História Atração Perigosa - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Castiel, Dean Winchester, John Winchester, Sam Winchester
Tags Alexander Calvert, Bill Skarsgard, Dean Winchester, Jared Padalecki, Jeffrey Dean Morgan, Jensen Ackles, Misha Collins, Padackles, Sam Winchester, Wincest
Visualizações 193
Palavras 1.877
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi pessoas, Bill se foi...

Capítulo 10 - A Proposta


Jensen dirigiu rápido para o batalhão, mandou Alexander e os dois agentes para o galpão caso Jeffrey passasse por lá com os filhos, Alexander que estaria lá. Tinha que levar a Swat para a boate, para atrasa-los. Quando chegou na no batalhão o delegado conversava com Matt sobre voltar a boate e Matt mostrava a planta do que Jensen identificou como sendo o galpão onde Jeffrey e os meninos se encontravam.

- Temos que ir nesse lugar   primeiro. - Matt mostrou o local.

- Alexander já esta indo para lá. Temos que checar a boate. - Jensen falou, tinha medo de eles irem para o galpão então era melhor levar em algum lugar que tinha certeza que não estariam.

Foram na boate e depois no galpão. Quando estavam saindo de lá recebeu uma ligação do delegado informado que viram alguém dar entrada no hospital acompanhado de três homens, Jensen sabia que era eles, seu coração apertou no caminho para o hospital. Quando parou na frente do hospital olhou para Alexander o pensamento era o mesmo, eles tinha qu éter ido embora.

- Vamos. – Jensen chamou e entrou correndo seguido de Alexander, Matt e os outros agentes.

Vasculharam todo o hospital e não encontraram nada. Jensen parou na sala que eles estavam antes e viu que ate as câmeras de segurança que tinham ali havia sumido. Olhou o sofá vazio onde Jared estava .

"Espero que fique bem Jay"

Olhou Alexander ao seu lado que parecia perdido naquela sala.

- Vamos para casa soldado. - Chamou.

- Sim capitão.

3 meses depois

 As investigações do delegado acabaram não dando em nada o diretor do hospital justificou que eles apresentaram nomes falsos, que as câmeras de segurança estavam em manutenção e ele não sabia de quem se tratavam, Jensen sabia que era mentira mas não se envolveu mais nesse assunto, a polícia vasculhou a boate, o galpão e não tinha nenhum rastro de para onde eles tinham ido.

Jensen tentou falar com Jared. Ligou milhares de vezes para ele, mas o telefone só dava desligado, não tinha a mínima ideia do que, ou porque ele fez isso. Talvez tenha entendido que a morte de Bill foi sua culpa.

Talvez só quisesse viver ir para longe. Havia muitos talvez e nenhuma certeza, algumas possibilidade fazia seu coração apertar e se desesperar. Jensen estava sentado na ponte de concreto da divisa da cidade ondo passava o rio, junto com Alexander.

O loiro não superou a perda de Bill e acabou desistindo de continuar na Swat.

- Você tem certeza? - Jensen perguntou para o amigo que olhava para o distintivo e parecia como se na verdade olhasse outra coisa ali.

- Foi o tempo mais intenso da minha vida, são lembranças demais. - Alexander pegou o distintivo e jogou na água. – Eu não pude me despedir, nem ver ele Jensen.

Jensen pegou no ombro do amigo que continua olhando para o lugar onde tinha jogado o distintivo

- Você vai fazer o que agora?

- Talvez eu volte para a casa da minha avó. - Olhou para Jensen com um sorriso triste.

- Vai voltar a ser um menino do mato.

- Talvez.

- Eu entendo.

- Vai continuar tentando encontrar o Jared?

- Ele não quer ser encontrado.

Os dois se olharam sem dizer nada. Haviam no naquele silencio um milhão de lembranças, de um romance intenso e interrompido bruscamente sem chances de um adeus. A dor dos dois era igual.

- Da noticias Alexander. - Jensen apertou a mão em seu ombro.

- Você também capitão. - Jensen estendeu a mão, mas Alexander ignorou e abraçou o loiro forte.

- Adeus Jensen.

- Se cuida. - Se separaram e Jensen ficou olhando ele caminhando sozinho pela ponte, com a cabeça baixa.

Suspirou e se debruçou no parapeito da ponte, olhando o rio.

- Eu só queria saber onde você esta.

Jensen ouviu um carro freia bruscamente na frente de Alexander e  viu descer o homem que menos esperava ver na sua vida.

- Olá Alexander. - Jeffrey cumprimentou entrando na sua frente. Alexander deu um passo para trás.

Jensen chegou ate eles em poucos passos com a arma apontada para a cabeça dele, Jeffrey sorriu.

- Agora sei porque Jared se apaixonou. - Jeffrey deu a volta dos dois e sentou olhando para Jensen. - Você é a combinação perfeita de tudo que meu filho ama. Perigo, arrogância e beleza. - Jensen fechou a cara com o comentário e Jegffrey sorriu. - E você? - Olhou para Alexander - É o que atrai o Bill. Esse ar inocente mas mesmo assim forte e com jeito de anjo... E eu sei que Bill daria a vida para proteger seu menino da SWAT.

Alexander não falou nada porque sua garganta travou. Foi exatamente o que Bill fez, morreu por ele.

- O que você quer aqui? - Jensen perguntou ainda com a arma na mão.

- E não sei, Conversar, pedir desculpa e fazer uma proposta.

Jensen baixou a arma e escorou na mureta de proteção e cruzou os braços olhando para o homem sentado na sua frente.

- Fala, estou ouvindo.

 - Eu quero pedir desculpas para vocês. Não e muito meu feitio mais e necessário. – Alexander e Jensen se olharam e voltaram a olhar para o homem

- Eu precisava proteger meus filhos, tirar eles daqui sem que tivesse testemunhas. Por isso Jared não atende suas ligações, e isso esta matando meu filho cada dia... - Jeffrey falou olhando para Jensen. - Não foi uma escolha dele, mas era essencial que vocês ficassem para trás, a polícia desconfiava do envolvimento de vocês dois com eles, se vocês fossem juntos chamaria muito a atenção, e eu sei que iriam. Vocês passaram por cima do dever para ajudar meus filhos. O capitão da SWAT deixou os criminosos mais procurados fugir.

- Eu..

- Não estou te julgando. - Jeffrey interrompeu Jensen.- Eu não gostava de você, sempre te vi como uma ameaça a minha família e a liberdade dos meus filhos. Mas ganhou minha confiança e meu respeito depois do que fez. - Jeffrey olhou Jensen com o canto dos olhos e voltou a olhar o rio. - Isso não é para qualquer um.

- Não veio aqui para fazer elogios. Então fala logo o que você quer. - Jeffrey sorriu de lado vendo Jensen ainda com os braços cruzados e a arma em uma mão, olhando para ele com a cara fechada.

- Essa sua postura me agrada, você foi feito para meu filho. - Jeffrey se virou para Alexander, que observava a conversa dos dois tentado entender Jeffrey.

- Me perdoa Alexander por fazer você achar que Bill morreu.

- O que...? - Alexander sentiu seu coração bater rápido, Bill estava vivo era isso que ele estava falando? 

- Quando ouvi Jensen falando que a polícia apareceria ali, eu pedi para o medico falar que Bill havia morrido, para que vocês dois ficassem para trás.... - Jeffrey olhou para Alexander - tinham que acreditar que Bill estivesse morto. - Viu a boca de Alexander tremer e ele olhar para o chão tentando esconder as lagrimas e se virou para Jensen - E acreditar que Jared estava transtornado com a morte do irmão ao ponto de sumir sem dar explicação. - Jensen estreitou os olhos com raiva. E Jeffrey continuou – Só assim eu poderia tirar eles em segurança daqui. Fretei uma Avião UTI e tirei Bill daqui.

- Você planejou tudo aquilo? - Jensen  não conseguia absorver o que Jeffrey estava falando, era loucura demais para acreditar.

- Não espero que vocês me entendam, mas eu precisa que eles ficassem seguros. São meus filhos.

- O Bill esta mesmo vivo? - Alexander perguntou com lágrimas escorrendo pelo rosto.

- Está, e esta enlouquecendo por não poder falar com você. - Jeffrey parou de falar, olhando em algum ponto qualquer. Se lembrando da cena ultima cena que viu antes de tomar essa decisão.

Flash Back on.

Jeffrey chegou na praia onde Bill estava sentado olhando o mar com um celular na mão. Viu as lagrimas em seu rosto e a foto de Alexander no celular.

Jeffrey não se aproximou, ficou olhando mais afastado. Não tinha o que falar para ele, que o fizesse ficar bem.

Viu Bill se levantar e atirar o aparelho longe na areia e gritar com raiva. Se virou para Jeffrey olhando em seus olhos, com lagrimas e falar baixo e triste

- Devia ter deixado eu morrer, pai.

Flash Back Off

Jeffrey balançou a cabeça se livrando da lembrança

 - Ele esta sofrendo sem poder falar com você... Eles estão. Eu posso dar aos meus filhos tudo que querem, iates, mansões, carros de luxo. Uma vida cheia de luxo e mordomia, mas a única coisa que eles realmente querem, não esta ao meu alcance. - Jeffrey se levantou olhando e apontando para os dois. – Que e vocês dois.

- O que você quer Jeffrey? - Jensen perguntou serio.

- Quero meus filhos felizes, e eles só vão ser se tiver vocês ao lado. Então vim fazer uma proposta.

Jensen olhou para Alexander, que olhava para ele também e voltaram a olhar o homem na frente dos dois.

- Se vocês estiverem dispostos a sumir no mapa junto com eles, eu estou aqui para levar vocês dois ate eles.

- E se não aceitarmos?

- Eu não vou obrigar vocês. - Jeffrey falou olhando Jensen nos olhos - Mas eu conheço a reação de uma pessoa só pelo olhar - Jeffrey sorriu vendo Jensen desviar o olhar pela primeira vez. - Eu sei que seu coração se acelerou só com a possibilidade de voltar a ver o Jared, de estar outra vez com meu filho.

Jensen respirou fundo, ele não estava errado. Seu coração batia tão forte que sentia ele quase arrancar do peito.

Ver Jared outra vez era tudo que queria. Não se importava em deixar tudo para trás se fosse para estar com ele. Teria deixado aquele dia no hospital se Jared tivesse lhe dado a chance. Mas e a vida que eles levam? Jared estaria sempre correndo risco e um dia poderá acordar com a noticia que ele foi morto em um tiroteio com a policia, ou preso.

Jensen olhou para Alexander para ver a reação do amigo.  Era uma proposta extremamente absurda e tentadora ao mesmo tempo, e Alexander não resistiria, era como se Jeffrey houvesse trago Bill dos mortos para ele.

- Não existe mais assaltos. - Jeffrey falou chamando a atenção deles de novo.

- Não fazem mais assaltos? - Jensen arqueou uma sobrancelha olhando Jeffrey dos pés a cabeça. Ele se vestia como um típico mafioso. Todo de preto e seu ar de poderoso chefão não mudou.

Jeffrey riu vendo o que Jensen pensava

- Eu não preciso mudar quem sou para mudar minha cabeça. Eu quase perdi um dos meus filhos... E tudo o que tenho, minha fortuna capitão, não teria nenhum sentido sem um daqueles garotos ao meu lado. Eu nunca mais quero que corram perigo. Vou deixar meus meninos viverem a vida que sempre sonharam. - Jeffrey se virou e olhou para os dois. - Então o que me dizem, vão querer fazer parte da nova vida deles?


Notas Finais


aceita ou não?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...