1. Spirit Fanfics >
  2. Attraction ou amour? >
  3. Sentimentos incompreendidos

História Attraction ou amour? - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei! Aproveitem esse capítulo Miauvilhoso😍♥️

Capítulo 11 - Sentimentos incompreendidos


Mais uma sessão de fotos e eu já estava esgotado e com fome. Tinha completa certeza de que Plagg reclamaria pelas quatro horas sem seu amado queijo.Em fim havia terminado e só queria minha cama,aquela manhã de sábado havia sido bastante exaustiva.

-Quero meu queijo,Adrien! Meu amado queijinho!- Plagg dramatizava de dentro de meu casaco  e eu rolava os olhos pela milésima vez durante o trajeto até minha casa. 

-Pronto, já está com seu amado queijinho- ironizei me jogando em minha cama.

-Pelo menos estou com meu amado. E você que está aí chupando dedo sem a sua ?- Debochou. 

-Que tal comer logo ?-O olhei feio

-Quanto estresse, gatinho- Riu usando o apelido carinhoso de Marinette. Joguei um travesseiro em sua direção,que desviou rindo . Bufei,Plagg era irritante quando queria,ou seja, o tempo todo. Olhei o relógio e marcavam 7:45 da noite. Uma ideia surgiu em minha mente e corri para o banho. Iria ver minha princesa

                               [...]

                   Marinette

Tentava convencer meus pais de que ficaria bem enquanto eles ficavam fora por três dias, vovó estava doente e precisava deles, já que morava sozinha

-Tem certeza de que ficará bem, filha?-Mamãe olhava para meu pai ainda insegura

-Tenho mãe. Não sou mais um bebê- Empinei meu nariz cruzando os braços.

-Vamos dar esse voto a ela,querida.-Meu pai sorriu a ela com ternura e me senti feliz em ver aquilo. Mesmo depois de tanto tempo eles aindam sorriam assim um para o outro e desejei ter um amor assim também. Para sempre .

-Vão ter de ir logo,um temporal se aproxima-Lhes alertei e os mesmos correram para pegar suas malas e sair , não antes me passando as regras que eu já sabia de cor. Me despedi e mandei melhoras para vovó.

Arrumei a cozinha e subi para meu quarto terminar algumas peças de roupas inacabadas. Em pouco tempo um temporal forte começou a cair me assustando um pouco.

Olhei minhas redes sociais e dei uma olhada no blog de Alya, sem muitas novidades, já que o número de Akumatizados haviam diminuído drasticamente. Não me contive e entrei no site daquela que portava o nome de Victória e é claro que ela ainda não havia me esquecido . Estava lá outras ofensas sem nexos ,mas uma informação me intrigou. Ela se diz feliz por mudar de colégio e estar perto de seu famoso favorito. Franzi o cenho. Achei que seu famoso favorito fosse Chat Noir,afinal estava me insultando justamente por ter sido vista com ele. Batidas em minha janela me assustaram e vi Chat Noir sorrindo de olhos serrados por causa da chuva que caía forte sobre si. Corri abri-la para que pudesse entrar. Ele estava todo molhado 

-Meu Deus, Chat! você pode se resfriar! - Lhe entreguei uma toalha seca , mas essa não adiantaria de muita coisa,ele estava completamente encharcado . 

-Tudo bem, logo ficarei seco- Disse disfarçando o frio. O olhei e foi inevitável não Sorrir. Ele estava com seus cabelos grudados em sua testa e tremia levemente. Parecia um gatinho assustado totalmente fofo. 

-Melhor tomar um banho e colocar roupas secas . Vou pegar algo do meu pai para você.- fui ao quarto de meus pais achando uma calça moletom que lhe serviria bem . 

-Tenho uma máscara de Chat Noir que Manon sempre brinca,dá para você coloca-la -Dei de ombros lhe entregando . Ele me olhou com o cenho  franzido e eu ri saindo do quarto para que se transformasse . Uma luz verde se esgueirou através da porta e eu esperei sua permissão para entrar.

-pode entrar- Disse. 

Entrei devagar e me sentei em minha cama, o olhando curiosa. Ele estava sem camisa e apenas com uma calça jeans toda molhada ,Corei. Seu cabelo parecia um pouco mais arrumando que o abtual de ele usar. 

- Tá me admirando?- Me assustei com a sua voz provocativa. Por quanto tempo eu estava o analisando?Corei violentamente e desviei o olhar 

- você não devia ter vindo com essa chuva-, Desconversei.

- Eu estava fazendo minha ronda noturna. Tinha que me esconder da chuva em algum lugar.-Disse levemente corado e eu me perguntei se isso era verdade. Olhei seu físico novamente e me repreendi por olhar tanto. Ele era muito bonito.

-Vou pegar toalhas e algo quente para você beber. Fica a vontade- Sai a passos rápidos mas ainda pude ouvir sua pequena risada. Eu era uma ridícula !

Desci até a cozinha chamando por Tikki, que logo apareceu com Plagg,o kwami de Chat Noir.

-Olá , Plagg- Sorri ao vê-lo em cima da pia junto de Tikki, que lhe servia seu queijo fedorento

-Olá Marinette.- Sorriu e Tikki me olhou sem entender.

-Sim docinho,já nos conhecemos.Esqueceu do dia em que trocamos nossos portadores?- Plagg se adiantou em explicar a dúvida da vermelha.

- Ainda quero fazer isso mais vezes- Pisquei sorrindo preparando uma bebida quente e pegando  alguns croissants de chocolate. Coloquei tudo em uma bandeija e subi ,e ele ainda estava no banho.

Deixei tudo em cima da mesa e sentei em minha cadeira, começando a costurar um vestido que Rose havia pedido.

-Acho que você esqueceu de algo.-Disse alto de dentro do banheiro 

-Oque?-Respondi e a porta se abriu, revelando um Chat Noir somente com a calça moletom que eu havia lhe entregado, um pouco abaixo da cintura mostrando um pouco o "caminho do paraíso". Tossi um pouco e andei até meu guarda roupa fuçando entre minhas roupas.

-Aqui, acho que vai servir em você- Parei em sua frente lhe estendendo uma blusa moletom cinza.

-Minha avó me deu de aniversário. Ela não está sempre aqui, então errou feio no tamanho.- Ri lembrando de vovó horrorizada ao ver o quão grande o moletom havia ficado em mim.

-Errou mesmo. Olha o seu tamanho! - ele parecia indignado com alguém me achar  daquele tamanho.

-Ei, não sou tão pequena assim- me fiz de ofendida e ele me olhou sugestivo.

-Ok,talvez um pouco menor que você,mas não é grande coisa- Virei os olhos o fazendo rir 

-Você parece um pinscher, Marinette-Gargalhou alto e eu fiquei realmente irritada.

-Muito engraçado!- Bufei cruzando os braços.- põe logo essa blusa.-Disse sem olha-lo

-Porque ? Não resiste ao meu corpinho?-Se aproximou malicioso e eu o empurrei de leve .

-Você é muito convencido,não acha?- 

-A verdade tem que ser dita não?- Cruzou os braços e eu fiquei levemente corada

- Você é idiota- Ri - Ande, tome seu leite antes que esfrie. Trouxe alguns croissants também . -

Ele terminou de vestir o moletom e me olhou animado 

-Obrigada , princesa.Eu amo os seus doces - Passou por mim como um furacão pegando os doces igual uma criança e eu ri. 

Ficamos conversando por um tempo até ele notar a ausência de seu kwami

- Cadê aquele gato morto de forme?!- Olhou ao redor .

-Quem?- Me fiz de desentendida 

-Meu kwami, ele me dá os poderes para ser o Chat Noir. Ele é preto, pequeno e é um esfomeado.- mal terminou de fechar a boca e o gatinho apareceu voando ao seu encontro. 

- Estou aqui, Garoto-  Me fingi de assustada segurando o riso

-Olá Marinette- Me olhou em deboche pela encenação.

- Olá.- Segurei a risada 

                         [...]

Chat fazia meu dever de casa com maestria enquanto eu costurava. Ele estava em minha cama bem a vontade por sinal.O olhei  e ele parecia concentrado em alguma questão mais complicada. 

Meus olhos percorreram desde suas pernas cruzadas até seus cabelos jogados em seus olhos, ah seus olhos..tão verdes e brilhantes...tão vivos . Derrepente me vi querendo o beijar mas me segurei. Prendi a respiração no momento em que seus olhos se moveram para os meus me encarando de volta . Nos encaramos assim por um tempo que não contei, cada um perdido em seus próprios pensamentos. Quase no automático larguei oque segurava e andei lentamente até ele, sem cortar o contato visual. Parei em sua frente , ele ajeitou as pernas ainda sentado me fazendo assim, ficar entre suas pernas. Passou os braços por minha cintura  e me olhou com um misto de desejo e...carinho?sim. Era carinho. Quis me convencer disso.

Ele me abraçou e eu me surpreendi olhando sua cabeleira loira em minha barriga. Era um abraço quente e cheio de sentimentos que não consegui compreender,mas me despertou algo diferente. O abracei passando a mão em seus cabelos macios ,ele voltou a me encarar com o queixo ainda apoiado em minha barriga e eu o achei adorável . Tirei seus cabelos de sua testa e ele me deu um breve sorriso. Me perdi ali por um momento antes de em fim unir meus lábios aos seus .

Era incrível como nos conectamos sem nenhuma palavra dita , só com olhares cheios de sentimentos escondidos que ambos tinhamos medo de descobrir.

Era um beijo calmo, como se pudéssemos passar oque sentíamos com aquele contato. Sua língua pediu permissão e eu cedi . Pegou minhas pernas e me pôs em seu colo, com as pernas ao seu redor. Não tinha noção do tempo mas podia ouvir o barulho da chuva cair forte,junto de alguns relâmpagos que clareavam meu quarto. Senti um arrepio assim que suas mãos tocaram minhas costas . Sentir seu toque  sem aquelas luvas era magnífico e então me lembrei de que poderia explorar sua pele sem aquele traje de couro. Levei minhas mãos para dentro do moletom sentindo sua barriga se contrair com meu toque e sorri . Levei um pequeno susto quando ele nos virou na cama ficando por cima de mim . O encarei novamente e ele me olhava com um pequeno sorriso nos lábios .

-Pare de me provocar -Disse baixo -Ou não respondo por mim- Deu um leve chupão em meu pescoço antes de se levantar, me deixando vazia de seus toques e levemente irritada. Eu não queria parar .

-Que foi ? Queria continuar?- Me olhou malicioso

-Você é um idiota- Bufei me sentando. Ele se aproximou sorrindo

-Mas você adora esse idiota- Me roubou um selinho e eu o olhei feio.

-Até parece que detesta meus beijos- riu

-Argh! Você é irritantemente convencido - Joguei meu travesseiro em seu rosto 

- Quando eu digo a verdade você apela para a agressão- segurou meus pulsos e me roubou outros selinhos 

- Insuportável! - Tentei me soltar , não querendo me render aos seus charminhos dearaque.

-Estressadinha- Deu língua .

Como ele conseguia ser lindo e irritante ao mesmo tempo? Pode  bater e beijar uma pessoa ao mesmo tempo?







Notas Finais


Aiai esses dois :3



É isso aí ♥️ comentem oque estão achando, vejo cada um,apesar de não responder por falta de tempo. Beijooos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...