História Avatar: A lenda de Ângela - Capítulo 11


Escrita por: ~ e ~ArmyBiscoita16

Postado
Categorias Amor Doce, Avatar: A Lenda de Aang, Avatar: A Lenda de Korra
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Colegial, Lutas, Poderes, Romance
Visualizações 18
Palavras 1.336
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Final: plano: o ataque na cidade república


Fanfic / Fanfiction Avatar: A lenda de Ângela - Capítulo 11 - Final: plano: o ataque na cidade república

(ele me chama pra me mostrar algo mas um dos seus empregados o chama e fala com ele)

Francis: desculpa senhorita Ângela, mas tem como nós conversamos outro dia?

Ângela: sim (eu saiu dali e vou a minha casa nos próximos dias de aula estão estranhos os meus amigos não vêem a escola, já estou preocupada)

7 dias depois:

(A Ambre me chama e vamos a sua casa de novo então um empregado abri a porta e me leva até ele)

Francis: vamos?

Ângela: sim (ele me leva até um porão com uma escada enorme, estranho eu tô com um mal pressentimento, ao chegar lá ele abri as porta que está no fundo)

Francis: entre (não tenho certeza que do que vai acontecer, mas mesmo assim eu entro) 

(Então ouço vozes, quando viro pra trás a porta está fechada, vou correndo mas vejo que já foi trancada, então com meu celular ligo a lanterna e vejo que todos os meus amigos e colegas da minha sala estão lá amarrados e com um durex na boca, então tiro primeiro o de Rosa)

Ângela: VOCÊ ESTÁ BEM?

Rosa: considerando que estou num porão amarrada e com nossos amigos também, CLARO ESTOU MUITO BEM

Ângela: calma vou te tirar daí (com uma lâmina de vento desamarro e tiro os durex de todos)

Nath: (ele me abraça forte e todos fazem huuum pra gente)

Castiel: bora parar com o romance e vamos sair logo daqui (falou ele impaciente)

Íris: como não tem saída aqui

Priya: tem aquela janela mas tem barras

Ângela: não se preocupem com isso (eu me sento e fico  em posição de índio) se afastem porque o vento tá soprando

(Todos eles se afastaram então repeti umas palavras e um tornado logo se formou quebrando a parede)

Rosa: (ela bati palmas depois todos eles também)

Angela: agora vocês sabem porque ele trancaram vocês aqui?

Priya: ele falou que era uma chantagem que ia a fazer ao senhor do fogo

Angela: COMO? CHANTAGEM DE QUÊ?

Íris: de que se não destruísse a cidade república, nós iríamos ser sacrificados aos espíritos do fogo, ou seja os dragões

Angela: AQUELE FILHO DA MÃE, vamos não podemos deixar as coisas assim, ele com certeza tá tramando algo

Todos: sim (nós corremos e fomos a frente da casa e deparamos com algo horrível, vários dobradores de fogo estavam matando pessoas inocentes)

Rosa: isso não é BOM, PRECISAMOS CHAMAR A AVATAR KORRA 

Castiel: COMO NEM SABEMOS ONDE ELA MORA

Angela: EU SEI, RÁPIDO VENHAM COMIGO

(Corremos rapidamente ao porto da cidade e lá mostrei onde ela mora)

Angela: ela mora naquela ilha, é onde tem uma casa onde vivem os últimos dobradores de ar.

(Eles me olham boquiabertos então virei pra eles)

Angela: os de água façam uma ponte de gelo seguro, os de planta façam com que cipós também construam uma ponte e os de fogo os sigam (todos concordam então peguei meu planador e voei e olhei se tem alguém lá)

(Ao chegar em frente a casa deles esperei meus amigos chegarem, e bati a porta e vi que Tenzin o abriu)

Tenzin: oi Ângela que bom te ver (interrompido)

Angela: Tenzin desculpa mas a Korra está? Precisamos dela urgente a cidade república está em ameaça de destruição

Tenzin: COMO? EU VOU CHAMAR ELA E VOU COM VOCÊS TAMBÉM (ele corre pra chamar a Korra então alguém cutuca o meu ombro então eu viro)

Jinora: podemos ajudar? (Ela é a filha de Tenzin e está com seus dois irmãos)

Angela: toda ajuda é necessário, obrigada Jinora (nós abraçamos e Tenzin vem com Korra e sua esposa)

Korra: vamos rápido 

Angela: sim (todos nós fomos correndo eu fui atrás da policial Lin Beifong, e fomos correndo pro centro do problema)

Lin: vou falar com o senhor do fogo Zuko vocês comecem a lutar

Todos: sim senhora (cada um foi pra um adversário e não parava de vir dobradores de fogo)

Korra: Angela vamos a raiz do problema 

Angela: certo, sabe voar?

Korra: sim (ela pega um planador) o Tenzin me deu um

(Voamos e embaixo não poderíamos parar de ver, parecia que estávamos numa guerra, chegamos lá em uma hora então fomos subindo ao salão principal do palácio do fogo)

Angela: (nós curvamos diante do senhor do fogo)

Zuko: por favor não precisam disso, podem falar

(Explicamos tudo o que aconteceu na casa do pai do Nathaniel, os ataques que está acontecendo lá fora)

Zuko: O QUÊ? MEU FIEL CONSELHEIRO ME TRAIU (ele se levantou e saímos com ele)

Angela: o que pensa em fazer?

Zuko: colocar um fim nisso tudo (então eu e a Korra levamos ele voando rapidamente ao centro do ataque e lá pousamos em um telhado de um edifício e então o Zuko falou):

Zuko: DOBRADORES DE FOGO, QUAL O MOTIVO DESSE ATAQUE? (Ele gritou e todos lá olharam pra ele com muito temor)

Dobradores de fogo: PORQUE O SENHOR MANDOU

Ângela: (eu olhei pra o Zuko assustada, ele mandou fazer essa matança?)

Zuko: DO QUE VOCÊS ESTÃO FALANDO EU NUNCA ORDENEI QUE FIZESSEM ISSO (ele fala confuso)

Dobradores de fogo:  MAS FOI O CONSELHEIRO FRANCIS DISSE 

Angela: Agora entendo (Zuko se enfureceu e foi procurar o Francis)

Angela: a cidade é enorme ele pode estar em qualquer lugar

Zuko: mas então? O que faremos?

Angela: não se preocupe nós dobradores de ar somos ÓTIMOS em rastrear pessoas

Zuko: (ele se vira, atrás de mim está a Korra, o Tenzin e os seus filhos) Certo, por o achem, estou contando com vocês

Nós: sim (então Tenzin voou com os seus filhos cada um por um lado)

Angela: Korra vem cá (ela vêem) 

Korra: o que foi? (Eu sento de novo em posição de índio e peço pra ela fazer o mesmo e ela obedece depois pego a mão dela e falo):

Angela: vamos, concentre os seus poderes até fazer um pequeno tornado embaixo de você, vamos procurá-lo através da mente

Korra: mas eu não sei como fazer isso

Angela: tudo bem feche os olhos e se concentre (ela assim o fez e eu também, na nossa mente podemos ver toda a cidade então procuramos, procuram até o achar ele estava no palácio do fogo vendo tudo através câmeras)

Angela: o achamos (o Zuko que estava esperando uma resposta, logo veio)

Zuko: onde?

Angela: no seu próprio palácio

Zuko: TÃO PERTO, VAMOS MENINAS (a gente abre nosso planador e o levamos até o seu palácio, onde eu mostro que tem uma passagem secreta nele e descemos outra escada até chegarmos nele)

Korra: acabou Francis, você já era

Angela: se renda logo antes que seja o pior pra você

Zuko: já chega, PORQUE VOCÊ FEZ ISSO? FALE LOGO

Francis: porque eu estava cansado de você liderar a nação do fogo pacificamente e também cansei de ver que tem uma cidade onde todos os dobradores seja lá: fogo, água, terra e ar morem juntos isso nunca, jamais deveria ser assim

Zuko: o avatar Aang queria um mundo assim: pacífico, e não vou deixar você estragar isso (ele avançou pra prender o Francis mas ele logo se afastou dizendo)

Francis: é melhor você não fazer isso Zuko, ou se não (ele mostra o controle na mão dele) todos vão morrer com bombas que eu instalei em toda a cidade

Zuko, Korra e eu: COMO?

Francis: é vocês acham que vai ser assim sem mais nem menos, admitam eu venci 

(Eu olhei pra Korra e ela me olhou entendendo o recado, então só precisávamos fazer uma lâmina de vento e então ele caiu derrubando o controle e o Zuko o pega e o quebra)

Francis: nãoooooooo (botamos a algemas nele e logo o Zuko o prendeu e os dobradores de fogo nos prometeram paz com todos e então a cidade república, a nação do fogo, o reino da terra, as tribos da água e nós os últimos nômades do ar entramos no acordo de nunca fazermos guerras, nunca mais, então tudo voltou ao normal na escola)

Fim da história - obrigada por ler



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...