1. Spirit Fanfics >
  2. Atenção - Countryhumans (Twoshot) >
  3. Capitulo Um

História Atenção - Countryhumans (Twoshot) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Shipp diferentão pq eu to toda doida

Capítulo 1 - Capitulo Um


Myanmar estava a beira de explodir com seu marido. Noruega, com quem estava casado a mais de 3 anos, não lhe dava atenção alguma por estar trabalhando em seu escritório, em sua própria casa, por home office. Myanmar, sempre que iria ver seu marido, mal chegava na porta e seu marido lhe respondia com um curto e grosso "Não da!", "Estou ocupado" ou um "5 minutos!". Myanmar estava fervendo de raiva e a cada palavra que Noruega dizia, Myanmar se carregava de mais ódio e impaciência. No trabalho, os funcionários e pacientes o olhavam surpresos já que o mesmo era conhecido por ser o mais pacifico e gentil medico, então vê-lo tão irritado e impaciente era como ver o próprio asmodeus pelos corredores.

Em passos lentos e pesados, os vizinhos se desviavam de seu caminho, mas não por respeito por ser um incrível vizinho, mas sim por medo de ser empurrado ou ate mesmo agredido. A Aura gentil de Myanmar mudou drasticamente depois que seu marido começou a trabalhar dia e noite e até mesmo evitando dormir com ele apenas para dormir em seu escritório.

A cada segundo que se passava, Myanmar gastava mais e mais de sua preciosa paciência. Quando o ultimo pingo de paciência de Myanmar se acabou, Myanmar pegou toda a sua razão e gentileza e mandou pra casa do caralho!

Em casa, Noruega finalmente havia acabado seus dias longos e estressantes em seu trabalho. Enquanto estava jogado na cadeira de seu escritório que rodava levemente para um lado e o outro pelo leve empurrão da ponta dos pés, Noruega teve a ideia de passar o resto do dia com seu amado marido, lhe fazer um delicioso jantar, um aconchegante cafune e adorável abraço como pedido de desculpas por todos os dias em que não dormiram na mesma cama ou ate mesmo a falta de um "bom dia" vindo de Noruega para Myanmar. Quando menos notou, Myanmar estava na porta de seu escritório o encarando fixamente enquanto se apoiava na porta de madeira branca

– Mya, eu já acabei meu trabalho, finalmente posso passar um tempo com você – Ao chamar Myanmar por seu alcunha que Noruega havia lhe dado como um tipo de forma de carinho, Myanmar quase estilhaçou a porta do escritório de Noruega – Eu posso fazer seu prato predileto para o jantar – Myanmar, sem responder, apenas se aproxima e seu rosto com a mesma expressão seria, Noruega começa a ficar incomodado com aquilo – Talvez eu possa te fazer um cafuné, como você gosta... – Seu tom de voz começa a ficar baixo apenas por ver o rosto de seu amado dominante com aquele olhar frio – My-Mya? – Myanmar para bem a frente de Noruega e o encara por alguns silenciosos e tortuosos segundos

Antes que Noruega pudesse abrir a boca mais uma vez, Myanmar pegou a gola da blusa de Noruega e literalmente o arrastou pela casa até o quarto. Myanmar, ao entrar junto a Noruega, fechou a porta com extrema força, que um pequeno parafuso pode ser visto depois de tal ato. O quarto estava um breu e antes que Noruega falasse de novo, Myanmar o jogou contra a cama com brutalidade, mas por sorte, a cama era macia e tais impactos não o machucariam

Noruega olhava para todos os lados desesperado e querendo respostas de Myanmar. Ao olhar para cima, conseguiu ver os olhos com de esmeralda de seu amado, brilhando no escuro. Apreensivo Noruega decidiu perguntar ha Myanmar o real motivo de tudo aquilo. Mas Myanmar colocou a mao em frente a boca de Noruega e segurou seus pulsos com uma força de modo indelicado

– Noruega, se ainda não prestou bem atenção, eu estou com um péssimo humor! Então, eu farei você ficar de cama pelas próximas semanas! Nao importa o quanto grite! Implore ou chore! Eu não vou parar! – Myanmar estressado, segurou os pulsos de Noruega com tanta força que um estalo pode ser ouvido de seus pulsos. Noruega, apenas conseguia pensar em uma coisa em meio aquele caos

"Deus! Se você existe, por favor me ajude!"


Notas Finais


Deus: Eu não quero!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...