1. Spirit Fanfics >
  2. Attention Please! (Ravnwoong) >
  3. Capítulo único: Attention please!

História Attention Please! (Ravnwoong) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá meus leitores, tudo bem com vocês?! ❤️❤️
Nova fic com um novo casal - Ravnwoong - para aquecer essa tarde de sexta feira.

Boa leitura 😃

Capítulo 1 - Capítulo único: Attention please!


Mas um pouco e aqueles dois iriam fechar o bar onde estavam. Eram quase os últimos clientes, mas a conversa estava tão boa que nem perceberam a noite passar. Faziam tempo que Kim Youngjo não via o amigo, que morava em outra cidade.

Kim Geonhak passava na cidade apenas quando o assunto era trabalho e eram nessas visitas que não abandonava o amigo.

– Alguma novidade? – o Kim mais novo pergunta – Toda vez que eu te visito, tem alguma coisa nova.

– Dessa vez, nada – ele ri – Meu trabalho continua o mesmo, meu relacionamento com o Hwanwoong está bem...

– É claro que estaria bem – o Kim pega o seu copo – Você mima tanto aquele nanico que eu me pergunto como ele não se enjoou de você – e bebe mais um pouco.

– Eu não... eu não o mimo tanto assim – ele parecia indignado com aquela afirmação – Não acho isso...

– Youngjo, todo mundo concorda – ele se ajusta na cadeira que estava para colocar o copo na mesa – Amor, já comeu? Precisa de algo? Está cansado, posso fazer massagem... – fala tentando imitar a voz do Kim, rindo ao ver a cara indignada do outro – Você é assim.

– Eu não falo desse jeito!

– Não, forcei um pouco, mas o resto é verdade.

– Nem parece que você é cuidadoso com o Dongju também, ou o Keonhee é com o Gunmin...

– Ninguém chegou ao seu nível – fala – Se eu faço esse tipo de coisa com o Dongju, ele me larga na primeira oportunidade.

– Eu posso ser menos preocupado... Não é difícil – comenta bebendo mais um pouco.

– Não consegue – o Kim mais novo fala curto e rápido.

– Consigo sim – fala.

– Então vamos apostar.

Youngjo ficou logo quieto. Olhou para o amigo como se ele tivesse falado da boca para fora, mas ele estava bem sério quanto aquilo.

– Então, quer apostar? – fala com um olhar sério, porém divertido aos olhos do Kim mais velho – Vinte e quatro horas. É o tempo que você tem para passar ignorando o Hwanwoong.

– N-Não acha que é muito tempo?

– Eu estava pensando em três dias, mas você teria que se mudar de cidade e queimar seu celular para conseguir resistir a vontade de ver o Hwanwoong...

– Eu consigo!

– Olha... gostei dessa determinação – ele ri – Então, quer aumentar o prazo?

– Eu consigo três dias! – levanta-se da mesa determinado – Começando de... hoje – olha o relógio e vê que era meia noite em ponto.

– Se você perder, paga minhas bebidas por... um ano – fala – Fazer questão de te visitar mais vezes... Se eu perder, eu pago.

– Temos um acordo – estende a mão.

Geonhak se levanta e fecha a aporta com o amigo. Aquilo ia ser mais divertido do que pensava.

Iniciando dali. O celular do Kim mais velho vibrava em seu bolso e quando o pegou, viu o número do seu Yeo. Olhou para o amigo, que deu ombros, indicando para ele se virar sozinho.

– Viva-voz por favor – pisca para ele.

– Tá – respondeu, aumentando o volume e atendendo – Alô?

Oi amor. Tudo bem aí com o Geonhak?

– Olá Hwanwoong – ele respondeu – Senti sua falta aqui com a gente.

Desculpa, tive que resolver umas coisas do trabalho e não pude ir. Eu ia passar para buscar o Youngjo...

– Nós vamos dividir um táxi, não precisa – ele fala – Pode ir para casa Hwanwoong.

Certeza? Não tem nenhum problema. Posso falar com o Youngjo rapidinho?

– Claro – o mais novo mexe no mais velho.

– Oi amor.

Eu ia passar para buscar vocês dois, mas o Geonhak disse que não precisava...

– N-nós vamos ficar um pouco mais. Pode ir para casa – ele fala - P-preciso desligar.

Tudo bem... Nos vemos em casa.

– N-não! E-eu vou demorar. Pode ir dormir...

Amor, está tudo bem? Estou te achando estranho... Você bebeu quantos copos?

– Eu preciso ir!

Acaba desligando o celular. Tinha sido difícil. Queria ter perguntado como havia sido o dia dele, se estava muito cansado... a voz dele parecia querer conversar. Youngjo deita o corpo na mesa.

– Será que posso voltar para apenas um dia?

– Você mesmo aceitou – ele dá algumas batidas de leve no ombro dele – Então... Posso já entregar a conta?

– Não – fala – Só... Vamos voltar a beber...

(...)

Hwanwoong acordou com um pouco de frio. Virou-se para o outro lado cama e encontrou, onde seu namorado de estar, nada. Era estranho, normalmente quem acordava primeiro era o mais novo, por isso ele logo se levantou para procurar o Kim na casa.

Apenas encontrou um bilhete em cima da mesa escrito “Precisei resolver um problema no escritório”.

– Ainda é cedo...

Escutou seu celular tocar e correu para buscá-lo no quarto achando que era ele. O número era de outra pessoa, do seu colega de trabalho e melhor amigo Keonhee.

Bom dia.

– Bom dia – fala meio desanimado.

Meu carro está na oficina. Pode me dar uma carona? – fala – Acordou desanimado por acaso?

– Mais ou menos, coisa da minha cabeça – responde – Passo aí em meia hora. Pode esperar?

Tudo bem. Nos vemos daqui a pouco.

Desligou a chamada e tentou ligar para o Kim, mas o celular estava fora de área. Iria tentar mais tarde, precisava se arrumar para buscar o amigo e ir trabalhar.

(...)

Perdeu a conta de quantas vezes Hwanwoong já havia ligado para ele, mas acabou atendendo uma vez.

Finalmente você atendeu.

– Meu celular estava longe.

Tudo bem... Eu ia almoçar com o Keonhee. Quer vir?

– Ahn... eu vou pular o almoço. Tenho muito trabalho para fazer e provavelmente vou fazer hora extra...

Mas...

– Amor, estão me chamando, preciso ir – mente – Falo com você depois.

Ele apenas desligou o celular e o jogou no sofá do seu escritório. Ele queria poder ir, mas o modo cuidadoso ia ativar e ele não ia conseguir resistir. O melhor jeito era evitar o namorado esses dias o quanto possível.

Gunmin acabou entrando na sala do amigo e viu o estado dele. Nada parecia que iria animá-lo que não envolvesse alguém com o nome Yeo Hwanwoong.

– Você está horrível... Não consegui dormir?

– Pior, fui desafiado pelo Geonhak a passar três dias ignorando o Hwanwoong...

– Por que? Ele quer te matar? – ele riu – Estou brincando. O estão apostando?

– Quem vai pagar as bebidas do outro durante um ano.

– Isso sim é aposta – fala – Então? O que vai fazer?

– Por favor, diz que tem algum trabalho que eu possa fazer hoje que me faça sair daqui tarde. Eu não consigo ignorar o meu namorado por muito tempo... preciso de alguma coisa para fazer até lá.

O outro parecia ter entendido onde Youngjo queria chegar e saiu por alguns minutos. Quando voltou, estava carregando consigo vários papéis. Os jogou na mesa do amigo e sorriu satisfeito.

– Pode fazer a minha parte se quiser – ele fala – Você quer alguma coisa para fazer? Precisa catalogar cada folha e enviar aos superiores antes da semana acabar. Eu já fiz uma parte, só falta isso mesmo.

– Eu não sei se acabo com você por estar me usando ou lhe agradeço – pega uma folha – Ah, não fale nada ao Keonhee ou a ninguém.

– E perder essa oportunidade? Não – ri – Eu vou descer para pegar um café, você quer?

– Aceito.

O Lee saiu do escritório, deixando o Kim ocupado e cheio de trabalho para fazer. Passou tanto tempo naqueles papeis que escutou a porta abrindo e nem ao menos teve trabalho em ver quem era. Como supôs ser Gunmin, esperou que ele deixasse o café e fosse embora.

Mas não foi isso. Estava tão ocupado que sentiu alguém tocar os seus ombros e chegar bem perto do seu ouvido.

– Oi amor.

Youngjo só faltou ficar preso no teto do pulo que deu assim que escutou Hwanwoong. Olhou para o namorado, que estava bem animado para quem estava sendo ignorado desde do dia anterior.

– Desculpa aparecer assim, mas eu tinha que ver você – fala – Você sumiu hoje de manhã.

O Kim não falou nada, apenas ficou olhando ele. Voltou a se sentar na sua mesa e voltou a trabalhar. Yeo poderia achar graça naquilo.

– Oi! Pode me dar um pouco de atenção? – ri – Hey amor!

Youngjo continuou o mesmo, passando para a próxima página.

– Ok... Você está estranho – fala se aproximando – O que foi? Não gostou da surpresa?

– Eu estou cheio de trabalho no momento – nem ao menos olhou nos olhos dele.

– Amor, você está com raiva de mim? – parecia ter se chateado e aquilo partiu o coração do Kim em milhões de pedaços – Desculpa vir assim...

Yeo passou pelo namorado e bateu a porta forte, fazendo todos ao redor olharem o menor sair irritado. Youngjo apenas afundou na cadeira arrependido de ter feito aquela aposta idiota com Geonhak...

(...)

– Se anime Youngjo... Hoje é o último dia – Gunmin tentava consolar o amigo – Faltam... algumas horas.

– Ainda é muito tempo – comenta – Hwanwoong tenta chamar minha atenção de vez em quando, mas eu apenas ignoro. Eu vou matar o Geonhak...

– Eu faço isso por você.

A porta do escritório do Kim abriu com o chute que Dongju deu. Ele entrou puxando o namorado pela orelha. Pela expressão, algo o havia deitado irritado e o Kim mais velho sentiu que tinha a ver com ele e o amigo.

Dongju soltou a orelha do namorado e ele geme de dor baixinho. O mais novo cerra os olhos para ele e depois volta a olhar para Youngjo.

– Que ideia é essa de ignorar o Hwanwoong só para ver quem paga mais bebida para quem?! – fala – Eu não acreditei quando o Geonhak falou, mas assim que o próprio Hwanwoong ligou para mim falando que você estava sendo um babaca, tive que sair da minha casa para resolver a bagunça que o meu namorado fez.

– D-desculpa amor...

– Eu ainda não terminei com você – fala – Conversamos em casa.

– O-oi Dongju – Gunmin sentiu que deveria sair dali – Eu acho que já vou indo...

– Todo mundo fica! – fala o mais novo – Isso também serve para você.

– S-sim senhor – todos os três respondem.

– Kim Youngjo, o que você está fazendo com o Hwanwoong é ridículo. Qual é o problema em ser um namorado atencioso? Ninguém deveria se meter no relacionamento dos outros – olha para o Kim mais novo – Youngjo, Hwanwoong te ama do jeito que você é, mesmo sendo muito protetor.

– Desculpa...

– Não é para mim que você tem que pedir desculpas – cruza os braços – Agora, eu vou contar até três para você sair desse prédio e ir pedir desculpas ao Hwanwoong. Um...

Youngjo parecia mais aliviado e fez o que o mais novo pediu. Pegou seu celular e saiu da sala, ficando apenas os três.

Dongju olhou para Gunmin, ele ainda não havia terminado.

– Você também Lee Gunmin – fala – Se ousar fazer uma brincadeira dessas com o Keonhee...

– E-eu nunca vou fazer. Tem a minha palavra...

E saiu de lá correndo antes que Dongju o explodisse apenas com um olhar.

– Amor...

– Eu não acabei com você ainda Geonhak – apontou para ele – Vou corta suas bebidas por um bom tempo e até a minha raiva passar, vai dormir no sofá.

– S-sim amor...

Dongju suspirou e segurou a mão do namorado. Tinham que voltar para casa antes que escurecesse e era bom que Youngjo tivesse se resolvido com o Hwanwoong, pois se ele desse meia volta... as coisas iam ficar feias para ambos os lados.

(...)

Hwanwoong olhava a vista da cidade da sua varanda. O apartamento onde moravam ficava bem perto dos últimos andares. Gostava de ficar lá para distrair um pouco a cabeça.

O sol dava seus últimos adeus antes da noite tomar conta. Adorava ver o pôr do sol dali e gostava ainda mais quando estava com Youngjo. Keonhee tentou ajudar em alguma coisa para tentar animar o amigo, mas o Yeo apenas queria ficar sozinho.

– Será que eu fiz algo que o irritou? – fala consigo – Será que foi por que eu comi o último pedaço de bolo da geladeira? Ou eu esqueci o nosso aniversário de namoro do mês passado e agora ele está com raiva?

Várias ideias passavam na sua cabeça, mas logo pararam quando escutou alguém entrar na casa. Foi ver quem era e encontrou Youngjo deitado no chão tomando fôlego.

– Por quê está desse jeito?

– Estão consertando o elevador e... eu tive que vir pelas escadas – fala com esforço – Eu...eu precisava falar com você.

– Vou pegar água para você...

– Não! Hwanwoong, eu sinto muito por ter sido um babaca esses dias – fala – Eu fiz uma aposta com o Geonhak para ele quanto tempo eu conseguia ignorar você, mas eu acabei perdendo vindo até aqui.

– Aposta? Por que fez isso?

– Geonhak me fez perceber que posso ser muito protetor quando o assunto e você e fiquei com medo de realmente ser isso e você não gostar tanto...

– Youngjo, eu já sou acostumado com isso – ele ri – Achou que eu ia te deixar por causa disso? Estamos juntos a dois anos e você veio se preocupar agora? Kim Youngjo, estou chateado por você ter mentido, mas eu nunca ia terminar com você por ser protetor demais – fala – Se você não cuida de mim, quem vai cuidar? Eu sozinho sou um perigo – ri, ajudando o namorado a se levantar.

– Eu juro que nunca mais faço isso...

– Espero que sim, mas eu não vou deixar isso em branco – fala – Os pratos da noite agora são seus.

– Se você ficar comigo, faço tudo – ele beija a testa do menor.

– O que acha de assistirmos um filme hoje? Só nós dois – sorri. Como Youngjo estava com saudade daquele sorriso – Eu faço a pipoca enquanto você toma banho. Sua camisa está grudando nas suas costas – ri.

– Se a gente mudar, vamos para um andar um pouco mais para baixo. Pode escolher o filme.

– Sério? Então eu já tenho algo em mente. Eu estava querendo assistir... – comenta o filme – Então?

– Por mim tudo bem.

Hwanwoong deposita um beijo rápido nos lábios do namorado antes de Youngjo o puxar para mais perto e falar em seu ouvido.

– Eu te amo Yeo Hwanwoong...

Beijou seu pescoço, fazendo o menor ri e foi se arrumar para assistir o filme.


Notas Finais


Turu bom?!

É uma leitura curta e apenas para passar o tempo, nada tão grande ou planejado - algo mais para mim para escrever as histórias da minha cabeça - O que acharam? Tentando colocar aos poucos os meus outros grupos do coração.

ONEUS merece reconhecimento sim e eu vou fazer questão de conseguir isso, eles são perfeitos - Vocês viram que comeback do novo álbum Devil?! Viciei de tanto escutar - Espero que tenham gostado ❤️

Para quem está curioso sobre a próxima fanfic - sim, a próxima está a caminho e já tem capa pronta - vai ser do SKZ porque eu quero kkkk - mentira, é porque eu amo mesmo - e o casal principal vai ser Seungchan, com menção de outros casais. Então, se também é Stay, fique ligado que tem coisa por vir.

Bjss ❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...