História Aventura Infinita - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Pokémon
Visualizações 2
Palavras 2.194
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Mistério

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que estejam gostando da fic ! Boa leitura !

Capítulo 4 - (Kanto) cap. 4


Fanfic / Fanfiction Aventura Infinita - Capítulo 4 - (Kanto) cap. 4

O quarteto estava andando pela cidade até chegaram a uma pequena vila ,Ben conduziu seus amigos até uma pequena casa com várias espécies de flores no quintal ,a grama parecia recém cortada. Os 4 andaram até a porta onde Ben apertou a campainha ,logo em seguida a porta se abre e nela aparece um pokémon com uma vassoura na mão esquerda e com um avental ,assim que o pokémon viu quem estava na porta saiu correndo para dentro e logo voltou sem a vassoura mas puxando uma mulher pela mão.

–O que você quer me mostrar Mime ?-a mulher perguntou ao seu pokémon.–Ben querido !
–Oi tia Rosa !– Ben falou abraçando sua tia.
–Quanto tempo não te vejo. E esses ? Não me diga que são seus amigos ,como estão diferentes.–tia Rosa falou tudo de uma vez.
–Olá Mr.Mime ! Como vai ?– Ben cumprimentou o pokémon.
Mister mime– o pokémon respondeu com um grande sorriso e Ben considerou aquilo como um “eu vou bem”.
–Então esse é um Mr.Mime !?– Anna falou pegando sua Pokédex e a voz eletrônica falou.




Mr.Mime    (macho)           

Ele cria barreiras pisiquicas invisíveis balançando seus dedos minuciosamente no ar. Seus movimentos de mímico confundem pessoas que acham que não ha nada a sua frente. 

       Tipo = Pisiquico 


–Legal ,oi Mr.Mime.– Mary cumprimentou o pokémon.

–Acho que vocês vão querer comer algo não é mesmo ?–tia Rosa perguntou com um pequeno sorriso.
–Sim estamos !–Ben respondeu meio sem jeito.

E antes de eles almoçarem Eduard ,Mary e Anna liberaram seus pokémons para comerem ,cada um pegou um pote de suas mochilas e colocaram um pouco de ração pokémon nos potes. O Pikachu e Horse de Anna atacaram logo a ração que sua treinadora lhes deu ,a Bulbasaur de Mary começou a comer mas a Meowth demorou um pouco para começar a comer já que a Flor estava quase comendo tudo sozinha mas ao perceber foi para ao lado para deixar a Meowth comer também ,e o Charmander de Eduard e o Squirtle de Ben estavam comendo no mesmo pote já que seus treinadores não tinham um segundo pokémon. Logo após que eles almoçaram ficaram sentados a mesa conversando.
–Tia o Thom já saiu em jornada faz muito tempo ?– Ben perguntou.
–Sim ,hoje faz uma semana !–ela respondeu.
–Nossa ele foi daqui lá pra pegar o inicial dele ?– Mary perguntou surpresa.
–Na verdade não. Ele ligou para o professor Carvalho porquê ele estava com medo de não conseguir um inicial ,então o professor pediu para um estagiário dele trazer três pokémons ,os iniciais claro ,para o Thomaz escolher e três dias após a ligação ele já estava com seu inicial ,ganhou do líder de ginásio dessa cidade e já saiu para sua jornada !– tia Rosa explicou calmamente.
–A é fiquei sabendo que ele faz isso. Se tem alguém que vai sair em jornada pokémon e mora em uma cidade muito longe do laboratório ,se ele não pode ele envia um de seus ajudantes para a cidade em que a pessoamora – Eduard explicou. –Como o prof° Carvalho é boa pessoa ! Ele que teve a ideia para mim escolher o Pikachu ,né Pikachu.–Anna falou acariciando seu pokémon elétrico em seu ombro.
Pikaachuu– o pokémon falou ao receber o carinho em seu queixo.
–Tia Rosa falando em pokémon inicial ,eu queria saber uma coisa. Qual inicial o Thom escolheu ?– Ben perguntou olhando para sua tia.
–Eu sabia que você iria me fazer esta pergunta. Mas o Thomaz me pediu para não te contar desculpe querido.–tia Rosa respondeu.
–Nem uma dica ?– Ben insistiu.
–Humm deixa eu ver ,um de seus amigos tem o mesmo pokémon que ele.–Tia Rosa respondeu.
–Pessoal já são 1:26 , se quisermos desafiar o líder de ginásio da qui é bom nós irmos logo –Eduard falou olhando em seu relógio.
–É mesmo avia me esquecido.–Anna falou.
–Novidade você lembrar de algo–Mary falou brincando e Eduard e Ben riram enquanto Anna mostrava a língua pra eles.

Eles retornam seus pokémons para as pokébolas ,e o Squirtle subiu para ombro de Ben.

–Tchau tia !– Ben se despediu. –Tchau Ben –a mulher abraçou seu sobrinho.
–Até mais dona Rosa–Anna falou.
–Tchau Mr.mime –Mary se despediu do pokémon.
–Tchau. Até logo –Eduard disse por fim.
–Tchau ,se cuidem.
Mister mime– a mulher e seu pokémon acevam para o quarteto que estavam saindo do quintal para a rua.
–Pode deixar.–os 4 responderam.

Agora de barriga cheia eles andavam em direção ao ginásio da quela cidade para desafiar o líder para ganharem sua primeira insígnia ,os 4 pasaram em frente ao Pokemart e algumas lojas onde tiveram que segurar o impulso de Mary de entrar e fazer compras. Logo eles chegaram ao ginásio ,uma grande construção mas quando tentaram entrar no ginásio viram que as portas estavam trancadas e havia um bilhete que estava escrito :

–A cara ,que droga –Anna falou irritada.
–Fazer o que ? Então partiu Pewter !– Mary falou um pouco desanimada.
–Nossa cara eu esqueci disso !–Eduard falou batendo a mão direita em sua testa.
–Esqueceu de que ?– Ben perguntou curioso.
–Eu esqueci de pedir para a enfermeira Joy fazer minha inscrição para a Liga Pokémon –Eduard explicou.
–Pera como assim ?– Mary perguntou sem entender nada.
–Sabe o Torneio Pokémon que acontece todo ano ? Então ,você faz a inscrição nos Centros Pokémon.–Eduard contou.
–Tá mas você acha que não está muito cedo pra isso ? Até porque nós não temos nenhuma insígnia !– Anna falou a última parte olhando para o ginásio fechado fazendo careta.
–Melhor previnir do que remediar – Eduard respondeu dando de ombros.
–Então vamos para Pewter e lá nós fazemos nossas inscrições ! Ok –Ben falou.
–OK. Então partiu floresta Veridian –Mary falou animada.
–Como assim floresta ??– seus amigos perguntaram surpresos.
–Ué vocês não sabiam que para chegar em Pewter é preciso passar pela floresta Veridian ?–Mary lhes perguntou.
–Não !!– eles responderam.
–Fazer o que ? Olhem o lado bom ,lá deve ter vários pokémons selvagens !– Ben incentivou seus amigos.
–Isso é verdade ,agora eu quero ir logo ,vamos !– Eduard nem esperou alguém responder e saiu andando na frente.

Eles seguiram a estrada da saída da cidade de Veridian quando Mary falou.

–Gente mais alguém está sentindo essa sensação de estar sendo seguida ?– a garota dos cabelos ondulados perguntou levando sua mão esquerda no braço direito.
–Não deve ser imaginação sua.– Eduard falou.
–É não deve ser nada ,talvez você só precise de um carinho !– Anna falou passando seu braço direito pelo pescoço da amiga abracando-a.
–É talvez seja. Obrigada.–dizendo isso eles continuaram.
Mary e Anna continuaram andando meio abraçadas daquela forma por algum tempo enquanto andavam pela estrada. Logo que eles estavam andando chegaram a um encruzilhada e uma placa com uma seta para estrada da direita dizia : FLORESTA VERIDIAN ,e uma embaixo com uma seta para a estrada para a esquerda que dizia : ESTRADA VITÓRIA. Mary então avistou um pokémon que parecia um coelho rosada com eespinhos pelo corpo no caminho da estrada Vitória e parou ,pegou sua Pokédex rosa e apontou para aquele pokémon.

–Legal ! Vamos lá Meowth eu queto essa Nidoran no meu time. Comece com Arranhão !– Mary liberou sua pokémon felina.

As garras da Meowth apareceram e ela correu em direção a Nidoran que levou o golpe em cheio ,logo a Nidoran entendeu o que estava acontecendo e em seguida seu chifre brilhou em um roxo claro e ela avançou sobre a Meowth.

–Meowth evasiva e Ataque Rápido –Mary ordenou.

A Meowth conseguiu desviar do ataque e começou a brilhar e correu em alta velocidade deixando um rastro lumiso por onde passava ,ela conseguiu acertar seu ataque no lado da Nidoran que ao ser acertada eriçou ainda mais seus ferrões.

–Mary melhor você trocar a Meowth pela Flor para ela não ficar envenenada por causa dos ferrões tóxicos da Nidoran.–Ben aconselhou sua amiga.
-Ok. Meowth retorne ,vamos lá Flor !– Mary retornou sua pokémon e lançou sua Bulbasaur para a batalha.–Use Folhas Gilete seguido por Investida !

E a Bulbasaur obdeceu o comando duplo ,primeiro ela lançou algumas folhas afiadas para cima da Nidoran que conseguiu desviar de todas mas ao pular para o lado para desviar não percebeu que Flor corria em sua direção e foi novamente acertada e lançada para contra uma pedra porém não fica nocauteada.

–Acho que você já pode terminar essa batalha – Eduard falou para ela.
–Pokébola vai !–Mary retirou uma pokébola vazia de seu colar e jogou na Nidoran.

A pokébola foi em direção à Nidoran que foi para dentro da pokébola ,a pokébola balançou e piscou o botão 1 e 2 vezes e parou confirmando a captura.

–Isso consegui ,você foi difícil agora pode descansar !–Mary falou recolocando a pokébola de sua pokémon recém-capturada.
–Parabéns –um garoto atrás deles falou batendo palmas– Você conseguiu capturar um pokémon.
–Connor !!–Eduard falou com raiva e nojo.
–O que você quer ?–Anna perguntou.
–Eu não sei como vocês fazem tanta euforia só por capturar um pokémon ,sabe ?–Connor falou ignorando Anna.
–É porque ,não sei se você sabe ,mas são os pokémons o motivo de nós viajarmos ,sem eles não teríamos desafios de ginásios ,ou ligas nem nada assim.–Ben respondeu.
–A sim claro ,mas não sou como vocês que acham tão especial só ter capturado um pokémon ,mas não se você sabe que ,sem um bom treinador eles não são nada –Connor retrucou.
–Como você pode falar assim ,eu tenho pena dos pokémons que estão com você !–Anna praticamente cuspiu aquelas palavras.–Quer saber eu te desafio duvido você continuar falando que nós somos ruins após essa batalha.
–Ok aceito mas você será massacrada ,vamos usar apenas um pokémon porque não quero perder tempo.–Connor falou se afastando de Anna.–Vai Ratata.

–Vamos lá Horsea –Anna mandou seu pokémon aquático.–Use o Bolhas.
–Desvie e use Investida– Connor falou.

A Horsea fez várias bolhas saírem de sua boca em direção do Ratata que desviou com facilidade e acertou um ataque investida na Horse.

–Vamos ,use Ataque Rápido.–Connor falou sem nenhuma preocupação.
-Rápido use a sua tinta no chão.–Anna falou e Horse obdeceu sem hesitar.

Ratata correu brilhando em direção a Horsea que soltou um líquido espesso e preto no chão logo a sua frente fazendo com que Ratata escorregasse perdendo o ataque e caindo no chão.

–Quem não tem estratégia agora ein Connor ?–Anna debochou de seu rival.–Termine com Investida.
–Não terminou ,use Hiper Presa –Connor falou.

A Horsea avançou sobre o Ratata que se levantava com dificuldade ,mesmo ela não tendo pernas e estando fora d’água mas o Ratata energisou seus dentes e atacou a Horsea a deixando fora de combate.

–Agora acabou.–Connor desdenhou.–Retorne.

Ninguém falou nada apenas viram Connor se afastar e sumir de vista.

Horsee–a pokémon falou triste se aproximando de Anna como se pedisse desculpa.
–A culpa não é sua Horse você foi bem mas agora descanse– Anna retornou sua Horse para a pokébola.–Vamos ? Temos que chegar a Floresta Veridian !
–Vamos então temos muito que andar–Ben falou fazendo sinal para que Mary nem Eduard comentassem nada ,pois ter perdido para Connor deve ter ferido o orgulho de Anna.

Eram 3:45 quando eles chegaram na entrada da floresta ,era tão grande que só se podia ver árvores por quilômetros ,a cidade já havia sumido atrás deles ,os 4 estavam quase entrando na floresta quando Mary falou.

–Gente sério ,eu tô com aquela sensação de está sendo seguida novamente ,sério que vocês não sentem ?–Mary questionou.
–Falando a verdade estou.–Eduard falou se assustando porque achava que era coisa de Mary.
–Aí cara ,eu também estou. O que nós fazemos?–Anna perguntou.
–Gente sem pânico ,venham.–Ben falou e adentrou a floresta fazendo sinal para seus amigos o seguirem.

Sem pensar duas vezes eles o seguiram ,eles andaram um pouco e assim que Ben viu que já estavam a uma certa distância da entrada ele fez sinal para se esconderem atrás das árvores ,Eduard foi logo atrás de uma árvore grande com algumas moitas ao redor ,Anna se escondeu atrás de uma árvore de casca grossa ao lado de Eduard ,Ben se escondeu em uma árvore grande do outro lado da estrada e Mary se escondeu junto a Ben. Não demorou nem 1 minuto eles ouviram barulho de passos na estrada eles ficaram mais atentos ,Mary segurou forte a mão de Ben ,os passos se aproximavam devagar…


Notas Finais


Comentem se tiverem alguma crítica ou alguma ideia para a fic ! Até a próxima !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...