História Avalon - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Avalon, Belarti, Bieber, Cassidy, Fallon, Fran, Justin, Maçãs
Visualizações 41
Palavras 1.401
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus xuxus ❤
Tudo bem?
Fiquem com mais um capítulo 😘

Capítulo 28 - Capítulo 27


Fanfic / Fanfiction Avalon - Capítulo 28 - Capítulo 27

Capitulo 27

Henry W. Grady High School — Atlanta, Geórgia. — 12:14pm.


A cena era, de certa forma, engraçada. As meninas sorriam ao ver um possível casal discutindo sobre algo e como eles agiam num desentendimento, pareciam dois adolescentes.

— Não é o que parece. — indagou Fallon ajeitando os fios de cabelo que se prendiam nos cílios.

— Vocês estão namorando? — perguntou Adele ganhando uma cotovelada da amiga. — Ai, o que? — reclamou a morena de olhos verdes, passando a mão onde fora atingida.

Mas algo a fez rir ignorando a loira. A resposta que ambos disseram ao mesmo tempo, enquanto um afirmava a outra discordava. Com certeza era um cena engraçada de se ver.

— Sim, estamos namorando. — indagou Justin puxando Fallon para mais perto enquanto ela o praguejava mais baixinho. — Desculpe por presenciar uma cena... inadequada para dois profissionais.

— Tudo bem. — Fiorella disse sorrindo amigável. — Estamos aqui porque a professora Fallon nos chamou.

— Claro, Claro! — Justin disse saindo da sala.

As três meninas se olharam por um tempo antes da professora tomar a palavra.

— Meninas chamei por vocês, pois tenho um convite a lhes propor. — comunicou Fallon sorrindo abertamente. — Sei que não é comum, mas queria convidá-las para um noite do pijama na minha casa, está noite.

As duas meninas se entreolharam surpresas e confusa com o convite da professora, nunca antes viram uma professora convidar duas alunas para uma noite do pijama e agora isso acontecia. Fallon sabia que teria problemas, pois não falou nada sobre a ideia com os pais disfarçados e somente tinha comentado com Justin, mas não deu mais detalhes se realmente iria continuar com essa ideia ou se primeiro entraria em contato com o restante da equipe.

Justin. Esse nome lhe lembrava do que o mesmo tinha feito minutos antes, ela sabia que teriam uma conversa muito séria sobre essa afirmação sem sentido do amigo. Namorados. De onde ele tinha tirado essa ideia?


Residência de fachada da Família Belarti. — Atlanta, Geórgia. — 18:17pm.


— Você o que? — questionou Justin surpreso na cozinha da casa dos Belarti. — Fallon...

— Não quero escutar a sua voz, Justin. Já me basta o que você fez nessa manhã. — indagou ela virando o rosto para os pais falsos. Nana sorria divertida enquanto O Sr. Belarti se mantinha inexpressivo.

— Eu sou o culpado agora? — questionou ele se desencostando do balcão. — Você mente pra mim, esconde que está em perigo e eu mereço ser desprezado?

— Mesmo sabendo que eu "posso" está em perigo ainda confirma para duas alunas do colégio que estamos num relacionamento inventado pela sua cabeça loira. — os dois se encararam por alguns segundos, com as bochechas cheias de ar e os lábios pregados, ambos queriam atirar ofensas, mas não fariam eles se gostavam de mais para criarem uma discussão séria.

Os velhos Belarti sorriam achando graça dos dois jovens, mal sabiam que se portavam como casal mesmo não sendo um.

— Tudo bem. — Nana Belarti sorriu se metendo na pequena disputa de quem cederia primeiro. — Fallon, meu bem. Você pode trazer as meninas, mas antes vamos ter que trancar o porão, as coisas estão todas lá em baixo e Justin você e o senhor Belarti terão que conversar a respeito desse namoro falso.

Quando Justin iria falar a campainha tocou. Fallon sorriu abertamente bateu palmas e correu até a porta, o loiro sorriu ao ver a atitude da garota era sempre assim quando alguma amiga de faculdade aparecia no apartamento deles.

— Justin. — Sr. Belarti colocou a mão sobre o ombro do menino chamando a atenção dele. — Vamos conversar no escritório.

— O que? — o loiro arregalou os olhos surpreso.

Na sala da casa Belarti Fallon parecia uma criança ansiosa recebendo suas convidadas que pareciam acanhadas, Fiorella mais que Adele. Entre as duas, a morena dos olhos verdes era a mais desinibida dentre as duas.

Nana sorriu alguns metros atrás da filha a mesma se lembrava de como sua pequena menina reagia quando levava as amigas para uma noite do pijama quando pequena. Saudou as duas visitantes dizendo que em breve levaria um lanche para as meninas.

— Mamãe, tu viu meu pai? — questionou ao perceber que o patriarca disfarçado não estava presente na sala.

— Está falando com teu namorado minha filha, sabe como teu pai é ciumento, provavelmente está botando medo no pobre garoto. — riu. — Vocês precisam ver Fallon e Justin juntos, são tão lindos.

As duas meninas sorriam acanhadas não era comum participarem da vida pessoal de uma professora. A jovem levou as meninas para o andar de cima onde se encontra o quarto da mulher.

— É tão...

— Rosa. — terminou Adele indignada. — Pensei que seu quarto era mais sério e não tão pink.

Fallon riu vendo as duas observarem o quarto da outra. Em pouco tempo o clima de tensão foi quebrado, Adele e Fallon conversavam mais, Fiorella ria a vontade, no entanto quase nunca participava das conversas.

— Como se conheceram? — questionou Adele rolando na grande cama de casal rosa da professora, referindo-se à ela e o policial.

— Nos conhecemos num bar, onde eu fui encontrar meu irmão, lembram-se que disse ser adotada? — as meninas assentiram concentradas no que a mais velha dizia. — Meu irmão estava na cidade e quis me encontrar num bar, longe dos meus pais e eu fui, quando cheguei lá o vi. Nós conversamos trocamos nossos números e voltamos a conversa, jamais imaginei que fosse vê-lo na escola.

— Isso é tão legal. — murmurou Fiorella admirada.

— Nem tanto. Eu tenho medo do trabalho dele, sabe ele vive para proteger o nosso país, o estado e agora para proteger a escola...

— Tens medo que algo aconteça com você por culpa do trabalho dele? Sabe se alguém de má interesse descobrir que você é namorada de um policial que foi responsável por uma apreensão ou prisão de alguém, pode te fazer mal.

Fallon achou estranho a forma como Fiorella falou, mas pensou ser apenas coisa da sua cabeça. Então concordou.

— Você veio de Washington, já viajou para outro lugar que não seja para cá? — Adele perguntou mudando de assunto. — Sempre quis conhecer mais lugares e vou poder realizar esse sonho se passar numa faculdade.

— Sim, viajei para o Canadá. New York, Los Angeles, já visitei Santa Mônica, Quantico, já fui ao México e Itália. — falou sorrindo vendo o brilho nos olhos das alunas.

— Que tal nós olharmos seu guarda roupa? — Adele questionou com um brilho nos olhos.

— Adele! — Fiorella lhe chamou a atenção.

— O que? Estamos aqui, vamos aproveitar eu quero ver se a professora tem algo provocador e a gente até pode fazer um desfile de moda, o que acha, professora Fallon?

— Me chamem só de Fallon e eu adorei. — a mais velha riu.


Henry W. Grady High School — Atlanta, Geórgia. — 9:00am.


Fallon iniciou a aula normal, como sempre, introduzindo o assunto do dia e pedindo que algum aluno agraciasse a turma com seus pensamentos sobre o assunto em questão, quando notou algo, ou melhor, alguém a mais na sala de aula, um aluno alto Branco, com a pele marcada por tatuagens roupas de marca e uma postura debochada.

— Você é novo na escola? — questionou ela se aproximando do aluno novo.

— Não. — indagou ele mascando um chiclete enquanto avaliava a menor de cima a baixo.

— Pode me dizer seu nome?

— Tristan. Tristan Curdy. — respondeu.

Por dentro Fallon engolia a seco, surpresa. Ela sabia que ele iria aparecer, mas não imaginava quando tão pouco passava por sua cabeça que seria tão de repente.

— Desculpe está aparecendo na sua aula somente agora, mas eu cheguei há uns três dias. — sorriu passando a língua nos dentes.

Então era isso, pensou Fallon. Foi ele quem mandou as flores, foi por conta dele que teve a pressão baixa outro dia, ela sabia que tinha algo errado, algo acontecendo de muito ruim, agora tinha a certeza que era por ele estar de volta na escola. A partir de agora teria de tomar o dobro de cuidado pois o "dono" da escola estava de volta. Seus pensamentos voltaram-se para Justin, Louis, Fiorella e Adele. Como iria avisar Justin e Louis? Como iria proteger as novas amigas sem que respeitassem tendo um par de olhos claros em suas costas, vigiando cada passo seu?

A professora sorriu dando as boas vindas ao aluno novo dizendo que o mesmo perdera a primeira prova do semestre, logo retomando a aula.


Notas Finais


Até sábado 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...