História Awake - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~MindMess_-

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Morte, Paraplegia, Suícidio, Tristeza, Universo Alternativo
Visualizações 1
Palavras 410
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Ficção, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Ficou pequenininho porque estou fazendo no pc, mas esses dias eu volto com um maior sz

Capítulo 3 - Maybe she's here by chance, not by whom she was


-Eu voltarei minha querida. 

Então, de repente me bateu sono d enovo e eu dormi.

Quando acordei eu estava no meu quarto, da mesma forma que eu acordei, devia ser só mais um sonho daqueles. Eu olhei em meu relógio, e, conhecidentemente, marcava 6;18, acho que tenho fissura por esse horário.
            Me vesti com uma camisa preta e calça jeans ragada, com uma legging preta por dentro, na minha escola não precisava de uniforme, a carteira de estudante já era suficiente para entrar, apesar de na maioria das vezes eu levar um sermão ou algo assim por causa disso. 
            Desci para tomar café e estava do tudo mesmo jeito: a mesa sem arrumar ou algo assim. 

Fui até o quarto do meu pai escovar os dentes e sim, ele não estava lá. Fui até o quarto da minha irmã e ela também não estava, mas em cima da sua mesinha um bilhete, em caneta rosa, escrito em uma letra apressada, dizia a mesma mensagem dos meus sonhos, com certeza não era conhecidência, e eu sabia disto. 

Fiquei alguns minutos paralisada, movimentando minha língua contra a bochecha e me beliscando, isso não pode ser real. Ou é?

Pensei por mais algum tempo, e quando finalmente saí da transe estava em outro lugar, como se eu tivesse piscado e me teletransportado. Pensei em pedir em alguém alguma informação de onde estava, mas nenhum deles parecia sequer falar alguma língua conhecida. 

Me desesperei e acabei perguntando á todos dali onde eu estava. E é claro, eles riram de mim. Eu acho que estou sendo meio lerda ou imperceptível, mas como posso saber? 

Chequei o celular em meus bolsos e vi, primeiramente, uma mensagem do número de Cínthia, bom, ela não é a maior de minhas preocupações no momento, então deixei passar. Depois, umas mensagens de minha irmãzinha, que não estava em português, e eu acho que em nenhum dialeto de letras indo-arábicas. O jeito foi recorrer ao google. Nas mensagens diziam o que se parece com "vire o mundo de cabeça pra baixo e volte a sua realidade" ou "seu lugar não é aqui, te aquiete". 

Mas eu tenho sentimentos por ela, o que ela está dizendo? 

Em meio segundo taparam minha boca e meus olhos e senti alguma coisa picando meu pescoço e depois um último som, pronunciado com um pouco de dificuldade numa voz feminina: talvez ela estava em meio á multidão apenas por estar, e não por quem ela foi.  


Notas Finais


obrigada por ler
byee


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...