1. Spirit Fanfics >
  2. Através do futuro...(tobidei) >
  3. O futuro apagado...

História Através do futuro...(tobidei) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii pessoas então me desafiaram paa fazer um one-shot sobre esse shipp que eu amo então está ai espero que gostem

Capítulo 1 - O futuro apagado...


Fanfic / Fanfiction Através do futuro...(tobidei) - Capítulo 1 - O futuro apagado...

A chuva caía sobre a terra fazendo a grama ficar mais verde,mesmo com o tempo nublado e sem luz do sol. Obito Uchiha,um jovem com seus lindos cabelos espetados pretos que agora estavam caidos sobre sua testa por causa da chuva,acabou por esquecer seu quarda chuva. Suas roupas pretas e coladas estavam mais grudadas ainda no corpo do jovem deixando seu porte físico a mostra.

O moreno ja andava por ai sem rumo,talvez nem tivesse esquecido o guarda chuva,mas simplesmente quis se molhar,para talvez seus problemas e suas preocupações fossem com a água que caia e limpava seu corpo do barro que houvera caido agora pouco.

Sua mente não estava mais em seu corpo e sim flutuando por ai encontrando qualquer coisa que seja mais interessante ou que o distraía. Seus pés se moviam sozinhos,como se soubessem para aonde estavam indo,como se tivessem mandado um sinal para eles e começaram a levar o Uchiha para lá.

Uma casa...é um casarão preto era aonde havia chegado e ele sabia bem aonde estava. Os esquecidos pelo futuro. O grande grupo akatsuki os justiceiros de konoha...bom era isso que alguns achavam. Sua mente começava a voltar para seus corpo,seu olhar começou a ficar mais firme,e suas mãos se transformara em punhos fechados.

Ding dong...e a campainha foi tocada...ding dong,e de novo fora tocada e nada,até que a porta é aberta por um mulher com em torno de seus 27 anos,seus lindos e curto cabelos roxos faziam a mulher mais bela do que já é seus olhos na cor de mel o olhavam com preocupação.

Konan:tobi!...entre logo,oque está fazendo olhe essa chuva,vai pegar um resfriado!-dizia puxando o moreno para dentro com uma mão  e com a outra fechando a porta.

Tobi....ahhh o moreno se lembrava da onde esse "codinome" apareceu e também quando apreceu,e o porque de ter entrado para o grupo. Nesse exato momento enquando Konan falava e reclamava por seu estado deplorável o Uchiha se lembrava de tudo...de quando tudo aconteceu até agora.


       Flashback...um mês atrás 

A neve caia sobre a cabeça de obito. O moreno acabará de presenciar o maior trauma da vida dele,seus avós mortos!. A avó do mesmo ja com seus cabelos grisalhos por causa da velhice estava nos braços de seu avô como se o mesmo fosse um casulo protetor para ela. Tudo havia acontecido tão rapido,uma hora estava no mercado comprando doces para eles comerem de sobremesa e na outra seus "velhotes" estavam mortos no chão da sala com uma foto sua no colo dos dois.

A polícia que trabalhava no caso era velhos amigos seus e até familiares distantes que descobrira que existiam a não muito tempo,mas já estava decidido desda hora que virá aquela cena que queria se vingar do seu jeito...do jeito da sua vingança. Não aguentava mais aquelas pessoas fardadas chegarem nele e falarem que tudo ia ficar bem, que iria pegar o assassino,que intendiam ele está bravo.

Mas o Uchiha já não queria mais isso,a unica coisa que vinha em sua mente era uma unica palavra,que fazia sua mente dar voltas e o mesmo dar um sorriso de satisfação. Vingança. Seu coração...bom agora só fazia sua função bombear seu sangue pelo corpo,sua alegria de cada dia havia desaparecido junto com seu "velhotes" e até mesmo sua paixonite pela sua melhor amiga Rin não existia mais,na verdade não fazia mais sentido.

Logo ele estava caminhando por ai na neve, com sua calça jeans,seus casacos,e seu tênis. Com uma mala na mão saia da cidade,sua decisão já fora tomada. Iria se vingar. E para isso teria que ter reforços e nada mais que um grupo que aparecia toda vez no jornal pois faziam a justiça de seus jeitos sem a lei e sem a piedade que os outros tinham. Nunca foram presos pois ninguém fazia ideia de onde moravam e com seus dons que eram raros era difícil de combater-los,mas o mesmo sem saber aonde era tinham algo em sua mente dizendo que era por aquele caminho que devia ir.

Derrepente ouviu um grito ecoando pelo beco,adentrando com passos suaves mas rápidos,chegou até aonde havia um cara de cabelos loiros presos em um rabo de cavalo e sua franja solta tampando seu olho. O moreno sabia exatamente oque aquele homem iria fazer pois sua capa entregava tudo...a famosa capa da Akatsuki. Viu o loiro de distanciar lentamente da vítima que estava nesse momento desmaiada,e se aproximando do moreno.

(???):então temos um curioso aqui...-seus passos iam ficando mais pesados,em suas mãos podia se ver machucados mas já cicatrizados, mesmo assim o Uchiha na tinha medo e sim curiosidade-não vais tentar fugir?

Obito:Não.....não à necessidade-fala com suas mãos,uma largando a mala e a ontra passando entre seus cabelos. E logo voltou seu olhar para o loiro que agora estava a menos de dois centimentros de distância o encarando com duvida e um sorriso sadiaco no rosto.

(???):está tentando morrer garoto? Não sou boazinho como aparento ser...-com sua língua passando por seu labio inferior fazendo um leve arrepio percorrer o corpo do moreno

Obito:estou procurando vingança!-e como se fosse um detonador,a pessoa que antes estava atrás deles havia explodido logo após a bendita frase do Uchiha.

E pronto,o loiro já era para estar bem longe dali,mas algo chamou sua atenção não é mesmo. Pelos olhos do moreno e pela sua cara sabia que não estava mentindo,mas qualquer coisa descobriria mais tarde. Pegou seu braço,que por um leve estante achou que precisava de seus braços em volta de seu corpo,mas logo já voltou para a realidade.

Sairam dali e por pouco o moreno não pega suas malas,o loiro continuava segurando o Uchiha e nenhum dos dois se importavam,por que nenhum dos dois queria que aquele pequeno contato acabace,mesmo que não sabiam o porque,necessitavam daquilo,por algum motivo para eles aquele toque era preciso.

O caminho estava em silêncio total,não um constrangedor e nem ruim mas sim gostoso de se sentir. A neve já estava almentando,e assim fazendo os passos dos dois almentarem o ritmo. Estavam em frente a uma casa grande de dois andares,preta e branca.

Os olhos de obito foram sobindo e analisando tudo a sua frente,o mesmo sente um puxão em seu braço e é "levado" até a porta. O mesmo tocou duas vezes em um tempo de para o outro de três segundos,talvez poderia ser um código,ou uma senha,ou só coisa de sua cabeça mesmo. 

Olhando para porta,uma mulher com seus cabelos roxos curtos,abre a porta e logo começa a olhar confusa,olhando o Uchiha de ponta a ponta, virou-se para o loiro como se perguntasse com o olhar "oque está fazendo tapado" e logo voltando o olhar para o Uchiha.

(???)quem é você?-diz com um pequeno sorriso e batucando na porta o seu anel com um símbolo dentro e sua unha preta dando destaque para a cor vermelha vibrante do anel.


               Flashback (off) 

Passando pela sala,vê Sasori e Deidara conversando e por um preve momento pode se ver o moreno encarando fixamente aquela cena, com um punhos se fechando e dando um sorriso falso,fazendo Konan que estáva o levando olhar para aonde o Uchiha olhava.

Konan:assim vai quebrar os dentes de tão forte que estás apertando-diz com um sorriso travesso deixou o mesmo ao seu lado com as bochechas rosadas e um bico na cara sem deixar seus punhos se afroxarem-vou dar uma ajudinha tá Tobi-com uma pequena risada a mais velha puxa o para irem pelo meio da sala.

Passando pelo meio da sala entre os sofás, Konan continuava falando e brigando com o mesmo para não acharem que ela armou isso,e também era conhecida por não deixar barato e porque estava brava mesmo. Já no meio da sala em cima do tapete felpudo preto,o loiro que estava alguns centímetros viu o estado do moreno e logo foi até o mesmo.

Deidara:tobi?!...está tudo bem? Aconteceu algo?-envergonhado e preucupado pergunta com um tom curioso na voz. 

Tobi:está sim...Só não estava me sentindo bem é fui andar por ai e acabei pegando chuva- com sua mão coçando sua cabeça e um leve sorriso no rosto o Uchiha acabou dando uma leve mentida ao loiro, pois o mesmo tinha saido dali na hora da chuva e não queria deixar o loiro mais preucupado do que ja estava...e deixar lo ir logo voltar com sua conversa com Sasori-vou para meu quarto tomar banho...

Virando de costas e no mesmo instante voltando com sua cara de tristeza e raiva. Começa a subir as escadas mas não tirava de sua mente um certo alguém que a cada dia o deixava mais intrigado ainda,que fazia passar horas com insônia só por lembrar de seu olhar ou até mesmo de sua presença. Oque o Uchiha não fazia ideia por estar avoado e confuso,que logo atrás de si Deidara o olhava com total atenção tentando decifrar seus problemas com apenas a parte de suas costas, ao seu lado Konan olhava tudo aquilo com brilho nos olhos, tanto por aquele amor que corria igual Wi-Fi eles precisavam disso mas não viam, e também porque com o ruivo no meio aquilo virava sim uma novela mexicana.

Sasori,bufou e foi até a cozinha lhe preparar algo para comer,mesmo com sua consciência dizendo que devia partir para outra pois aquilo já estava mais que definido,seu coração doia,em ter a sensação de que vai deixa lo e não vai ser em seus braços que vai ficar,que não vai ser em seu ombro que vai chorar ou sorrir,e que não vai ser em seu peito que vai deitar toda noite.

No meio das grandes escadas que levavam para o segundo andar,que se situava os quartos, Tobi acabou dando de cara com Nagato,que o olhava confuso e com a boca entre aberta como se quisesse dizer algo,só que não conseguia, talvez por não saber se espressar ou por simplesmente não querer entrar numa discussão pois o mesmo estava sujando seu lindo tapete preto felpudo que ficava na sala e seu tapete vermelho que cobria as escadas.


  Flashback...sala do Nagato as 18:45 pm


Olhava em sua volta e só via,paredes pretas com tons vinhos,uma grande biblioteca particular a sua frente um homem o encarava. Com seu cabelo vermelho lisos e caidos sobre o seu rosto, deixando o ar de superioridade,seu macacão preto deixando o moreno ainda mais intrigado.

O ruivo o olhava atentamente,sem nem piscar direito. Já sabia que aquele era o chefe, ninguém é tonto assim para não perceber aquilo, era só juntar os fatos e já se descobriria. Seus dedos davam leves batucadas na cadeira e logo pegando o copo com uma pedra de gelo e whisky que o moreno identificou pelo cheiro.

Nagato:já deves saber que me chamo Nagato...oque faz aqui,pois para te traserem para cá é por que queres algo não é mesmo?-fala dando um bebericada em seu copo fazendo o gelo se mexer e assim um barulho reçoar pelo local

Obito:quero obter a minha vingança...-sua mão rapidamente foi virando um punho,e logo sua cara foi desmanchando para uma sem vida e sem alegria.

Nagato:hum...qual? Oque tem para me oferecer? Por que ocasião eu deixaria você entrar aqui?-com seus olhos encarando o moreno,pega sua bebida e volta a beber.

Obito:vim aqui para matar os assassinos dos meu avós...-ele fala com seus olhos na cor vibrante vermelha e com uma estrela preta em seus olhos,logo despertando o Mangekio

Nagato:bom vejo que tem algo bem interessante..-o mais velho fala olhando o olho do moreno fazendo o mesmo ter um pequeno arrepio.


                 Flashback (off)

Deitado em sua cama,olhava para o teto o encarando,já havia tomado seu banho e posto suas roupas em um sesto que ficava ao lado de sua pia. Movimentava sua cabeça de um lado para o outro,assim deixando toda a parte superficial do travesseiro úmido,e aquilo parecia que ajudava a esfriar sua mente.

Olhando aquele teto preto,o moreno só conseguia pensar em duas coisas,seus avós pois hoje fazia um mês desde que encontrará  os mesmos naquele estado. E a outra metade era um certo artista que gostava de se mostrar e que deixava seu cheiro adocicado e ao mesmo tempo azedo por todo lugar que passava,oque mais o impressionava era que ele conseguia deixar um cheiro de framboesa no local mas ao mesmo tempo de limão fazendo o cheiro ser ainda mais viciante,era uma droga...uma droga que o Uchiha queria pegar para si e nunca mais soltar.

Usando apenas sua calça cinza de moletom o moreno levanta de sua cama,abre a porta  e vai indo até a cozinha,por sua mente estar pensando em outra "coisa" não percebeu que estava sem camiseta,assim passando pela sala deixando varias pessoas o olhar. Não reparando ele continua seu caminho a cozinha.

Abrindo a geladeira,vê um pote de sorvete, o nome que estava lá era de Konan. Não se importou e pegou mesmo assim pois se resolveria com ela mais tarde. Logo é acordado de seu pensamentos com alguém pondo uma blusa de frio encima do mesmo,se virando da de cara com a pessoa que atormentava seus pensamentos,com as bochechas rosadas e um biquinho na boca.

Tobi:deidara...-diz com um sussurro,o olhando confuso por o mesmo estar pondo sua blusa de frio em cima do moreno.

Deidara:está frio para ficar andando sem camisa-nesse mesmo momento o Uchiha se olha confuso e repara que está sem camiseta, suas bochechas foram ficando rosadas por o loiro ver ele daquela forma,logo pondo a o moletom que o mesmo o entregará.

Tobi:obrigado...-já era um milagre ele estar falando alguma coisa,pois sua tristeza transbordava que deixava até o ar mais pesado.

Deidara:olha só me fala que tipo de caixão você quer,porque quando a Konan saber você vai estar morto-fala dando gargalhadas e fazendo o moreno dar um sorriso com aquela visão-é parece que meu trabalho está feito...

Tobi:como assim?-pergunta com uma cara confusa,logo o loiro começa a andar deixando o Uchiha ver apenas sua costas,estava quase saindo da cozinha quando parou e começou falar.

Deidara:fazer você sorrir...-continuo a andar e saiu da cozinha dando um pequeno sorriso antes de sair,e sem olhar para trás pois sua saída triunfal iria se estragar então continuou até se sentar no sofá e voltar a se cobrir com Konan e voltando a ver o filme com um largo sorriso no rosto.

Depois daquela frase o coração de Obito errou até uma batida,sua bochechas ficou mais rubra do que estava,pode se dizer que o cabelo de Nagato ficaria com inveja da cor de seu rosto. Mas logo o cheiro que tanto amava,entro pela suas narinas,o moreno nunca pensou que framboesa poderia combinar tanto com limão mas depois que sentiu esse cheiro viciante,nunca mais sentiu um aroma que o agradace mais do aquele.

Pegou o sorvete e uma colher e começou a andar,passando pela sala não resistiu e olhou para o loiro deitado coberto ao lado da mais velha dona do sorvete,e quando vira sua cabeça seus olhares se encontraram deixando o moreno mais envergonhado ainda,seu rosto ficou mais rubro se ainda era possível,e virou sua cabeça imediatamente subindo as escadas na sua frente em passo rapidos e logo entrando em seu quarto e fechando a porta. Se encostou na porta de madeira e começou ir descendo até o chão ainda encostado na placa de madeira atras de si,e logo se sentando no chão gelado, com suas pernas esticadas e sua cabeça encostada ele da um sorriso radiante pensando em tudo que aconteceu naquele momento só por ir pegar um sorvete,e logo começou a comelo ali mesmo no chão olhando a parede e se lembrando do loiro e cherando sua blusa de moletom fazendo abrir seu sorriso mais e mais.

                               ♧~♧

Já se passava da meia noite e era hora de uma dupla sair para proteger aquela cidade do jeito "certo". Dessa vez era Konan e Kisame sua missão era acabar com uma família de mafiosos que mataram e roubaram mais de duzentas famílias. Kisame mais conhecido como ''tubarão'' era útil naquele horário pois seu dom de visão noturna era muito bem recebido, e logo Konan com suas armadilhas de papel e até armas mais afiadas que katanas a noite eram magníficas.

Os dois foram andando com seu típico sobretudo/manto da Akatsuki,nuvens vermelha contornadas de branco e toda preta. Chegaram em frente a casa,mais conhecida como mansão e adentraram com rostos serenos e opacos. Em uma hora ouvia respirações relaxadas e tranquilas,na outra nem um som existia mais naquela casa.

Retornavam para o caminho a seguir até sua base,mas ouviram sirenes e logo ficaram confusos. Se esconderam para ver quem eram e oque queriam, os olhos da mulher de cabelos roxos parou em um jovem devia ter em torno de seus 20 aninhos que era a cara de.... cinceramente não sabia se tinha algo haver mas pelo menos tinha uma informação.

Ou era uma armadilha feita por eles,ou alguem tinha ligado...mas era impossível,só se soubessem mas como. Várias perguntas e nenhuma resposta, decidiram voltar depois de uma breve conversa que ouviram que cabou esclarecendo algumas coisas. Teriam que tomar mais cuidado e pensar em alguns planos mais simples e outros mais elaborados e sempre alternando assim confundir os delegados e policiais. Mas oque a mais velha tinha certeza era que iria relatar para Nagato tudo oque havia acontecido,que uma "patrulha normal" acabou virando um tratado de guerra!

Ninguém estava entendendo nada era mais de uma da manhã e todos foram acordados por Konan. Os dois sofás estavam lotados por todos Nagato chegou no local e sentou na poltrona, ai logo todos se ligaram era uma reunião de emergência. No primeiro sofá de três lugares estavam kakusu,Hidan e Sasori todos com seus pijamas de frio e coçando os olhos,uma visão adoravel para alguns. Ja no segundo sentava o Zetsu,Itachi e Deidara,ao chão perto das pernas do unico loiro daquela sala estava Tobi deitado olhando o teto.

Nagato:bom essa noite Konan e Kisame sairam para "patrulhar" e acabou acontecendo algo bem inesperado pelo oque eu intendi do começo,pedi para ela terminar de contar com todos nós-o ruivo diz sentando na poltrona que ficava de frente a todos e logo os dois de quem acabará de falar aparecendo e ficando em pé de seu lado.

Konan:como aviamos falado para Nagato, quando chegamos lá estava tudo normal e terminamos todo o servisso do jeito certo,sem nenhum barulho e nem grito. Fomos indo em bora em paz até que ouvimos barulhos de sirene e quando olhamos era a policia...-nessa hora quem estava com sono,despertou parecendo que tomou um banho frio,e outros que estavam com cara de desinteresse ficaram atônitos e Tobi também já levantou do chão ficando sentado e olhando para a mais velha fixamente- ficamos pensando oque estava havendo ali,pensamos se alguém de dentro teria ligado mas era impossível pois todos morreram na hora...logo pensamos que foi armado!

Sasori:mas isso seria possivel?-diz o ruivo um pouco sonolento mas totalmente alerta com o assunto tratado ali.

Kisame:sim seria!-o tubarão tomou a frente e respondeu o jovem o deixando mais curioso- eles começaram em torno de uma semana publicarem os podres dessa família para nos atrair mas como eles publicavam sobre ela e depois sobre outro assunto nem nos ligamos, pelo oque eu percebi teremos que tomar cuidado,não por serem fortes mas sim por causa de uma unica pessoa!-seus olhos não transmitiam mais diversão igual antes,e todos perceberam isso,e quem conhecia bem o azulado mesmo estando a pouco tempo ali sabia que aquilo não era normal.

Obito tinha uma pequena ideia de quem seria ele tinha quase certeza. Existia quatro pessoas naquele pelotão de policial que estavam atrás dos mesmos. mas já descartava dois pois eram muito fortes mas não eram inteligentes aquele ponto então só restavam dois. Estava martelando em sua cabeça até que ouvio o nome da pessoa que era e abriu um sorriso quem diria que aquele pequeno garoto chegou a mais de 150 de QI.

Nagato:Shikamaro Nara...-a unica coisa que sou naquela sala foi o suspiro do ruivo deixando todos surpresos,quem era essa pessoa que preucupava até Nagato Uzumaki o chefe da Akatsuki

Hidan:esse menino é mesmo esperto assim-diz ele com uma cara de surpresa e passando seus dedos tatuados de sua crença em seus cabelos grisalhos e sedosos.

Obito:É e você não sabe o quanto...-deixou sua frase morrer com olhos o olhando curioso- uai esqueceram que já convivi com eles-disse sem muita animação-Shikamaro Nara mas de 200 de QI, seu dom é de prender seu inimigo na propria sombra assim fazendo seu trabalho sem se mover muito,sua preguiça não o define,você é esperto de tomar cuidado Nagato esse menino não é para brincadeira e tenho pena de quem cruzar o caminho dele. Mesmo não sendo o mais forte só com sua lógica ele faz todo o trabalho e se precisar tem seus dois melhores amigos que concerteza são os mais fortes dali.

Konan:acho que sei de quem você está falando,era isso que queriamos dizer ouvimos uma conversa dos políciais e talvez o tipo de estratégias que estão fazendo-ela diz andando até o meio da sala continuando olhando todos e vendo cada um com uma expressão diferente.

           Flashback 30 minutos atrás 

Naruto,descia de seu carro em frente a porta da família assassinada,o clã silvas. Os maiores fazedores de dinheiro, de coisa erradas e nojentas. No plano de seu amigo Shikamaro, tiveram que usar aquela família para ajudá-los a pegar a Akatsuki e também saber o paradeiro de seu amigo Obito que já estava desaparecido a um mês.

Naruto:que merda! Shikamaro você falou que iria dar certo esse plano!-seu tom era de raiva pois uma família morreu por sua causa e sentia culpa por isso,claro que eram ruins mas podiam ser até assassinos sanguinários ainda eram uma família

Shikamaro:e quem disse que não deu...-estava encostado no capo do carro de Sasuke seu outro amigo que ainda não havia aberto a boca,seus olhos eram desanimados e transmitiam sono,o loiro o olhou com os olhos arregalados pela frase que o mesmo havia acabado de falar-falei que o plano daria certo, mas não falei nada deles sobreviverem

Sasuke:tsc....-com seus olhos fechados pegou seu cigarro e seu isqueiro pronto para acender por que sabia sobre a discussão que estava por vir,mas logo fechou o objeto em sua mão olhando kakashi que interfiriu pela primeira vez

Kakashi:sem discussão vocês dois...uma família foi morta,e vocês não tem um pingo de respeito! E Naruto não venha dar um de espertão não por que sabe muito bem que Shikamaro não faz as coisa por nada-disse com a expressão fechada mas com o tom de voz calmo fazendo o loiro calar a boca-agora me diz Shikamaro qual era o plano e oque descobriu?

Shikamaro:claro...-deu um longo suspiro e foi andando até a porta do carro do moreno, deixando os outros confusos-oque estão olhando? Não vou falar aqui parem de serem lerdos vamos para outro lugar mando por celular- entro no carro e deitou no banco de trás fazendo o Uchiha dar um suspiro e entrar no mesmo e logo os outros dois fizeram o mesmo.

                       Flashback (off)

Todos presente olhavam para a de cabelos roxos com uma expressão surpresa, tanto pelo fato contado e tanto por perceberem que o garoto mesmo jovem era mais inteligente que muita genti ali. Nagato que tinha abaixado a cabeça,agora levantou com seus olhos em puro ódio,por ser ameaçado por apenas um jovem...é um jovem conseguiu ameaçar o chefe da Akatsuki,um grupo conhecido mundialmente.

Nagato:vou continuar a pensar sobre o caso, vão para seus quartos e amanhã venho com novos comunicados. Ah! Tobi e....Deidara se preparem pois amanhã vocês iram sair! Agora vão descansar falo os detalhes amanhã- se levantando da cadeira sai indo em direção ao seu quarto deixou rostos confusos e surpresos para trás.

Todos já encaminhavam para seus quartos sem muita conversa pois era uma e meia da manhã e ninguém estava mais com saco para nada. Obito viu "seu" loirinho o encarando com tristeza mas que logo começou a disfarça la quando percebeu que o moreno o encarava de volta. Foi se aproximando com passos leves e devagares,com suas mãos no bolso da calça e uma regata,a blusa de moletom do loiro estava em sua cama para tentar passar aquele maravilhoso cheiro para sua cama e também porque o mesmo estava dormindo agarradinho no moletom preto.

Tobi:oque foi loirinho?-Falou baixo perto do ouvido do loiro que não havia percebi sua aproximação por estar imerso em seus pensamentos assim dando um pequeno pulinho fazendo o Uchiha achar uma graça e dar um meio sorriso

Deidara:s.só e.estou c.com sono-"que bosta" era oque pensava o mais baixo por ter gaguejado,pensou em varias coisa antes para se dizer e acabou dando essa desculpa esfarrapada.

O moreno não deixou passar despercebido a pessima mentira que acabará de ouvir mas deixou quieto. Se aproximou mais ainda assim ficando com seus corpos colados e fazendo os dois soltarem um suspiro pelo contato. Obito pensava em que dizer para deixa lo mais alegre ou até envergonhado só para esquecer oque o entristecia.

Tobi:ah desculpe pela sua blusa mas acho que eu só vou devolver amanhã porque é muito bom...-com uma pequena pausa,dava para ouvir os batimentos do loiro aumentaram cada vez mais,e o moreno se aproximou mais e inclinou para frente sua cabeça dando um pequeno suspiro que arrepiou o loiro a sua frente-dormir com o seu cheiro...

Ele se derreteu todo. Sua tristeza agora pouco pelo o mesmo não estar usando a blusa que havia emprestado,havia desaparecido e nem dado tchau para se despedir. O Uchiha foi se afatando aos poucos dando uma ultima olhada no seu paraiso todo vermelho e com vergonha e logo indo para seu quarto com um sorriso na cara.

No alto da escada,quem não perdia aquela cena,era Konan que estava mais radiante que o sol que ainda não haveria nacido. Seu shipp estava se realizando e não deixaria nem o capeta estrar aquilo. Mas logo foi indo para seu quarto quando viu Tobi se aproximando,com um sorriso bobo nos labios deixando a mesma ainda mais feliz e animada por aquilo.

                              ♧~♧

Não muito longe dali,uma menina com seus cabelos azuis meio pretos,prestava atenção na conversa que estava havendo em sua casa. Acordou com o som da campainha sendo tocada e logo seu pai que atendeu a porta deixou entrar seu amigos de longa data.

Hinata Hyuuga estava no alto da escada sentada no chão ouvindo a conversa ali falada. Já estava acustumada pois seu pai era chefe da polícia então era normal aquilo acontecer. Com sua mão machucada e suas pernas com profundos cortes que ainda não haviam sidos cicatrizados ela ouvia cada vez mais sobre o assunto tratado.

Não iria até lá embaixo por dois motivos. Pois mesmo que fosse muito inteligente com seus 190 QI ficando abaixo apenas de Shikamaro seu pai a achava muito doce e gentil e adiava mulheres no poder isso na verdade para ele parecia um pecado. E o segundo motivo era por nada menos que Naruto Uzumaki,o cara que havia se declarado e dado tudo de si por ele mas que no outro dia após sua declaração o viu beijando uma certa rosada,sua "melhor amiga" ou era como ela a chamava.

Hiashi:oque estão fazendo a essa hora aqui?-seu cabelos estava preso em um coque e seu pijama era um kimono levinho,sentou se na poltrona encarando os quatros sentados em seu sófa o encarando

Kakashi:temos notícia sobre a Akatsuki-fala encostando suas costas e passando sua língua entre seus labios

Na hora que ouviu esse nome seus olhos se abriram ainda mais,deixando a pequena Hyuuga se perguntando se aquela estratégia tinha mesmo funcionado. Não era besta e já havia percebido oque os mesmos haviam feito nos jornais,mas não acreditava que o maior grupo de assassinos cairia naquilo,mas agora ela tinha certeza que eles iriam mudar tudo e a morena sabia que Shikamaro iria usar isso ao seu favor.

Sasuke:eles foram mesmo a casa daquela familia,e todos morreram,e pelo que vimos e ouvimos nenhum do vizinhos escutou nada. Nem gritos,nem choros ou conversas-o cheiro de cigarro já dava para sentir pela sala inteira se imprequinando no ar e nas paredes

Shikamaro:bom vemos que eles são pessoas bem influenciáveis,mas agora concerteza eles iram atacar varias vezes e talvez até de dia,sua integridade foi ameaçada e tenho certeza que não vão deixar barato,e com isso vão tentar fazer um plano atacando aleatoriamente mas nada é aleatória sempre tem uma logica por baixo...e assim fazendo a gente os capturar um por um!-seu desanimo no tom de voz não representava a grande logica que havia acabado de falar.

O resto daquela conversa que durou até o nascer do sol não era muito importante assim fazendo a Hyuuga ir para seu quarto de fininho e pensar,acabou pegando no sono que não durou nem meia hora direito pois seu pai já adentrava em seu quarto com um pedaço de madeira em suas mãos logo começando a bater na menina. Não se levantava mais chorando de dor e sim de tristeza,depois de anos acordando assim você se acustuma e começa até achar normal.

O mesmo não se dirigia a ela nem com palavras e muito menos a olhando nos olhos. Ele saiu do quarto com cara de negação quando a viu levantando da cama com seu rosto molhado de lágrimas. Ela se levantou e fora tomar banho quente pois mesmo que doia se sentia forte a aquentar aquela dor sem chorar, mesmo que isso pareça estranho era oque tinha intendido com seu pai. Quanto mais forte, melhor você é. 

Com seu cabelo molhado pos uma calça para esconder suas pernas e um moletom pois o frio de inverno não era brincadeira. Desceu as escadas,e foi se dirigindo a cozinha,sendo encarada com olhos de piedade por sua irmã e seu primo mais velho Neji a deixando com ódio. Oque mais odiava era ser vista como uma coitadinha,e ainda mais com esses olhos de pena,não aquentava mais faltava apenas um pouquinho para explodir e decidir sumir para todos.

Tomou um gole de seu café, frio e amargo. A mesma não era digna de comer algo melhor, já havia terminado e posto sua xícara dentro da pia a lavando na mesma hora. Os olhos de piedade ainda a rondavam,não estava vendo mas sentia,até que a bomba que estava em sua garganta explodiu com uma simples frase,não por ser mentira mas sim por seu proprio pai jogar na sua cara aquilo.

Hiashi:acho que o Uzumaki fez certo em beijar a tal da Haruno...eu até acho que combina pelo menos não é uma inútil que nem você-com sua xícara colou o café na boca por ver a garota subir as escadas sem falar nada mas logo se viu a encara la com uma mala e sua expressão de raiva que o mesmo nunca havia visto

Hinata:eu cansei...EU CANSEI. Não sei para aonde vou e nem sei aonde vou ficar e quer saber não me importo e também sei que não se importa não é mesmo "papai". Não preciso do seu amor,nunca tive mesmo pra que agora eu vou querer,mas ainda sim te agradeço. Te agradeço por abrir meus olhos e falar para mInha mente que sou forte e resistente pois acho que viver assim por desenove anos não é para nada. Sabe sinto nojo do senhor,e pena porque tenho certeza que tens tanta raiva e rancor de mim que não se importa em perde seu posto na polícia de konoha não é mesmo? Acho que não iriam ligar se eu chegar assim lá. Mas tudo bem,o senhor fez eu ver que era muito ingênua e sabe as vezes é muito bom ser filha de agentes da "lei" porque além de saber dos podres dessa área corrupta ainda sei sobre os planos ou acha que eu não escutava toda vez de madrugada. Bom tudo isso não importa mais por que vou embora,sem ver esses olhares de piedade e mostrar que não preciso deles e pode falar se quiser para a policia vir atrás de mim pois tenho informações secretas e até demais, mas tenho certeza que não vão me achar. Tchau "papai".

Com essa bomba que explodiu ela foi embora e logo quando o mais velho se deu conta e foi atrás da garota não a viu,mais 190 de QI não era para nada. A morena andava em passos longos e rapidos e logo se sentando em um beco afastado do centro da cidade e logo dormindo ali mesmo.

Em menos de meia hora estava em todos os jornais,nas capas principais,e até um proprio para ela. A prioridade da policia agora era ela, uma possível fugitiva que tinha informações de mais,a pior coisa agora não era a Akatsuki atacar e sim a Hyuuga ir parar na mãos deles.

                            ♧~♧

Nagato havia convocado Obito e Deidara para o assunto que houvera falado hoje de madrugada. Seus olhos encaravam os dois a sua frente,o moreno com sua mascara laranja para ninguém de Konoha o reconhecer e o loiro com sua típica capa que seu parceiro também vestia.

Nagato:vocês iram aproveitar esse alvoroço pela tal Hyuuga e iriam matar esse homem que foi acusado de um assassinado de um casal de velinhos-fala o mesmo mostrando a foto do cara junto com seu nome escrito ao lado, e na outra mão a foto de dois idosos abraçados comum sorriso no rosto,fazendo logo o Uchiha se lembrar de seu "velhotes" e assim fechando sua cara e transformando suas mãos em punhos

Tobi:vamos deidara-seus passos eram firmes,sua cara estava fechada mas por causa da mascara não dava para ver. Mesmo estando daquele jeito falou o nome do loiro da forma mais gentil que conseguia naquele momento, que não era muita coisa assim fazendo a frase ficar fria e grosseira.

Deidara:h.hai-seu tom era assustado, não por medo longe disso,jamais sentiria medo dele, e sim era preocupação. Tentava dizer algo mas nada saia então só o acompanhou,deixando assim o moreno ainda com mais sentimento de culpa,simplesmente por ter falado naquele tom com o mesmo.

                             ♧~♧

A neve caia sobre os ombros dos dois deixando a famosa capa da akatsuki branca e preta. Em suas respirações saiam fumaças pois o frio não estava de brincadeira,o moreno mesmo quase chegando ao destino não sabia bem oque falar então resolveu ir no velho modo, a simples e maravilhosa desculpa.

Tobi:me desculpe...-com um unico sussurro que era bem audível para Deidara,fez o coração do mais jovem pular de alegria,parecia que ao qualquer momento,seu pobre coração sairia de lá e gritaria para o mundo que estava tudo bem.Obito abaixou a cabeça envergonhado mas mesmo assim dando para ver suas bochechas rosadas-eu não queria ser grosso.... foi porque eu acabei lembran....

Deidara:está tudo bem,eu te intendo-o interrompendo,vai até seu lado e da um dos seus melhores sorrisos assim fazendo as pequenas bochechas rosadas,ficarem rubras. E logo se lembrando de sua missão principal fazer o moreno sorrir então aprontou algo-Tobi,tenho uma sorpresa para você,mas só vai ficar pronta daqui a pouco...vai atrás do homem e depois ira ver a surpresa

Tobi:h.haii-com seus olhos brilhando,disse gaguejando um simples "ok",e logo se viu sozinho e claro mais leve,fazendo assim todos os micos vividos nesse pequeno momento que tiveram rolarem por sua mento o repreendendo mentamente por isso.

Seus passos eram longos e rápidos, tentando a todo custo sentir a presença do tal homem. Queria chegar naquele desgraçado e resolver o mais rapido possível,pois o mesmo não merecia seu tempo,e logo encontrar "seu" loirinho.

Se concentrando acabou encontrando a presença do babaca/assassino, logo sua raiva ficou estampada em seu rosto,e todos que tinham o visto naquela hora concerteza sairam correndo,não pela expressão de sua face,não muito pelo contrário só por sua presença mesmo.

Olhou bem nos olhos daquele homem. Seus cabelos azuis não transmitiam paz igual a cor fazia jus,seus olhos amarelos,não o mereciam pois um olho tão bonito e com um significado tão lindo "significa,luz,calor,alegria e otimismo. Simbolizando o sol,o verão,felicidade e a prosperidade" não faziam jus aquele homem.

Um sorriso sádico brotou no rosto do moreno assim fazendo e de olhos amarelos se afastar,mesmo não dando para ver por de baixo da mascara o homem meio que sentia aquele sorriso aparecer no rosto do Uchiha. Foi se aproximando lentamente assim fazendo a "vitima" ir se afastando,até entrar no beco ali atrás dos mesmo.

O azulado logo bateu suas costas na parede e começou a olhar com desespero para o moreno. Os olhos que eram tão famosos por tramitirem alegria agora se fossem encarados dava para sentir o medo e o desespero trantornando ali mesmo,mas e os idosos que aquele babaca havia matado,ele não sentira aquilo na hora concerteza,então não tinha o por que sentir culpa por fazer aquilo e sim alegria por tirar outro traste desse da terra.

Se permitiu entregar pela raiva e partiu para cima,seus treinamentos com itachi não foram atoas. Seu soco que fora dada no homem foi forte o suficiente para quebrar a mandíbula do homem mas não o suficiente para desacorda lo.

(???):quem...é.....você?-falava com certa dificuldade pois sangue rodava sua boca pela mandíbula quebrada e assim fazendo o líquido vermelho voltar e ir passando pela garganta o engasgando

Tobi:o homem que dara passe livre para sua ida ao inferno...se diverta com o capeta!-em sua mãos a pequena faca conhecida por poucos foi inficada no coração do homem,mas não satisfeito foi dando pelo corpo todo descontando toda sua magoa,se levantou e foi andando até que em um breve espaço de cinco segundos fora ouvido uma explosão-então essa era sua obra de arte hoje loirinho...-deu um pequeno sorriso e saiu andando ao encontro do loiro.

Caminhava sossegado a procura do artista explosivo até que trombou com uma conhecida seu estado era deploravel o assustando,a mesma o olhou e sentiu se segura,em algum lugar da morena dizia que aquele homem não a faria mal por alguma questão e estava certa pois Obito adorava a amiga de olhos de lua.

Não pensou nem duas vezes e a pegou colo,e começou a procurar Deidara mais rapido o possível. Queria tira la dali sua amiga naquele estado o deixava preucupado e com raiva pois pensava e tentava raciocina quem serio o loco da vida de ter feito aquilo com ela. Logo se encontro com o loiro que tinha um sorriso no rosto mas que logo se desfez com a cena que via.

Uma menina,toda machucada e branca, muito branca,parecia desnutrida e com fraqueza. O loiro já havia sacado oque o moreno iria fazer e só acentiou confirmando,pobre garota oque teria acontecido com ela para ter chegado naquele estado. 

                              ♧~♧

Ja enfrente,ao casarão entraram eufóricos assustando todos que estavam na sala de jantar almoçando. Todos haviam pensado que a missão havia falhado mas não, logo esse pensamento foi embora por apenas dois motivos primeiro:tobi odiaria estragar aquela missão pois sabiam seu histórico com aquele tipo de genti. E segundo:uma menina numa situação deploravel estava ao os braços do Uchiha.

Logo Konan vendo o estado da menina se levantou de sua cadeira na mesma hora,com a sua expressão aterrorizada. Seus ombros não sentiam mais o peso da olhos de lua e sim sua mente estava pesada de preocupação com a garota.

Kakusu:bom nos vamos fingir que nada aconteceu e comer ou vamos perguntar logo enquanto comemos!...-sua voz rouca e fria saiu de sua boca fazendo todos sairem de seus transes e perceberem que o homem de cinco corações estava faminto.

Zetsu:meu deus que homem esfomeado se deixasse comia até a carne crua se o almoço demorasse mais um poquinho...-sussurrou achando que ninguém havia ouvido mas logo ouviu gargalhadas pois com aquele silêncio dava para escutar até suas proprias respirações.

Os olhos de kakusu logo encararam o homem de duas cores,sua expressão era mortal fazendo o preto e branco estremecer encima da cadeira. Com essa pequena brincadeira,fez a maioria relaxar assim deixando o ambiente com um clima melhor.

                            ♧~♧

Já fazia mas de uma hora que a morena continuava desacordada, Konan já havia feito de tudo para ajudá-la agora era só esperar. E quem disse que era fácil,para Obito que a conhecia era uma tortura. De poucos amigos verdadeiros que fizera naquela época Hinata era uma delas, lembra daquelas quatro pessoas que podiam ameaçar a Akatsuki,a Hyuuga era uma delas, além de sua inteligência,seu dom que é passado de geração em geração,a deixa mais forte ainda.

Já havia anoitecido é as notícias nos jornais que a primogênita dos Hyuugas havia sumido e que dariam uma recompensa de cem mil dólares que sinceramente era bem mais valioso que seu dinheiro. Mas ninguém daquela casa estava pensando naquilo...bom o kakuso talvez tenha pensado mas konan quase o matou com apenas seu olhar.

Deidara o confortava toda hora e o fazia carinho para relaxar,pelo menos uma coisa de bom vei dessa situação. Estava mais próximo ainda do loiro e de quebra recebia carinho do mesmo. Sua cama era confortavel e deixava o agrado que estava levanto,ainda melhor. Até que uma doida de cabelos roxos quase arromba a sua porta do quarto com uma cara de alegria que logo que ve a cena que se encontravam transforma sua expressão para uma de malícia.

Konan:gomem...não queria intrometer mas a garota acordou!-na mesma hora que a mais velha fala isso os rostos dos dois ficam mais vermelhos que o cabelo de Nagato. Mas o moreno nem esperou mais um segundo e já fora correndo em direção a sua amiga assim deixando Deidara e Konan para trás-está avançando bem em loiro-disse dando uma cutuvelada no seu amigo ao lado

Deidara-ai!....-as palavras de sua amiga ecoaram por sua cabeça e logo todos os momentos que passará com ele naqueles dois dias foram invadindo sua mente,assim fazendo dar um suspiro apaixonado e com uma cara de bobo-é...acho que sim

O sorriso que se formou no rosto de Konan, era tão radiante e transmitia tanta paz e alegria que fez o loiro sorrir também e concerteza qualquer pessoa que passasse por lá naquele momento também sorriria. Sua felicidade pelos amigos que concerteza eram apaixonados um pelo outro,era tão grande que nem demontrar direito sabia,e claro não amava nada mais do dar uma de cupido.E foram caminhando corredor em diante bem devagar para da um tempo para o reencontro dos velhos amigos.

                         ♧~♧

Nesse exato momento duas pessoas se abraçavam e choravam de alegria. O moreno nunca antes teria imaginado que criaria algo tão forte com alguém antes até conhecer a Hyuuga, sua irmã de coração. Depois de uma festa de trabalho de seus amigos,acabaram saindo de lá e mandando mensagem para o mesmo,nesse passeio acabou conhecendo sua "irmãzinha" e logo se deram bem.

Se separando do abraço o uchiha olhos nos olhos cinzas com pequenos toques de lilás que por incrível que pareça faziam toda a diferença,começou a transformar sua face em uma expressão totalmente confusa e feliz,não fazendo sentido de como ele conseguia transparecer tudo com apenas um olhar.

Tobi:quem...-com apenas uma palavra dita naquele quarto,mudou todo o clima. Com uma palavra,fez a Hyuuga ficar com uma expressão séria umas daquelas que dão até medo pois o olhar sádico e sério ao mesmo tempo fazia até chefões tremerem na base.

Hinata:meu pai...-com uma foz firme e confiante falou para seu irmão mais velho e torceu para que ele não desse um de louco e fosse atrás dele,pois sabia como o mesmo ficava e não tinha ninguém que conhecia que consiga para lo depois que o sentimento o invadia.

O moreno fechou sua cara na mesma hora. O rosto que antes havia um sorriso e estava alegre agora era só um olhar sombrio e a cara fechada,se levantou e passou a mão nos seus cabelos rebeldes e deu um suspiro,e começou a andar. Seus passos eram pesados e iam até a porta,sua mente girava em torno só de uma coisa "matar Hiashi Hyuuga" e nada iria atrapalha lo em fazer aquilo.

A Hyuuga olhava o mesmo afastar se e não podia fazer nada,sabia que se tentasse levantar iria cair no chão. Não adiantava falar ele não iria ouvir,oque ela poderia fazer,mesmo que não desse certo talvez poderia atraza lo e assim fazer alguém chegar. Pegou todas as suas forças que ainda tinha e começou a falar com o mesmo tentando impedi-lo 

Hinata:Obito...-ele parou e continuou de costa para a pequena perolada,o clima ali não era bom e muito menos de paz,sabia que ele não pararia começou a pensar em algo para faze lo parar-eu quero vingança...mas o melhor momento não é agora.

Tobi:melhor momento?...Hinata você sabe muito bem que com esse homem não tem melhor momento! E que quanto mais rapido melhor pois o pegaremos desprevinido-fala já se virando para ficar a encarando,em suas mãos ja se formava um punho

Hinata:....-não sabia oque falar,ele tinha razão se tudo fosse feito o mais rapido possível o seu "pai" não teria tempo de pensar em algo ou fazer alguma coisa para se proteger,mas mesmo assim depois de tudo ela ainda o amava e ainda tinha uma pequena esperança que o mesmo poderia mudar,podem a chamar de idiota e até besta por acreditar nisso mas fazer oque.

A porta do quarto fora abeta por um loiro que tinha um enorme sorriso em seu rosto mas que logo se desfez pelo o clima que ali habitará. Os dois estavam se encarando como se quem desviar o olhar perde,a Hyuuga e nem o Uchiha perceberam a presença de Deidara e Konan.

Tobi:como eu imaginei....estou certo não é por isso não respondeu. Vou agora mesmo para lá...quero Hiashi Hyuuga morto!-suas palavras sairam cheias de ódio,não aguentava mais nem um segundo com aquele homem ainda vivo em konoha.

Se virando bruscamente,deu de cara com "seu" loiro com uma cara horrível e seus braços cruzados na altura de seus cutuvelos. Achava aquilo tão fofo e assustador ao mesmo tempo que até era engraçado,começou a encarar os olhos do mesmo,aquele azul o fazia ir ao céu e voltar,com um simples olhar o Uchiha podia abraça lo a matar alguém tudo dependia.

Deidara:oque você vai fazer? Você não vai a lugar nenhum,não acredito que iria la fora dando oi pro mundo e pá matar um homem que é um CHEFE DE POLÍCIA no que está pensando! Ia sair sem o consentimento do Nagato por acaso?-o Uchiha nem intrometia o deixava falar sabia que estava errado e além do mais querendo ou não aquele loiro dos infernos o dominava por inteiro,não precisava falar nem A e nem B o moreno já se calava e sentava na primeira coisa livre que via pela frente e dessa vez por que seria diferente.

Hinata não acreditava que alguém tinha conseguido fazer obito calar a boca e obedecer, mas a perolada não era besta nem nada e logo percebeu que naquele caju tinha caroço envolvido,pelos simples motivos,os olhos dos dois mesmo sem querer brilhavam,konan não tirava o sorriso do rosto com a tipica cena do "casal" então até que ficava na caa saber oque estava havendo e como o pequena amava aquilo e queria ver seu maninho feliz decidiu que seria o seu cupido.

                           ♧~♧

                 Seis meses depois

Todos já haviam se acustumados com a Hyuuga,e lá a mesma era como a irmãzinha mais nova de todos até mesmo de Nagato que não se abria muito. Naquele meio tempo,a perolada começou a treinar junto com Obito e assim aperfeiçoando seu raríssimo Byakugan, um que ninguém havia visto ainda,com esse olho dela era possível ver a alma da pessoa e saber em menos de 5 segundos quem ou oque mais fez sofrer lo(a),ou que é mais importante para a mesma,seus segredos mais profundos e etc...

E nesse tempo,já havia se envolvido em tudo e até ajudado estava do lado da akatsuki a nada poderia mudar isso,conhecia muito bem Shikamaro e tinha certeza que ele poderia tar pondo a questão da mesma estar ali,os planos que antes dela ter fugido já tinham sido descartados faz tempo,não faziam sentido mais e também a Hyuuga haviam odiado todos.

Agora o grupo tinham dois trunfos,e concerteza aqueles medinhas dos plociais iriam ser os primeiros a saber. O plano agora era outro tinham que treinar e ficarem fortes e claro usar suas armas corretamentes e com facilidade, pois como a perolada havia suposto após seis meses de seus desaparecimento eles iriam aparecer na porta da delegacia para começar o confronto.

Obito e Deidara? era o casal não assumido sinceramente a dupla de cupidos Konan e Hinata já haviam feito de tudo mas nem um beijinho havia rolado ainda. Aquele dois eram chamados sem saber de "casal doce" por que? Simples não existe aquela tipica frase "cu doce" então em vez disso era "casal doce" não admitia a paixão envolvida e também não negava.

Nesse exato momento era 17:00 da tarde e estavam todos na sala esperando apenas a madame do Nagato. Finalmente era o dia de ir aquela delegacia e acabar com tudo é claro não pretendiam matar pessoas do bem e que nunca fizeram nada,mas sim aqueles corruptos e mal caráter que estavam naquele local.

Nagato:estão prontos?!-do topo da escada perguntou para os membros da Akatsuki,e recenbendo um aceno de cabeça de todos continuou-Então Vamos!-descendo a escada no seu jeito majestoso foi até a porta dando início a grande batalha que estava por vir e que o capeta segurasse as pontas por que com toda certeza ninguém ali iria para o céu.

                             ♧~♧

A delegacia estava tranquila,ainda não havia acontecido nada de "interessante" e por alguma coisa ou algum sentimento um loiro ali estava inquieto. Seus amigos ja houveram falado um monte de vezes que se acontece se algo ali era o lugar mais seguro no momento e que também devia ser coisa de sua cabeça.

Mas não é que ele estava certo,em menos de 5 minutos depois daquela conversa algo apareceu no meio da delegacia em cima da mesa de Sasuke Uchiha. Com uma capa preta e nuvens vermelhas,seus cabelos tinha um tom lindo de loiro seus olhos azuis faziam parecer que até era parente de Naruto.

Todos se afastaram na mesma hora. Também oque poderia fazer,um membro da Akatsuki estava lá em pé em uma de suas mesas,com um sorriso sádico no rosto. Com pequena palmas chamou a atenção de quem estava no mundo da lua

Deidara:ahhh cara nem arrumei meu cabelo direito estou com vergonha...-sua voz sarcástica já dizia que o mesmo não estava para brincadeira,olhou pelos cantos e logo identificou Shikamaro pelo detalhes que já houvera ouvido- nossa não estão para brincadeiras mesmo então que tal.....irmos brincar lá fora em?!-sua expressão em um segundo mudou,deixando pessoas com medo e outras que até fizeram xixi na calça 

Começou a andar e tudo estava indo como planejado pela a pequena Hyuuga. Chegou a porta e a abriu,estava lá parado com os braços cruzados esperando eles chegarem,e como previsto não demorou nem cinco segundos e apareceram dez políciais. Os unicos ali fora que não mereciam morrer eram seis o resto já tinham até preparado uma cova.

Naruto:MALDITOS! Oque fazem aqui?-seu rosto transmitia raiva e em seus braços sinais que kurama estava irritada estavam aparecendo e dando para ver muito bem

Kakuso:uai oque acha que viemos fazer? Claro que nos integrar...-aquilo saiu tão serio que por alguns segundo os políciais acharam que era verdade mas quando ouviram a estridente risada de Kakuso logo viram que foram bestas ao ponto de cair-ai desculpa não aguentei tive que rir dessa baboseira

Kakashi:vocês são idiotas de aparecerem aqui?-o grisalho dizia aquilo com tanta confiança que fez agora todos do grupo rirem, aagra ele passava sua mão nos seus cabelos brancos e espetados 

Hidam:ai isso foi tão engraçado que fez até eu chorar...-se apoiando em Kakuso começou a limpar o canto de seus olhos zombando mais ainda dos homens a sua frente mas logo foi cortado por um homem de cabelos pretos meios marrons sim ele....Hiashi Hyuuga

Hiashi:mais nem um passo se não atiramos!-ficando na frente de todos como se fosse um homem descente apontou a arma para o primeiro que viu e por má sorte caiu em Deidara e concerteza agora tudo ia pegar fogo

Zetsu:tem certeza eu acho melhor não se não alguém pode ficar muito bravo com o senhor não é mesmo....Obito-resolveu falar o verdadeiro nome do amigo sem o codinome e assim espantando todos daquela delegacia, achavam que o uchiha estava morto.

O moreno chegou lá andando e parou em frente ao "seu" loiro não usava mais sua tipica máscara e sim deixou seu rosto todo a mostra como se disse se é isso que eu sou agora. Mas fazendo um impacto ainda maior deixando Sasuke do outro lado no chão com lágrimas nos olhos, Itachi apareceu logo atrás surpreendendo seus antigos amigos

Sasuke:I ta chi-seu tom era tanto de sofrimento quanto de saudade e de raiva e repugnância,não o julgavam pois depois do irmao forjar a propria morte era normal aquilo acontecer

E pronto ninguém soube oque aconteceu depois daquilo,não intendiam como aconteceu. Uma hora obito estava na frente do loiro o protegendodo e derrepente o mesmo estava caindo em seus braços com sangue escorrendo em sua barriga e um sorriso no rosto. As lagrimas instantâneas cairam dos olhos do moreno e logo na mesma hora olhando para ver quem foi o bastardo o desgraçado que atirou no amor de sua vida 

Olhos azuis o olhavam,uma boca aberta em "o" o encarava. Não acreditava que aquele que já chamou de melhor amigo atirou na pessoa mais importante de sua vida,o odio já o consumia nada em sua volta emportava mais oque mais importava era Deidara que estava em suas mãos.

Deidara:ei-com um fiu de voz chamou atenção do Uchiha fazendo tudo em volta parecer insignificante e sua atencaiir só para ele-sabe só tem uma coisa que eu me arrependo....é de morrer sen saber o gosto de seus lábios-e como se fosse uma ordem,rolou um beijo.

O borrão que suas lagrimas haviam causado já houvera ido com a escuridão de ter fechado os olhos. O beijo era lento e gostoso. Naquele mometo aquele beijo era como se fosse o céu,e com certeza nenhum dos dois haviam provado nada melhor. E obito só teve tempo de confirmar uma coisa naquele curto beijo....framboesa e limão combinavam tanto juntos.

Deidara:eu te amo-e fechou seus  olhos. agora os olhos do moreno que segurava o loiro tinham uma estrela estapada ali mesmo.

E com uma pequena frase veio uma imagem do futuro,em sua frente Deidara sorrindo comum lindo bebê no colo,os cabelos começavam marrons e terminavam loiros os olhos azuis destacavam naquela linda pele branca. Mas logo um barulho de tiro veio em sua cabeça a imagem começou a se despedaçar como se por uma coisa,um objeto, um som tivesse apagado esse lindo futuro da humanidade. Obito estava destruido tanto por dentro quanto por fora, não ia deixar acabar daquele jeito não podia,não queria que acabasse daquele jeito!

Hinat:UZUMAKI SEU DESGRAÇADO!-seu byakugan já estava ativo,sua expreção era de raiva,com o manto um aberto na frente fazendo seus cabelos e a aba de seu manto voar com o vento gélido que ali reinava. Não o perduaria tirou a unica coisa que havia feito obito amar novamente e isso não ela não perduaria

Naruto:Hi na ta-com poucas palavras o clima que já estava horrível acabou de piorar, tudo que tinha naquela batalha que não saiu como haviam planejado nem por nenhum dos lados,eram lágrimas!


 












CONTINUA......


Notas Finais


Querem continuação? Uma segunda temporada? Se quiserem comentem por que essa historia ainda não acabou!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...