História AVAST - Nós contra o mundo - Capítulo 36


Escrita por:


Notas do Autor


Para Lara Croft , e todos o que curtem a fanfic ❤❤

Capítulo 36 - CAPITULO 36 - Fim de tudo pt3


Fanfic / Fanfiction AVAST - Nós contra o mundo - Capítulo 36 - CAPITULO 36 - Fim de tudo pt3

- se você me pedir para ficar, eu ficarei ....Comandante- Raksha disse a Anki que estava com lagrimas nos olhos .

- isso ...não é justo!...-ela começou - nos fizemos tudo de acordo com a vontade dos comandantes, com a vontade da Deusa , colocamos o povo em primeiro lugar, e mesmo assim não podemos ficar nem pelo menos um tempo junto!! eu pequei tanto assim para sofrer deste jeito?  até mesmo meus filhos pagaram pelos meus pecados! - anki se exaltou - isso não é justo....

Anki se exaltou, mudou seu comportamento docil para um comportamento preocupado, assustado e um tanto louco. afinal, ela colocou muitas coisas na frente de si mesma , e simplesmente se ''deu mal'' . ela ja havia sofrido demais em sua vida 

- eu sacrifiquei tudo pelo meu povo! - ela disse entre choros- eu perdi mãe, perdi meu pai, perdi meu primeiro amor, perdi meus amigos, perdi você ... tudo por um povo ingrato que só sabe pedir mais e mais, por um povo hipócrita que nunca esta contente!!!....eu dei tudo de mim... 

- Majestade...nem todos pensam assim...

- você não tem ideia .... fiz de tudo pra que eles pudessem ter uma vida boa ...mas e sobre a minha felicidade? quem se importa com ela? quem vai vir me fazer feliz? 

Ela esperou um tempo para que Raksha respondesse alguma coisa, mas o homem apenas baixou a cabeça olhando para o chão e desviando o maximo dos olhos amarelos chorosos da Comandante, ela se afastou um pouco e pousou levemente a mão sobre o rosto de Raksha e suspirou.

-chega...não tem como eu controlar os sentimentos das pessoas, apenas o meu- ela disse - eu quero que você fique, independente das ações tomadas ...está na hora de eu ir em busca da minha felicidade.

 Raksha acentiu com a cabeça e segurou a mão de anki que estava em seu rosto, ele soltou uma lagrima em seu rosto e a mesma escorreu e se espatifou no chão. ele estava aliviado por ter finalmente conseguido o perdão da pessoa que ele realmente amava. e com toda essa experiencia ele percebeu que nem todos os amores valem a pena serem perseguidos. 

Um tanto apreensivo e feliz, ele moveu sua mão direita para o queixo de Anki e a puxou para um beijo suave, O filho mais novo, Aden entrou na sala neste mesmo instante quando os dois se beijaram. ele , interferiu calmamente.

- mãe...

anki se separou rapidamente de Raksha e prestou atenção ao filho dela.

- sim meu chuchu? - ela disse indo até ele - como posso ajudar ?

- não quero atrapalhar vocês dois ...- ele disse - mas fico feliz que tenham voltado a serem um casal...independente das ações imprudentes de meu pai...

- não meu filho...- Raksha complementou - pode falar..o que aconteceu??

- não sei onde esta meu irmão... ele sumiu tem 3 dias . ...ele nunca ficou tanto tempo fora sem me avisar...e ele desativou o localizador...tenho medo de que..

- não tenha medo... ele sabe se defender la fora ...- Raksha respondeu ao filho - mas acho que não é isso que te encomoda ...

- não... Mais cedo , ele me mandou uma mensagem dizendo que ia na casa de um de seus soldados...acho que do B24-E - ele começou - ele mora na divisa do submundo com o território de Guerra e olha as redes sociais mãe ...

Anjo e sua família foram até a sala de telecomunicações. Lá havia um grande telão que passava as notícias de todos os lugares . Ela colocou no canal do submundo e uma moça de cabelos compridos começou a falar 

- hoje, aproximadamente há umas horas atrás o Principe Bastardo Brandon Reiss estava nesta casa quando foi atacado 

 O queixo de Anki caiu neste momento

-um homem, sobrevivente da guerra das miúdas atacou a casa ao saber que havia um membro da família real - a mulher mostrou a casa- nesta casa vivia uma mãe e seus 5 filhos , o filho mais velho o soldado B24-E morreu salvando a realeza. 

Anki se sentiu um pouco mais aliviada 

- o Príncipe Bastardo Brandon, matou esse homem a sangue feio e o expôs para os inimigos. Fazendo com que os mesmos declarassem guerra .

Nesta hora ,completamente assustada A Comandante disse ao primeiro soldado que estava na porta .

- feche o domo de água estabilize as balistas e feche a mina de ouro do submundo .  Quero meus dragões no chão,e ative o modo tartaruga na ala dos portos . Ninguém sai da capital sem que eu saiba . Manda uma equipe de busca , quero Brandon em casa em até duas horas .

Antes do soldado sair , Anki Agarrou em sua gola e o puxou para si ficando a centímetros de um beijo .

- eu o deixarei no mesmo estado em que meu filho for entregue a mim,então se certifique que ele não terá nenhum arranhão 

-afirmativo majestade ...

- quanto à você, quero que ensine a Aden a usar a Ultimato dele . A que herdou de você-la ordenou - diga também a connor e a Petter  que treinem soldados novos .

Anki saiu de lá brava. E apreensiva com a Grande guerra que iria acontecer .

O MENSAGEIRO DE ANKI ESTAVA ATRAVESSANDO a Zona da fronteira da mina de outro entre os territórios. Ele carregava com si mensagens importantes da comandante para o Rei Ander e o Cancheler dos Wondrus . Ele poderia impedir uma guerra onde milhões de pessoas morreriam.

Ele cavalgava rápido em seu cavalo e o vento levava seus cabelos ao auto . Foi recebido com imenso prazer e não foi lhe feito nenhum dano a primeira instância.

Soldados Wondrus o revistaram,por medidas de segurança e não encontraram nada . Foi lhe dito que não deveria entrar com armas . Ele foi escoltado até o salão principal onde o Rei Ander e o Chanceler estavam.

No meio da sala havia uma mesa oval ,um mapa 3d mostrava os pontos mais vulneráveis da comandante . E suas tropas eram exibidas por uma peça de xadrez em forma de Dragão .

- diga , meu jovem MENSAGEIRO de paz ...- o Cancheler disse -o que a Comandante tem a me dizer .

-Estes são os termos de rendição, palavras ditas pela comandante- o mensageiro disse meio acuado - 1ro termo :os seres de origens Wondrus e Lees deverão se retirar e terão uma ordem de não-transparecer as fronteiras das minas de ouro ou de qualquer outro lugar .

2ndo termo,os seu Ander e o Chanceler deverão prestar tributos a Comandante por 3 anos. 

3ro termo Lee será abolido da Coalizão de Cressida permanentemente  , sendo assim se tornaram um reino sem influência. 

4rto termo , as bestas que possuem serão sacrificadas . Os soldados que possuem formaram a guarda da comandante e vocês poderão viver o resto dos teus dias como pessoas ricas .

Então o Chanceler,começou a rir que nem um maníaco psicopata . Demonstrando o louco que era .

Ele disse ao jovem 

-volte a sua comandante com a seguinte resposta - ele disse - Eu chanceler dos Wondrus  Genji Grimborn recuso a oferta de rendição e ponho sobre ela os meus termos de rendição.  Se ela recusar,o povo saberá a quem culpar quando chover fogo dos céus e quanto a terra estremecer debaixo dos pés . 

O MENSAGEIRO anotou tudo 

- diferente de sheerin, e de todos os outros que ela enfrentou, eu tenho homens e bestas suficientes para combater as feras cuspidoras de fogo dela - ele se exaltou -e diga a ela que juntos vamos iniciar o Prainfaya ! Que vença o maior 

** flashback***

ANTES DA QUEDA 

Raksha estava dando uma aula de sobrevivência para seus filhos ,eles eram apenas crianças de poucos anos e mal sabiam usar a inteligência que tinham. Tanto Aden como Bram. 

- veja este pequeno animal -raksha disse pegando uma imensa borboleta verde - notam a cor dela??? Todo animal que for colorido assim ,que tiver um tom forte ....

Então raksha percebeu que suas crias não estavam dando o mínimo de atenção ao que ele estava falando. Pediu ajuda de  Eskos que rugiu assustando os garotos ,e então eles prestaram atenção ao pai.

-meninos!isso é importante ! E quando eu e sua não estivermos aqui tiverem que sobreviver na mãe natureza????

- isso não é necessário! Papai e mamãe vai sempre estar aqui - Aden disse pegando a borboleta 

- não meu filho....nem sempre vou poder estar com você - ele disse -vos precisa aprender a sobreviver...Se não não vai conseguir ser um bom rei...

Ele suspirou fundo de preocupação com o filho,então esboçando um sorriso preocupado perguntou o que deixava os filhos tão distraídos assim.

- Dizem que mamãe não é uma boa comandante só porque ela queima vivo pessoas - Bram disse-e ela pensa que está certa,mas por isso está errada . E querem destronar-la 

- As pessoas pensam demais no que acontece dentro do Palácio...elas reclamam demais de barriga cheia . Sua mãe,e eu ...queimamos traidores, Ladrões, estupradores, Assassinos , Caluniadores e pessoas más . Fizemos isso para proteger as pessoas boas ...

- mas pai...foram tantas pessoas mas em pros das boas - Aden disse 

- quando se é Rei , você toma decisões difíceis em sua vida...E muitas vezes,tem de escolher quem vai viver e quem vai morrer ...infelizmente essa escolha está nas mãos do Rei...E estão nas mãos de Sua mãe...

- Dizem que mamãe é uma rainha de Sangue porque já tirou mais vidas que a Comandante Cressida ...

Raksha se agachou para ficar a mesma altura de seu filho e disse 

-digamos que uma pessoa boa fique junto a uma pessoa má dentro de uma casa . Você acha que a pessoa má vai amar a pessoa boa ????- os filhos negaram a pergunta -exato...a pessoa má machuca a pessoa boa ...E isso acontece toda hora ...Se não eliminarmos as pessoas más elas machucaram as pessoas boas 

Os meninos racionarama explicação do pai.

-mas tem algo incomodando vocês meus filhotes ..e sinto que não é isso- ele disse 

- Prainfaya - Brandon disse..

-E ao uma profecia...não há com o que se preocupar -Raksha disse 

*** fim do flashback***

Brandon chegou em casa escoltado e foi direto tomar um banho. Ordenou que alimentassem Imara, Nana, Mikoly e Rhydian. E foi direto tomar um banho. Lira , que estava a muito tempo tentando achar uma forma de perdoar a si mesma. 

A muito tempo atrás,quando foi encontrada por Aden em uma floresta com seu lobo ,ela.havia cometido o maior dos pecados. Ela havia matado toda a sua família.

Os sellaryens eram conhecidos por serem seres feitos de fogo devido a Amariyuki Snow. Uma garota Mestiça de Fada e um Humano. E eles,planejaram uma rebelião contra os reis de Creta,Afinal...os bisavós de Lira comandavam Creta a várias gerações e a família de Meraxes destronou eles na guerra da Grande fome

A Grande fome foi o período que Creta foi abolido da Coalizão por vender armas aos rebeldes Sairans. Nenhum outro lugar da Nova terra faz comércios com Creta e Creta, não era autoeficiente. Dependia dos outros para ter comida.

A família de Lira , A Rainha Maia e o Rei Allan sellaryens negaram a não da filha primogênita em casamento com o filho de Lee . E por causa disso,o reino passou fome. A família de Meraxes juntou o povo e todos os que eram contra o governo e destronaram os sellaryens.

....****Flashback ***


Thragael era o Dragão mais ancião de todos os que estavam na ala Porto frio de Avalon. E ele voava magestosamente com suas enormes asas cortando as nuvens do céu. Suas escamas bejese vermelhas reluziama luz solar o deixando ainda mais belo. Ele era o Dragão da Casa Snow. Irmão de Flokinho , o Dragão de Amariyuki Snow. Quem montava Thragael era a filha mais velha de Snow.  Aloine Snow.

Ela era uma menina doce, gostava de coisas bobas como flores do riu e ou de simplesmente ver os peixes voarem.

Ela passava a maior parte do tempo voando no Dragão.  Ela havia descobrindo praticamente tudo com Thragael.

Um homem encapuzado estava correndo nas redondezas do Castelo do Inverno,moradia dos Snows. Aloine perseguia ele com Thragael e acelerando ela pousou na frente do home e se aproximou com Thragael Rugindo o mais forte de si .

Mas ao chegar bem perto do homem,Thragael  sentiu seu cheiro e se acalmou. O homem estendeu a mão para frente e encostou ela no focinho do Dragão.

Aloine achou estranho...afinal um Dragão tem afeição pelos amigos de seu mestre e furua pelos inimigos de seu mestre.

Aloine jogou seus cabelos compridos azuis bem claros pra trás formando uma trança.  Tirou uma das pernas e escorregou até o ombro do Dragão.  E então ele abaixou o ombro deixando Aloine no chão.  E voltou a voar em círculos.

- você precisa parar de fugir - Aloine disse colocando uns fios desertores atrás da orelha revelando seus Olhos Azuis -mamae já está cansada disso ,e a Nossa rainha também....

- Você sempre frustra meus planos - o homem disse

Ele tirou o capuz e mostrou seus cabelos azuis bem claros com uma.unica mecha vermelha e seus Olhos amarelos  a capa caiu e ele carregava com si uma  o brasão da casa Snow .

- como você espera assumir a coroa de Etherius e Acerion fugindo das responsabilidades Savien?????

- Kvothe  é mais velho de nós...eu não tenho de me preocupar ...- Savien disse - nem você Aloine !

-voce sabe que Kvothe abdicou da coroa pra ser um general da guarda real de Eragon e da irmã esposa dele - Aloine deu de ombros- você sabe que eles têm um caso...

- Kvothe consegue me surpreender as vezes ...- Savien disse , bufando - quem indicaria da.coroa por amor que ser a impossível de ter ????

- sabe como o Kvothe é...- ela disse - ele nos ama muito e não gostaria de ver você fugindo ...

- ele não morreu...- Savien virou de costas - eu não quero Reinar... eu não sirvo pra isso...você serve ! Você é linda ,é responsável, é inteligente....é o amor da minha vida...reine você...

Aloine suspirou fundo, e o abraçou por trás . As pontas dos dedos de Aloine eram Gélidas por causa dos poderes que herdará da mãe e o peito de Savien era quente como uma lava em certos pontos. Poder que também herdará da mãe .

- eu te entendo Savien....sei que você não quer reinar...- ela disse - também porque as Astallote não aprova o nosso incesto...está com medo de que haja rebeliões . Está com medo de lutar..

- não....estou com medo de matar e não conseguir dormir ...infelizmente ,não tenho um Dragão cuspido de fogo ao meu lado e nem um exército que faça por mim. Tenho apenas a minha espada ...

- está tudo bem - ela disse afundando ainda mais o rosto no rabo de cavalo de Savien.-nos vamos passar por isso juntos ,nós três vamos passar por isso juntos ...

- nós três???? - Savien perguntou meio confuso -nos acaso você está...

-sim...eu carrego o seu filho no meu ventre ....nosso pequeno Awryl  Sellaryen

Aloine sentiu os músculos de Savien tentando esconder um sorriso de felicidade.

******* fim do flashback *******


- porque você matou sua família???

Essa questão deixou a garota Sellaryen um pouco desconfortável,mas indiferente ela disse afundando ainda mais na escuridão própria .

- minha família queria uma rebelião contra os reis de Creta, a nova Etherius . Eles planejaram nos mínimos detalhes ,só haveriam a morte da família real. Já que eles destronaram a minha . - ela começou,jogou uma mecha de cabelo pra trás- mas meus pais eram gananciosos,não queriam apenas o trono de Creta. Eles queriam posse de todos os planetas ,queriam a flama.

Brandon acabou por se arrepender ,esboçou em sua cara mas mesmo assim lira não parou de falar

- eu nasci em meio a Guerra ,sei como ela.machuca as pessoas . Então para evitar uma guerra mundial eu assassinei minha casa.

O MENSAGEIRO anotou tudo o que o Chanceler queria dizer e então retornou a Comandante em torno de 2 dias . Ele foi bem atendido e levado direto a sala do trono na qual estava havendo as audições com o povo. O povo foi dispersado e ele começou a falar.

-Majestade...o chanceler Grimborn recusou os seus termos de rendição e lhe por sobre os deles - ele começou- 50% de suas tropas serão vendidas para quem pagar mais,os dragões mantidos sob sua proteção serão sacrificados , seus filhos herdarão a sua fortuna e poderão viver com o homens ricos em Gaaza Mas você e seu marido e amante terão de morrer.

- não...-a comandante disse -  tem noção se eles já partiram pra cá???

- eles partiriam assim que eu chegasse ...eu ouvi eles falarem sobre acesso ao planeta - o MENSAGEIRO disse

 A Comandante raciocinoue logo descobriu um lugar de possível ataque . E quando se levantou, um jovem de pelo menos 20 anos de idade e cabelos pretos como a noite chegou ofegante a sala do trono com soldados o perseguindo.

- perdoe a intromissão majestade -o jovem disse -  eu venho em nome do Rei Ander !!

Os soldados os pegaram pelo braço mas soltaram sobre as ordens da comandante

- o que aconteceu ???

- eu sou o espião do Rei Ander...nos concordamos em.declarar guerra contra a capital porque Lee está Falindo e não temos os recursos para nós salvar. Mas o Chanceler é louco! Ele quer acabar com toda a Terra ele quer destruir o núcleo do planeta !

- então eu sei exatamente o que ele quer ....E onde ele vai atacar - a comandante disse - obrigada ...estou em dívida com você..

- você tem dois dias comandantes !

Anki subiu em rakerion e ordenou que seus filhos montasse em aeynixs e a seguisse. O Dragão andou até a janela mais próxima e mergulhou voo . Aeynixs fez o mesmo. O seguiu até o centro da cidade onde tinha a igreja dos tapetes Tecelas mágicos .

Ela desceu do Dragão e começou a entrar na igreja . Seu filho a seguiu.

Depois de descer até o subsolo ela parou enfrente a uma porta.

- Filhos....atrás desta porta está um lugar que você tem que defender custe o custar - ela disse -quando mamãe cmrestaourou a magia da Nova terra tive que fazer um buraco bem fundo até o núcleo do planeta . E inserir a semente de terraforção lá dentro.

Ela abriu a porta e disfarçado num posso estava o buraco. Aden lançou uma adaga luminosa que muito tempo atingiu o núcleo para indicar onde estava

- o único meio de acabar com a Terra deu uma vez é destruindo a semente - ela disse - se destruir a semente,o núcleo vai entrar em colapso e depois eclodiram transformando a gente em um monte de pedacinhos de terra .

-Mas...porque você não fecha???

-a semente de terrafomarção precisa de ar para converter a energia má em magia....- ela disse -se caso eu falhar em repelir o ataque  você precisará selar este caminho.

Brandon era o mais forte de si para esse tipo de magia ,então ele se sentiu ainda mais precionado com a responsabilidade

- deixarei uma cota de homens aqui...se caso você precise de ajuda ..

- é você mãe???

- eu montarei emm meu Dragão e manteremos a luta lá fora - ela confirmo - vai ficar tudo bem...

Anki ordenou que todos saíssem do quarto a deixando a sós com suas crias .

- Eden.... se caso todos falharem...preciso que você me prometa uma coisa - ela pediu a seu filho - Aeynix ainda é jovem ...mas eu quero que você queime e destrua a cidade ...

-mas mãe há pessoas inocentes aqui!não vai caber todo mundo no submundo!

- se o Chanceler chegar até aqui. Não haverá mais ninguém na terra ....você vai precisar sacrificar as pessoas que ficarem de fora do submundo pelo bem maior...

- eu não consigo mãe...- ele disse

- deixe que eu faço- Brandon disse entrando na frente de Aden .

-se caso acontecer algo comigo, sigam em frente- ela disse ,aceitando que talvez poderia morrer definitivamente.

Assim o cerco foi formado e todos foram evacuados para o submundo ,enviaram mantimentos para algum tempo . Anki montou no Dragão e foi ver a quanto tempo o exército estava da capital.

Aquele poderia ser o fim de tudo o que ela criou.

***

O grande dia da Guerra havia chegado ,o cerco estava formado e ninguém conseguiu dormir na noite anterior.  Essa guerra era definitiva o meio termo entre a vida ou a morte. Todos estavam tensos . Quem estava mais tenso ainda era os Reiss

O povo havia sido evacuado para o submundo para evitar mortes desnecessárias  ,Aery vigiava os portos com Sarie e seus lobos junto a Connor.

Eden estava com os seis dragões acima da nuvem e Anki estava com Rakerion no portão principal com seus homens e a essa altura começaram já a avistar o exército inimigo.

Nana estava aflita ,chorando descontroladamente e emitindo soluços de engasgo . Imara estava com ela no colo e segurando pela mão a Mikoly e Rhydian estava ao seu lado.

Ela conseguia ouvir as pessoas comentando ,a culpando pela morte do irmão e a acusando por ter um caso imoral com a realeza .

Imara apenas ignorou e deixou seus irmãos e mãe em uma cabana . A mãe disse ainda bem destruida.

- Imara...está na hora - Ela disse

Imara sabia bem do que estava falando , a muito tempo atrás,da genética de sua família por serem Onis da antiga Sorccia .

-Nao mãe  ....não é a hora certa

Se sua mãe lhe passasse a chave adiante ,ela se entregaria ao câncer terminal e morreria . A chave iria para Imara de um modo ou de outro. Sua mãe queria que ela sobrevivesse . Não aguentaria mais a perca de um filho.

Então querendo ou não. Ela passou a chave adiante .

- Onde está Nana???

- eu não sei....Ela estava aqui a um momento - Imara disse .

Nana entrou junto com um Biscoito imenso , mas Imara desconfiando de tudo não deixou que nana o comesse . Com o julgamento das pessoas ,ela suspeitou que havia veneno ou coisa do tipo.  Nana reclamou ,mas a atenção de Imara foi os gritos que vieram de fora de sua barraca . Ela puxou nana e a amarrou junto aos irmãos para que não se perdessem uns dos outros e saiu da barraca.

Suas unhas cresceram e viraram garras seus Olhos perderam a pupila e seus dentes se afiaram. Quando saiu viu uma mãe com o filho nos braços.

Ele estava tendo uma convulsão.

Ele havia comido uma pequena parte do biscoito. Então Imara estava tentando ao máximo destruir todos os biscoitos que encontrava no caminho até o garoto.

Quando chegou ,ele parou de convulsionar e se aquietou.

- DEMONIO!!!!!- a mãe do garoto disse incontrolável- VOCÊ TROUXE A CALAMIDADE A NÓS!!!!

O menino começou a tremer novamente e seus ossos saíram de fora de sua carne aumentando totalmente a sua extensão o transformando em um gigante.  Imara se afastou,e viu que todas as 300 crianças que haviam ingerido estavam na mesma situação.

ANKI AINDA ESTAVA MONTADA NO DRAGAO QUANDO O EXÉRCITO SE POSICIONOU ela pegou um megafone ligou e começou a falar

-Rendam se...e poderão voltar para suas famílias!- ela disse

Eles olharam entre si pensando no real motivo deles estarem ali.

O chanceler percebeu que seus homens estavam cogitando a hipótese de desertar.

Então ordenou que atacassem, ele era um homem de poucas palavras .

- Arqueiros!!!- Anki disse

Os arqueiros que estavam em cima da muralha prepararam suas flexas e a lançaram em cima do exército inimigo. Muitos morreram na primeira levoa. Cavalos relinchavam e homens gritavam .

- Arqueiros!

Na segunda levoa , homens usaram um escudo se defendendo

- Flexa de fogo!

Os arqueiros lançaram flexas ardentes de longe e as que encostava queimavam os homens devido ao tecido banhado em azeite .

Anki viu que os homens não iriam parar e então ela ordenou que Rakherion elevasse voo até as nuvens onde Eden estava com Aeynix , Hyperis, Eskos, Mharevial e Millovys .  Acenou com a cabeça para seguir Anki.

Ela mergulhou fundo junto a Eden e a outros dragões.  No meio do caminho se separaram. Eden e Eskos foram para a vegetação.  Queriam causar fumaça e matar intoxicações os homens do chanceler.

Anki e seu Dragão mergulharam fundo desviando das balistas .

Uma seta passou de raspão pelo seu corpo na diagonal e como contra ataque soltouseu fogo na primeira fileira de homens e bestas.  As bestas que não foram queimadas saíram correndo em direção ao exército de Anki. Mas boa parte foram queimadas pelo fogo de Millovys e Mharevial que vieram depois de Anki.

Anki fez a curva longa e mergulhou novamente , chegou perto o suficiente do chão para virar de ponta cabeça e com sua lança cortou algumas cabeças, e rakerion abocanhou alguns para um lanchinho.  Hyperis passou queimando todos com seu fogo negro.

Os homens bateram de frente e foi um massacre . Embora Anki tivesse dragões ela estava em menor número de homens. Já que os reforços estavam designado para a igreja.

-Rakherion Não deixe que acertem Eden

O Dragão bugou como se tivesse entendido e mergulhou para baixo. Chegando perto do chão  Anki pulou do Dragão e com sua lança caiu no chão lutando bravamente ao lado dos seus homens enquanto o Dragão voou queimando as balistas que miravam em Aeynix

- Heda !- um soldado disse -vos soltar as bestas de flavor!!

As bestas de flavor só são encontradas nas fronteiras da Zona morta com Creta ,são bestas com grande poder de fogo.

Elas estavam se acumulando para lançar um phaser de grande porte.

Anki correu para frente de batalha e começou a recitar um feitiço de contenção.

A bola de fogo bateu no escudo e emergiu uma grande eclosão de fogo. Essa começou a girar em torno de si conforme Anki mexia as mãos.  Ela não estava conseguindo conter toda a energia então jatos dela saia em meio ao furacão de fogo . Eden viu de longe a eclosão e ficou preocupado. Ele voou até ela é pulou do Dragão. Caindo em cima de um soldado inimigo ,correu até ela é usando sua magia começou a conter a eclosão.

A coisa mais bela foi ver a magia vermelha de Eden misturar com a magia douradas de Sua mãe

-  Eden! Volte pro Dragão!

- não!!

Eden assumiu o posto de sua mãe e começou a mover mais rápido as mãos em círculos para que a eclosão se dissepasse mais rápido. Os ventos começaram a querer levá-lo embora. Ele cravou a ponta das asas no chão impedindo que ele fosse arrastado. O menino conduziu o fogo o tornando azul para as bestas de flavor . Muitas queimaram até virarem cinzas .

Anki se surpreendeu com o tantão do poder que havia contido num corpo tão pequeno e que passaria aos seus netos.

Um soldado iria cravar a espada no peito de Eden .  Anki atirou uma pena matando ele antes que pudesse fazer algo a Eden.

Eden deu um pulinho de nojo do corpo caído no chão.

-----

A situação do submundo estava ficando alarmante. 300 crianças haviam se transformado em gigantes e estavam a caminho da igreja. Imara estava tentando a todo custo parar-los mas suas garras e seus chutes e dentes não tinham efeito nenhum sobre a pele grossa dos gigantes .

E eles estavam a todo custo tentando sair do submundo, Imara estava sendo como uma formiga ,ele simplesmente a ignoravam enquanto saiam pela entrada .

Imara correu pelas paredes e rosnando pulou nas costas de um gigante cravou as garras direto no pescoço mas o rasgo que fez logo cicatrizou. Então cravou os dentes e apertou fundo ao ponto de arrancar uma artéria com a boca . Esse gigante gritou de dor e em menos de 2 minutos ele já havia caído morto no chão .

Imara descobriu que precisava arrancar a artéria para que eles caíssem.

Então foi de um em um mordendo e arrancando as artérias com a boca ou com as mãos.

Nunca duvidem de uma mulher quando quer salvara alguem que ama.

Imara era cima guerreira implacável,mas desistiu de lutar e se tornou uma pacifista quando sua mãe adoeceu . Então seis irmãos haviam se tornado seus filhos e Imara sempre ouviu de sua mãe: "Proteja sempre seus irmãos " e era isso que a Oni estava fazendo .

A medida que estavam progredindo Leksa já havia avistado e erguido o escudo. Lira estava dentro da igreja com Brandon e mais 300 homens posicionados ao redor da igreja.

- Vai ficar tudo bem...- Lira disse-no sei porque está tão preocupado sua mãe vai vai dar conta disso...

- você deveria estar no submundo - ele disse-essa é minha preocupação!

Lira sorriu pelo grande amigo que ela havia feito .agradeceu intensamente por Eden ser teimoso e ir atrás dela.

Um soldado , de olhos azuis estava de aparência pálida como se tivesse visto um fantasma. O surto foi tão grande que seus cabelos estavam de cor pálida quando disse

- majestade ...há uma Horda de Gigantes vindo do leste - ele disse - Minha leide Leksa contou pelo menos 264 gigantes e uma Oni

-Mas todos os soldados irem ao leste , e mandem formarem a posição de luta.

Brandon e Lira saíram do centro da igreja e foram ver a situação em que estava. Quando recebeu um corvo dizendo o que havia acontecido no submundo

- Majestade ....A Oni está nos ajudando,não a mate!-leksa disse desde cima da igreja

Brandon não sabia o que fazer até porque isso pegaria na consciência dele

- Arqueiros!!!

Os arqueiros soltaram uma levoa de flexas mas estas não faziam nenhum arranhão na pele grossa dos gigantes. Ele se assustou ao ver isso. Ele sabia que seus homens seriam castigados vivos se ele não usasse sua Últimate. Essa era uma habilidade muito difícil de ser conjugada.

-Muralha de escudo !!!

A lança de Brandon se modificou ,começou a entortar formando um arco e um fio extremamente fino surgiu. Acima deles,um arco enorme capaz de soltar flexas maiores que si se formou . Brandon cortou seu pulso no fio da meada.  E seu sangue começou a sair e a se formar uma Flexa extremamente poderosa. As Famosas Flexas de Sangue

- abrir!!!!

Brandon lançou a primeira Flexa na altura da cintura pra frente matando uma boa parte dos gigantes e deixou muitos danificados e no final ela eclodiu danificando mais alguns e se cravou no chão deixando uma pequena chama de fogo.

A muralha se fechou e ele preparou mais uma em seu arco , o que estava acima de todos

- Abrir!!!!

Brandon lançou mais uma

As flexas dele alcançam pelo menos de 12-18 gigantes em linha reta. Era uma Flexa muito poderosa. Mas tudo tem limite. Essas flexas gastavam média 500ml de Sangue e quando mais poderosas mais sangue exigiam .

Lira sacou suas espadas duplas e foi A luta enquanto Brandon lançava as flexas. Mas em si ficou cercada por gigantes.

Ela ergueu a espada e jogou a outra que mesclou com a erguida. Dela saiu uma grande fonte de energia de Valirya . Em forma de um raio céu acima egritando ela bateu a espada com tudo no chão cortando os gigantes como uma catadora de queijo.

Quando havia somente 80 gigantes se aproximando Brandon caiu no chão. Ele havia perdido muito sangue ,seus homens o trouxeram para leksa e Imara chegou

- o que você está fazendo aqui???

Ela apenas sorriu e voltou a matar os gigantes junto a Lira e os outros soldados depois de dizer que assumia a partir da li.

Leksa desceu do topo da igreja e começou a estancar o sangramento do pulso de Brandon.

- Não Leksa- ele disse impedindo que ela o curasse- não gaste toda a sua energia comigo. Eu sei que não *tosse*vou aguentar

Leksa sabia que aquilo era verdade ,e ela estava apta  a desobedecer as ordens diretas.

- Olhe...provavelmente...você será quem meu irmão escolha como Esposa...- ele disse- você precisa garantir que ele não enlouquecerá...

Ela respondeu aquilo com um olhar direcionado ao chão de pesar.

-leksa....eu preparei uma últimate...Erga os escudos. As minhas flexas de sangue irão canalizar o dano que causaram em uma grande eclosão capaz de eliminar os gigantes.

Ela concordou e mandou todo mundo entrar para dentro dos parâmetros

Em médio a guerra que estava acontecendo Meraxes terminava de ler um livro. Quando um soldado chegou perto dela. O soldo com qual estava tendo um caso desde que se hospedara na capital.

- Mi Lady...temos que sair agora- ele disse - venha comigo ! Vamos fugir!podemos morar nas montanhas ....tenho um chalé lá

- ainda não terminei meu livro

- Podemos.levar ele junto!

Meraxes tinha fama de não amar a ninguém além de si mesma e de por passar a perna em pessoas. Mas ela.realmente amava aquele.soldado então ela largou o livro e saiu correndo com ele em direção às montanhas .

As flexas de Brandon se dissoveram e raios vermelhos estridentes marcando o céu com uma grande bola de Sangue fervente e ela tinha a medida de três quadrantes . O sangue começou a ferver e a se mover para todos os lados . Ankie Eden pularam das costas do dragões e foram correndo até a igreja pois sabiam que Brandon havia ativado seu potencial total . Sangue Fervente.

A bola de Sangue que estava se aumentando cada vez mais ,conseguíamos ver o vermelho se misturar com roxo e ferver até se transformar em uma bola de energia massiva . Uma energia capaz de destruir um planeta e quando bem direcionada. Minha montanhas.

A bolas e adaptou ao formato do escudo e se chocou contra o gigantes que estavam na área mas desviou de Imara.

Ela eclodiu levando tudo pela frente , Eden estava em.cima de um prédio e para não ser levado ,ele cravou sua espada no chão e ficou pendurado.

Anki se protegia com sua asa . Porém.uma pedra que veio do além bateu em sua cabeça,foi lançada contra a parede e desmaiou.

Formou-se então uma cratera imensa perante a igreja . E dava pra ver somente as sombras de onde estavam o gigante .

Todos haviam sido destruídos .

Mas as custas da vida do pequeno Brandon

Lira estava totalmente suja e segurando sua katana estava cortandonas cabeças dos gigantes . Quando olhou um viu um pequeno bicho de pelúcia.  Esse a distraiu fazendo com que levasse um golpe.

*Flashback*

Os sellaryens estavam a 3anos com o.fugitivos do novo rei. E todos os sellaryens estavam a caminho de uma grande guerra. Lira era a única menina da nova geração com sangue direto do rei Allan e da Rainha Maia.  Ela assumiria o trono quando reivindicarem o território. Ela seria a rainha com apenas 11 anos de idade.

Ela tinha pouquíssima idade. Concordo, mas sua mente estava muito além do que deveria estar. Ela nasceu durante um período de guerra ,ela sabia o quanto a guerra machuca as pessoas e sabia o que iria acontecer.

Era uma época de fome nas fronteiras de Creta. Os sellaryens planejavam usar o povo para fazer uma revolta . Eles queriam uma rebelião.

Os irmãos de lira haviam morrido na guerra exceto um que havia ficado tetraplégico.

Ela cuidava todo o tempo dele.afinal ele era a única família que não queria uma rebelião.

-Voce será uma ótima mãe- ele disse

- eu não vou  casar Roar!-Lira disse - eu acho nojento!

A menina disse fazendo uma.carinha de nojo. Mas essa carinha se desfez ao ver uma lagrima cair do rosto de seu irmão. Ele sabia que aquela noite seria o fim de todas.

- o que foi Soar???

- nossos avós estão planejando uma rebelião...-ele começou - eles querem mais uma.guerra...

-quanto sangue terão que derramar até encontrar a paz???-Lira disse indignada - eu estou cansada!Papai e mamãe fariam a Paz!

- nossos pais não estão mais aqui lira...-ele continuou - agora voce é a Rainha...

- eu não quero governar...vi coisas impuras demais nas costas do nosso pai.sao horríveis demais e tem o peso do qual eu não consigo levar

-voce pode impedir essa guerra ....

Lira deixou seu irmão dormir e entrou no salão do grande conselho de guerra.onde os anciãos sellaryens planejavam o plano.

Ela entrou subiu em uma cadeira e disse firme

- como sua Rainha! Ordene que vamos encerrar esse plano é ir para Eder!

Todos riram dela

- pequena vá dormir!deixe que os mais velhos planejam isso

- não!vi as coisas mais podres de vocês então me tratem como.igual!

-Vos não está pronta para o nosso podre...Quando você conseguir matar e se orgulhar disso . Aí participará minha rainha. Mas agora você não passa de um receptáculo,uma máquina de procriar igual que todas as outras mulheres

Ela desafiou então seu avô que contou o real plano.que ele não teria do e nem piedade das pessoas que estariam na minha de fogo o próprio povo . Que mataria a as criancinhas e estupradiam suas próprias mulheres e as faria de escravas.

Lira sentiu nojo de sua família

Esse nojo se transformou em odio

E para salvar seu povo ela sabia exatamente o que tinha de fazer . Ela sabia que a ambição havia pego totalmente o controle dos anciãos sellaryens que eles fariam o impossível para ter a coroa de volta . Nem que seja que ninguém sobrevivesse para ser governado.

Eles teriam matado em sua dinastia Sellaryen todos,bem mais que o rei louco.

A garota Sellaryen foi aos fundos dos magos e trouxe um sonífero em grande quantidade. Ela se recusava a ser uma rainha por cima daquilo

Ela estava com o coração pesado chorando descontroladamente e emitindo soluços de engasgo  tentando calmamente em segurar as lágrimas.  Ela colocou o Sonífero na sopa que serviria na janta de a 5 minutos.

Neste meio tempo todos comeram os soldados,criados, escudeiros, e os membros da família. Menos o Conselho de Guerra e os seus avós e irmão.

Ela subiu em uma cadeira e começou a dizer .

- eu sempre tento pensar como a minha mãe...Ela era uma.milher generosa e misericordiosa. Ela sabia julgar as pessoas e ela me ensinou isso - ela disse ainda chorando muito - eu quis ser como ela...e sua morte me afetou muito...e como serei a próxima rainha. Eu comecei julgando a todos vocês...

Os olhos de uns começaram a ficar sonolentos e o seu choro foi ainda mais forte

-los vocês querem uma rebelião contra os reis de Creta...querem passar por cima de tudo. E por causa desse a ambição foram julgados e condenados a morte por mim - ela disse

Nesta hora todos entraram em pânico. Uns já haviam caído mortos no chão por causa do sonífero .  Outros estavam quase .

-me perdoem..mas como sua Rainha não posso deixar que pessoas ambiciosas e podres como vocês subam ao poder.

No salão foram mortos cerca de 3000 sellaryens ,criados soldados e escudeiros.

Ela saiu do salão. Pegou sua katana que seu irmão havia dado de presente e assassinou um por um dos membros do Conselho de Guerra.

Até que ela chegou no quarto de quem estava rezando para que tenha ido embora

O quarto de teus Avós. Ela entrou com sua katana molhada de sangue . Seus avós estavam sentados perto da janela tomando um vinho .

Até que eles olharam o reflexo do vidro e  viram ela.

O avô quis pegar sua espada, porém a avó entendeu que aquilo era necessário para conseguir a paz.

- você veio nos matar não é???- a avó,Rainha mãe Maia disse

Lira ainda chorando fez um sim com os soluços de engasgo tentando calmamente mostrar um sorriso triste.

-esta tudo bem....eu entendo que ficamos ambiciosos por guerra...- continuou-  eu te entendo...eu te amo minha neta ...Seus pais também

Ela chorando de engasgar despejando lágrimas e mais lágrimas cortou a garganta dos dois que soltaram as taças de vinho no chão e o sangue começará a escorrer.

Ela desceu até o guardo de seu irmão.  Se sentou no lado de seu irmão e observou ate

Ele acordar

-o que você está fazendo aqui????

- ......

- o que houve com você Lira??? Está toda suja!!!

-  eu impedi a guerra ...- ela disse ainda chorando. - eu salvei muitas pessoas...

- você os matou Lira???- seu irmão disse ,chocado

-nos havia outro jeito...eu tive que matar a todos...eu matei os conselheiros! Mate a nossos avos...matei a todos

- nem a todos...falta um

- não.....

- por favor...eu te amo...sempre amei mas isso aqui não é vida ...eu não posso mais viver assim

-também te amo...roar

Ele estava se referindo a ele mesmo. Ele era o último alvo de lira. O que pra ele seria um aliviube pra ela seria o tormento de sua vida .

Chorando ainda mais ,ela pegou seu bichinho de pelúcia de cima da almofada. E precionou contra as vias respiratórias de seu irmão e fez força o sufocando até a morte. Ela sentia uma dor indescritível em fazer aquilo. E aquelas almas, iriam a atormentar nos sonhos todos as noites.

Mas nesta chacina toda. Ela conseguiu impedir uma guerra.

*fim do flashback*

Que tinha apenas 17 anos de idade

A idade média que os jovens conseguem viver no mundo de hoje.

Eden entrou na igreja com grandes arranhões no corpo. Ele possuía um grande corte na testa que escorria seu sangue preto.

Ele olhou pra todos os lados. É simplesmente viu os soldados aglomerados em um lugar. É perto deles ,uma mão caiu cheia de sangue.

- Não,Não, não!!

Eden entrou correndo tirando todos os soldados da frente empurrando todos os que estavam em seu caminho. Ele se recusava que seu irmão havia morrido.

Até simplesmente ver o corpo dele sem vida...

O coração de Eden se apertou . Sentiu dor e ódio e ambos em muita taxa . Ele estava cada vez mais próximo de colapsar....

Raksha seguiu ambos e viu o Eden segurando Brandon contra o peito. Ele começou a chorarem.ligar para o que os soldados acharam. Ele se aproximou é puxou Eden para um abraço.

- ele...Ele...-Eden disse

-cubram o corpo-Raksha disse entre engasgos- agora...

Ele se voltou a sanidade mental de Eden.  Não havia palavras para descrever oque ambos estavam sentindo.para Eden havia perdido uma parte de si. Para Raksha havia perdido seu filho..sua família.

Quando os homens foram cobrir o corpo pálido de Brandon a igreja estremeceu. Tremeu todos os cantos e algumas pilastras desabaram. Ao olhar pela janela viu que rodeava se de homens . O rei Ander estava em seu cavalo e o Chanceler segurava um canhão de plasma.

A cada tiro que o canhão disparava quebrava uma parte do escudo de Leksa. Ela estava suando sangue para manter os escudos.

-Heda!! -o chanceler disse -ela.ja morreu???

Ninguém respondeu. Pois afinal não sabiam onde ela estava e nem estava viva .

Ela observava tudo de longe. Ainda estava meio desnorteada sentia sua cabeça doer como se fosse eclodir e seu cérebro como se estivesse enrolado por um fio de nylon .

Ela estava chorando por perder seu filhote. Brandon era o seu primeiro filho que decidiu ter com.raksha .eles o adotaram como vínculo de união entre eles. Brandon era especial. Afinal uma mãe não espera enterrar seu filho.

Ela sabia que Brandon não usaria a últimate dele se não fosse necessário.ele foi bem treinado e sabia dos riscos .

E agora,pelo bem de todos ela deveria sair da onde estava e salvar seu filho. Ela veio correndo

-Comandantes ....me emprestem  a sua força

Ela segurou sua lança e a lançou em direção o canhão.

- Explooooooooosion!!!!

A lança destruiu o canhão explodindo uns 10 homens que estavam por perto. Saiu em um mortal em direção a onde estavasua família.  Pegou uma espada caída no chão e apontou ao chanceler

-deveras eu te subestimei...pensei que não teria a mesma força que Cressida ou a destreza de Mharessa...retiro todas as minhas exclamações!

- você subestimou a todos nós- ela respondeu friamente - e não sairá vivo daqui

- Tudo bem...assim que eu conseguir o núcleo sinta a vontade para me matar não haverá importância

-porque você quer destruir o planeta??? Ele é lindo!não há motivos pra isso!!

Ele suspirou fundo e em meio a isso ele disse a comandante

- Vocês são a causa disto!são hipócritas e maliciosos!pensam em si mesmos !Você queima pessoas para o seu agrado!uma pessoa podre como você não deveria ter poder!

Ele apontou a espada

-vocês são como ratos !tem de exterminar todos de uma única vez! Deixe um Dragão vivo e as pessoas nunca estarão seguras ! por isso eu vou matar a todos e garabtir que a flama seja destruida !

Ele tirou outro canhão de plasma

-Se me deixar passar eu te deixarei livre nos teus últimos dias de vida Comandante - ele virou- você sabe que eu ganhei .

- é você sabe que eu sou teimosa ! Não vou deixar que você destrua algo que eu criei!

- você não criou nada ! Nem legítima você é! Seu povo sabe que seguem uma bastarda???

A feição de Anki mudou de brava para apreensiva .os homens que estavam com ela se entre olharam em sinal de confusão.

- não foi fácil! Mas achei um documento da comandante Cressida deslegetimizando a linhagem de Mharessa e reconhecendo a Linhagem de Sybil um filho bastardo dela!

Os documentos foram jogados em no chão e ele continha o selo real da família Reiss,Anki se aliviu por pelo menos ele não saber a verdade por trás de seu sangue.

-Cressida ....isso é verdade????- Eden perguntou a comandante

- Sim...infelizmente ....-ela disse em sua cabeça- queria que Mharessa tivesse uma vida normal , então legetimizei meu filho Sellaryen Sybil ...mas ele foi assassinado antes de receber o documento e eu fui assassinada antes de conseguir o selo dos arquimestres...

- então eu realmente sou uma fraude ... meu irmão morreu em vão????

- Eu sou a comandante ! E esse documento não foi concluído!falta as assinaturas das patriarcas e dos arquimestres! Sem elas ele não Vale!

- você não sabe de nada ,foi imposta a nossa cultura a você .  Você não tem raça nenhuma!

Ele iria atirada contra a comandante até o rei Ander trouxe seus homens para frente a comandante. Sinal de traição e isso foram boa parte de seus homens

- uma vez traidor sempre traidor- chanceler disse - sempre traidor ...

O chanceler riu descaradamente da situação em que estava exposto. Mas suas risadas eram de pena por ter que sacrificar os homens que estavam perto de si . Esses somavam 300 homens . Uma magia negra saiu de seus braços e entrou nos homens ao céu redor. Estes gritaram de dor , a qual estavam sentindo no momento. Eles se conheceram tanto e em certa parte suas costelas se deslocaram e saíram de seus corpos. Essas costelas formaram um esqueleto gigante que foi revestido com carne dos que morreram e terra . No final com uma grande armadura de ferro. Era um golem enorme de metal . Fogo não lhe causava dano ,e nem as espadas de Anki lhe faziam algum dano. 

- este golem vai eclodir o núcleo do planeta . Independente de tudo ele foi feito para obedecer somente a mim. Ele não irá parar até que eu ordene ! 

O golem começou a se aproximar dos soldados e dos lobos que estavam entre ele e o poço do lamento . Que dava acesso ao núcleo do planeta .

Vários homens e lobos foram mortos . Anki estava perdendo e ela sabia que a única forma de impedir seria absorver a eclosão para si . 

-Deixem ele passar!- Anki ordenou 

-Mãe! Não pode !- Eden disse 

Eden estava na beira da insanidade mental qualquer coisa dramática poderia fazê-lo surtar. Aquela era a péssima hora para contar o plano. Ela olhou para seu filhote com um sorriso triste e o mesmo entendeu o que ela queria fazer. O menino berrou ,disse que não era certo ela se sacrificar . Anki se abaixou ao seu pequeno e disse

-você vai ser um grande comandante ... eu tenho certeza disto -la começou-Acxxendos Superrions 

Ela puxou a flama cheia de sangue Dragão e a entregou ao seu filho. Aquela flama continha seus pensamentos e suas memórias.  As mais doces e as mais tristes.

Entregou ao seu pequeno e segurou seu rosto 

-lembre ...você não está por direito de herança...está porque tem poder pra isso. Você vai reinar este mundo que eu construí,vai ter uma família linda . Vai ser muito amado ...ou talvez temido. - ela disse - mamãe ama você como se fosse ela...

Ela encostou a testa na testa de seu filho e disse 

- eu te amo mais que tudo sangue do meu sangue - Ela beijou a testa de seu garoto e pediu para que seus homens o segurasse

Ela saiu correndo , olhou de canto para Raksha que estava lutando e o agradeceu por tudo. Pulou no buraco e atravessou o golem antes que ele pudesse chegar ao núcleo e se sacrificou por todos.  

A eclosão deixou todos cegos por um momento, o chanceler gritou de raiva e frustação.  Eden ainda meio desnorteado se levantou. 

Conseguia ver ódio nos teus olhos misturado a sangue que vinha de pequenos cortes em sua testa. Ele chorava de soluçar. 

-Kuro sem'ai - ele disse 

"Prendam o"

Seus homens o prenderam e levaram sob custódia .  Eden colocou a flama em sua nuca e todos os comandantes disseram a ele para não fazer o que planejava . Mas Eden só os ignorou. 

- Heda - um dos homens disse -os homens inimigos estão recuando pela entrada principal o que devemos fazer ??

-deixe os comigo, reconstrua a cidade para que o povo volte a morar nela

Ele assovioue em questão de minutos Aeynixs pousou perto dele . Ele subiu nas costas do Dragão e quando ia alçar voo Connor entrou na frente 

-Eden!por favor ! Nao faca isso! Eles so estavam seguindo ordens ! 

Eden nem se importou que era Connor que estava na sua frente . Apenasnordenou que Aeynix soltasse seu fogo. Aery pulou na frente tirando Connor da linha de colisão .

O Dragão voou até a entrada principal onde avistou os homens caminhando para voltar a suas casas. Ele mergulhou com o Dragão gritando de ódio , raiva e dor 

- Dracarys!

O Dragão queimou todos os homens em uma fileira ,fez a curva e queimou ainda mais . Não deixou nenhum vivo naquela ocasião.  Os mortos em menos de 30 minutos ali somaram cerca de 120 mil homens e bestas . 

A área do Palácio estava destruida e os homens restantes estavam lá aplaudindo a entrada do Dragão de Eden, Rakherion , Millovys e Mharevial . 

Raksha e o resto estavam lá quando o Dragão pousou rugindo acompanhando os aplausos que recebia.

Raksha começou a dizer ao filho.

-Eden......você não é seu bisavô...se continuar assim, você não terá mais volta ...sua mãe não vai se orgulhar de você...

Eden respondeu em ankrek

-voce não tem direito nenhum de falar o que eu devo fazer ou não- ele começou- se não está do meu lado,está contra mim 

- eu não aprovo isso - ele disse 

- então ... vá embora,de volta para seu exílio antes que eu queime você junto a seus amigos por traição,o que minha mãe deveria ter feito a muito tempo atrás 

Raksha sentiu a frieza nas palavras de Eden, juntou se a Connor e a Petter e e foi embora antes que ele desse sua falta. Aery ficou voando alto .

Então Eden falou em valirio 

- Qoy i Qoy 

Todos ficaram em silêncio 

-Voces foram ótimos homens hoje, eu não poderia estar mais que satisfeito . - seu dragao rugiu - Infelizmente ,minha mãe se sacrificou para que todos podessem viver . Mas nem todos tem uma vida digna por Aí.  Crianças escravizadas ,mulheres sendo estupradas e vendidas .  Nos libertarmos a capital disso ! E comigo no comando vamos matar cada homem que segura um chicote  !cada homem que oprime outros ! Cada homem que entrar em nosso caminho ! Desde Pollarios a sacar! Nos vamos fazer junto este mundo um lugar livre de tiranos!

Por que vamos matar todos os que se recusarem a se ajoelhar perante mim.


Trouxeram o chanceler Grimborn  ,ele estava amarrado e amordaçado feito um cão.  O jogaram na frente do Dragão e quando Eden o viu , sentiu prazer em executa-lo 

- eu Shion Eden Reiss , primeiro de meu nome , último de minha casa, rei dos reinos de sova, Comandante da coalizão de Cressida e rei dos Reis sentenciou você a morte . Suas últimas palavras ?

- Morte ao-

Ele não pode terminar sua frase porque uma pena veio voando em direção ao seu peito e se cravou nele. Eden lançou mais uma na coxa dele o fazendo ajoelhar 

- sabe...- ele disse baixinho- ou você morre heroicamente....ou vive o suficiente para ser o próximo vilão da história ...eu farei você ajoelhar e então morrerá 

- eu não...

Eden lançou mais uma pena no joelho dele e ele se ajoelhou. E então lavou mais uma direto na garganta mas uma não tão profundo,Porque ele queria ver o chanceler sofrer em suas mãos .  Aquilo era um sinal de que ele havia enlouquecido. E não se arrependia nem um pouco de suas decisões. 




Notas Finais


PENÚLTIMO capitulo minha gebte ☺☺☺


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...