1. Spirit Fanfics >
  2. Autumn Leaves - YoonMin - >
  3. S01E07 - "Dez outonos"

História Autumn Leaves - YoonMin - - Capítulo 7


Escrita por: e armyykbiscoito


Capítulo 7 - S01E07 - "Dez outonos"


Fanfic / Fanfiction Autumn Leaves - YoonMin - - Capítulo 7 - S01E07 - "Dez outonos"

AUTUMN LEAVES


CHAPTER 07


- Está pronto, pitico? - Dahyun bateu na porta


Jimin colocou seus brincos, braceletes e anéis, se encarando no espelho. Gostou do que viu, se sentiu bonito. Estava usando uma calça jeans clara com alguns rasgos estratégicos em seus joelhos; uma blusa branca, sem estampa; uma jaqueta jeans e um all star preto. Por último, pegou um de seus bonés pretos.


- Estou! Já estou saindo! Estou bem, Shin? - encarou o reflexo de seu gato


- Miau.


- Ótimo! - sorriu após o miado de Shin - Sabe aonde está sua comida, certo? Não tenho certeza da hora que voltarei.


Shin iniciou seu banho, como se dissesse "Vai tranquilo, humano".


O Park fez um pequeno carinho nas orelhas do felino e se retirou do quarto.


- Pronto, pai. - disse assim que apareceu na sala


Seu pai estava concentrado no celular, mas abandonou o aparelho, encarando seu filho.


- Está muito bem, Jimin!


- Obrigado. Vamos?


- Claro. - se levantou - Até mais, Dahyun.


- Até, senhor Park, tchau, pitico!


- "Jimin", Dahyun... - a amiga revirou os olhos, rindo


- O que acha de um sorvete depois da formatura? - o pai de Jimin sugeriu, quando já estavam no carro


- Seria legal. - sorriu, afivelando o cinto


*


- Junny! - Minho abraçou a loira


- Quanto tempo! - disse ela, retribuindo o abraço fortemente


- Não é? Mas você não mudou nada! - se separaram, sorrindo um para o outro


- Ah, obrigada, são seus olhos... - seu olhar mirou no rosado ao lado de seu amigo - Cabelo legal! Quem é ele? - Jimin havia tirado seu boné por alguns segundos


- Lembra quando eu disse que minha mulher estava tendo alguns enjôos? - o mais velho perguntou, se lembrando da época em que sua mulher descobriu a gravidez


- Claro.


- Bom, esse era o motivo dos enjôos. - passou o braço esquerdo em volta do pescoço de Jimin


- Oh, esse é o seu filho??


- Sim.


A loira sorriu, maravilhada, estendendo a mão para o Park mais novo.


- Eu sempre quis te conhecer! Sou a Junny!


- Prazer, Jimin. - deu um sorriso fechado


- Ele está tão lindo, Minho! Quantos anos tem? Treze?


- Faço vinte em setembro. - Junny arregalou os olhos


- Como assim?! Quanto tempo eu dormi??


- Eu sei, ele parece mais jovem. Fazer o quê? Puxou o pai, não é? - arrancou risadas do filho e da amiga


- O tempo passa tão rápido, não é? Minhas meninas estão com seis anos agora.


- Sério? E o pai delas? -Junny revirou os olhos


- Vive fugindo das responsabilidades.


- Continua sendo um idiota então. - Minho concluiu


- Mas enfim, devíamos marcar um jantar qualquer dia desses, adoraria ver sua mulher!


Um pouco distante, Jimin achou ter visto o pálido que havia encontrado seu gorro. Mas haviam tantas pessoas no local, que logo o cara sumiu, deixando o Park curioso, querendo descobrir se era a mesma pessoa.


- Vou falar com ela. Podíamos fazer isso lá em casa, e você levava suas filhas. Não é, Jimin?


- Hm? Ah, claro! Eu adoro crianças. - respondeu, olhando ao redor


*


Durante a entrega de certificados, Jimin se surpreendeu ao ver o cara do gorro subir no palco.


- Ah, não acredito que deixaram esse garoto para mim! - disse um dos professores que estavam entregando os certificados


Abriu um largo sorriso e colocou sua mão sobre o ombro do mecânico.


- O que dizer de você? - se virou para a platéia - Esse cara... Eu já dava aula para ele antes, na época em que ele estava no fundamental. Foi uma lástima quando ele abandonou todos seus sonhos, saindo da escola. Mas entendemos seus motivos e torcemos para que um dia o víssemos novamente como estudante. Isso foi o que? Há uns cinco anos? - perguntou ao pálido


- Por aí... - disse, mirando o chão


- Pois é. Ano passado, esse garoto aqui que vocês estão vendo, entrou por aquele mesmo portão que vocês passaram. Acabamos nos esbarrando e eu, surpreso, falei: "Uau, você por aqui? Que bom te ver! Posso te ajudar?". - fez uma pequena pausa e umedeceu seus lábios - Ele estava com uma pasta em mãos. Apontou para a pasta e me disse: "Aonde eu posso fazer minha matrícula?". 'Caraaaaaa! - tirou a mão do ombro do pálido e deu pulinhos animados, como uma criança, fazendo todos rirem - Foi como se fogos de artifício explodissem por todo o lado. Vocês podem estar achando: "Mas que exagero desse velho.". - Fez sinal que não com seu dedo indicador e com sua cabeça - Se enganam. Não tem coisa mais gratificante para um professor, do que ver um aluno desejando recuperar o tempo perdido nos estudos. É claro que ver seus alunos se formando nas faculdades que desejam, se dando bem na vida é ótimo, mas observar os outros que não conseguiram, tentando novamente... Não tem preço... Mas enfim. Já me alonguei demais aqui, certo? Agora - pegou um dos certificados enrolados com uma fita azul que estavam dispostos em uma mesa -, eu terei o prazer de entregar esse certificado a você, Min Yoongi.


"Click", Jimin pareceu ouvir uma peça se encaixar em seu quebra-cabeça de lembranças. Então era por isso que se lembrava daquele sorriso gengival?


"Min Yoongi", repetiu o nome mentalmente. "Mas será que... Não. Não pode ser o mesmo... Ou pode?", discutiu internamente.


- ... Mas não posso agradecer à eles pessoalmente. - ouviu o final da frase do mecânico


"Agradecer a quem? Por que não pode?", se perguntou.


- Em compensação, pude contar com dois amigos durante toda essa "luta". - apontou para um lugar da platéia e sorriu - Obrigado, Taehyung e Autumn.


O nome "Taehyung" lhe causou desconforto. Lembrou-se do garoto maior que si, desde o jardim de infância o humilhando e zombando de Jimin. Mas haviam tantos Taehyung's na cidade em que morava que nem deu muita importância para esse fato.


- Autumn! - sorriu ao ver o pássaro pousado no braço de um garoto de cabelos vermelhos


Esse que deveria ser o tal Taehyung.


- O que disse? - Junny perguntou


- N-nada... - sorriu sem graça, não tinha percebido que pronunciara o nome do pássaro em voz alta


*


- Não demoro. - Minho avisou antes de entrar no banheiro


Jimin apenas assentiu, pegando seu celular em seu bolso.


Sentiu seu corpo ser empurrado para a frente, quase caindo. Por sorte conseguiu se equilibrar e segurar seu celular para que não acabasse caindo e quebrando. Porém, com a força do empurrão, seu boné foi arremessado de sua cabeça, indo parar no chão.


- Desculpa, moço, pelo amor de Deus! - sentiu uma mão em seu ombro - Juro que não te vi! Deixa que eu pego o seu boné! - Jimin respirou fundo, encarando o chão - 'Uff, aqui está, lim... Oi! É você! - o Park ergueu seu olhar confuso, encontrando um Yoongi sorridente


Arregalou seus olhos. O cara não era mais apenas um desconhecido bonitão. Não. Era Min Yoongi, seu amigo de infância. Min Yoongi, dono de um pássaro incrível.


- O que houve? - ouviram uma voz grossa - De quem é esse boné, Yoon? - o garoto de cabelos vermelhos apareceu no campo de visão de Jimin


- Dele. - estendeu o braço para que Jimin pudesse pegar o boné


- Oh! ... E quem é ele? - levantou uma das sobrancelhas


- Lembra daquele gorro laranja da semana passada?


- Ah sim, como esqueceria aquela coisa brega? - disse e riu


Jimin ficou quieto, mas chateado com a fala do garoto.


- Era dele. - lançou um olhar repreensivo para o amigo e apontou para Jimin, usando sua cabeça


- A-ah! Tá... Desculpa... Mas é que aquilo é muito feio, você entende?


Jimin achou graça, mas não deixou transparecer. Havia algo de errado com o ruivo.


- Taehyung! - repreendeu novamente


- Entendo. Mas foi um gorro feito pela minha avó, por isso... - deu de ombros


Houve um silêncio.


- Posso fazer uma pergunta? - Jimin assentiu - Se você fosse uma princesa da Disney, qual seria?


Jimin estranhou a pergunta e Yoongi revirou os olhos.


- Ele pergunta isso para todo mundo.


- O Yoongi parece a Branca de neve e eu sou apaixonado pela Ariel, de "A pequena sereia".


- Por isso o cabelo?


- Isso! - sorriu - Aliás, não gosto do seu gorro, mas seu cabelo... Que arraso!


- Obrigado. - conseguiu retribuir o sorriso


Talvez não houvesse nada de errado com aquele Taehyung.


- Então, qual princesa?


- Não sei... Cinderela...?


- Sabia! - sorriu vitorioso


- Como?


- Você "perdeu" seu gorro e o "príncipe" Yoongi o encontrou, logo indo à sua procura.


- Cala a boca, Taehyung.


- Sabe, eu acho que nunca tinha te visto antes...


- Não sou muito de sair.


- 'Hmm... - o olhou de cima a baixo - Você me lembra um garoto que estudou comigo no jardim de infância.


Jimin sentiu um embrulho no estômago.


- É mesmo?


- 'Uhum. Eu só o via no outono. Parece que tinha algo de errado com ele, não lembro direito, já faz tanto tempo. Chegou num momento em que ele simplesmente parou de frequentar a escola.


O Park engoliu em seco. Numa só noite, encontrou o garoto que considerava como um de seus poucos amigos e o garoto que mais o fez mal, zombando e o humilhando. O inesperado é que, mesmo completamente diferentes, eram amigos.


- Não fale assim das pessoas, Taehyung.


Jimin respirava fundo, tentando controlar a raiva crescente em seu peito.


- Vou te dizer o porquê de o garoto ter parado de frequentar a escola. - o rosado começou, prendendo a atenção de Taehyung e Yoongi - Aquele garotinho tinha sim um problema. Uma alergia, na verdade, que só permitia que ele saísse no outono. Misteriosamente, as outras crianças achavam que aquilo era motivo para fazer bullying com o garoto. E você, Taehyung, era o garoto que mais praticava bullying naquele lugar. Chegou a um ponto que o garoto não aguentava mais apanhar, ser excluído ou chamado de "aberração", por isso, os pais dele o tiraram da escola.


Taehyung olhava boquiabierto para o rosado.


Yoongi estava curioso pelo garoto a sua frente saber tanto e frustrado por saber apenas agora que seu amigo já havia sido um babaca no passado.


- Você por acaso é parente dele? Por isso se parece com ele? - viram Autumn pousar no ombro de Yoongi


Jimin riu.


- Me pareço com ele, porque sou ele. - deu ênfase no "sou"


- Jimin?! - Taehyung se surpreendeu ao ver o homem - talvez - rancoroso em que aquele "pirralho" da infância havia se transformado


- "Jimin"?? - Yoongi repetiu, também surpreso


Seria o mesmo Jimin que conheceu por acidente na infância?


- Jimin. - dessa vez, a voz vinha do pai do rosado - Acabei, vamos?


- Vamos! Tchau, Yoongi, Taehyung... - se aproximou do pássaro e sorriu - Até mais, Autumn! - se despediu e acompanhou seu pai


Assim que os Park's se foram, Taehyung tentou explicar-se.


- Você sabe que crianças não sabem muito bem o que é certo e errado, né? Eu não tinha noção do que fazia na minha infância!


Mas Yoongi não o escutava.


Após dez outonos Park Jimin havia voltado?




Notas Finais


Jam: Demoramos? Um pouco. Mas acontece.

NOSSO YOONMIN INTERAGIU NOVAMENTEEEEE!
Agora Jimin tá sabendo que é o Yg mesmo, mas nosso pálido ficou meio confuso e surpreso.

Para quem não notou, Taehyung da fase "infância" foi citado no final do segundo capítulo.

Vocês acham que ele está mudado ou é a mesma criança que fazia bullying com o Jm?

Vocês estão se protegendo contra o corona? Por favor, se cuidem!
Lembrem-se de lavar as mãos certinho, por pelo menos, 20 segundos. Vamos proteger nossos (bisa/tatara)avós também!
O que vocês têm feito para não ficar entediados na quarentena?

Té mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...