1. Spirit Fanfics >
  2. Até que a sogra nos separe - Jeon Jungkook >
  3. Prólogo

História Até que a sogra nos separe - Jeon Jungkook - Capítulo 1


Escrita por: e Psicodelication


Notas do Autor


Primeira temporada mal acabou e já estou aqui com a segunda..

Capítulo 1 - Prólogo





Me deito na cama ofegante, sentindo sua mão fazer um leve carinho nos meus cabelos úmidos pelo suor. Nossos lábios eram preenchidos por um sorriso. Não por termos feito sexo selvagem, mas sim, por estarmos na companhia um do outro. Sentindo o cheiro, o toque, o calor, a respiração, a voz... 


- Eu amo você. - Jungkook sussurra com um sorriso. - Amo muito. 


- Também te amo, muito. - Me viro de frente para meu namorado. 


- Sabe o que eu estava pensando? - Nego com a cabeça. - Que esses três meses que fiquei fora, eu senti muito sua falta. Não tinha ninguém para brigar comigo por causa da toalha molhada na cama. - Jungkook sorri fofo, enquanto faz carinho na minha bochecha. - Eu pensei muito, chorei muito. Percebi que, eu nunca mais quero dormir sozinho, me apeguei em dormir com você. Senti até falta de você falando enquanto dorme.


- Eu não falo enquanto estou dormindo! - Franzo as sobrancelhas. 


- Fala sim, um dia baixou a Palmirinha em você, e você falou uma receita enquanto dormia. - Sua risadinha me deixou boba. - Agora é sério. Eu senti muito sua falta. Tudo que eu ia fazer eu lembrava de você. Acho que a gente se conheceu de um jeito tão engraçado e estranho. Você toda marrentinha, bravinha e irritada, enquanto eu estava todo apaixonado, pensando que você era a mulher da minha vida. E você é. 


- Eu também senti muito sua falta. Sempre sinto na verdade. Realmente é estranho dormir sozinha. É ruim não ter ninguém para chamar atenção por causa das coisas espalhadas pela casa. 


- Eu sei que é. Eu te amo muito, muito, muito. Gostaria muito, de levar nossa namoro mais para frente, gostaria muito de me casar com você. Casamento pode não ser tão importante, mas seria muito gratificante escutar alguém te chamando de Senhora Jeon. 


- J-jungkook.... - Dou um sorriso froxo. - É sério? 


- Uhum..eu quero me casar com você. Você aceita se casar comigo? - Seu olhar foi tenso, ele estava tenso. 


- Eu...eu aceito! - Me sento na cama rapidamente. - Eu aceito me casar com você! 


Jungkook sorri largo, se levantando da cama em seguida. O acompanho com o olhar, vendo que ele foi até sua mochila, pegando de lá, uma caixinha pequena e aveludada. Devagar Jungkook se senta de frente para mim, me olhando emocionado, do mesmo jeito que eu o olhava. 


- A verdade é que o destino nos uniu e agora eu não sei mais como viver sem você. - Jungkook segura minha mão. - Não sei como ficar longe de uma pessoa tão linda, compreensível, que sempre me dá forças. As vezes enche a paciência, mas quem disse que seria fácil? - Sua feição fofa e confusa me fez rir. - Uma pessoa que simplesmente sabe exatamente como cuidar de mim, uma pessoa que me fez ver o mundo com outros olhos. - Jungkook segura a aliança e a aproxima do meu dedo. - S/n, você é a única mulher que eu quero na minha vida, eu te amo. 


- Eu também amo você. Mesmo isso tudo sendo muito meloso e talvez brega. - Brinco ao perceber seu nervosismo. Até tremendo ele estava. 


- Desculpa...eu me empolguei um pouquinho. - Jungkook abaixa a cabeça e desliza a aliança sobre meu dedo. - Estamos oficialmente noivos! 


- E estamos chorando. - Dou um sorriso entre as lágrimas. 


Também coloquei a aliança em seu dedo. E selamos com um abraço apertado. Nesses anos que estamos namorando, eu aprendi tanta coisa. Jungkook é um homem que tá sempre brincando, sorrindo, mas ele é humano, ele tem seus dias tristes e chora, como todo mundo, ele tem sentimentos. As vezes, quando o acompanhavam em algum show, ele voltava chorando. Ou era porque o show foi lindo, ou era por alguma dor, e tinha vez que era os dois. Esse negócio todo de fãs significa muito para ele. Muitas nos apoiou, outras não, mas não era nada que eu não esperava. 


Só de pensar no dia do pedido, eu fico nervosa também. Foi um dia muito inesperado, e feliz também. Meu casamento estava próximo, decidimos nos casar em Busan. E nossa primeira parada, seria a casa da sua mãe..vulgo minha sogra. 


- No que tá pensando? - Jungkook diz assim que se senta na poltrona ao meu lado. 


- Sua mãe...literalmente. - O olho com um sorriso. 


- Ela vai.... 


- Me odiar. - Sorrio fofo para o homem que ri. 


- Nada disso, ela vai amar você. Quem não olha para você e pensa: " Que pessoa mais fofinha! " - Jungkook faz biquinho apertando minhas bochechas. 


- Todo mundo. Só você que pensa assim. - O encaro seria. - Eu sei la, sua mãe parece ser muito...rígida, se posso dizer assim. 


- Não tem porque ela não gostar de você. - Seus lábios se encostou nos meus rapidamente. - Você é perfeita, mesmo com seus defeitos. 


- Que defeitos Jeon Jungkook?! - Me afasto um pouco, para poder olha-lo. - Se eu sou perfeita não tem como eu ter defeitos! 


- TPM tá brava em amor...quer um remédio? - Jungkook ri. - Você entendeu. 


Reviro os olhos me ajeitando na poltrona. Logo as aeromoças pediram para colocar o cinto e desligar os aparelhos eletrônicos. Literalmente, dormi a viagem inteira, eu só acordei algumas vezes com Jungkook se remexendo. Garoto imperativo. 



[...]


- E chegamos! - Jungkook olha a casa pela janela. 


Saímos do táxi, pegamos nossas malas e Jungkook pagou o taxista. Caminhamos devagar até o grande portão da casa. Tinha um pequeno tablado digital ao lado de uma câmera de segurança. Jungkook aperta uns números nesse tablado e o portão se abre. Essa casa tá em 2050 já. 


- Agora que eu parei pra pensar... - Jungkook segura minha mão vaga. - Por que não deixamos nossas coisas no hotel, para depois vim aqui? 


- Também não sei. - O olho confusa. 


- Jungkook! - Um homem grita me dando um susto, o que resultou em cair em uma fonte e me molhar inteira. 


- Amor! Você tá bem?! - Jungkook larga as malas e vem até mim, segurando minhas mãos me ajudando a levantar. - Machucou? 


- Eh...eu tô bem. - Bem molhada. - Não machuquei. 


- Moça, desculpa. - O mesmo homem que gritou diz se aproximando. - Eu não sabia que iria te assustar. 


- Ah não, tudo bem. - Dou um sorriso mínimo enquanto tirava o moletom molhado. 


- S/n, esse é meu irmão Jeon Jung-hyun. - Jungkook me apresenta seu irmão. 


- Prazer. - Estendo minha mão e o homem me puxa para um abraço. - E...eu tô molhada, mas tudo bem. 


- Prazer S/n! Estamos muito animados para conhecer você! Jungkook não para de falar sobre você um...


- Tá, vamos entrar? Ela precisa trocar de roupa. - Jungkook corta seu irmão. 


Seu irmão nos ajudou com as malas e assim entramos na casa. E que casa. É bem bonita e bem organizada, bom, pelo menos na parte da sala. Até porque esse foi o único cômodo da casa que vi até agora. 


- S/n, essa é minha esposa, Kimberly. - Jung-hyun diz assim que uma mulher bem bonita desce as escadas. 


- Você é a famosa S/n? - Ela sorri se aproximando. 


- Eu sou? - Questiono quando ela me dá um abraço. Eles não estavam nem aí se eu estava molhada ou não. 


- Sim, você é. - Ela sorri gentil. Ela é linda, o sorriso dela é lindo. Acho que sou bissexual. 


- Tio Jeon! - Uma menininha grita correndo até Jungkook. 


- Ah princesa que saudade! - Jungkook pega a menina do colo. - Charlotte, essa é a S/n, minha noiva. 


- Mas tio, você namora? - A garota pareceu ficar impressionada, o que foi engraçado. - Ela é bonita. 


- Obrigada. Você também é linda. - Sorrio para a menina. 


- O que tá acontecendo aqui? - Uma mulher super elegante diz vindo até nos. Ela andava como se estivesse em uma passarela. - Meu filho! Que saudade que estava de você! 


A mulher vai até Jungkook o abraçando. Tá, então ela era minha sogra. Acho que vou embora. 


- Mãe, essa é a S/n, minha noiva. - Dou um sorriso para a mulher que me olha de cima abaixo. 


- É um prazer conhecer a senhora. - Tento ser gentil. 


- Queria dizer o mesmo.. 


Agora tenho certeza que vou embora. 


Notas Finais


Gostaram? Espero de coração que sim!

Primeira temporada

https://www.spiritfanfiction.com/historia/eu-nao-sou-army--jeon-jungkook-18089933


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...