrumo correndo e desço a escada quase caindo, minha mãe tava na mesa terminando de tomar café.

- dormiu mais do que a cama,foi?

-meu celular não despertou.

-Não despertou ou você que desligou para dormir mais um pouco.

-dá no mesmo.

-vai tomar café ?

-não,estou atrasada,daqui a pouco as meninas me chama- digo e a campainha toca.

- bom dia -minha mãe abri a porta.

-você ainda não está pronta ?- Isadora disse ao me ver sentada no sofá.

-perdi o horário, só falta calçar o tênis e vamos, mãe você sabe que eu te amo né...

-pode deixar eu levo vocês.

-obrigada mãe.

-que interesseira -Livia disse fechando a porta.

-shiiu, há não ser que você queira ir apê.

-ela tá certa, você só fica carinhosa quando quê alguma coisa.

-vamos- digo apontando para o relógio que tava na parede.
enquanto minha mãe dirigia liguei o rádio que logo começou tocar Marília Mendonça.

- sofrência em plena manhã -Lívia diz rindo.

-isso aí - a gente começou a cantar,como três retardadas - "Aqui tomando todas só falta você
Cadê que não atende o celular
E o meu coração que não muda de assunto
Toda hora ele tem que lembrar".

- vou escrever vocês para o the Voice- minha mãe disse rindo.

-vamos virar cantoras profissional -Livia comenta.

-eles vão mandar vocês para casa,assim que começarem - ela disse brincando.

- Credo,mãe, cantamos super bem.

-ficou igual as cantoras,tia- Isadora disse.

-cantaram tão bem que dirige que é para vocês esperar chegar na escola.

- por quê

- lá tem banheiro -ela disse e a gente começou a rir - só de pensar se elas canta igual vocês coitada.

- insensível,isso não é coisa que se diz- finjo estar triste - tchau mãe -digo quando ela estaciona na porta da escola.

- não esqueça de ir no banheiro antes de entrar para sala- diz quando eu e as meninas saímos do carro, faço careta antes de fechar a porta do carro.

                           S/n off


Horas depois


                            Bruna on

Maria estava sentada no sofá mexendo no celular, quando o mordomo aparecia na porta ela levanta.

- vai sair de novo? -  pergunto tirando os olhos da revista para olhar ela.

- sim, tem algum problema ?

- não só é curioso.

-o que tem de tão curioso ?

- você voltou agorinha mesmo e já vai sair,justo no mesmo horário de ontem - olho o relógio dourado no meu braço.

- você agora tá vigiando a hora que entro e saio?

- Não exatamente.

-Bruna deixa nossa mãe em paz,por que você não vai procurar alguma coisa para fazer ? no lugar de ficar aqui sentada o dia todo -Larissa disso com uma xícara de chá na mão.

- também não precisam ficar assim,foi uma observação, fiquei curiosa.

-sabia que a curiosidade matou o gato.

- ele deve ter sido muito burro para isso acontecer.

-ou talvez achou que fosse Valente demais para conseguir escapar.

- poderia ter sido Valente, mas não esperto igual eu- abro um sorriso pra minha irmã.

- dá para vocês pararem com isso- Maria diz nos olhando.

- todo esperto chega uma hora que vacila.

- Larissa!- Maria diz e ela fica quieta.-  já vou indo,não precisam me esperar para o almoço- diz antes de sair.

Minutos depois Bruna levanta do sofá.

-vai sair ?

-decidi fazer o que você falou.

- bem na hora que a mãe sai ?

- você não disse que a curiosidade matou o gato, cuidado irmãzinha.

- ela não vai gostar de ver que está sendo seguida.

-você não tem que trabalhar ?

- não, tenho que levar a Júlia para consultar.

-hum- dou as costas pra ela e entro no carro pra seguir minha mãe.

                              Bruna off

                      S/n on

- bom dia meninas -Maria diz nos cumprimentando.

-bom dia -digo junto com minhas amigas como um coral.

- tudo bem senhora Maria?- Isadora pergunta educada.

-estou ótima,quero pedir uma coisa -ela disse fazendo gesto.

- o quê? -pergunto curiosa.

-me chame só de você ou Maria, isso de senhora me faz sentir mais velho do que já sou.

- A senho.. quero dizer,você, não é velha- Lívia disse.

-vocês que são educadas- ela disse sorrindo.

- vocês querem ir naquela sorveteria de novo? gostei muito de lá, e eu preciso conversar com vocês -diz e concordamos.

                                S/n off

                               Bruna on

Parei o carro quando vi minha mãe entrando na lanchonete com três meninas.

- o que minha mãe tá fazendo aqui? ainda mais em uma lanchonete de quinta categoria - digo para eu mesma, ao ver uma das meninas,fico em choque, saindo do carro vou até a lanchonete, antes que entrasse Daniel que tava perto do carro segura o meu braço.

- é melhor esperar sua mãe aqui.

- eu vi aquela menina,não pode ser... ela se parece com a Kátia.

- eu sei- ele diz calmo soltando meu braço.

- ela deveria ter me contado - olho pra ele que abaixa a cabeça - diz que eu fiquei maluca e aquela garota não é...

- você não ficou maluca.

- não,ela... não pode ser - entro na lanchonete e vejo minha mãe sentada com três garotas.

- impossível - digo ainda mais chocada e todas me olham inclusive Maria, seu sorriso desmancha quando me vê. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...