História Atrapalhando Nossas Vidas - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin, Vkook, Yoonseok
Visualizações 75
Palavras 3.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ola pessoiiiinhas, turo bom ?
Espero que sim

Boa leitura :3

Capítulo 14 - Vou pensar se te perdoo


Fanfic / Fanfiction Atrapalhando Nossas Vidas - Capítulo 14 - Vou pensar se te perdoo

- é sobre o jimin, eu infelizmente o conheço também-  me olhou espantado...

          

POV'S YOONGI

- E porque não me falou antes ? Não tinha muita necessidade por ele ser passado, mas, depois de ele aparecer... era amigo seu ? - falou pegando em minha mão acariciando a mesma.

- Não, ele é meu ex... é que... como eu pensei que era passado também não achei necessidade de lhe falar -.

- Hm... entendo mas aconteceu alguma coisa ? - 

- Na verdade, preciso te dizer uma coisa que nunca te disse... ele era o motito de você me encontrar chorando naquele dia que nos conhecemos -.

- Eu não to acreditando Yoon, porque nunca me falou ? Você sempre dizia que era só mais um idiota que tornou a sua vida pior do que ja era... -. 

- e realmente ele foi isso, não ia comentar sobre ele, não achei que tivesse necessidade como disse mas, eu venho tendo sonhos com vc, eu e ele. O primeiro foi depois de ele aparecer naquele dia, do bar, no começo do sonho eu estava com você, normal, mas ai ele aparece e pega no seu braço e te joga pra um lugar onde eu não consigo te encontrar e vem me abraçar, ele falava "you're only my Min", - derrepente senti lagrimas escorrendo, ele se aproximou mais e passou o polegar no meu rosto limpando-as ainda acariciando minha mão - então ele vinha me abraçar e falava "você é so MEU min" e eu não conseguia me soltar ate que acordei -.

- Calma - falou vindo me abraçar e eu molhava seu ombro com as lágrimas, eu não era tão sensivel assim mas, so de imaginar ele levando o Hoseok de mim eu ficava triste - muito triste -. - Você sabe que eu não vou deixar ninguém tirar você de mim, eu te amo muito a ponto de fazer qualquer coisa para isso não acontecer. - falava acariciando os cabelos da minha nuca, eu ja estava me acalmando, parando de chorar.

- Eu também te amo muito... my sunshine, e ninguem vai nos separar - falo me separando um pouco dele e lhe dando um selinho voltando para o abraço.

Não queria me separar, era confortável estar eu seus braços, eu me sentia protegido, ficamos ali por um bom tempo so que nós separamos, por mim ficariamos ali maid um pouco - bastante tempo -.

- Yoon, vamos fazer alguma coisa hoje ? Distrair um pouco a cabeça, faz mais de uma semana acho que não saimos apenas nós dois - ele tinha me soltado de seu abraço mas me fez sentar no seu colo de costas para seu peito, abraçando minha cintura e colocando a cabeça em meu ombro, sentia sua respiração bater no meu pescoço, senti alguns arrepios.

- Acho que sim, quer ir aonde ? - falei acariciando sua mão e olhando para a mesma.

- não sei, tem alguma ideia ? - falou mas, eu realmente não sabia onde poderiamos ir.

- pode ser qualquer lugar Hobi, apenas  para darmos uma volta juntos - eu era muito fofo quando queria, pourra

- Ah, podiamos ir dar uma volta no shopping mesmo, o que acha ? -

- Pode ser, mas eu não devo ter roupa aqui. -

- Vamos fazer assim (aut. eu cuido de vocee, voce cuida de mim... ksks okay voltando) eu pego uma roupa pra irmos e dai eu te levo na sua casa e a gente se arruma la, pode ser ? - falou e logo deu um leve selar em minha nuca.

- pode - disse levantando de seu colo - então vai la, eu te espero aqui -

- a naaao, sobe comigo - falou fazendo manha.

- aaaa... mas eu estou com preguiça de subir, vai logo la - falei cruzando  as pernas no sofa e pegando meu celular.

- não tem problema - ele veio até mim e ficou na minha frente agachando um pouco - eu te levo nas costas - 

- so pra eu subir la e descer nem depois de 10 minutos ? -

- vai logo, por favor, eu ainda desço com você, mas só se for em 5... - começou a contar. 

- aff, as vezes você é irritante -

- 4... -

- tenho mesmo ? - 

-3... -

- ta ta - falei e subi nas suas costas.

- ganhei - falou dando risada e agarrando minha pernas e eu cruzando os braços em volta de seu pescoço-  

- ganhou por irritação- 

Ele começou a andar e quando chegou perto da escada pisou errado no primeiro degrau, me fazendo dar um grito não tão alto.

- Jung Hoseok, se você me derrubar eu juro que te mato, ainda porque, isso foi contra a minha vontade, so falta você me derrubar -

 - eu não vou te derrubar... my precious - falou com a voz do Smeagol me fazendo rir e começando a rir também-.

Subimos e ele foi escolher uma roupa, não demorou tanto, pegou uma roupa toda preta - você vai no shopping comigo ou em um velório? -.

Se aproximou e sussurrou no meu ouvindo - so se for o velorio da sua bunda quando tranzamos - falou e deu um sorriso malioso se afastando.


- cala a boca - falei e dei um tapa no braço dele - ja pegou tudo ? - .

- sim, ja podemos ir - ia chegando perto da porta.

- não esta se esquecendo de nada não? - falei esticando um pouco os braços.

- ah, é mesmo - falou e voltou a se aproximar da cama me dando um selinho antes de virar de costas e abaixar de leve para eu subir.

Descemos e eu peguei meu celular, logo saimos e fomos para o carro indo em direção a minha casa. Quando chegamos hoseok desceu primeiro e abriu a porta para mim e trancou o carro, entramos em casa e fomos direto para meu quarto.

- você não vai tirar os olhos de mim ? - ele estava sentado na cama, com um sorriso de canto me olhando enquanto me trocava, demorou um pouco, mas escolhi minha roupa.

- e tem como não ficar olhando para esse seu corpo ? - falava mordendo o labio e me deixando corado - você quer mesmo sair ? -. 

- ah, eu queria Hobi, passear, sair um pouco com você. - cheguei perto do mesmo e sussurrei - e ainda que não precisamos demorar muito pra voltar para casa - mordi seu lóbulo da orelha e me afastei.

- então ta - deu uma leve risada e levantou para começar a se trocar enquanto eu ia pegar um perfume no armário.

- porque não se trocou junto comigo ? - perguntei sentando na cama.

- primeiro que queria ficar te olhando e segundo que provavelmente aproveitaria da situação e te atacaria, sem ter problemas para tirar as roupas - ele as vezes era muito pervertido.

- você é um pervertido sabia - falei rindo. 

- mas de um jeito que você adora - não podia negar, adorava mesmo.

Ja tinha terminando de se arrumar e eu não havia tirado os olhos dele também, levantei e fui até ele e lhe agarrei pela cintura o dando um abraço e um beijo derrepente, pedi passagem com a língua mas não cedeu de primeira pelo susto, mas logo cedeu e eu invadi sua boca, a explorando inteira enquanto ele posicionava uma de suas mãos em minha cintura e outra em meu rosto o acaricindo,  e eu com as minhas em volta de sua cintura ainda. 

Nos separamos por falta de ar e eu encostei nossas testas - precisamos ir - Falei.

- você cortou o clima - falou manhoso e deu um leve sorriso de canto.

- que pena neh ksks - falei e me separei dele segurando em sua mão o puxando para fora do quarto - mas vamos -.

~Quebra de Tempo~

Chegamos no shopping e fomos nos jogos, depois de um tempo - e o nosso cartão ter esgotado - fomos para uma sorveteria que tinha ali, entramos e nos sentamos, pedimos um sundae que dava para os dois, pois era bem grande, enquanto esperavamos trocávamos carícias. Estavamos sentados um do lado do outro, Hoseok estava com um braço por tras de meu ombro, me abraçando de lado - o banco eram aqueles de estofado -.

Até que o sorvete chegou e ele tirou o braço de mim, senti uma sensação de falta de algo sobre meus ombros, ja havia me acostumado com ele me abraçando. Passou o dedo no sorvete e passou no meu rosto, eu peguei e fiz o mesmo nele, fizemos isso repetidas vezes, nos sujamos bastante nessa brincadeira, ainda bem que tinha papel ali mesmo, não queria ter que encarar a moça com a cara toda suja.

Enquanto chupavamos o sundae, as vezes ele pegava um pouco e colocava na minha boca, eu parecia uma criança mas fazia o mesmo com ele. Uma hora cruzamos o braço direito, comemos o sorvete e demos um selinho, descruzamos os braços e começamos a dar risada.

Logo, ouvi alguem batendo palma chegando perto de nós. 

- que fofo o casal apaixonado não é ? - eu não estava acreditando que ele apareceu, meu sorriso desmanchou na hora que o vi.

- o que esta fazendo aqui ? E porque veio se entrometer nas nossas vidas ? Vai cuidar da sua, desgraça. - falei.

- nossa... o Yoongi ta nervosinho ja ? Primeiro, eu so vim dar um passeio e te vi, segundo, 'ce acha que eu ia passar sem falar alguma coisa ? - falou e se aproximou mais de nós se sentando na nossa frente.

yg- pronto ja falou, agora pode ir embora. -

Jm- e quem disse que eu quero ? -

Yg - então so faz o favor de sentar em outra mesa. -.

Jm- sabe... não quero também.

Jh- não tem problema, a gente se retira - era a primeira vez que Hobi se pronunciava.

Jm - mas eu queria conversar com você yoongi -.

Yg - conversar o que ? De como você acabou com a minha vida ? Ou de como quero que nunca mais volte para ela ? -. Falei ja de pe com hoseok, enquanto isso ele ja tinha pago a conta.

Jh- Vamos yoon, tchau... Jimin -. Ele pegou na minha mão e iamos saindo. So que quando ja haviamos saido senti meu braço ser segurado me empedindo de continuar. 

Jm - yoongi me ouve... por favor -.

Yg - ouvir o que Jimin ? Quer saber, tanto faz, fala - me virei junto a Hobi e olhei para ele.

Jm - eu sinceramente queria te pedir desculpas por tudo que eu causei na sua vida, eu queria fazer você saber que eu me arrependo de tudo e que... mesmo procurando o Jungkook no mesmo momento que você... - ja havia soltado meu braço e agora encarava o chão, tinha 3% de chance de eu acreditar nele - percebi que eu realmente gostava e gosto de você, eu não devia ter feito tudo aquilo, pensei só em mim mesmo naquele momento.... desculpa  -.

Yg - Você acha que eu vou te perdoar agora Jimin ? Naquela época talvez, pois eu ainda morria por você mas, agora, eu percebi que você não presta como eu pensava -. Eu lembrava do ocorrido e sentia vontade de chorar.

FLASHBACK ON

Acordei com o alarme, com dificuldade, se não fosse meu celular ja tinha tacado na parede essa merda, e fiz minhas higienes matinais como todo santo dia, e fui para a escola. No caminho eu sempre passo na casa do Jimin e vamos juntos para lá, toda vez, todo dia, toda manhã, a mesma rotina.

Aceitava melhor essa rotina pois Jimin era o amor da minha vida, e todo dia passava pega-lo para irmos juntos, isso a uma semana, pois começamos com isso desde quando começamos a namorar - a uma semana - apenas sua companhia me agradava, não precisava dizer mais nada. 

Eu sempre gostei dele de longe, mesmo eu sendo todo todo  - o, foda-se a vida, foda-se o mundo - eu me sentia timido perto dele, quando me pediu em namoro eu não acreditei.

Pensei que fosse mais uma brincadeira de mal gosto dele e seus amigos (aut. jimin e companhia ksksks) mas consegui acreditar nele, então assim começamos a namorar, eu ainda achava estranho pois... ele me conhecia pouco mas falou que, podiamos ir nos conhecendo melhor e que queria ficar comigo.

Eu ainda não acreditava muito mas ele ja havia me beijado então... segui o fluxo - o fluxo da vida ks - chegando na escola percebo que havia muitos alunos em um lugar só e fui me aproximando para ver o que era, eu apenas congelei, não estava acreditando no que estava acontecendo, então minha intuição estava certa, foi tudo uma armação.

Era um telão, não tão grande com o video de quando Jimin falou tudo aquilo para mim, eu havia chorado nesse dia, me declarado... não sabia que ele era tão cuzão a ponto de fazer isso, era tudo mentira, tudo ilusão, sabia que na vida merda de Min Yoongi não teria como ele ser correspondido pelo seu sonho de consumo mais denominado como Park Jimin.

- Jimin... - as lagrimas corriam em meu rosto - e-eu... eu sabia que não devia ter confiado em você... v-você é como os outros idiotas dos seus amigos-.

As pessoas riam vendo o video, enquanto algumas olhavam estranho e apenas passavam. Eu sai correndo dali, queria achar um beco e me esconder para o resto da vida, achei um ja longe da escola, como ainda havia pessoas entrando não foi tão dificil fugir de la.

Sentei ali, e apoiei o rosto nas mãos, não parando de chorar, até  que depois de um tempo senti uma mão em meu ombro.

- sai daqui Jimin - falei pensando que era ele.

???- meu nome não é Jimin - falou a pessoa desconhecida por mim - se quer saber, meu nome é Jung Hoseok e o seu ? -.

- M-min Y-yoongi - falei soluçando. 

- não quero me entrometer, pois você nem me conhece mas, pode confiar em mim, me conta porque esta chorando ? -.

- não foi n-nada - ele sentou na minha frente, eu ja estava parando de chorar um pouco. 

- pode me contar, as vezes você ate se sinta melhor... - eu havia acabado de o conhecer mas parecia uma pessoa incrível apenas com as poucas palavras.

- é que.... que... - voltei a chorar - tem um garoto que foi idiota como todos os outros daquela escola e tornaram a minha vida mais merda do que ja é -. Ele se aproximou e me deu um abraço. 

- vamos, levante, se ficar ai não vai adiantar muito - falou depois que me soltou de seus braços, ele deu um sorriso se levantando e me estendendo uma mão.

Eu aceitei e ele me ajudou a levantar, dali me levou a uma lanchonete e me pagou um lanche, mesmo eu recusando, ficamos conversando por um bom tempo, até que eu tive que ir embora, ele se ofereceu para me levar até em casa mas não adiantou eu dizer que não precisava, ele insitiu ate eu aceitar, com todas as nossas conversas apenas naquele dia conclui que ele realmente era uma pessoa incrivel.

Quando me deixou em casa trocamos nossos números e mais tarde eu lhe mandei uma mensagem 

MENSAGEM ON
Yg- oi Hoseok, tudo bem ?
Jh- oi yoongi, continua tudo bem sim e você... melhorou um pouco ?
Yg-  nada que um sorvete e chorar um pouco não possam resolver, mas, você foi o principal contribuinte para eu melhorar mais rapido
Jh- que bom que pude ajudar, adorei sua companhia hoje
Yg - também adorei a sua, podiamos combinar de sair amanhã a noite, o que acha ?
Jh- adoraria, te passo pegar ai umas 20hrs okay?
Yg- okay, até e boa noite.
Jh- boa noite pra você também 
MENSAGEM OFF


FLASHBACK OFF

No dia seguinte me encotrei com Hoseok, não deu uma semana eu me mudei de escola e sem perceber foi para a dele, eu não ia aguetar ficar mais naquela escola.

Eu e Hoseok nos tornamos melhores amigos, até eu perceber depois de um 1 ano mais ou menos - como amigos - juntos que, não era apenas uma amizade intima, eu gostava realmente dele. Então um dia me declarei novamente, so que para um pessoa que não iria me zoar, eu esperava, e recebi a resposta de que ele sentia o mesmo por mim e so estava me esperando, sendo que no mês seguinte foi o dia em que Hoseok falou de nós dois na festa dele.

Uma lagrima apenas, escorreu pelo meu rosto mas eu a sequei rapidamente, fazendo com que as lembranças de Hobi me ajudando naquele dia fizessem isso parar.

Yg- Jimin, naquele dia foi Hobi que me ajudou, você nem ao menos veio atrás de mim -

Jm - eu tentei Yoongi... - falou meio baixo e com a cabeça baixa também  - mas os meninos não deixaram eu sair de la, depois eu me senti mal com tudo isso, quando você saiu da escola fiquei super mal, percebendo que te amava de verdade, e que comecei a sentir isso por causa dessa brincadeira tosca - eu sentia pena dele, mas ao mesmo tempo não sentia mais nada como o sentimento do passado.

Yg - Jimin... você não entende como é dificil para mim também? Depois de tudo que você me fez passar, até sai da escola -.

Me virei de costas pensando em ir embora dali com Hoseok.

Jm - por favor Yoongi - me virei de volta para ele -.

Yg- eu vou pensar Jimin - suspirei e novamente me virei - vamos Hobi -.

Falei entrelaçando nossos dedos e indo em direção ao caixa para pagar o estacionamento. Hoseok nãohavia dito nada no meio da nossa discussão. 

Estavamos no caminho da casa do Hoseok, estava um silêncio, até que ele o quebrou.

- o que foi aquilo Yoon ? -.

- aquilo o que ?-.

-eu também não sei mas... voce vai mesmo pensar sem perdoa-lo ? -.

- não sei ainda, como disse... vou pensar -.

- Mas.... mudando de assunto, você vai dormir em casa de novo neh ? -.

- vou, não tem problema neh ? -.

- claro que não, pelo contrário, eu não fico sozinho e não sinto a sua falta pelo menos-.

- digo o mesmo pra você- ele começou a dirigir com uma mão so e colocando a outra sobre a minha perna.

- eu te amo Min Yoongi e vou repetir isso quantas vezes você quiser -.

- eu também te amo Jung Hoseok - nos olhamos por uns segundos até nos beijarmos, mas rapido, pois Hoseok precisava ficar de olho no caminho.


<<continua>>


Notas Finais


Foi iiiisso
Mds acho que esse vai ser o maior cap da fic ksksk
Terminou fofo mas
Coitado do Jimin
Sera que ele esta mesmo arrependido ?
Sera que Yoongi vai perdo-lo ?
Você acompanha aqui no spirit no proximo capítulo de... Atrapalhando nossas vidas
Ksksk

Roupa Hobi :
http://pinterest.com/pin/838936236806744012/?source_app=android


Bjs nas testa
Ate o proximo cap 》》》


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...