História Até que a última folha caia - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin, Vmin, Yoonseok
Visualizações 41
Palavras 1.964
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ALOOOO TURUBOM?
Me avisem qualquer erro énos :)

Capítulo 10 - Décima folha



Por que amar é tão confuso?

•°•~~~~~°•°~~~~~~•°•~~~~~~~°•°

Três dias, três fucking dias em que eu pensei em tudo novamente, os seus toques delicados, novamente sua personalidade, até a cor rosada do seus cabelos. Park Jimin me deixa confuso.

Eu o evitei nesses dias, eu comi sozinho, dormi sozinho- ele sempre dormia aqui- até conversei com ele por mensagem mas nada de mais. Além de que o Kook veio aqui mas o Jimin disse que eu não queria conversar e então os dois saíram juntos. Aliás eles estão bem próximos, o Jungkook só liga para o Jimin e nem fala tanto comigo. Parece que eles me trocaram. Não é ciúmes é só um pouco estranho. E ontem quando eu fui tentar conversar com o Jimin eu fui interrompido por uma maldita ligação que provavelmente era do jungkook. Que merda.

Eu estou mesmo apaixonado pelo Jimin nas como o universo me ama- não- o Jimin tá cagando pra mim.

Eu estava na cozinha e o Jimin tinha saído de casa, eu iria chamar ele pra ir no bosque porque fazia um tempo que não íamos, aliás eu ia todos os dias junto com ele. Não vejo problema do kook ir junto mas sempre que eu tenho chamar ele diz que vai estar ocupado. E isso está me matando.

Hoje eu vou no bosque sozinho mesmo. Vou tentar ligar para o Chim mas duvido que ele queira ir.

Pego meu celular e digito o número do chim.

Uma

Duas

Três

Quatro

Nada, o celular tocou quatro vezes e ele não atende. Na quinta vez os barulhos foram encerrados e a voz que eu tanto amo-e odeio- surge.

-Alo? Tae? O que foi?

-O que foi? Olha muitas coisas foram na verdade mas isso a gente ignora. Você deve estar com o kookie né? Bom eu só ia te chamar pra ir no bosque. Se não quiser também problema seu eu vou pra lá sozinho.

-por que essa raiva toda? E sim eu estou com o kookie algum problema?

Eu não respondi, logico que tem problema mas eu não vou dizer pra ele. Não mesmo

- Kim Taehyung! Me responde!

-Eu mudei de ideia eu vou pra lá sozinho Park Jimin. Aproveite seu belo passeio com o seu novo melhor amigo que você conheceu por MINHA causa. A e mande um abraço pra ele já que afinal ele é meu amigo.

[Você encerrou a ligação]

Pego alguns salgadinhos e vou para o bosque. Meu pai deve estar lá e eu preciso muito conversar.

••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••

Após uma caminhada estressante e cheia de tropeções no meio da rua eu cheguei no bosque. Fui até a casa do meu pai e encontrei o mesmo cuidando das flores envolta da sua casa.

-Oi pai! Como está? Desculpa não ter vindo aqui antes é que estão acontecendo tantas coisas...-

-FILHO!? Pensei que você tivesse ido pra casa da sua mãe junto com o namorado dela.

-Nossa muito engraçadão você em pai. Eu sei que você sabe onde eu estou, eu só... Eu só não sei por que não vim aqui na verdade- coçei minha cabeça pensativo.

-Aish menino! O que se passa nessa cabeça confusa? Algo que eu possa saber?- que ele não me mate antes do prazo amém.

-Na verdade eu não sei bem se você deveria saber sobre minha vida amorosa e desastrosa. Eu não sei como falar sobre...

- É sobre você e algum garoto? Por que se for eu já desconfiava desde os seus onze anos! Olha filho, eu aceito você com qualquer pessoa que eu conheça e ache simpática. Eu vou te amar do mesmo jeito sendo homem ou sendo mulher.

-Sério esse negócio de onze anos? Nem eu tinha percebido isso pai como você percebeu? E é o Jimin, mas eu não sei o que eu faço pai. Ele me evita, quando conversamos ele é tão seco, ele mudou totalmente depois de andar com o Jungkook, eles estão próximos e me deixando de lado. Eu não sei como falar pra ele.

-É só seguir teu coração tae, o Jimin te ama e sempre amou tae, eu percebia nos olhos dele. E sobre o Jungkook, eu não sei bem quem ele é mas olha filho, eles não vão te deixar de lado é só uma fase. Pode ter certeza que o Jimin vai falar com você uma hora afinal vocês moram juntos não é?- ele bagunçou meu cabelo e me deu um beijo na testa.- eu amo você filho e apoio muito vocês dois juntos.

-Obrigada pai! Eu também te amo muito e vou tentar me aproximar dele novamente. Eu vou andar um pouco ok?

-Beleza, boa sorte!

Aceno para ele e vou me sentar embaixo da árvore e observo a cidade que lá de cima era mais bonita, cheia de luzes e os carros.

Fiquei um tempo pensando em como contar pra ele sobre o que eu sinto quando ele me trata como lixo ou como ele me ignora desse jeito, poxa dói sabe?

Se passaram quase uma hora e já estava escurecendo, o céu estava nublado hoje parece que vai chover.

Não só parece como vai, senti algumas gotas caírem no meu braço e eu resolvi me esconder embaixo da árvore já que ela possui bastante folhas e isso me protegeria-pelo menos um pouco-

Eu não tinha esperanças do Park vir já que esse não se importa mais comigo, porém algo na minha cabeça dizia para eu mandar uma mensagem e foi o que eu fiz

_Park Jimin Mozão bolinho da minha vida_

Você: Você não vem né? Eu esperava por isso mesmo. Enfim eu não vou para casa hoje ok? ✓

Park Jimin...: Como assim não vai? Teu cu que vai passar a noite na rua está chovendo se você não percebeu, pode vir pra casa.

Você: Que milagre você se preocupou cmg pela primeira vez na semana. E respondendo sua pergunta/ordem, não eu não vou pra casa. Chama o kook pra dormir com vc.✓

[O nome de Park Jimin bolinho da minha vida foi mudado para park babaca]

Park babaca: vsf seu otário muda meu nome logo.✓

Park babaca: tá com ciúmes tae?✓

Park babaca: Me responde viado!✓

Você: não não estou, diferente de você eu sei controlar o ciúmes, só sugeri que ele dormisse aí já que estão tão grudados um com o outro. Eu estou pensando em me mudar, sei lá ir com a minha mãe pra casa do namorado dela.✓

Park: que por quê? Tá doido menino?✓

Você: não só estou tentado não me machucar mais.✓

Park: eu estou indo ai✓

Você: eu não quero você aqui. E eu já me decidi✓

Você: Já deu de ser tratado como lixo por vocês dois. Eu vou falar com os meninos depois.✓

Você: Muito obrigado pelos anos de amizade que agora foram por água abaixo.✓

Você: não é pra vir aqui. Eu não quero te ver.✓

Bloqueei o celular e voltei a olhar a cidade. A chuva se misturava e camuflava minhas lágrimas. Ele nem sequer se desculpou. Eu vou me mudar sim! Eu quero morrer feliz mas com esses dois me tratando assim não dá pra fazer isso.

Demorou cerca de dez minutos até ouvir meu pai conversando com alguém. Dava pra ouvir os seus conselhos daqui. Ele sempre falou alto.

Eu me levantei com intuito de correr para uma cachoeira que havia ali, mas não deu tempo-lógico que não deu- Eu dei de cara com a pessoa que eu menos queria ver hoje. Park Jimin ali, com seus cabelos perfeitamente alinhados e rosados, sua expressão não era das melhores, eu não consigo mais decifrar as suas expressões, foram só três dias mas as mudanças foram tantas que só parecemos desconhecidos.

-Tae? Eu ia vir aqui de qualquer jeito- um sorriso fraco se formou em seus lábios- eu não te larguei Kim Taehyung. Só queria que você sentisse o quando é doloroso sentir o mesmo que eu senti enquanto vocês dois estavam juntos. É ruim não é? E essa ideia não foi minha tae.- não é assim que funciona, não é algo que se faça.-

-hm, que pena não é, tarde demais Park Jimin. Eu vou me mudar e espero nunca mais te ver. Você podia ter me contado. E diferente de você eu não te tratei como lixo, não saia com o Kook sem você. Eu NUNCA fiz isso senhor Park. Tsc isso é ridículo, eu vou embora. Boa noite Park Jimin.

Quando fiz menção de me afastar ele me abraçou, foi um abraço forte. Sentia minha camiseta ser molhada, não só pela chuva.

-N-não faz isso Tae, por favor! Eu fiquei por anos ANOS esperando por você, todos os dias esperando uma declaração. Um simples te amo! E o que você fazia? Me deixava na Friendzone. Eu só queria que você me amasse. Eu pensei que se te tratasse assim você finalmente se declararia pra mim. E então eu fiquei com vários caras, você não ligava. Me encorajava a encontrar alguém. TAE EU FIZ TUDO PELA SUA ATENÇÃO. VOCÊ FOI LERDO!

-e eu só, eu só não sabia o que eu sentia, eu só fui perceber isso quando o kook se declarou Jimin. Não está sendo fácil ok? Eu morrendo, os meninos, você Jimin. Você é a situação mais difícil na minha vida. Você quer ouvir Jimin? Eu te amo. EU AMO VOCÊ JIMIN FELIZ?- me soltei de seus braços e me sentei perto da árvore. Olhando para o Jimin agora eu percebo quanto ele é frágil. Ele estava molhado pela chuva, magoado e eu fiz tudo isso. Sem saber de nada.- Por que não me contou antes Jimin? Tudo isso não teria acontecido, eu teria retribuído seus sentimentos jimin.- ele ainda estava na chuva, como se não quisesse se aproximar.

-Não é só sua vida que está bagunçada Tae, não é só você que está sofrendo, minha cabeça está cheia de coisas que me entristecem e me deixam confuso. Te amar por anos não foi fácil ok? E depois que o jungkook tentou me ajudar foi pior ainda porque ele também te amava. Você já parou pra pensar em quantas pessoas te amam? Duas Taehyung! Duas pessoas sofrem por você? Você não deveria se responsabilizar por isso?- bang

-Eu não sei, deveria? Não é minha culpa sabia?- aprendam crianças, quando o titio Jimin diz que é sua culpa você não deve discutir. Titio tae te garante que você não vai ter nenhuma parte do corpo quebrada.

-NÃO!? NÃO É TUA CULPA CLARO QUE NÃO! já se olhou no espelho? Já viu o quão bonito você é? Já viu o quão simpático você é Taehyung, você é perfeito e babaca, MUITO BABACA. Mas agora vem a pergunta. Será que você me ama mesmo Kim Taehyung? Ama ao ponto de ficar aqui na chuva esperando o Mozão vir? Eu não confio nas suas palavras. Juras de amor tem que ser sinceras Tae.

-Eu te amo Jimin.- me levantei e em passos lentos fui em sua direção.- Amo tudo em você, seu sorriso- mais um passo- Seu cabelo alinhado- outro passo- o jeito que você puxa ele para trás quando está calor- mais um passo e eu praticamente me fundo com ele- eu amo seu jeito mandão.- eu colei nossos corpos encharcados pela chuva- eu amo você Park Jimin- e então eu aproximei nossos rostos, tudo acontecia de forma lenta, a melodia da chuva em contato com o chão, em contato com o nosso corpo, tudo parecia tão perfeito, não havia problemas, não havia dor, não havia câncer, somente eu e o Jimin. E enfim o tão esperado beijo que eu sei que você aí estava esperando. Foi lento, sem desespero. Ele sorriu durante o beijo assim como eu. Nossos rostos tinham um encaixe perfeito. Tudo nosso era perfeito. Eu sabia que era errado amar ele. Mas a nossa vida é toda errada. É um pecado se apaixonar por alguém do mesmo sexo. É pecado amar o Jimin.

-Taehyung, eu amo você-

Park Jimin era um pecado 


Notas Finais


OLHA LÁ EM FINALMENTE EU PAREI DE ENROLAR KAKALSL


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...