História Attention - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT), Red Velvet
Personagens Irene, Jaehyun, Johnny, Seulgi, Taeyong, Wendy
Tags Irene, Nct, Red Velvet, Seulgi, Seulrene, Wendy
Visualizações 54
Palavras 2.437
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura💌

Capítulo 1 - Capítulo único


 Faltava menos de uma semana para fazermos três meses de namoro, Irene nunca lembrou para essas coisas de data, sempre sendo eu quem dava o Feliz aniversário de namoro. Meu irmão, Jaehyun, sempre diz que sou idiota pra caralho por ser a única a lembrar e eu sei que sou. Sou uma idiota apaixonada por Bae Joohyun.


Essa já é a terceira vez que namoramos, sempre terminamos por ela gostar de outra pessoa ou estar confusa com seus sentimentos, mas dessa vez ela mudou e se diz arrependida de tudo. Lembro de tudo como se fosse hoje.






💌😔

Depois de quase cinco meses de término, eu estava conseguindo seguir a vida. Essa foi a segunda vez que terminamos nosso namoro e a menos dolorosa, talvez por já esperar que isso iria acontecer. Hoje somos "amigas",mas mal nos falamos e quando isso acontece é so um mísero oi.


Já estava me preparando para passar o resto da tarde jogado na cama, comendo várias besteiras e assistindo um filme qualquer na Netflix. Até que ouço meu celular tocar, estragando todos os meus planos de ficar sem fazer nada o dia inteirinho, suspiro e atendo aquela merda sem ver quem estava me ligando.

-Alô?- digo com a voz desanimada, 'pra pessoa que ligou saber que atrapalhou uma coisa bem importante.


-Seulgi?Eu queria conversar com você, poderia vim aqui na praça em frente aquela sorveteria ou eu atrapalhei alguma coisa?


-Oi Bae.- sento na cama e fico muito confusa sobre o motivo dessa ligação, como eu disse, nós não nos falamos mais como costumávamos.- Posso sim, já que você atrapalhou meu dia de não fazer nada.- levanto e abro o guarda roupas.- Chego em menos de trinta minutos- desligo o telefone e vou tomar um banho rápido.


Saio do banho e visto uma calça preta e uma blusa branca simples, arrumo meu cabelo em um rabo de cavalo, calço um tênis, pego minha carteira- que não tem nada, mas vamos levar para fingir que tenho algum dinheiro- e as chaves de casa.


Depois de alguns minutos de caminhada, chego no parque. Começo a andar à procura da Irene, apelido que dei a ela quando éramos amigas antes de tudo acontecer, até que vejo ela em um banco bem distante e meu coração acelera. Acena para mim, vou até ela e sento ao seu lado. A mais velha estava linda com esse short e a sua blusa favorita, a blusa que compramos no nosso primeiro encontro e a qual eu escolhi para ela.


-Oi Bae.

-Oi Bear.

-Então...- fico vermelha com a menção do apelido.

Ela levanta do chão e se ajoelha à minha frente.

-Então, eu me sinto um monstro quando falo ou te vejo em algum lugar. Você é a única pessoa que amei verdadeiramente e ainda amo.- suspira- E eu entendo se você não corresponder.


Fico espantada com tudo que ela disse, nunca imaginei que ela ainda nutria sentimentos por mim. Tenhos tantas dúvidas, tantas perguntas para fazer e acabo fazendo a que está na minha cabeça a muito tempo.


-Uma coisa que eu não entendo, por quê você sempre terminava comigo?


-Eu era muito imatura e não sabia o que era o amor, mas depois "apanhei da vida". Eu amadureci e percebi que estava perdendo a pessoa que eu amo de verdade. Eu era uma garota fútil.- segura minhas mãos e olha no fundo dos meus olhos.- Meus sentimentos nunca mudaram, só ficaram cada vez mais fortes e eu tenho muito medo de machucar você como fiz aquelas duas vezes, e é tudo que eu não quero. Posso ficar e namorar com mil pessoas, mas nunca será igual ao que eu sinto por você. Me desculpe por ser imatura daquela vez, só queria que você soubesse que te amo e sempre te amarei independente das vias ou circunstâncias.

Começo a chorar e ela limpa as minhas lágrimas, depositando um beijo em cada lado do meu rosto e por fim, beija meus labios em um selo demorado.

-Irene...

-Me deixa terminar, Seulgi. Eu juro que tentei esquecer de todos os meus sentimentos, mas meu coração pertence a uma única pessoa, você.

Pulo em seus braços e nós duas caímos na grama do parque, deitamos e ficamos abraçadinhas.

-Sabe, eu poderia dizer que não te amo mais ou que já superei, mas eu estaria mentindo para mim mesmo e para você. Eu ainda te amo e pensei que amava sozinha, pensei que você já tinha superado tudo que vivemos e que eu estava sendo idiota por ainda ter algum tipo de sentimento. Eu já estava conseguindo seguir a minha vida sem você, estava no começo de uma superação e você aparece falando palavras bonitas.- faço carinho em seus cabelos.


-Então acho que esse é o momento certo. Namora comigo? Prometo te fazer muito feliz e nunca mais vou machucar você.- senta na grama me levando junto e olha nos meus olhos.

-Eu aceio, Irene. Amo você e nunca deixei de te amar.

-Eu também te amo.

Nós beijamos e ficamos deitados na grama o resto da tarde, felizes por estar ao lado de quem amamos. Mas sempre sei que momentos assim não dura muito tempo.


💌😔


Todas essas lembranças fazem meu coração falhar um batida, nesse tempo que estamos juntas fizemos novas memórias. E acho que vai ela vai fazer algo especial para nosso aniversário de namoro, que finalmente lembrou, já ela não me responde tem umas três horas e sempre esta on, não atende minhas ligações e desde hoje pela manhã não deu um sinal de vida. Esses dias ela está estranha, não fala que me ama com mais frequência e sempre me deixa falando sozinha.

Pego o celular pra tentar falar com ela, mas como toda vez que mando mensagens ela não me responde. Até que uma hora ela respondeu e mais uma vez meu mundo desabou.


💬



You: Irene
You: Você ta on e não me responde
You: Já fazem três horas...
You: Eu estou preocupada
You: Bae? Você está on mais uma vez
You: Me responde por favor


Amor: Aiai



You: Aiai? Eu te mandei várias mensagens
You: Tem mais de três horas que você não me responde e eu te mandei várias mensagens


Amor: Você não morreu por três horas...



You: Agora você vem com grosseiria? Eu só fiquei preocupada com você


Amor: Eu não estou sendo grossa

Amor: Eu estou normal


You: Super normal


Amor: Eu não estou sendo grossa, estou normal como sempre :)




You: Ok né... Por que está me tratando assim?


Amor: Eu estou te tratando normal

Amor: Como sempre trato você



You: Não está
You: Que merda
You: Eu sempre te respondo na hora certa e você demora séculos para me responder
You: Isso me magoa e cansa



Amor: Eu sou obrigada a te responder na hora? Não




You: Ok kkkkkk
You: Eu sou sua namorada
You: Mas pra' responder suas amigas é na hora?
You: E nem trata elas como está me tratando agora



Amor: Uhum, trato igualmente como estou tratando você




You: Ótimo kkkkk Mas o que eu fiz pra você me tratar assim?



Amor: Não fez nada



You: Mas parece que sim


Amor: Só parece




You: Aham kkk Você está sendo super grossa


Amor: Eu não estou

Amor: Que porra Seulgi



You: Ok

You: Quando você estiver melhor, venha falar comigo




Amor: Eu cansei 

Amor: Eu não nasci 'pra ser isso, ser uma pessoa que faz tudo na hora

Amor: Cansei



You: Então você quer terminar?
You: É isso?



Amor: Se continuarmos nós duas sairemos machucadas...

Amor: E eu to confusa com meus sentimentos



You: Já imaginava kkkkkk Com quem dessa vez?



Amor: Eu não conseguir esquecer meus sentimentos por uma pessoa 



You: Ótimo, mas pra que porra você disse que me ama e que queria voltar comigo?
You: Pra me magoar mais uma vez?


Amor: Eu te amava, mas tudo começou a ficar confuso

Amor: Droga...




You: Amor não é isso
You: Você não confunde quando ama alguém
You: Eu não quero ter manter contato com você, não quero ir nos mesmos lugares que você frequenta e quero que você faça o mesmo
You: Não quero me magoar novamente com você
You: E você ainda termina por mensagem, não tinha como ficar pior

Amor: Eu juro que não vou te procurar, eu vou sumir da sua vida e nunca mais irei procurar você

Amor: Eu não teria coragem de terminar pessoalmente


You: Ótimo
You: Passar bem


Amor: Eu te amo...


🗨





E essa foi a ultima mensagem que eu recebi antes de ser bloqueada.




🌆Meses depois🌆


Durante de todo essse tempo você foi sujando o meu nome por ai, sabendo que eu te ligaria, mas não foi uma ligação minha que você recebeu. Você recebeu de mim o completo silêncio. Depois de tanto tempo eu resolvi não guardar mágoas dela, isso não faz bem pra ninguém e queria estar bem comigo nesma.


Quase seis meses depois do nosso término, conheci outra pessoa. O nome dela é Wendy, faz faculdade de moda e tem a mesma idade que eu. Nos conhecemos em uma festa, desde então começamos a conversar e sair algumas vezes, mas não temos nada sério.




E estávamos indo para mais uma festa, dessa vez do Taeyong. Ele iria comemorar o quatro anos de namoro com o meu irmão em uma boate famosa por aqui, com certeza, Bae Joohyun estaria lá. Toda festa que eu ia, encontrava ela em todas. Parecia que estava dando voltas em cada festa em Busan pois sabia que eu estaria em alguma, parecia que tinha uma imã que nos ligava.


Coloquei um vestido preto, um salto vermelho e uma maquiagem leve, mas com um batom marcante. Nove e meia Wendy chegou com um táxi, passamos na casa do seu amigo Johnny e fomos para a festa. Chegamos em menos de dez minutos e em alguns minutos Wendy sumiu na multidão, provavelmente para falar com os seus amigos que estavam aqui, e fiquei sozinha perto da mesa de bebidas.

Estava observando o local, as luzes piscando e o dj muito entretido com a sua mesa de som. Encontrei alguns amigos do Jaehyun, mas nada dele e do seu namorado.

Pego uma bebida qualquer e vou atrás do meu irmão, procuro em todo lugar e nada do Jung Jaehyn. Mas acho uma coisa bem interessante, Bae Joohyun está aqui, não deveria estar surpresa, pois ja esperava por isso. Ela estava com o vestido que dei para ela no nosso aniversário de um mês de namoro, na época que ela me fazia pensar que era minha e que nunca iria me largar, com o seu cabelo castanho solto, sei que esse vestido é karma e estou sentindo daqui o cheiro de arrependimento quando ela vira e me vê olhando em sua direção. Em todas as festa que eu vou e ela está, nunca nos encontramos diretamente, sempre vejo ela se longe e ela nunca me vê. Dou uma piscada para ela, vendo todas as suas reações com um misto de surpresa e uma pitada de saudades, depois desse encontro volto à procurar o Jae.


Cansada de procurar o meu irmão em todo lugar, vou até o balcão de bebidas e sento em um banco, chamo o barman e peço mais uma bebida qualquer. Alguns minutos depois Jisoo apareceu e fomos na pista dançar um pouco. Nos beijamos e dançamos muito e sempre sentindo alguém observando todos os nossos passos, mas um tempo depois ela precisava ir para casa, sua mãe ligou dizendo que sua irmã mais nova tinha passado mal e estava no hospital. Se despediu com um beijo rápido e mais uma vez eu estava sozinha, sentindo alguém observando todo passado que eu dava naquela boate. Volto para o balcão e começo a beber mais um pouco.



Depois de beber mais alguns drinks e sentir que já estou mais alegre pela bebida, vou dançar mais um pouco na pista de dança. Começo a mexer o quadril e sinto mãos em minha cintura, logo conhecendo o toque e sorrio em seguida.

Viro de frente 'pra minha ex namorada e coloco minhas mãos em sua cintura, começa a tocar uma música que não faço questão de saber o nome e minha mão vai em direção aos seus fios castanhos. Passo de leve meus lábios em seu queixo e vou dando pequenos beijos até chegar em sua boca, colo nossos lábios e iniciamos uma beijo lento e gostoso. Durante o beijo lembrei que beijar Bae Joohyun era uma delícia, e o quanto sentia saudades desses lábios. Separamos o beijo por falta de ar e ela abre a boca 'pra dizer alguma coisa, mas interrompo sua fala.

- Sei que você esperava por essa atitude que tomei com você, mas você não vai voltar para casa comigo está noite. O que aconteceu aqui, ficou por aqui.- Como sempre acontecia quando íamos para alguma boate juntas, sempre minha casa era o nosso lugar de foder loucamente. Dou um sorriso até então desconhecido por ela e por mim, ela me olha com deboche e desconfiança no olhar.

- Você está traindo sua namoradinha, Seulgi?- dá um sorriso debochado e uma voz carregada de veneno.- Que feio, imagina se ela descobre que foi traída com a ex da namorada dela? Ia ser horrível.- Depois dessas palavras eu tive a certeza das coisas que eu imaginava e sorri com isso.

- Nós não namoramos, mas podemos ficar com outras pessoas. Até mais, Irene.- dou um último beijo nela, um beijo de despedida, e vou em direção à saída com uma certeza em mente.

Ela nunca quis meu amor, ela só queria atenção e talvez odeia a idéia de eu estar com outra pessoa. Odeia sentir que não é mais o centro da minha vida, que eu já estou superando ela e que outro alguém está "tomando" o lugar dela. E disso eu já desconfiava desde o início dessa festa e tive a certeza quando ela disse aquelas coisas. Entrei no táxi e pensei pela última vez em Bae Joohyun, esse último beijo era um beijo de despedida, um beijo que mostrava que finalmente estava seguindo a minja vida, estava disposta a esquecer o passado e guardar só as lembranças da época que ainda éramos amigas. Estava esquecendo daquele amor que talvez nunca tenha sido real e estou dando uma nova chance para a minha vida e talvez para um novo amor.


-Wendy, você já chegou na casa da sua mãe?- ela afirma e eu mando o taxista mudar a rota.- Vou passar ai e falar com as duas, chego em vinte minutos.- desligo a ligação com um sorriso no rosto e pronta para mais una etapa da minha vida.













Notas Finais


Bom kkkkkk Eu resolvi apagar aquela fic e fazer outra com quase a mesma idéia Aaaaa

Dessa vez eu arrisquei em uma fic Yuri e a experiência foi ótima lalalala

Como eu ja tinha dito antes, esse término foi exatamente como o meu e achei uma boa colocar ela na fic como uma forma de explicar como tudo começou e tal

Espero que vcs gostem dessa fic kkk dêem muito amor a ela aaaa

Amo vocês💌💌💌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...