História Awake to love - Jin incesto - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Incesto, Jin
Visualizações 331
Palavras 4.877
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amores, fiquei um pouco preocupada com o capítulo anterior pois fiquei com medo de ter sido rápido demais e tals, muito obrigada pelos favoritos. Amo vocês e muito obrigada por estarem acompanhando a história. Se gostarem comentem e digam o que vocês acharam. Boa leitura e até o próximo!!

Capítulo 7 - Vixi muita treta vixii!!


Fanfic / Fanfiction Awake to love - Jin incesto - Capítulo 7 - Vixi muita treta vixii!!

- Vim entregar sua pizza. Diz Gabriel me olhando de cima a baixo e mordendo os lábios.

- Esqueci que seu pai é o dono da melhor pizzaria da cidade, mas porque está trabalhando? Pergunto

- Como castigo por ter sido suspenso ele me colocou pra ser entregador por um mês. Diz Gabriel meio incomodado.

- Hum, quanto é? Pergunto já mudando de assunto.

- Tina. Eu preciso conversar com você. Diz Gabriel na maior cara de pau.

- NÃO TEMOS NADA PARA CONVERSAR. VOCÊ ME TRAIU SÓ POR QUE EU NÃO QUERIA TRANSAR COM VOCÊ. VOCÊ QUE ESCOLHEU ISSO. Digo já alterada gritando com ele.

- Me desculpa, foi mais forte que eu. Volta pra mim, você está tão gostosa nesse vestido. Parece que está malhando.

- Vocês acha o quê em? Que eu ia ficar sofrendo em casa assistindo série e comendo sorvete enquanto você me ignorava e me traia. Não né ? Eu fui é cuidar de mim e do meu corpo pra quando eu ficasse solteira viesse um homem que me valorizasse e me amasse. Digo

- Volta pra mim por favor. Diz Gabriel suplicando.

- Me diga quanto foi as três pizzas e saia logo da minha casa antes que meu pai e meu irmão venham dar uma bela surra em você a ponto de você não conseguir mais transar com as suas putinhas. Digo muito irritada.

- Ok. As três deram 75 reais. Diz Gabriel e eu dou o dinheiro pra ele.

- Liga pra mim. Diz ele me entregando as pizzas.

- Vai a merda. Liga pra algumas das suas putinhas e me deixa em paz que eu ganho mais. Digo e fecho a porta. Deixo as pizzas no balcão e vou chamar todos.

- Escutamos gritos o que houve Tina. Diz jin fora da piscina ficando do meu lado.

- Aquele idiota era o entregador de pizza. Digo respirando fundo.

- Ele trabalha? Pergunta Jin surpreso.

- Não, o pai dele que botou ele como entregador por um mês por causa da suspensão. Digo

- Esse babaca disse o que pra você filha. Diz meu pai vindo até nós.

- Disse que precisávamos conversar. Disse que eu estava gostosa e pediu pra voltar. Digo ficando chateada novamente.

- Eu vou ter uma conversa bem séria com os pais dele. Quem ele pensa que é pra usar minha filha desse jeito? Pergunta meu pai super chateado.

- Eu disse que se ele não parasse ia chamar vocês para dar uma surra nele e ele falou o preço, me entregou as pizzas e falou para eu ligar para ele acredita? Digo.

- Mas é um cara de pau mesmo. Se eu pegar ele perto de você considere ele um cara morto. Diz meu irmão e meu pai juntos.

- O que vocês tanto conversam aí em? Pergunta minha mãe.

- Esquece mãe. A pizza já chegou. Vamos sair da piscina e comer. Digo e todos saem. Vamos para o balcão e ficamos comendo em pé mesmo já que estavamos molhados.

- A pizza está ótima. Vocês são bem parecidos com os nossos pais. São bem divertidos. Diz Kook sorrindo.

- Depois queremos conhecer os pais de vocês para fazermos uma festa. Diz minha mãe sorrindo.

- Pode deixar. Diz Kook.

- Por que está tão tensa Tina. Mal está comendo. Pergunta Mila me olhando.

- Eu encontrei uma pessoa que me fez ter um embrulho no estômago. Digo fazendo careta.

- Não vai dizer que foi aquele idiota. Diz hobi.

- Foi. Digo olhando para baixo.

- Ele não trabalhava. Diz jimim confuso.

- Como ele foi suspenso o pai dele que é dono da melhor pizzaria da cidade fez ele ser entregador por um mês. Digo.

- Vamos esquecer esse garoto e vamos comer. Se ele te perturbar mais uma vez eu vou nos pais dele. Isso é inadmissível. Trai a minha filha e ainda tem a cara de pau de vim aqui. Diz meu pai bem bravo.

- A pizza está ótima. Diz minha mãe mudando de assunto e sorrindo enquanto todos pegam mais um pedaço.

- Tudo que é bom dura pouco. Diz jin rindo com a embalagem sem mais nenhuma pizza.

- Vão se trocar e avisem seus pais de que estão aqui. Eles já devem ter chegado. Diz meus pais e todos vamos nos trocar. Coloco apenas um vestido de casa. Depois coloco a roupa molhada no varal do quintal.

- Que horas são? Pergunta jimim para mim.

- São 9 horas já meninos. Digo olhando no celular.

- Está bem tarde. Precisamos ir. Diz todos indo pra sala com as coisas na mão.

- Sr Young e Sra. Veridiana temos que ir pois já está tarde. Diz meu amigos quando meus pais chegam na sala.

- Ok meninos. Voltem sempre e tragam seus pais também. Diz meus pais sorrindo.

- Até amanhã pessoal. Diz todos.

- Amanhã as 6:40 estaremos aqui pra gente ir pra escola ok? Diz hobi.

- Ok. Boa noite. Digo e depois de comprimentarmos todos fechamos a porta.

- Eles sao bem legais. Diz meu pai.

- Sim, quero muito conhecer suas famílias. Diz minha mãe sorrindo.

- Estou bem cansado. Diz meu pai sentando.

- Eu também, foi muito bom relaxar mas quero somente dormir agora. Diz minha mãe.

- Vocês vão dormir que horas? Pergunta meu pai.

- Daqui a pouco pai. Vamos só vê o que está passando na tv e depois nós vamos. Diz jin

- Se comportem e não durmam tarde. Diz minha mãe dando um beijo na gente.

- Boa noite filhos. Diz meu pai dando um beijo na gente também e logo em seguida eles sobem. Me sento no sofá respirando fundo.

- O que foi? Pergunta Jin sentando do meu lado.

- Nada, hoje foi muito bom. Digo sorrindo me virando pra ele

- Estou com saudade. Diz jin me abraçando.

- Eu também, mas temos que aguentar. Digo triste.

- Podemos matar a saudade agora. Diz jin me puxando para o seu colo.

- Jin é perigoso. Nossos pais podem vim beber água e encontrar a gente aos beijos. Digo preocupada.

- Então vamos para o meu quarto. Diz jin me pegando no colo e me levando para o seu quarto. Ele tranca a porta e me prende nela.

- Agora você não me escapa. Diz jin me beijando intensamente enquanto eu coloco minhas pernas na sua cintura fazendo ele apertar minha bunda e me colar ainda mais ao seu corpo. Beija meu pescoço e eu já podia sentir seu amiguinho ganhar vida.

- J-jin.. Digo entre gemidos.

- O que foi amor? Pergunta parando de me dar beijos no pescoço e me olha nos olhos.

- Agora não é o momento. Nossos pais devem estar acordados ainda e eu estou muito cansada. Digo bocejando.

- Ok amor. Desculpa mas com você é impossível não ficar louco. Diz jin com um sorriso malicioso e aperta minha bunda.

- Mas eu estou com muito sono e piscina cansa. Digo tirando minhas pernas de sua cintura e me sentando na cama.

- Você já quer ir pro seu quarto? Pergunta Jin.

- Nao, eu quero dormir com você. Poderia me emprestar uma blusa grande sua pra eu tomar um banho? Pergunto.

- Toma amor. Deixa eu tomar banho com voce. Por favorzinho. Diz jin fazendo carinha de cachorro abandonado.

- Tá bom meu pujin, mas sem muita gracinha. Digo sorrindo tirando meu vestido na sua frente.

- Você é tão linda Tina. Esse seu corpo escultural me alucina. Diz jin tirando a roupa também.

- Lindo é você. Que homão da porra pai. Nunca pensei que eu seria sua algum dia. Digo sorrindo olhando seu corpo todo enquanto ele olhava o meu. Vou em sua direção dando um beijo afoito nele que me segura me levando para o banheiro. Vamos em direção a chuveiro e deixo a água invadir meu corpo cansado e jin faz o mesmo.

- Que tal a gente mudar um pouco as coisas. Diz jin com um sorriso bem malicioso.

- O que você está pensando? Pergunto

- Quero ensaboar o seu corpo e quero que você ensaboe o meu. Diz jin me olhando de cima a baixo.

- Ok quem começa? Pergunto.

- Eu quero te ensaboar primeiro. Diz jin pegando o sabonete e me ensaboando toda. Depois de pegar no meu corpo todo eu faço o mesmo com ele. Vou na sua região e passo a mão limpando o "meu" pau.

- Não ative ele se não for pra brincar. Diz jin arfando.

- Você lavou ela, me fez ficar excitada e eu nem reclamei. Digo passando a mão nele mais uma vez.

- Que vontade de te foder Tina... Diz jin enquanto geme.

- Mas eu quero minha primeira vez de um jeito diferente. Quero que seja especial. Digo parando os movimentos e indo com a mão até seu peitoral.

- Eu sei amor, vou fazer ser a noite mais especial da sua vida. Diz jin e vamos até o chuveiro nos lavando novamente e depois de pegar as toalhas saímos para o quarto.

- Me empresta uma camisa sua amor. Digo me secando.

- Empresto. Diz jin pegando uma camisa sua do guarda roupa que parecia um vestido.

- Está legal? Pergunto vestindo.

- Você está muito sexy. Diz jin me dando um selinho enquanto pega na minha bunda.

- Obrigada amor. Você também fica bem sexy nessa calça de moletom mas agora precisamos dormir pra acordar cedo amanhã. Digo indo para a cama.

- Tá bom. Diz jin meio emburrado se deitando ao meu lado.

- Boa noite meu amor. Digo dando um beijo calmo nele que retribui na mesma hora me puxando para cima e que se torna intenso mas nos separamos por causa do ar.

- Boa noite minha vida. Diz jin meio ofegante enquanto desligava a luz do lado da cama comigo ainda deitada em seu peito enquanto ele fazia cafuné para eu dormir.

- Eu te amo muito. Digo dando um selinho nele.

- Eu também te amo muito meu amor. Diz jin sorrindo e depois dormimos abraçados.

Acordo no outro dia e vejo Jin e me olhando.

- Bom dia bela adormecida. Diz jin sorrindo.

- Bom dia meu príncipe. Digo dando um selinho nele.

- Nossos pais estão fazendo o café então vai correndo para o quarto enquanto vou tomar banho.

- Ok amor. Digo trocando a blusa dele pelo meu vestido e saio correndo do quarto dele indo para o meu entrando no chuveiro e logo em seguida vestindo meu uniforme. Me ajeito e desço.

- Bom dia filha. Dormiu bem? Diz minha mãe sorrindo.

- Dormi mãe mas acordei com uma dor de cabeça. Digo fechando os olhos com força.

- Tome um remédio filha. Diz minha mae me entregando e depois de eu tomar me sento na mesa. Logo em seguida Jin chega todo arrumado. Com uma mochila nas costas.

- Bom dia família. Diz jin sorrindo.

- Oi filho, vem comer. Diz meu pai

- Ok pai. Diz jin sorrindo enquanto nós comemos. Depois meus pais vão trabalhar e eu vou escovar os dentes para esperar meus amigos enquanto a dor passa. Escuto a campainha e vou atender a porta.

- Jin o pessoal chegou. Digo e ele vem logo em seguida. Caminhamos ate a escola.

- Boa aula amor. Diz jin me abraçando.

- Boa sorte meu lindo. Digo sorrindo e abraço ele. Depois de ele seguir para a diretoria eu e meus amigos vamos para a sala de aula. Depois de tocar o professor de matemática chega e começa a dar aula. Faço sua atividade e logo em seguida começa a outra aula que seria a professora de biologia.

- Parece que a professora de biologia é nova aqui e é sobrinha do diretor. Diz Mila pra mim.

- Legal, espero que seja uma boa professora. Digo sorrindo e logo chega uma mulher bem bonita acompanhada do diretor e os meninos já babam por ela.

- Bom dia classe. Essa é a nova professora de biologia de vocês. Diz o diretor.

- Bom dia alunos, me chamo Hyuna e eu estou a um mês aqui no Brasil. Terminei a faculdade na Coreia do sul e tenho vinte e dois anos. Diz Hyuna dando um sorriso.

- Espero que se comportem direitinho ok? Pergunta o diretor.

- Sim, senhor diretor. Falamos todos juntos e logo em seguida ele sai da sala.

- Pra começar quero conhecer vocês. Ela fez isso nas duas filas e como eu era a primeira da terceira fila era a minha vez. Qual o seu nome, a sua idade e qual profissão quer seguir já que vocês já estão no último ano né?

Diz Hyuna apontando para mim que sentava na frente

- Me chamo Valentina, tenho 17 anos e quero fazer direito. Digo sorrindo.

- Então você é a garota de que todos estão falando pelos corredores. Sinto muito com o que houve mas é isso que acontece quando não damos o que eles querem. Diz Hyuna dando um sorriso debochado para mim.

- Eu não pedi a sua opinião, além disso não importa o que pensam sobre mim ou o que vão falar de mim. Só porque eu namoro a um ano não sou obrigada a transar com meu namorado só porque ele quer e se ele me traiu e não me respeitou é porque ele não me amava. Digo olhando ela com muita raiva.

- Mais respeito comigo mocinha. Sou sua professora. Diz Hyuna retribuindo o olhar

- Isso mesmo, minha professora e se quer respeito me dê respeito também. Digo olhando ela.

- Próximo. Diga suas informações. Ela fez isso com todos e depois falou o conteúdo que ia trabalhar e essas coisas. Disse como era as parciais dela em meio a isso tudo ela não parava de olhar para mim com um ódio tremendo. Tocou para o intervalo e logo depois de ir beber água eu fui atrás do Jin na sala dos professores.

- Com licença. Digo abrindo a porta depois de bater mas a cena que eu vejo é horrível fazendo algumas lágrimas cairem. Hyuna e Jin estavam quase se beijando.

- Atrapalho? Digo depois de limpar as lágrimas e Jin me olha assustado.

- Você não sabe que aqui é a sala dos professores garota, além disso é mal educada de entrar assim. Diz Hyuna bufando.

- Olha aqui, primeiramente o diretor deixa os alunos virem aqui para pedir alguma ajuda. Segundamente se você é surda a ponto de não ouvir que eu bati a porta e ainda pedi licença então o problema é seu. Digo olhando com muita raiva pra ela.

- Está procurando quem? Diz Hyuna.

- Meu irmão. Digo apontando pra ele que estava mais branco que papel e não dizia uma só palavra.

- Não acredito que você é a minha ex cunhadinha. Diz Hyuna bufando

- Como? Pergunto.

- Eu era namorada do seu irmão na Coreia e pretendo reconquista-lo novamente. Diz Hyuna sorrindo para mim.

- Não mesmo Hyuna. Quero você bem longe de mim. Diz jin empurrando ela.

- Eu ia conseguir se não fosse essa pirralha. Diz Hyuna bem brava e eu dou um sorriso de deboche para ela.

- Não sou burro de cair no seu jogo novamente. Fique sabendo que só fiquei com você na Coreia pela carência.

- É isso que acontece quando damos o que eles querem. Digo dando uma risada e saimos da sala

- Tina aquilo foi um engano. Diz jin me olhando.

- Eu não quero me estressar ainda mais agora e expor nossa relação aqui ok? Quando chegarmos em casa a gente conversa. Digo e vou para o pátio encontrando nossos amigos.

- Oi galera. Digo dando um sorriso fraco ao lado do Jin e nos sentamos.

- Miga o que foi aquilo na sala? Porque está tão de mal humor hoje? Pergunta Mila.

- Ela veio querer se entrometer na minha vida. Sou um amorzinho só não mexe comigo. Digo com raiva.

- Você foi fantástica. Apesar dela ser bonita mas é bem fútil e entrometida. Diz hobi sorrindo.

- Você colocou ela no seu lugar. Diz Kook aplaudindo.

- Aconteceu mais alguma coisa? Pergunta suga me analisando.

- Não aconteceu nada não. Digo olhando para jin que abaixou a cabeça.

- Galera Adivinha quem trocou de sala? Pergunta jimim

- Vai ficar em qual amor? Pergunta Kook.

- Na sala de vocês. Falei com o diretor e ele deixou. Diz jimim super feliz sentando ao lado de kook.

- O que aconteceu na sala? Pergunta Jin voltando a olhar para cima.

- A Hyuna estava fazendo umas perguntas pra todos tipo: nome idade e que profissão seguir. Aí na vez da Tina ela disse que ela tinha escutado muito sobre a Tina e que ela sentia muito mas era isso o que acontecia quando elas não davam o que eles queriam. Disse Namjoon.

- Aí a Tina começou a falar várias coisas pra ela que fez todo mundo ficar chocado e aplaudir mentalmente. Diz Tae rindo e todos riram.

- Fiz ela aprender a não ficar se entromentendo aonde não foi chamada. Digo sorrindo.

- Ela passou a aula inteira te encarando com ódio. Diz Mila.

- Eu sei, cara feia pra mim é fome. Digo sorrindo e o sinal toca.

- Vão pra sala que eu acho que agora eu vou ensinar na sala de vocês. Diz jin sorrindo.

- Ok. Saímos e vamos pra sala enquanto Jin vai para a diretoria.

- Está tudo bem mesmo amiga? Nunca te vi assim. Diz Mila me olhando.

- Tem acontecido muitas coisas esses dias mas não posso te contar agora. Digo falando baixo

- Que tal a gente ir no shopping pra pôr a conversa em dia em? Diz Mila sorrindo.

- Só nos duas? Pergunto.

- Claro, estou afim de comprar algumas roupas e acho que a não ser o hobi e nós duas os meninos não vão ficar animados com isso. Diz Mila sorrindo.

- Sim, além disso ele acabou descobrindo e eu queria muito saber da opinião de vocês. Digo sorrindo.

- Depois da aula eu chamo ele ok? Diz Mila e jin entra na sala ao lado do diretor.

- Classe esse é o novo professor de história. Ele dará história do Brasil para vocês. Ele dará duas aulas e depois da aula dele vocês serão liberados pois o professor de geografia faltou. Diz o diretor Paulo sorrindo e logo depois sai da classe.

- Bom dia classe, sou Kim seokjin, estudei na Coreia do sul e tenho 21 anos. Voltei recentemente para o Brasil depois de ter concluído a minha faculdade. Alguma pergunta? Diz jin sorrindo.

- Voce é irmão da Valentina? Pergunta Alice uma das amigas da Mariana.

- Sim, sou irmão dela. Diz jin sorrindo para mim e eu dou um sorriso em troca enquanto ele bebe um copo d'água.

- Conheceu a professora Hyuna? Pergunta Tiago um dos meninos do fundão e Jin toce forte.

- Sim, eu estudei com ela. Diz jin tomando mais água.

- Está bem Jin? Pergunto

- Estou, eu irei fazer a chamada e quero que vocês levantem a mão para eu gravar o nome e o rosto de vocês. Diz jin começando a fazer a chamada e todo mundo se identifica.

- Agora eu gostaria que cada um falasse qual período da história ou assunto que vocês tem mais dificuldade e gostaria que comentassemos nessa aula. O assunto mais votado vai ser comentado. Na proxima aula começaremos com o conteúdo do terceiro ano que é república oligarquica. O famoso coronelismo. Diz jin sorrindo

- Pode ser qualquer história do Brasil e Geral? Pergunta hope.

- Pode sim. Hoje poderemos debater qualquer assunto da história mas próxima quarta só história do Brasil. Diz jin falando e os assuntos que nós falávamos ele colocava no quadro e o que a maior falou foi 2 guerra e em segundo lugar foi Era Vargas que foi o que eu escolhi também.

- Iremos comentar sobre a segunda guerra já que foi o assunto que mais foi votado mas quem escolheu Era Vargas fica tranquilo que sera o segundo a ser trabalhado. Ele perguntou o que cada um sabia e fomos contando várias coisas. Foi uma aula muito boa e todo mundo se divertiu. Depois fomos liberados e eu me sentia exastau mentalmente. Hyuna tinha me estressado muito.

- Não esqueça que precisamos conversar ainda. Diz jin perto de mim enquanto eu arrumava minha bolsa pra sair. Todos os outros esperavam na porta.

- Eu não quero falar agora e fazer merda ok? Estou muito estressada por aquilo. Digo saindo de perto dele indo pra porta enquanto ele me segue. Saímos da escola e vamos pra casa.

- Mal vejo a hora de chegar em casa e deitar. Diz suga.

- Você só pensa em dormir amor. Diz Mila rindo.

- Estou precisando extravazar. Digo fechando os olhos.

- Está bem brava mesmo. Diz jin me olhando.

- Me deixa, acho que tô com tpm. Digo dando língua pra ele.

- Então vamos porque eu fico com medo quando você está de tpm. Diz hobi rindo.

- Jimim não veio? Pergunto.

- Ele é da outra sala. E também foi aula normal pra ele hoje, a gente que teve a sorte de falta professor. Ainda bem que amanhã ele será da nossa. Diz Kook com um brilho nos olhos.

- Você está realmente apaixonado. Diz Tae rindo.

- Estamos sim. Diz Kook rindo e entramos na nossa rua.

- Hobi e Tina as três saímos de casa. Diz Mila nos olhando.

-Aonde vocês vão? Pergunta os meninos.

- Comprar roupas. Digo

- Então estamos fora. Diz eles.

- Sabíamos por isso não chamamos. Dizemos rindo e entramos em casa. Vou correndo para o meu quarto. Jogo a bolsa na cama tiro minha roupa e guardo depois coloco o biquíni.

- Tina porque veio correndo e está de biquíni? Pergunta Jin.

- Preciso nadar. Eu preciso esquecer os problemas e nada melhor do quê praticar esportes. Digo pegando minha toalha.

- Posso ir com você? Pergunta Jin

- Tá bom mas não quero estresse. Digo olhando ele.

- Ok, vou me vestir. Diz jin.

- Estarei na piscina. Digo e saimos do quarto. Vou para o quintal, me alongando.

- Porque está se alongando? Pergunta Jin aparecendo.

- É muito importante o alongamento antes de fazer qualquer exercício principalmente natação, pois se tivermos câimbra podemos até morrer. Digo alongando meus braços.

- Ok, farei também. Diz jin me seguindo no alongamento.

- É bom dá uma corrida em volta da piscina para aquecimento do corpo. Digo começando a correr.

- Quantas voltas? Pergunta Jin

- Dez. Digo correndo mais rápido ao lado de jin. Depois das dez voltas saltamos na piscina e eu vou para a borda.

- Não começamos a nadar logo? Pergunta Jin

- Não apressadinho. Precisamos respirar e inspirar. Puxe o ar pelo nariz e solte pela boca. Repetição de dez vezes também.

- Ok treinadora. Diz jin sorrindo e fazemos isso dez vezes. Depois eu começo a nadar.

- Nadamos de vários jeitos, apostamos corrida e realmente me sinto mais relaxada.

- Isso é bom né? Pergunta Jin parando um pouco.

- Sim, eu amo nadar. Digo sorrindo.

- Por isso tem esse corpo. Diz jin me olhando.

- Gosto de praticar esportes. Só não sou melhor amiga do vôlei mas o resto me dou bem. Digo sorrindo.

Mergulho e debaixo d'água Jin me dá um selinho que imediatamente me faz voltar para a superfície.

- Tina eu te amo. Diz jin me abraçando.

- Me ama mas quase beijava outra hoje. Se eu não tivesse chegado a tempo ela teria te fisgado. Digo saindo de seu abraço.

- Aquilo foi um mal entendido. Estávamos brigando na sala dos professores e na hora que ela se aproximou de mim você chegou. Diz jin me olhando.

- Como pôde namorar aquela vadia em? Digo olhando pra ele incrédula.

- Eu estava cego, carente. Ela era uma mulher bonita que vivia dando em cima de mim e eu acabei ficando com ela. Ela me traiu e eu tenho muito nojo dela mas agora que foi rejeitada novamente meu maior medo é que o pessoal descubra isso, ninguém pode saber disso Tina, nem os nossos amigos. Diz jin triste.

- Eu não vou contar nada disso mas fique sabendo que ela vai fazer de tudo pra tornar a nossa vida um inferno. Digo olhando ele.

- Eu sei, eu odeio essa mulher e odeio como ela te tratou. Diz jin me abraçando.

- Já passou, eu continuarei sendo a aluna exemplar mas fique sabendo que se essa cobra me perturbar eu colocarei ela no seu próprio lugar. Digo apertando ele

- Agora mais do que nunca precisamos ter cuidado para a gente não se expor pois ela vai fazer de tudo para acabar conosco ainda mais se souber da gente. Diz jin acariciando meus cabelos.

- Aposto que ela e Mariana serao melhores amigas. Vai ser um inferno na segunda ter que encarar as duas. Digo bufando.

- Sim mas eu estou com você e não vou te deixar. Diz jin me dando um selinho prolongando que se torna num beijo calmo e gostoso. Nós separamos depois de algum tempo.

- Agora vamos continuar nadando pois nossos pais já devem estar chegando. Digo e nado como uma sereia.

- Você é tão linda. Diz jin nadando até mim.

- Obrigada, você também é muito lindo. Digo sorrindo.

- Vamos parar um pouquinho amor. Quero namorar e estou cansado. Diz jin fazendo um biquinho fofo.

- Jin nossos pais estão perto de chegar. Vamos trocar de roupa e fazer o almoço. Eles devem estar cansados também. Digo indo para a borda da piscina.

- Tá bom. Diz jin me seguindo. Pego minha roupa reserva minha toalha vou no banheiro do quintal tomo um banho rápido e me visto.

- Vou me trocar agora. Diz jin indo para o banheiro depois de mim e eu estendo meu biquíni depois vou para a cozinha. Preparando o almoço.

- Quer ajuda? Pergunta Jin atrás de mim.

- Quero. Faz o macarrão pra mim por favor? Digo olhando ele.

- O que você já fez? Pergunta Jin

- Fiz o arroz e coloquei o feijão de molho. Agora é só esperar ficar pronto e tô fazendo o frango. Digo temperando o frango.

- Ok. Diz jin colocando a água pra ferver enquanto eu coloco o frango na frigideira. Depois eu faço o feijão e quando terminamos tudo nossos pais chegam.

- Que cheirinho gostoso. Diz minha mãe vindo.

- Vocês chegaram cedo hoje. Diz meu pai.

- É porque a minha última aula do dia foi na sala da Tina e terminou mais cedo pra ela pois o professor de geografia faltou. Diz Jin sorrindo.

- Aproveitamos e fizemos o almoço. Digo sorrindo.

- Obrigado crianças. Diz meu pai sorrindo e indo pra mesa.

- Vocês são os melhores filhos do mundo. Diz minha mãe sorrindo sentando também. Todo mundo se serve e comemos juntos.

- Estava muito bom amores. Diz minha mãe sorrindo.

- Infelizmente hoje está muito corrido o dia e já tenho que ir para analisar mais casos. Diz meu pai respirando fundo.

- Amor aproveita e me leva logo também. Diz minha mãe sorrindo.

- Até mais tarde crianças. Amamos vocês. Diz meus pais nos abraçando e indo pro trabalho.

- Agora estamos sozinhos. Diz jin indo pro sofá comigo.

- Sim mas eu ainda estou brava e com tpm então não se anime muito. Digo olhando pra TV.

- Eu já expliquei amor. Eu não quero ela, eu amo só você. Diz jin me fazendo olhar pra ele.

- Eu sei amor mas estou triste e sinto que a partir de hoje tudo ficará mais difícil. Digo meio aflita.

- Não se preocupe. Estou aqui com você meu amor. Diz jin me abraçando.

- Eu te amo Jin. Digo olhando ele.

- Eu também te amo Tina. Te amo muito. Diz jin e logo depois me dá um beijo cheio de amor e carinho que se prolonga e vira um dos melhores beijos da minha vida. Paramos depois que eu escuto meu celular tocar.

- Alô? Digo pegando o celular.

- Tina está ocupada? Pergunta Mila.

- Não miga porque? Pergunto.

- Aqui em casa tá um inferno. Queria saber se podemos adiantar a saída pro shopping. Não estou aguentando ficar mais aqui. Diz Mila.

- Ok amiga. Vou me ajeitar. Avisa o hobi e depois de me arrumar eu vou até a casa de vocês ok? Digo.

- Ok. Obrigada, quando estivermos no shopping eu conto tudo, beijos. Diz Mila.

- Beijos. Digo desligando.

- O que houve? Pergunta Jin

- Mila está com problemas em casa e pediu para adiantar a saída pro shopping. Vou me ajeitar. Digo me levantando.

- Tá bom, mas chega cedo ok? Pergunta Jin

- Vou chegar umas 17:00. Digo dando um selinho nele e vou pro meu quarto. Tomo um banho e visto um macacão branco com azul. Passo um batom vermelho e deixo meus cabelos soltos. Desço as escadas e encontro Jin ainda assistindo no sofá.

- Está muito linda amor. Diz Jin me olhando de cima a baixo.

- Obrigada amor. Digo sorrindo e dou um selinho nele.

- Divirta-se e cuidado viu? Estou de olhos bem abertos em você. Diz jin me olhando intensamente.

- Eu sei meu amor e estou de olhos abertos em você também. Tentarei chegar cedo. Digo sorrindo e vou até a porta saindo e indo na sala dos meus amigos. Toco a campainha das duas casas já que são uma do lado da outra e encontro Mila e Hobi saindo de casa.

- Vamos? Pergunto.

- Vamos. Saímos andando para o shopping que era só 4 quarteirões de casa e fomos direto para a praça de alimentação e nos sentamos numa mesa meio afastada de todos.

- Agora que estamos prontos e estamos aqui me conta tudo que tá rolando na casa de vocês. Diz hope animado.

- Começa você Tina pois estou muito curiosa pra saber que segredo é esse. Diz Mila me olhando.

- Olha, eu peço que não me julguem. Sei que é errado mas eu não mando no meu coração. Eu até tentei me afastar e não sentir isso mas é mais forte do que eu. Digo olhando para baixo.

- Do que está falando? Pergunta Mila ainda mais curiosa.

- Eu estou gostando do meu irmão. Digo encarando meus amigos.

- O QUÊ? Pergunta Mila muito assustada.


Notas Finais


Como será que eles vão reagir e como será que vai ser daqui pra frente com a Hyuna no pé...... Só lendo para descobrir kkkk muito obrigada por tudo e até o próximo capitulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...