História Até que o universo acabe - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Jikook, Jimin!top, Jungkookbottom!, Nanjin, Taegi
Visualizações 33
Palavras 1.147
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, sejam todos bem vindos.


Fic também postada no wattpad.


Boa leitura 💜

Capítulo 1 - If you drop me on the sidewalk


Tinha uma grande multidão de pessoas naquele lugar, todas da alta sociedade para prestigiar mais uma das festas das duas mais importantes familias daquela cidade. Eram fotógrafos por todos os lados em busca de notícias para que na manhã seguinte estivesse  em todos os canais de TV e redes ao redor do mundo. 
        A grande atração da noite era a apresentação do novo presidente das empresas Jeon e Park. Um alfa imponente e de uma personalidade forte, um verdadeiro líder, esse era Park Jimin, filho mais velho dos Park's, recém casado com Jeon Jungkook, filho único e herdeiro de todo o império Jeon.
      Park Jimin ainda era jovem, no auge de seus 25 anos poderia ser considerado muito novo para reger  duas das empresas mais importantes da Coréia do Sul, mas fora preparado em todo sua vida para essa função e não iria decepcionar todos aqueles que lhe puseram confiança.  

     A festa foi um verdadeiro sucesso, todos os convidados satisfeitos com todas as regalías e todo o  luxo ali investidos.    O que também chamou muito a atenção dos convidados foi o casal principal daquela noite. Alfa e ômega, o par ideal aos olhos da sociedade, sem nenhuma variação como diziam os mais conservadores. Filhos de famílias importantes, eles eram do mesmo nível- financeiramente falando- para todos ali,era ideal que  pessoas assim ficassem  juntas.

      O casal aos olhos de todos era feliz, faziam pouquíssimos meses que haviam casado e deveriam está aproveitando aquela fase. Eles sorriam para as câmeras e por muitos vezes foram vistos abraçados.  Jungkook poderia ser considerada o ômega mais belo daquele lugar, com seus cabelos num castanho claro que passava leveza, vestido nem belíssimo terno branco perfeitamente alinhado em seu corpo, as expressões de seu rosto eram suaves e a todos oferecia um belo e tímido sorriso. Já Jimin era sério e suas expressões eram mais fechadas, vestido num elegante terno preto  cumprimentava seus convidados com uma simples reverência.

    
     Já era tarde da noite quando todos os convidados tinham saído da festa, só restavam ali os empregados fazendo toda a limpeza e as duas famílias conversando sobre tudo o que tinha acontecido naquela noite. 

    - Jimin, creio que está ciente que a partir de agora tudo está em suas mãos, não me decepcione, filho- disse o senhor Park orgulhoso do filho. 

    - Não lhe decepcionarei, meu pai. Fui ensinado a minha vida toda para isto, de certo que estou pronto.- respondeu Jimin.

     - Jungkook, você esteve tão calado a noite toda, alguma coisa lhe encomoda? - questionou Jeon Sun Hee, mãe de Jungkook.

    - Não, mamãe. Estou apenas cansado, foi uma noite muito cansativa. - disse Jungkook  verdadeiramente cansado.

     - Suponho que seja melhor todos partimos para nossas casas, realmente foi uma noite esgotante. - Disse Sun hee.

    Todos concordaram e se despediram com cada casal seguindo para seu automóvel.

                                       ♧

    O caminho de casa foi  silencioso para o jovem casal, não trocaram nenhuma palavra, o único som ouvido era da calma melodía que saia do rádio do carro. Ao chegarem no prédio onde moravam, Jimin parou o carro, mas não parecia que iria sair do automóvel.

     - Você não vem ?  Não vai dormir em casa hoje também? - Jungkook perguntou já com a voz falha, apertando as mãos em sinal de nervosismo. 

   
      - Não, eu não vou, apenas saia que eu tenho que ir embora. - Jimin respondeu sem olhá-lo. 

      - Para onde você está indo, Jimin?  Faz días que você ao menos passa em casa, a minha marca está ardendo por você nem mesmo chegar perto de mim. Por que está fazendo isso comigo?  O que eu te fiz pra me tratar desse jeito?  Me responde Jimin!  - Jungkook gritava alterado. 

      - Cala a porra da boca e para com todo esse teu drama,  saia do carro e me deixe em paz . - Jimin gritou e Jungkook o olhou espantado antes de sair chorando do carro. 

    Jimin nem ao menos olhou para Jungkook antes de deixá-lo chorando na calçada do prédio onde moravam. 

    
    O ômega caminhou para dentro do prédio depois de alguns minutos na calçada tentando se acalmar, passou as mãos no rosto para disfarçar  e passou pela recepção dando um boa noite para o porteiro e seguiu para o elevador, morava no penúltimo andar do prédio em um  luxuoso e aconchegante apartamento, ao chegar abriu a porta logo dando de cara com sua cachorrinha, riu amargurado ao perceber que ela seria sua única companhia. Ela pulou em cima dele com alegria e Jungkook se sentou no chão para lhe dar atenção. Amora tinha sido um presente que Jimin tinha lhe dado no último aniversário de namoro, ele tinha lhe feito uma linda surpresa, com direito a centenas de flores espalhadas no quarto e lhe entregou a cachorrinha que na época não passava de uma filhotinha. 

   Ao lembrar daquilo se perguntou o que tinha acontecido para o marido mudar daquela maneira. Faziam apenas 3 meses que tinham se casado, tinham feito muitos planos, milhares de declarações de amor, o momento em que Jungkook recebeu sua marca em um ato de amor foi simplesmente perfeito, o começo do casamento foi como sempre sonhou. 

         Há cerca de dois meses Jimin tinha mudado completamente e Jungkook realmente não entendia, ele começou ficando distante e passava muito mais tempo no trabalho, por muitas vezes quis questioná-lo sobre o estava acontecendo, mas ele simplesmente o ignorava. Foi aí que todas as discussões começaram, não podiam mais ficar no mesmo ambiente que eles já começavam a discutir, Jungkook quería respostas e Jimin não queria nem mesmo ouvi-lo ou respondê-lo. Tudo foi desandando até um ponto em que Jimin nem mesmo dormia em casa, o ômega passava dias sem ver o marido e isso estava o destruindo. 

    Faziam mais de 5 anos que estavam em um relacionamento, Jungkook ainda era muito novo quando começou namorar Jimin, todas as suas experiências foram com ele. Primeiro beijo, primeiro cio, tudo foi com o alfa e agora sem ele, Jungkook se sentia perdido. Em tantos anos nunca tinham brigado tão sério, Jimin sempre fora alguém gentil e atencioso. Ele realmente não sabia o que tinha acontecido para Jimin o tratar daquele jeito.

      A marca em seu pulso que tinha sido feita em sua noite de núpcias ardia e seu ômega chorava por está há tanto tempo longe de seu alfa. Já estava ficando desesperado, Jimin não queria conversar, não estava se importando com tudo o que ele estava sentindo por causa daquela separação e não demonstrava sentir o mesmo. Não aguentava mais ter que manter as aparências na frente de todos, em mostrar estar bem, quando estava cada vez pior. 

        - Amora, o papai Jimin não vem ficar com a gente hoje de novo, mas o papai Kook tá aqui, eu não vou  te deixar sozinha. - Jungkook disse alisando a cabeça da cadela em seu colo enquanto chorava.

        
       

     
     
    

    

 


Notas Finais


Até próximo capítulo 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...