1. Spirit Fanfics >
  2. Atração Perigosa: Sede de vingança >
  3. "Estou disposto a mata-lo..."

História Atração Perigosa: Sede de vingança - Capítulo 32


Escrita por:


Notas do Autor


Oieeew ♥️
Bora lê mas um capítulo prontinho pra vocês espero que gostem 👏👀

Capítulo 32 - "Estou disposto a mata-lo..."


Fanfic / Fanfiction Atração Perigosa: Sede de vingança - Capítulo 32 - "Estou disposto a mata-lo..."

A suspensão de três dias havia acabado, o que eu realmente eu precisava agora vê todo mundo com o olhar sobre mim depois do que houve, já não basta o julgamento do olhar do meu pai agora tenho uma multidão pra enfrentar.

Penso enquanto desço do carro aparecendo que estava fugindo da polícia olhando ao redor pronta pra fugir, Luke aparece de repente do meu lado abrindo um sorriso soltando uma risada logo em seguida:

-Uma Collins com medo?Isso é novidade!-Ele debocha e Jack aparece logo depois me encarando com o "olhar de julgamento" tipo a culpa é toda sua então agora aguenta.

-Cala a boca Luke!- Murmuro baixo.

-Vem!

Jack envolver sua mão esquerda na minha me puxando me fazendo acompanhá-lo percebendo alguns olhares sobre mim enquanto caminhamos até a entrada mas não abaixo a cabeça mas por dentro eu realmente estava incomodada pelas pessoas, acabo não percebendo que estou apertando com força a mão de Jack que me olha de relance encontrando meus olhos.

Escuto sua respiração pesada, enquanto aumentamos os passos chegando no corredor principal passando por algumas pessoas:

-Perdeu alguma coisa?-Jack fala bravo olhando pra eles que desviam o olhar de mim rapidamente.-Idiotas!-Escuto seu xingamento em meio ao um sussurro.

-Não precisa fazer isso!-Sussurro.

-Que se dane!Ninguém vai maltratar você na minha presença, so eu posso fazer isso fedelha!

Abro um sorriso pequeno no rosto vendo ele abri um sorriso de lado dando uma piscada com o olho direito, por um lado Jack está sendo protetor e o outro um idiota mas pelo menos não tô sozinha.

Assim que passamos pela porta da sala os olhares me cercam me deixando desconfortável, Jack inclina seu corpo pro lado colocando seu rosto próximo ao meu:

-Se tiver problemas me manda mensagem e eu vou resolver!-Jack sussurra baixo em um tom de que não estava brincando, ele se afasta aos poucos me fazendo encontrar seus olhos que demonstravam sinceridade.

Ele solta minha mão e caminho lentamente até minha carteira olhando de relance a Amber que esta me lançando um olhar sombrio pelo que fiz a ela, Zoe abre um grande sorriso assim que eu a vejo vindo na minha direção me dando um abraço apertado:

-Você tá famosa garota!-Ela fala animada sem esconder a empolgação.

-Não sei se isso é bom Zoe!-Falo abrindo um sorriso forçado.

-Izabella todo mundo tá apoiando você!-Ela fala em meio ao um sussurro apontando discretamente pra Amber.-Por isso que geral tá olhando pra você!

Aah que legal...so que não....

Penso respirando fundo vendo a Zoe fala e fala me lembrando do ocorrido até que sinto algo por trás de mim que me faz virar vendo seu sorriso fofo entre os lábios:

-Caleb!

-Eai baixinha!

Envolvo meus braços em volta do seu pescoço o puxando pra um abraço apertado sentindo seus braços envolver minha cintura:

- Saudades daqui?-Caleb brinca soltando uma risada.

-De vocês!Da escola nenhuma!

O professor aparece e nos sentamos prestando atenção na aula super "legal", desvio meu olhar por um momento vendo a carteira de Andrew vazia e sinto um grande alívio por não ter que vê-lo hoje,a aula foi fluindo normalmente até que chega na tarefa onde temos que pegar o livro e abri-lo na página sete então me toco que não fui no meu armário quando cheguei, peço licença ao professor que me deixa sair.

Passo rapidamente pela porta seguindo pelo corredor vendo meu armário logo a frente, assim que chego o destravo procurando a porcaria do livro até que a porta se fecha com força me fazendo levar um grande susto:

-Precisamos conversar!-Sua voz me faz arrepiar de medo enquanto seu olhar frio está em mim.

-Não posso!-Falo tentando abrir meu armário mas ele não deixa.

-Ele toco em você??-Fico confusa pois não sei do que ele está falando mas noto pelo seu olhar que ele está furioso e provavelmente sem paciência.-Ele toco em você porra?-Ele aumenta a voz.

-Meu Deus Andrew...qual é o seu....-Ele me interompe batendo com força no meu armário onde seu braço está apoiado.

-Responde porra!-Ele aumenta a voz.

-Não...não sei do que você está falando!-Desvio o olhar dele rapidamente sentindo um pouco de medo.

-Vai dificultar?Ok! Vai ser do meu jeito agora!

Sua mão esquerda envolve meu braço com força me puxando a força me fazendo caminhar ele olha olha pro lado e pro outro procurando algo até que ele vai em direção a uma sala abrindo a porta me puxando pra dentro fechando a porta logo em seguida:

-O que você tá fazendo Andrew?!-Pergunto sentindo uma raiva surgir vendo fica parado na porta impedindo de eu passar.

-Responde a minha pergunta!-Ele é frio e seu tom ameaçador.

-Eu não sei do que...-Ele me interompe novamente.

-Somerhalder!-Esse nome surge uma um balde de água fria no meu rosto pois eu fiquei paralisada assim que ouvir.

-Como... você soube?-Pergunto sentindo um pequeno medo surgir em mim ainda mais.

-Seu sequestro e o que houve com você...seu estado que você se encontro depois da troca!-Ele desvia o olhar de mim como se estivesse imaginando que eu passei.-Ele toco em você Izabella?Me diga a verdade!

- Andrew isso...-Ele me dá um susto.

-RESPONDE!-Ele grita.

-NÃO!-Grito com a respiração forte pois Andrew está louco de raiva.

Ele fecha os olhos rapidamente enquanto passa a mão no rosto respirando fundo balançando a cabeça negativamente olhando logo em seguida para mim:

-Ta mentindo!-Ele fala friamente.-O que ele fez?Te torturou?

- Andrew para!!-Falo em um tom de suplico tentando fazer ele esquecer isso.-Ele não fez nada!Eu tô dizendo a verdade!

Em um movimento rápido sou coloca contra a parede sentindo seu corpo encosta no meu em poucos segundos fazendo nossos olhares se encontra rapidamente:

-Se eu descobri que ele toco um dedo em você juro por Deus Izabella...-Ele abaixa a cabeça como se estivesse com o pensamento bagunçado com a respiração pesada.-Vou resolver isso!-Ele volta a me olhar me mostrando seus olhos vermelhos de raiva se afastando de mim abrindo a porta mas por um impulso jogo meu corpo contra a porta a fechando novamente.

-O que você vai fazer?-Pergunto sentindo meu peito doer não pelo Andrew e sim...por Ian.

-Estou disposto a mata-lo!-Ele fala com a expressão seria.

-Andrew escuta o que está dizendo você não quer começar uma guerra agora que já está tudo calmo!-Falo implorando pra ele tirar isso da cabeça.

-Eu já tenho sua resposta mesmo que não foi pela sua boca mas o seu olhar... não nega!

-O que?!

O sinal toca me fazendo eu volta a respirar escutando o barulho das pessoas, Andrew me puxa me afastando da porta a abrindo o logo em seguida seguindo em meio a multidão, vou atrás dele em seguida passando pelas pessoas:

- Andrew!!-Grito seu nome.

Mas o perco de vista logo em seguida mas não desisto o procurando seguindo meu olhar em todos os lugares mas sem sucesso sinto algo envolver meu braço me fazendo olha pra trás:

-Foi fazer o livro cacete?A primeira aula acabo vamos!-Jack fala com a expressão seria sem um pingo de paciência puxando o meu braço mas fico imóvel pensando o que poderia acontecer com Ian.-O que aconteceu com você?Vamos!-Ele me analisa e sua expressão muda se aproximando de mim.-O que houve Izzabella?

-O Andrew...Ele sabe o que houve Jack!Ele sabe do sequestro!-Falo baixo por conta das pessoas em nossa volta.

-Ele não sabe de nada Izabella!Ao menos que o p...-O interompo terminando sua frase.

-Papai tenha falado pro Marcus!-Foi então que tudo fico claro que ele sabia do Ian mas não totalmente a história toda e uma grande preocupação surge no meu peito pois Andrew está fora de si agora o que ele poderia fazer depois, eu tinha que avisa Ian sobre o que tá acontecendo tudo está mirando nele...eu não sei o que fazer, como encontrá-lo.

Passo a mão na cabeça pois não estava preocupada comigo e sim com ele, eu realmente estava com as mãos atadas não podia contar com o Jack...nem com o Luke, eles nunca iriam me perdoa por isso:

-Hey? Vou fala com ele mas preciso que você fique calma ok?-Ele toca o meu rosto com as duas mãos desviando o olhar de mim por alguns segundos.-Eu não a vi Izabella não sou babá dela!-Ele fala debochado abrindo um sorriso de lado.

-Izza!!-Escuto a voz de Zoe próximo a mim que me faz virar rapidamente abrindo um sorriso forçado:

-Ai está ela!-Jack fala então percebo que ele está disfarçando por conta dela está perto.

-Achei você!Já que você foi suspensa você precisa pegar as matérias!Vem!-Ela envolve sua mão na minha.

-Você tá legal?-Caleb pergunta com um olhar desconfiado.

-Ela vai ficar bem! Treta de irmãos Caleb então fica fora!-Jack é ríspido e o lanço um olhar furioso por está exagerando mas sei que ele gosta de provocar o Caleb, ambos não gostam um do outro.

- Engraçado eu não perguntei pra você e sim pra ela!-Caleb dá um passo a frente e Jack abri um sorriso de lado colocando as mãos dentro do bolso da frente e  percebendo que Jack não vai parar de provoca-lo.

-Ja chega!!-Falo envolvendo minha mão no braço de Caleb o puxando dando os primeiros passos pra longe de Jack.

-Eu vou ficar depois da aula fedelha!-Ele fala se virando lentamente.De nada fedelha!-Ele aumenta ainda mais o sorriso dando as costas pra gente e eu faço o mesmo puxando Caleb para perto de mim e seguimos para sala.

A aula enfim acabo e sigo com Zoe e Caleb para saída me despeço de Zoe assim que vejo Luke encostado no carro a poucos passos de mim em seguida abraço Caleb que corresponde:

-Você está bem?-Pergunto.

-Seu irmão é um babaca!-Ele fala olhando pra mim.

- É...eu sei, escuto muito isso das pessoas!-Falo abrindo um sorriso e ele faz o mesmo.

-Me desculpa?-Ele abre um sorrisinho maroto que eu não resisto e solta uma pequena risada.

-Ok!

Sigo em direção ao carro onde Luke abre a porta e seguimos para casa, depois de um tempinho Luke para em frente a entrada da casa e eu desço do carro seguindo direto ao meu quarto tirando da mochila as matérias atrasadas me jogando na cama começando a fazê-las com o Ian na cabeça até que um certo tempo acabo adormecendo.

[...]

Abro meus olhos lentamente percebendo que já estava começando a anoitecer vendo que havia terminado as tarefas sentindo minha cabeça latejar.

Acho que pensei em Ian demais...

Me levanto lentamente jogando o cobertor no chão seguindo até o banheiro acendendo a luz encarando meu estado atual....meu deus, meus olhos estavam inchados abro a torneira jogando água no rosto duas vezes, logo em seguida a seco apagando a luz do banheiro em direção a mesinha pegando meu celular vendo as mensagens de Zoe mostrando que iria ter uma festa daqui alguns dias e pela mensagem parecia animada não respondo nada pois preciso pensar em outra festa que vou ser obrigada a ir.

Saio do quarto caminhando em direção ao andar de baixo da casa,enquanto minha atenção está no celular sentindo chegar nos degraus das escadas bem rápido que nem havia percebido,desço rapidamente passando pelo corredor olhando de relance a sala de jantar principal vazia seguindo até a cozinha em direção a geladeira pegando uma garrafa de água em seguida um copo me servindo,bebendo em grandes goles até senti minha garganta arder por conta de estar super gelado enquanto encaro o nada em minha frente.

Pego uma maçã que está próximo a mim saindo logo em seguida da cozinha em direção a sala me jogando no sofá dando uma grande mordida na maçã ligando a TV me distraindo um pouco com um filme de terror.

Volto pra realidade assim que escuto barulho da porta principal que me faz erguer um pouco a cabeça vendo Luke de ponta cabeça arrumo minha postura assim que ele olha pra mim notando que está todo arrumado de calça jeans escuro camiseta preta e jaqueta de couro mas algo chama minha atenção o canto do seu lábio inferior estava com um pequeno corte:

-O que houve com você?-Pergunto curiosa me levantando do sofá indo em sua direção.

-Fui resolver algumas problemas do seu pai!-Ele fala passando a língua rapidamente no corte logo em seguida o polegar fazendo uma leve expressão de dor.

-Que tipo de problemas?-Pergunto.

-Ja está resolvido!-Ele é rude desviando o olhar de mim.

-Ok! Não pergunto mais!-Falo dando outra mordida na maçã.

Me afasto dele me sentando no braço do sofá voltando a pensar em Ian e no que aconteceu hoje:

- Andrew sabe do sequestro!-Sou direta com as palavras mas mesmo assim não surpreende o Luke.

-Uma hora ou outra ele ia saber piralha!-Ele fala se aproximando de mim se sentando na poltrona a frente.

-Eu sei!-Murmuro.-Mas ele pergunto algumas coisas, sei lá ele não...-Luke me interompe.

-Que perguntas?

-Que?

-Que tipo de perguntas Izabella?-Ele inclina pra frente.

-Sobre o sequestro...nada demais!-Minto.

-Qual é? Começo agora termina!

-Sobre o Somerhalder! Ele perguntou sobre ele!-Falo pensando nas próximas palavras.

- Qual interesse nele?

- O Andrew é impulsivo deve estar imaginando coisas!-Falo me jogando pra trás caindo sentada no sofá.

-Coisas não é?-Ele fala com o olhar desconfiado.-Pode ser isso! Aquele garoto mimado não aguento leva um fora e tá querendo chamar sua atenção! Relaxa!-Ele fala calmante.

-Pode ser!

O silêncio rende por alguns segundos até que Luke encosta no sofá me encarando:

-Seus vestidos chega amanhã de manhã!-Ele sussurra.

- Vestidos?

-Pra tal festa piralha-Ele fala se levantando lentamente.-Vou buscar eles depois da aula!-Ele caminha alguns passos.-Quem sabe eu posso ajudar você a escolher!-Vejo seu sorriso malicioso aumenta e pego um travesseiro e jogo em sua direção mas ele desvia e escuto sua risada se afastando.

A festa...tá chegando e isso me deixa apreensiva querendo ou não mas nada mas me deixa pensativa que Ian onde as lembranças da noite em que me entreguei a ele surgir em minha mente.

Saudades....

O que será que ele está fazendo...

 

 


Notas Finais


Deixem sua opinião sobre a história no comentário abaixo....
Bjs amores ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...