História Até onde vai uma fujoshi? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Visualizações 120
Palavras 2.908
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


So uma historia doida que me surgiu na cabeça

Capítulo 1 - Eu vou junta-los


Fanfic / Fanfiction Até onde vai uma fujoshi? - Capítulo 1 - Eu vou junta-los

Sara é uma garota normal, que passa a maior parte do tempo estudando, indo para balada, se socializando.

MENTIRA. Ela é uma fujoshi, doida, que ama escrever fanfictionyaoi, assistindo anime, e shippando todos que podem.

Ela tem muitos ships, mas um que ela guardo com todo carinho no kokoro, e o shipKuroro x Kurapika (KuroKura).

Sara: Alguém disse KuroKura? Onde cadê? Delicinhas tira a camisa.

Narrador: Não garota. A proposito, já terminou o próximo capitulo da sua fanfic?

*Sara imita um barulho de celular tocando

-Oi Lorena! Como é? Escorreu no sabonete, bateu a canela no vaso e agora tá com a cabeça entalada na pia e quer que eu te ajude. Claro, miga, to indo.

Narrador: Se ela está com a cabeça na pia, como consegue falar com você.?

Sara: Não mela minha historia.

Continuando... Sara sofria muito, porque KuroKura é um ship que nunca será cannon, já que os dois no anime são inimigos mortais e se odeiam.

Sara: O Kuroro não odeia o Kurapika, e o Kurapika já não sente tanto desejo de vingança quando antes.

Narrador: SAI DAQUI GAROTA! Que merda.

-Ninguém respeita mais a autora. Espera ai... A autora e a narradora, e eu sou a Sara, que também é a autora. Isso significa que... Eu levei bronca de mim mesma?

Fumaça sai da cabeça de Sara.

Autora aparece do nada: Sim Sara, mas a narradora e a versão normal de mim, e você e a versão fujoshi.

Autora some

Posso continuar a historia agora?

-Claro narrador.

Um dia, ela estava no seu quarto escrevendo fanfic. Aproveitando que seu irmão não estava em casa, porque assim ela poderia usar o seu notbook dele.

---------

 

Kuroro joga Kurapika gentilmente na cama. Ele passa o seu indicador pelo tórax do mais novo.

-Você é tão sexy Kurapika. –Fala o moreno.

-Sarinha.

A morena fecha o notebook rapidamente.

-Mãe, bate na porta.

-Por quê? O que você está fazendo?

A garota se desespera

E -Euto... Fazendo meu trabalho de faculdade.

-Mas a sua faculdade está ocupado.

-Mas o professor deixou trabalho para fazer.

-AHHH. Deixe-me ver?

-NÃO! A garota se atraca com o notebook como um otaku se atraca com um figure raro de seu personagem. - Não tá pronto, ainda falta corrigir umas partes.

-Sei. Se ta vendo anime daqueles patinadores gays, que eu sei.

-Eles não são gays, mãe. (São sim, super gays.)

Sua entregachegou

A minha lâmpada magica, que eu comprei pelo mercado livre-se, que parece com a lâmpada do Aladin.

-Eu tenho tanto orgulho de você, filha. Você se vicia nessas coisas de nerd, e fica dentro de um quarto, trancada longe dos perigos do mundo.

-Eu sei disso, mãe... Te amo. Bjs, bjs.

Sara, pega o pacote das mãos de sua mãe.

-Eu tenho que ligar para a Lorena.

...

-Alo!

-Chocolate da Nestlé

-Fala vaca.

Adivinha, chegou minha lâmpada.

-Aquela que você pagou os olhos da cara.

-É.

-Você e doida, sabia.

-Sabia.

-Mais e ai. Você vai assistir o episodio de Hunter x Hunter hoje?

-Vou, é hoje que o Kurapika perdoa o Kuroro. Eu to tão animada meu ship vai se torna real.

-Você sabe que isso e quase impossível de acontecer, não sabe.

-C-A-L-A-D-A. Não roga praga no meu ship.

-Não ta mais aqui quem falou, eu vou assistir também, depois nos se fala para discutir o episodio.

-OK. Mas, me diga. Já terminou o próximo capitulo de sua fic.

A ligação cai.

-Ragabunda

A morena se espreguiça.

-Foi bom ela falar de HunterxHunter , estava distraída com a fic e me esqueci dele.

Sara vai ate cozinha, pega uma coca, um pacote de batata e 4 barrinhas de chocolate. Senta na cama, liga o notebook e puxa sua panda de pelúcia para perto de você.

--------

Kuroro estava ajoelhado, chorando, ensanguentado com o cabelo bagunçado.

-OH maigodi! Ele fica tão diliçamachucado.

Kurapika também estava machucado, ele observava o mais velho com um olhar duro.

A aranha estava quase morta, só faltava esmagar a cabeça e a vingança de Kurapika estava completa.

-Mate-me Kurapika, e isso que sempre quis!

-Owww, meu Kulolota sofrendo tanto. Vai Kurapika perdoa ele, se abraçam e se peguem.

O loiro caminha com dificuldade, ele estava perdendo muito sangue.

-Por muito tempo eu quis mata-lo, mas agora, eu acho que a morte não e o melhor caminho para você.

-Ele, vai perdoar ele.

-Como é?

-Perde sua preciosa organização, essa é a melhor vingança. Por isso está decidido.

O loiro crava a corrente , no peito de Kuroro.

NÃO!

-Já sabe como meu poder funciona, então sem mais delongas. Me prometa que não vai tenta reerguer sua organização e ficare vivo.

-Aceita Kuroro.

-Eu jamais conseguiria cumprir essa promessa.

-Pois bem.

A lamina de nen perfura o coração de Kuroro.

-Meu Kuroro morreu?

Sara desmaia.

A garota acorda tempo depois.

Kurapika está deitado rodeado por seus amigos.

-O que está acontecendo?

-Kuarapika, por favor, aguente firme. Fala Gon.

-Desculpe Gon, não vai dar.

-Mentira! Leorio , você pode cura-lo?

-No estado dele, eu sinto muito... O mais velho começa a chorar.

-Espera ai! Não me diga que... Sara agarra o notebook.

-Obrigado por serem grandes amigos

O loiro fecha seus olhos.

KURAPIKA!

--------

Sara chorava como um bezerro desmamado. Estava trancada no quarto, abraçada com seu urso.

Não pode ser, e um sonho, tem quer ser um sonho, eles não podem ter morrido.

Kurapika, Kuroro, por que vocês tinham que morrer. POR QUE!!!

A porta do quarto e aberta

-Filha, tem quer sair da cama. A mãe de Sara entre no quarto, já abrindo a janela

-Não. Sol não. Eu sou uma criatura das trevas, feita de dorsolidão.

*Tapa*

-Para de chorar garota. E só um desenho

Não, não era. KuroKura é minha vida, eu os amava, eles eram meus husbando, meus sempais, meu OTP. Agora que eles se foram, e como se uma parte de mim fosse arrancada.

Eu vou arrancar seus coros, se você não sair da cama agora!

A mãe de Sara a empurra da cama

Ai, mãe!

Ai, mãe e o caramba. A Luma já está cansada de ficar do seu lado te consolando.

A mãe de Sara vai embora.

Luma,você não sabe o que aconteceu. O Kuroro e o Kurapika morreram. OH GODI, porque vez isso comigo. Ai, minha Lulu! So você me entende.

A cadela coloca a sua cabeça no colo de sua dona.

Sara limpa as lagrimas. –Minha mãe está certa, eu não posso chorar para sempre.

Afinal, eles eram só uns personagens de anime. Que formavam um ship lindo.

Seus olhos se enchem de lagrimas, e ela se joga no chão.

Sara vira-se e vê a lâmpada que comprou.

-Por causa da tristeza, eu nem olhei minha lâmpada. Ela até que e bonita, feita de metal, e brilhante, só está meio sujinha.

A morena limpa a lâmpada.

Um gênio sai de dentro da lâmpada. –Ola minha senhora eu o gênio...

-Um fantasma! Corre Lulu, pega sal enquanto eu batonele com esse pedaço de ferro.

-Espera moça, eu não sou um fantasma. Sou um gênio.

-Um gênio. Droga! Não lembro como se mata um gênio e estou com preguiça de procurar esse episodio. Então não vou te matar.

-Muito obrigado. Como eu disse antes, eu sou o gênio Aki Ali Akola, e estou aqui para realizar três desejos.

-Realizar desejos. Serio?A autora teve ter bebido Sprit com redbull de novo.

-Autora: Bebi, mas isso não vem ao caso.

-Vem cá se você e um gênio, porque sua lâmpada estava sendo vendida no mercado livre.

-O meu antigo mestre era um drogado, ele gastou todos seus desejos pedindo drogas, e quando tudo terminou, ele me vendeu na internet, para conseguir dinheiro. Mas deixe o passado para trás. Diga seus desejos, mas não vale pedir mais desejos, ou que eu seja seu gênio para sempre.

-Eu não pedir isso. –Mentira ia sim. Bem o que eu quero... Sara olha para o notebook, uma ideia lhe vem à cabeça.

Então se tem que realizar meus desejos, espera ai

Ela pega o notebook.

-O que é isso?

-Eu quero que você me leve para dentro desse anime, antes da luta começar.

-Você quer ir para o 5° universo paralelo a esquerda

-Universo paralelo?

-Sim, tem 28 universos, eu fui visitei o 5° universo semana passada, fui ver um show de patinação de um tal Yuri.

Quer dizer você vai realizar meu desejo

-Claro!  Mas você so pode ficar lá 1 hora.

-Por que

Parq que o equilíbrio do espeço-tempo não seja danificado

-Que seja, e tempo de sobra.

Pois bem, fecha os olhos.

-Luma Maria, se prepara que vamos viajar.

Um buraco aparece no chão e suga Sara e sua cadela.

1 hora depois. Ela cai em um lugar bastante familiar.

-Ufa! Sorte foi uma queda longa, sorte que eu cai no macio.

-Mocinha, pode sair de cima de mim.

Sara olha para baixo. Seus olhos se arregalam.

-Quem é você? O que faz aqui?

-K-K-K-Ku-Kuro-Kuroro-sam

-Sabe meu nome.

SEMPAI! A garota agarra Kuroro como uma aranha agarra sua presa.

-Ei! Olha onde passa a mão.

-Você é ainda mais gostoso ao vivo.

-Ao vivo.

-Por isso esse local e familiar, e aqui que vai ocorrer a sua luta com o Kurapika.

-Kuroro segura o braço de Sara. Está com Kurapika.

-Ai sempai! Você falando tão perto de mim com sua voz calma mais autoritária. Eu fico com vergonha.

Au, au.

-Luma. Agora que eu notei que você não estava aqui.

Logo atrás de Lulu estava Kurapika.

KURAPIKA!!! Sara se atraca no loiro.

-Eu te conheço?

-Não, mas eu conheço você.

Kuroro se aproxima dos dois.

-Kurapika!

-Kuroro

OH! Essa tensão entre os dois, é tão excitante.

-Eu pensei que não tivesse mais aliados.

-Não tenho, ela não é minha aliada.

-Quem é ela?

-Sei lá, ela caiu do céu em cima de mim.

-Caiu do cêu?Você é um anjo

-Olha Lulu, Kurapika - sempai , chamou a sua dona de anjo.

-AU,au

-Eu sei, é demais.

-Ela ta faladando com o cachorro? Pergunta Kurapika

-Acho que sim.

-Talvez ela seja louca.

-Eu soube que não devemos descordar de loucos. Pode ser perigoso.

-O que vocês estão cochichando?

-Nada, né Kurapika.

-É, nada. O papo está bom, mais vamos embora.

É, eu deixei minha roupa no varal.

-E, eu estou com uma panela no fogo.

-Isso significa que vocês não vão mais lutar? Sara pergunta alegremente.

-Como sabe da minha luta com Kuroro?

-Eu sei tudo sobre vocês, olha. A morena pega um tablete e mostra um episodio de Hunter x Hunter

-Como isso é possível?O que é você?  Kurapika pergunta.

Eu? HUHUHU.

Uma fumaça negra surge do nada, e preenche o local, um vento frio assopra pela floresta.

-Mostrarei o que eu sou. Sara desabotoa sua jaqueta

-Que isso, moça. Não precisa mostrar nada.

Tarde de mais, eu sou... UMA OTAKU FUJOSHI, FÃ DE HUNTER X HUNTER, QUE TEM COMO OTP KUROKURA.

Ela abre a jaqueta e revela um camisa com um desenho de Kuroro e Kurpika se beijando, escrita I loveKuroKura.

E essa e a Luma Maria, mas pode chama-la de Luma ou Lulu.

Au

-Ela disse oi.

Otaku,fujoshi, anime, KuroKura. O que é isso?

-Eu explico.UM quadro negro surge do nada.

[OFF]

Narrador: Como assim o quadro surge do nada?

Autora: Monamu. Eu sou a autora, se eu quiser colocar um tiranossauro de saia, andando de patinete enquanto chupa um picolé de jiló com chuchu, eu coloco.

Narrador: Ok

[ON]

-Eu sou Sara, venho de universo paralelo, onde vocês são personagens de um anime chamado Hunter x Hunter.

Otaku. E como são chamados os fãs de anime/mangá.

Fujoshi: São umas doidas que tem uma imaginação enorme e adoram shipar homens lindos.

-Shipar: E torce por um casal.

A explicação de Sara e interrompida por um tiranossauro de saia, andando de patinete e chupando um picolé de jiló com chuchu.

[OFF]

Narrador: E serio, isso?

Autora: Concentre-se na narração

[ON]

-Gente que coisa estranha. –Fala Kurapika.

-Isso é coisa sua?

-Não. Eu sou doida, mas não a ponto de criar um dinossauro. Mas esqueçam o que viram.

OTP.Significa, One True Pairing.E o seu ship preferido em uma obra especifica..

-KuroKura e a abreviatura de Kuraro x Kurapika.

-Deixa eu ver se entendi. Você é uma garota, que veio de outra dimensão e que quer ver Kuroro e eu namorando.

-De preferencia casados.

-Vem cá garota, olha nos meus olhos. Tá chapada? Fumou maconha, orégano ou bosta de vaca.

-Fique sabendo que eu não sou a única. Tem um negocio chamado fanfiction, que são historia criadas por fãs de determinada obra. Olha aqui essas fanfics.

Sara mostra seu tablet para Kuroro e Kurapika.

-Eu éKuroro fomos amaldiçoados por uma fada e por isso formos obrigado a viajar juntos. Que historia ridícula.

-E essa aqui. Eu roubo você de um leilão, e para conseguir sua liberdade você transa comigo. KKKK, que enredo.

E essa aqui Kuroro e eu somos um casal que mora no interior, e eu ENGRAVIDO dele por milagre, e ainda por cima meu filho morre.

-Que triste.

-Eu não quero mais ver isso.

-Pode ser difícil acreditar, mas tem gente que gostaria de ver vocês juntos. Sara segura a mão de Kurapika

 Isso é ridículo. Eu nunca ficaria perdoaria Kuroro e muito menos formaria um casal com ele.

-Está falando que meu ship, nunca acontecerá?

-Estou.

Sara se joga no chão chorando. –Porque Lulu? Ele não percebe que são perfeitos juntos.

-Viu o que você fez?

Kuroro se aproxima de Sara.

-Moça não precisa chorar.

-Não KuroKura vai está sempre no meu coração.

-Não tem vergonha .Você fez um dama chorar.

-Não foi minha intenção, desculpe Sara.

-Sara para de chorar, para prestar atenção na cena em sua volta.

Aqueles dois homens lindo, perto dela, pedindo para ela não chorar. Ela não teve duvida do que fazer. Seguro a cabeça dos dois e.... Forçou um beijo entre eles.

AHHHHH!!!!Meu ship! ADOOOROOO! *tirando varias fotos enquanto grita*

-Vai ser meu novo papel de parede.

-Kurapika limpa seus lábios.- Você é doida

*Babando demais para responder*

-Você realmente e doida.

-Acho que você realmente gosta de ver a gentejuntos. –Diz Kuroro sorrindo

-Pare de sorrir, ela fez a gente se beijar.

-Confesso que eu não achei tão ruim, para um primeiro beijo.

Kurapika se enrubesce. –Foi o meu primeiro também. O loiro diz baixinho.

-O que você achou?

-E-EU... O mais novo baixa a cabeça

Os olhos de Sara tomaram a forma de coraçõezinhos

-O que deu nela?

-Acho que ela ficou animada porcausa da nossa conversa.

-Eu fiquei mais do animada, eu tosuper feliz, sempre sonhei em vê vocês se beijando. E eu pude realizar isso.

- Bem, que bom que pode realizar seu sonho, agora vá embora. Temos que lutar.

-Não! Vocês não podem fazer isso.

-O que lutar, por quê? Pergunta Kuroro.

-Essa luta, vai acabar matando vocês dois. Sara diz com uma voz baixa.

-Como?

-Se lutarem, vocês vão morrer. Por favor eu já vi isso acontecer, e não sei se aguentaria ver essa cena de novo. Não lutem. A morena chora.

Kurapika e Kuroro se entreolham

-Escute Sara. Eu sei que isso o seu ship e importante para você, mas já está decicido.

-Não, por favor. Vocês não percebem o quanto são perfeito juntos, são tão parecidos.

-Moça entenda.

-Não, eu não quero me acalmar, eu vim aqui para juntar vocês. E não importa o que tenho que fazer, eu juntarei meu shipporque... ESSE É MEU JEITO FUJOSHI.

-Jeito fujoshi. Do que ela está falandoKuroro?

-Não sei.

Eu já me decidi. Gênio

Aki Ali Akola aparece.

-Me chamou mestra. Ainda falta20 minutos para sair daqui

-Chamei. Eu escolhi meu próximo desejo.

-Isso e nen?

-Se for, eu irei roubar esse poder para mim.

-Qual é os eu desejo minha mestra.

-Faça com que eles dois se apaixonem

Kurapika e Kuroro se surpreendem.

Ok. Uma fumaça rosa envolve os dois .

-O que isso? Eu estou com uma sensação estranha.

Kurapika! Kuroro o chama com uma voz sexy

O que?

O moreno beija os lábios do mais novo

-Eu te amo. Vamos esquecer essa briga e tudo o que aconteceu antes

-Eu... Sim vamos. Eu não sei por que, mas eu também estou apaixonado por você.

Os dois se beijam intensamente.

-Não e lindo, quando seu ship se torna canônico, Luma?

-Au.

Kurapika e Kuroro começam tirar a roupa

-Quando tempo falta?

-23 minutos.

E tempo de sobra. Quer assistir comigo e a com a lulu?

-Não eu votarei, para casa.

-Não sabe o que perde.

------

De volta a sua casa

Minha mestra se divertiu?

Eu não tenho palavras para descrever o que eu estou sentido

-Seu nariz está sangrando.

-Tudo bem, isso e normal.

Ainda falta pedir um ultimo desejo.

- Um, ultimo pedido, me deixa ver... Um sorriso abre no rosto da garota

-EU QUERO TODOS OS DOUJINSHI QUE EXITE DE KUROKURA, MAS TEM QUE TRADUZILOS.

-Você é uma menina estranha. Mas eu não posso negar.  Aqui estão, seus doujinshin traduzidos.

Uma pilha de doujinshin, aparecem no meio do quarto de Sara.

-Valeu seu gênio.

-Foi um prazer. O gênio some.

---------

O celular da morena toca

-Miga! Você viu o ultimo episodio de Hunter x HUNTER.

-Vi

-Quem diria Kuroro e Kurapika ficaram juntos.

-Pois é.

-Tá feliz?

-Feliz é pouco. A proposito eu consegui uns doujinshin KuroKura maravilhosos. Não quer vim aqui em casa ler? Pergunta Sara com um sorriso.

 


Notas Finais


Não sei pq eu escrevi isso.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...