1. Spirit Fanfics >
  2. Através do desenho....... (Jenlisa) >
  3. Prólogo

História Através do desenho....... (Jenlisa) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiii povo!! Eu sei q deixei vocês na curiosidade com essa sinopse. Mais aqui estou eu pra postar o tão esperado Prólogo.

Boa leitura anjos ❤

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Através do desenho....... (Jenlisa) - Capítulo 1 - Prólogo

   Olá, me chamo Jill, Laughing Jill.  Acho que alguns de vocês já me conheciam. Mas para aqueles que ainda não tinham total conhecimento da minha existência, vou contar-lhes a minha história.... 


   Bem, tudo começou com Marry. A garota que me criou, ela era muito sozinha e seus pais não davam a devida atenção a ela.... Então como uma forma de "fuga" Daquela solidão na qual a cercava, eu fui criada, com o objetivo de ser sua melhor amiga. 


   Lembro-me como se fosse ontem, das minhas cores, todas bem vivas. Da felicidade de Marry sempre que me chamava para brincar...... O tempo foi passando, Marry foi crescendo, mas mesmo assim nunca deixavamos de conversar... 

   E como infelizmente nem tudo são flores, os pais de Marry começaram a notar em seu comportamento, vendo que ela passava muito tempo em seu quarto conversando comigo.... 

  No início, como ela era apenas uma criança. Eles não deram muita importância, pois era normal crianças daquela idade terem amigos imaginários. Então "preocupados" Com a saúde mental de Marry, eles a internam em uma clínica psiquiátrica....... 

   Mas mesmo na clínica eu nunca a abandonei, somente ficava amargurada em vê-la naquele estado.... Sendo exposta a vários exames, sofrendo daquela forma, sendo tratada como um experimento.... Isso fez com que minhas cores desbotassem, ficando cada vez mais escuras e sem vida... 


  Me lembro quando ela me perguntou o porque de minhas cores estarem desbotando... Não hesitei em dizer que era por pura tristeza em vê-la naquele lugar, não entendia o porque dela estar sofrendo como estava. E que faria de tudo para a ver sorrindo novamente...... 

  Em um dia, fui obrigada a observar o sofrimento de minha amiga. Ela estava em um scanner, estava uma completa escuridão na sala.... E eu podia ouvi-la gritando, assustada, presa em uma maca com as mãos amarradas, impossibilitado-a de se mexer.... Eu podia sentir seu medo, podia ver suas lágrimas. Até que em um momento o médico responsável por tal exame entrou na sala furioso, tirando Marry daquele scanner e começando a gritar com ela, a questionando " SERÁ QUE TEM COMO VOCÊ FICAR QUIETA!?! ".


   Lembro-me exatamente das palavras que ele disse, e como mágica algo tomou conta de mim, uma raiva incontrolável e apenas com uma encarada minha ele a soltou. " Quem é você? " Foi o que ele disse ao me ver, apenas fiquei quieta até que ele em um movimento de raiva tenta me atacar utilizando uma tesoura, no momento do ataque consigo esquivar, mas nós dois ouvimos um grito de agonia e dor..... Quando me dei conta, Marry estava morrendo diante de meus olhos enquanto eu não podia fazer nada... 

  Os dias para mim não faziam mais sentido, parecia que tudo havia perdido a cor, inclusive eu..... No dia do velório, eu apenas olhava de longe para pelo menos poder ver Marry uma última vez. 


 Depois deste dia eu perdi meus sentimentos, me tornei obscura, insana, e prometi a mim mesma que iria punir todos os pais que tratassem seus filhos como Marry foi tratada, sem carinho, sem atenção ou até mesmo as que sofrem de abusos sexuais. 


  Então eu continuei vagando e punindo esses pais. Mas em um dia acabei esbarrando com a entidade que tanto admirava, Laughing Jack. Que depois de um tempo considerável se tornou mais que só uma queda minha, se tornou primeiramente meu namorado e logo depois meu marido. Nossa relação nos deu uma filha, Laughing Jennie Kim. 


  POV'S  L. Jennie Kim 


   Pelo visto já fui apresentada, então pouparei as formalidades. 

  Como já me conhecem, vou contar a vocês a história de como conheci uma pessoa muito importante, chamada Lalisa Manoban... 


Notas Finais


Bom, nsei oq eu falo aqui kkk mais se vcs n conhecem creepypastas,
TÃO ESPERANDO OQ CARA?

kkkk mais sério, pra vcs entenderem mais ou menos a história vcs precisam saber das creepypastas ok?

(Era pra ser um prólogo, mais basicamente foi só a Jill contando a história dela 😀, me deem um desconto vai kkkk eu tentei)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...