História Austrália and Coréia - (Changlix Woochan) - Capítulo 1


Escrita por: e _Taene_


Notas do Autor


Olha só ah quem voltou com mas uma fic pra postar capitulo demorado eu mesmo a @_Taene_

Ta não precisa xingar ha

Eu vim com ah @Jisung_baby a razão da minha vida e eu tinha comentado em outra fic minha que eu ia trazer uma fic de Stray kids com TXT

Bom tomara que gostem mas bora pro conteúdo merda

Algo pra dizer Jisung_baby?

Espero que gostem?
não sei para que colocar nome no capítulo, não sei fazer essas merda, nem sei pq tô fazendo uma fanfic mas blz.

Capítulo 1 - Capítulo 1


[Alguns anos atrás]

Austrália_ PM 12:00_2006

Mas uma vez como tradição da família Lee, toda primavera a família resolve ir ao parque, fazer uma seção de foto, pois a senhora Lee adorava sua fotografias, principalmente de seu único filho Lee Felix, a senhora Lee levou isso como profissão, sim a senhora Lee era fotografa, uma fotografa profissional.

Após horas de muitas fotografias Felix estava surpe ansioso para brincar - na verdade se estraçalhar no parque, Felix é muito desastrado com tudo que ele faz.

- mãe! - berrou a criança já distante de seus pais - vou brincar - pega seu baldinho de areia e pázinha. Felix adorava brincar de areia, tinha ate vezes que o garoto cominha areia, voltava pra casa com areia em todas parte do corpo, sim até a parte que você esta pensando, mas em fim...

- cuidado Yongbok! - diz senhora Lee Yonjae se sentando ao lado de seu marido Lee Hugwee. A família de Felix era como todas comum, um pai surper sofisticado com um emprego bem sucedido, casado com uma mulher super doce e gentil, que é fotografa e ama muito o que faz, uma senhora do bem.

- ah mãe, é Felix! - diz o garoto de sardas e com janelinhas correndo em direção a areia. Que no meio do caminho acabou se esbarrando em um garoto de cabelos castanho, fazendo o próprio cair e se sujar.

- ai galoto plesta atenção - diz o acastanhado se levantando, e limpando sua calça. Já esse garoto - vulgo Christopher Bang - adorava esse parque de sua cidade natal, seus pais sempre o trazia aqui na primavera e nos tempos livres.

- credo, não sabe falar direito?- Félix olha para o menino com cara de nojo.

- cledo, você ta com janelinhas, e ta com a cala pintada - o olha de cima a baixo

- são sardas - faz bico - vamos ser amigos?

- vamos!

- qual é seu nome ?

- Christopher e o seu?

- ai que nome difícil, o meu é Felix.

- ah me chama de Bang.

- quantos anos tem?

- seis.

- hum tenho cinco.

- eu sou mas velho - Chris impina o nariz.

[Atualmente]

- eai Bang Chan - o ruivo senta ao lado de seu melhor amigo. Os adolescentes de 17 anos de idade estavam em seu intervalo, com seu lanche em mãos.

- e ai Felix - acena para o Ruivo. Desde que os meninos cresceram eles mudaram não só de aparência como gostoso e características. Christopher Bang que atualmente é Bang Chan. Não é mas moreno agora esta platinado. Lee Felix que era moreno agora é ruivo e bissexual, sim Felix entrou na comunidade LGBT, já tinha contado para seus pais, que por sua vez sua mãe levou de boas já seu pai é homofóbico de carteirinha.

- sabe eu estava lembrando quando a gente se conheceu - pronúncia o ruivo.

- sim você tinha jogado areia no meus cabelo - passa a mão em seu fios.

- foi sem querer, você sabe como eu sou - diz Felix, que sem querer derruba seu suco de uva - viu?

- sim, você ainda continua sendo desastrado.

- a vai da o cu Christopher.

- eu não do o cu filho, eu sou hetero - pisca.

- há ta bom, você vai achar um homem que vai enlouquecer sua cabeça e vai querer ele te fodendo, e sim eu to jogando praga.

- ta louco!? Se eu fosse essas coisas ai, eu não só ta, mas se eu fosse seria ativo, se eu fosse ta, eu não sou - o garoto se atrapalha ao falar, e Felix faz pouco caso.

- okay Bang Chan. Então vai fazer faculdade de que?

- eu acho que vou fazer de arte ou música, quero trabalhar na JYP - o sonho de Bang era ser filho da JYP. Bom seus pais são coreanos e Bang Chan tinha o sonho de ir para Coréia, a cidade natal de seus pais - eu acho que vou fazer faculdade na Coréia e você?

- ah se você for fazer na Coréia eu vou junto, eu gostaria muito de estudar na Seoul National University, meus pais deixariam já que é um pais Rígido. Eu vou fazer de dança, vou entrar na categoria de música então.

- fechado, precisamos aprender coreano, o ano já esta acabando.

- sim, te vejo mas tarde hyung agora vou pra minha sala já vai bater o sinal tchau! - deixa um beijo na bochechas do amigo e sai rápido. Felix sabia que se ficasse o amigo ia reclamar do beijo, já que a maioria ali achava que o Lee e Bang são um casal, pelo simples motivo, que Felix era bissexual e os dois viviam grudados. As pessoas dali só não tinham absoluta certeza por que Chan alega ser hetero e pega algumas meninas do segundo ano do ensino médio.

[...]

As aulas já havia acabado, os garotos já havia dado entrada para estudar na SNU. Chan já havia se tornado fluente na linguagem coreana, Felix sabia se comunicar, mas não era grande coisa ainda ia precisar da ajuda de Chan. Os dois garotos tinha a autorização dos pais para viajar para outro país, já que ambos são menor de idades os dois vão frequenta a escola ou seja eles vão utilizar os dormitório da universidade.

Duas passagens nas mãos e um sorriso estampado no rosto que Felix tinha, finalmente depois de dezessete anos ia se livrar do velhote de seu pai, o enchendo dizendo que Felix deveria ser mas responsável, cuidadoso, maduro e hétero como Chan. Felix achava isso um absurdo seus pais o comparar com Chan, pois Felix conhecia bem o seu amigo, e um hétero não sai olhando para bunda de outros garotos.

- estou feliz, que você vai conseguir seus sonhos de estudar na SNU - sua mãe acaricia os fios ruivo do filho. Quando Felix aí abrir a boca para agradecer ou algo do tipo seu pai já vai com a sua maldita fala de sempre.

- eu estou feliz por Felix está ainda com o Chan, ele é um garoto bom e responsável, estou feliz por ver que você esta seguindo os passos dele, quem sabe um dia você se torna como ele. Que bom que você estão indo juntos para Coréia, lá é um país organizado e rígido, como você sabe, eu fui criado lá e veja bem como estou, tenho uma empresa e estou casado com uma mulher - seu pai deixou bem explicado na parte da mulher elevando seu tom - tenho pena por você não ter sido criado lá - balança a cabeça - mas com o tempo lá e com o Chan você aprende, lá não tem esses tipos de coisas...

Ah Felix estava puto da vida seu sorriso se desfez, ele queria fala "por a caso Chan tem uma porra de uma buceta para você ficar feliz que eu vou sair com ele, se ele conhece k-pop ele iria saber o que é viadagem de verdade" - bom Felix era muito fã de k-pop como Christopher, por isso que ambos queria fazer faculdade de música e trabalhar na JYP - seu pai era um baba ovo do Bang, só por que o pai de Bang faz parceria com sua empresa, ou seja, o senhor Lee é um baba ovo da família Bang.

Cristopher se despedia de seus pais, enquanto uma voz feminina alega nos megas fones que o avião para Coréia distrito Seoul iria sair. Bang abraça seus pais, pega suas malas e vai para a fila do embarque enquanto Felix abraça sua mãe e sai, estava muito pistola com seu pai para pelo menos olha na cara.

- que cara é essa Felix? - Bang se pronúncia ao ver a cara irritada de Lix ao chegar do seu lado

- se chama baba ovo de Lee Hugwee - o Lee revirou os olhos

Os melhores amigos já tinham entrado no avião, iria ser algumas horas de viagem, uma coisa não muito demorada, mas os garotos estavam ansiosos, era primeira vez que os garotos viajavam juntos sem seus pais e sem ser por conta de negócios por causa das empresas de ambos.

- tomara que a gente fique no mesmo dormitório, não quero nenhum esquisito dormindo no mesmo lugar que eu - Chan fala arrancando risos do ruivo.

- só você mesmo Chris, eu quero que você fique no quarto de um garoto, bonitão e gostoso pra sua banca de hétero cair.

- a única coisa que vai cair, vai ser você desse avião quando te atacar pra fora dele - Chan bufou - fica quieto garoto, eu quero que uma garota daquelas irritantes que afina a voz fique com você.

- os dormitório são separados, de garota com garoto - Felix comemora - esse é o lado bom de ser gay.

- mas você não é gay.

- eu sei - ambos riram.

Sem ao menos perceber Felix havia se apagado no sono, Chan iria ensinar o garoto de coisas que são muito necessárias na Coréia - já que é um pais com conceito rígido, se você não se sair bem com o vocabulário de lá você até pode receber punição - mas o garoto dormia tão simples e sereno que não queria o atrapalhar, deve ser difícil ter um pai que não o apoia e só joga peso em suas costas, lembrando sempre de seus defeitos e o criticando e ainda mais o comparar com seu melhor amigo de infância. Muitas amizades já foram destruídas por parte da sociedade e maioria dos pais comparar a criança uma com a outra. Mas Felix sabia como seu pai era e não ia simplesmente acabar sua amizade com Bang só por causa de um baba ovo como Lee Hugwee.


Notas Finais


Sei fazer esses negócios não só a outra autora hehehe

Até o próximo pessoas... acho que eu deveria colocar um emoji de coração, é boa ideia assim eles não acham que eu sou chata hihi... Até o próximo pessoas ❤ @Jisung_baby

Se pa a gente posta outro capitulo ainda hoje ou amanhã depende da minha boa vontade @_Taene_

Minha outra fanfic de Changlix vou divulgar mesmo fodasi
Link: https://www.spiritfanfiction.com/historia/delinquente-17700075


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...