1. Spirit Fanfics >
  2. Auri Pueris >
  3. Capítulo 1

História Auri Pueris - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Bem vindos, querides! Espero mesmo que vocês gostem, leiam as notas finais ;)

Capítulo 1 - Capítulo 1


Já passava das 19h de um dia quente. Jimin e  Taehyung estavam ouvindo covers de um cara aleatório, ele se chamava de Justin coreano e o Kim achava aquilo, no mínimo, hilário. Era muita autoestima para uma pessoa só.

Enquanto apreciava a voz doce que ecoava em seus airpods e o levavam para um mundo aleatório onde pôneis coloridos saltitavam em nuvens cor-de-rosa, Jimin pulou e deitou-se ao seu lado.

— Pode falar — o Kim disse, deixando os fones de ouvido de lado.

— Se eu soubesse que ficaria aqui olhando essa sua cara de chuchu proscatinador, eu não viria.

— E o que você quer fazer? — sentou-se corretamente e revirou os olhos. — Achei que gostasse do meu jeito procrastinador.

— Esse cara que você está ouvindo é o tal Jungkook? — puxou o celular das mãos do maior e riu — Achei que você não tivesse gostado.

— Ele até que canta bem. "Paper Hearts" ficou ótima na voz de garota dele.

— Você é muito chato, Kim Taehyung.

— Eu sei.

— Escuta, nós vamos no karaokê "Sing with me". Jungkook vai estar lá, queremos ver ele cantando ao vivo! — Jimin se levantou animado e arrastou o melhor amigo junto.

— Como você sabe que ele vai estar lá?

— Não me olha como se eu fosse um stalker! Eu sigo ele no twitter, ok? Ele vai estar lá com uns amigos e pediu para que seus seguidores aparecerem.

— Eu sou muito chato por achar isso muito, muito ridículo?

— Sim.

— Vai embora da minha casa!

— Ele é mais bonito pessoalmente. — Jimin quase gritou quando entraram no pub.

O alaranjado já estava meio alto, segurava uma garrafa de soju e bebera algumas latas de cerveja. Flertava com quem passasse à sua frente, inclusive com Taehyung, e isso era notado pelas outras pessoas que olhavam feio.

— Você quer que todo mundo saiba que você é apaixonado por um cantorzinho metido a americano?

— Taehy-ah, o Justin é canadense!

— O Canadá fica na América, burro. — o Kim riu. Jimin bêbado era divertido na mesma intensidade que era extremamente vergonhoso. Todos ali estavam atentos à mesa barulhenta, inclusive Jeon Jungkook.

O moreno estava há algumas mesas de distância, mas conseguia captar bem as olhadas que o Park mandava. Estava envergonhado e tentava focar nas piadas idiotas que Seokjin contava, ou no olhar apaixonado que Namjoon mantinha sobre o mais velho.

O Jeon engasgou com ar quando os dois que roubavam a cena andando em sua direção. Taehyung tentava segurar o menor, que apenas ria e resmungava coisas sem sentido para o moreno. Namjoon e Seokjin seguiram o olhar do mais novo e, pela primeira vez, notaram a presença do garoto de cabelo azul e seu amigo bêbado.

— Ei, eu conheço você! — foi o que Jimin disse, sentando à mesa, ninguém havia convidado, mas ele o fez porque não dava a mínima para o que pensavam. — Não é o cara que canta na internet?

— Eu não acredito! — Seokjin berrou, batendo palmas e rindo. Estava mais animado que o normal por conta das bebidas. — Meu garoto está famoso!

— Hyung! — Jungkook repreendeu, olhando em volta. — Você não precisa gritar!

— Estamos aqui há horas e ele não quer subir no palco. Convença este cabeça dura, por favor. — Namjoon pediu.

Jimin e Taehyung se entreolham e sorriem. O Kim estava mais empolgado, então apenas apoiou o amigo com uma piscadela.

— Vai lá e canta aquela do Adam Levine, Lost Stars! Quando você postou, cara, o Taehyung não parava de ouvir!

O citado arregalou os olhos, mas logo suavizou a expressão, dando de ombros. Jimin prometera não contar que eles eram "fanboys", e, bem, obviamente ele não segurou a própria língua.

Os outros três, além do Park, olharam o Kim e ele apenas assentiu em concordância: — Nós gostamos mesmo dessa, sabe, ficou realmente boa. Por que não vai lá e quebra tudo?

— Quebrar?

— Óbvio que não literalmente, né? — o alaranjado se intrometeu, batendo ambas as mãos na mesa. — Você vai arrasar o coração de todas essas garotas adolescentes!

— Garotas? — Namjoon indagou rindo e levou um chute na canela por baixo da mesa do Jeon. — O quê?

— Você não quer decepcionar seus fãs, ou quer? — Seokjin incentivou o mais novo, acariciando seus cabelos. — Nós sabemos que você não é tímido quando fecha os olhos e canta. Faça o que você quer fazer, foda-se o que essas pessoas vão pensar ou falar!

O Kim mais velho sorriu em apoio, assim como o resto das pessoas ali. Jungkook respirou fundo, se levantou e foi em direção ao palco. Alguns sorrisos e palavras, o Jeon furou a fila e estava lá em cima, observando seu público.

Os primeiros acordes da "Lost Stars" começaram e as pessoas vibraram em expectativa. O Jeon esqueceu a timidez e apenas cantou, doando seu corpo e alma para a canção como sempre fazia.

Seokjin sacou o celular e iniciou uma live. Cantava alto, grava os garotos que acabara de conhecer e dava ênfase no rosto sorridente de seu pequeno Jungkook. Era como um pai orgulhoso do filho.

— É O MEU GAROTINHO! O HYUNG AMA! — Seokjin berrou. O bar ria do homem emocionado e animado que fazia dancinhas estranhas.

— Ele é assim mesmo. — Namjoon puxou assunto com o outro Kim. Jimin se juntara à Seokjin e apoiava Jungkook, então achou conveniente iniciar um assunto com o azulado. — Sempre que bebe temos um show diferente.

— Eu te entendo completamente. Olhe para o Jimin, ele me envergonha! — Taehyung respondeu, sorrindo. — Mas eu gosto disso nele. Ele bebe como um monza e continua de pé, e, acredite ou não, se lembra de cada detalhe no dia seguinte.

— Jin-hyung também! Ele não bebe muito, até porque, em alguns goles ele já fica assim, então a missão dele é jogar todas as bobagens que fazemos bêbados na rodinha.

Eles riram e se apresentaram decentemente, falaram sobre um casal de adolescentes que se beijavam vulgarmente no canto do palco, e sentiram saudade daquela época, e foram parabenizar o Jeon quando ele correu cheio de expectativa em direção a mesa.

— Você foi ótimo! Meus parabéns! — Taehyung disse, erguendo a mão para um high five.

— Meu garotinho só me orgulha! — Seokjin abraçou o mais novo e o beijou por todo o rosto. — Eu fiz uma transmissão, aposto que você vai ser o melhor cantor da nova geração!

— Hyung, pare de me tratar assim na frente das pessoas... — pediu o moreno, envergonhado. — Mas, e aí, vocês vão?

— Sem chance. — Namjoon e Taehyung disseram juntos.

— O Taehy canta muito bem! Vamos, Kim, mostre para nós! — Jimin pediu, puxando o azulado pelos ombros.

Os olhos dos quatro rapazes ali encaravam o azulado e brilhavam em expectativa. Então ele apenas deu de ombros e foi em direção ao palco. Eles queriam vê-lo brilhar? Pois iriam.

O Kim subiu lá, cantou Rude Boy, de sua rainha Rihanna. Trocou olhares de flerte com quem quisesse, estava sendo expressivo e até lançou uma piscadela para o Jeon, que sustentava um semblante admirado e surpreso. Ele havia o surpreendido e gostara daquilo.

Quando terminou, desceu do palco como de pisasse em ovos. Sentia-se a própria Rihanna ali.

— Gostaram, né? — ele disse, confiante. — Eu tentei dizer que não para evitar essa baba que está escorrendo no cantinho de suas bocas.

— Você... Foi muito bem! — Namjoon disse. — Pode subir lá com o Jungkook de novo? Um dueto seria perfeito!

— Ele foi demais, hyung! — o mais novo exclamou, animado.

— Eu disse que ele era bom! — Jimin recordou. — Ele fez cosplay de Adele no aniversário de 20 anos, conquistou um bar inteiro!

— Nem precisa cantar, só com esse rostinho ele já conquista! — Seokjin soltou, mordendo a língua logo em seguida. Namjoon até mesmo engasgou com a própria saliva. — Quero dizer, você é bonito, sabe disso, mas também canta muito bem. Não é, Namjoonie? Sério...

O resto da noite foi ótima. Trocaram contato e beberam sem pensar no dia seguinte. Apreciaram a presença um do outro e se aproximaram bastante.

Quando estava se aproximando das 2h da manhã, Seokjin pediram para irem para casa e pedirem pizza, como um after. Estavam morrendo de fome, então aceitaram de bom grado. Taehyung ainda ponderou estar indo para a casa de três desconhecidos, mas olhando para o rostinho do Kim mais velho chegou a conclusão de que ele era incapaz de fazer mal a alguém.


Notas Finais


Tcharam

eai galera? ficou bom? gostaram? me deem a opinião de vocês, por favor!

Eu estou me esforçando para ter uma escrita aceitável, então se acharem um erro gritante me avisem por favooooor.

twt dos meninos: https://twitter.com/kth_auripueris?s=09

https://twitter.com/jjk_auripueris?s=09


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...