História August Sixth - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Sehun, Xiumin
Tags @filha_changlix, Baekhyun, Chanbaek, Chanyeol, Chen, Exo, Kai, Kaisoo, Kyungsoo, Sebaek, Sehun, Suícidio, Xiuchen, Xiumin, Yaoi
Visualizações 18
Palavras 1.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Opa eu de novo
Do álbum novo qual música vocês gostaram mais?
Me:Who e Voices

Capítulo 2 - Oh Sehun


Fanfic / Fanfiction August Sixth - Capítulo 2 - Oh Sehun

O dia estava sendo mais cansativo do que eu pude imaginar. Avia muita coisa a fazer,e eu precisaria interrogar um suspeito: Oh Sehun. Sehun é um jovem que mora na cidade grande. Matinha uma relação que não posso saber qual era com Baekhyun. Muitas vezes o ruivo falava do moreno,sempre o elogiou e falou o quanto gostava dele. Chanyeol não parecia se importar com isso,já que o mesmo sempre mantia um sorriso de se inverjar e sempre concordava com o mesmo, alegando que o Oh era um "anjo".

Sempre soube que o Byun não era o tipo fiel,porém com o Park parecia ser diferente. Ele não saía com a mesma frequência, não recebia mais visitas,ele mudou muito. Sintia saudades do doce e meigo Baekhyun que sempre com apenas um sorriso já era o bastante para fazer qualquer um ao seu redor,se sentir bem.

Estava chegando na capital – Na casa do Oh para ser mais exato – O caminho avia sido longo e eu estava exausto,mas não posso parar agora preciso interrogar o Oh.

Chegando em frente a sua casa vejo o mesmo entrando em casa

— Oh Sehun?! –corro até o mesmo e ele me espera na entrada de sua casa – Você é Oh Sehun? – O mesmo assinte em concordância — Preciso lhe fazer umas perguntas,sou o detetive Do KyungSoo. Está com tempo? 

— Se veio falar de alguma coisa que eu fiz,saiba que não foi minha intenção –já está se confessando antes mesmo de saber o que se trata? Por acaso ele está devendo alguma coisa a polícia para ter este tipo de reação?

— Não se preocupe eu vim conversar apenas sobre Byun Baekhyun – Vi um sorriso se formar em seus lábios. 

— Sobre o Baek? O que ele aprontou desta vez? – Ele não sabe sobre o que aconteceu com ele? Achei que fossem amigos

— Não ficou sabendo? Baekhyun faleceu antes de ontem dia 06 – O rapaz me olhou incrédulo, enquanto abria a boca – Falar a verdade não foi só ele que faleceu. O namorado dele,Park Chanyeol!

— Entre por favor – Abriu a porta que até aquele momento permanecia fechada, e me dá passagem para poder entrar também,tirei meus sapatos e coloquei as pantufas para os visitantes. Já dentro,ele foi a cozinha com a desculpa de fazer um chá para nós — Então quer dizer que o ruivinho está morto? –Ele fala alto da cozinha enquanto eu estava ainda na sala de estar o esperando sentado no sofá

— Ne,a Polícia acha que pode ter sido suicídio – Ele aparece na batente com duas xícaras de chá na mão, e me oferece uma — Gomawo

— Mas enfim o que tenho a ver com a morte do Byun? – Como alguém poderia ser tão frio com o próprio amigo? Era de se admirar,ele não passou nenhum sentimento em sua fala

— Fiquei sabendo que são amigos,é verdade? – O mesmo assente – poderia responder algumas perguntas? Estou tentando descobriro que aconteceu

— Se estou entre os suspeitos saiba que eu não estou envolvido em nada – Ele se apressa em se defender – porém estou disposto a responder todas suas perguntas,oficial

— Aigoo,me chame apenas de Kyungsoo. Você e o Byun tinham algum tipo de relação? Digo,ele sempre falou de você – O mesmo suspira

— No passado tínhamos uma espécie de namoro,ele ainda não avia se assumido como homossexual. Nos conhecemos no último ano do ensino médio,mas eu não tenho nada a ver com sua morte. Fui eu que apresentou o chanyeol – Ele falava olhando para baixo,porém quando pronunciou o namorado alheio me encarou com lágrimas nos olhos — Eu ainda o amava,porém ele não sentia mais o mesmo por mim. Eu o deixei ir,porque ainda o amava – Lágrimas saíam pelos seus olhos sem sua premiação

— Você tem alguma suspeita? Alguém que era próximo dos dois? – O Oh limpa as lágrimase me olha pensativo

— Baek sempre falava de um tal de Minseok. Ele uma vez me ligou, e me perguntou o que eu faria se caso um amigo meu terminasse um namoro de muito tempo e estivesse mau. Também tem o ex dele,Jongdae! – Ele tentava lembrar de mais alguma coisa – Esse Jongdae não ia muito com a cara do Baek, por conta do jeito extrovertido dele. O outro alegava que o Byun dava em cima do namorado dele – Solta uma risada nasal

— Obrigado você foi de grande ajuda – me curvei e ele também

— Oficial… Digo KyungSoo. Quando ficar sabendo de alguma coisa,poderia me manter informado? – Ele coçava sua nunca demostrando seu nervosismo 

— Ne. Irei lhe manter informado – Sorrio para o mesmo e sou retribuído com outro – Bom agora previso ir,tenho que fazer alguns relatórios – Nos curvamos outra vez. Ele me leva até a porta e a abre logo em seguida saiu pela mesma

— Boa sorte! – Ele acena e eu assinto em concordância

— Gomawo! – saiu de la e vou até o carro. Abro a porta e entro no mesmo — Jongdae e Minseok(?) – Falo comigo mesmo. Preciso falar com os dois!

Quando cheguei em casa me joguei na cama. Algo em minha cabeça não me deixava descansar. Porque Sehun não demonstrava nenhuma expressão? Nem raiva,tristeza ou revolta. Sehun aparentemente parece ser o tipo de pessoa que demonstra muito afeto e parece ser bem emotivo,porém ele não fez nada,era o antigo amor dele – que aliás não é tão antigo assim – e ele não fez nada? Há algo de errado com aquela criança. O dia foi realmente cansativo,antes nada fazia sentido agora…. Está pior que antes. Sinto que nunca vou realmente saber o que aconteceu com Baekhyun e com Park Chanyeol,nada está se encaixando como achei que se encaixaria,a cada palavra que escuto sobre o caso é mais uma dúvida que é plantada em minha cabeça pronta para ser resolvida. Porém o problema é que não a o que resolver,é como uma conta de matemática sem resposta, sem resultado certo. Como se ouvesse um erro que preciso corrigir de imediato,caso contrário posso nunca saber da verdade!

Porém tudo que eu preciso é de uma noite bem dormida,junto do meu namorado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...