1. Spirit Fanfics >
  2. Away >
  3. First and Only

História Away - Capítulo 2


Escrita por: e Vescov


Capítulo 2 - First and Only


Você sempre foi o primeiro para mim. E eu sempre deixei isso claro. 


Não havia amor em minha vida, antes de você invadi-la. Eu tinha medo de se deixar levar, mas deixei, porque era você quem estava me levando. E olha onde estamos agora. 


 


Houve coisas que eu não precisei aprender, eu já entendia. 


 


Quando dormi na sua casa, na primeira vez, você acabou dormindo no sofá, porque queria me dar espaço. Eu dizia que não devia ter sido encontrada, bêbada e encharcada, por ter caído em uma piscina, mas eu agradeço muito por ter ido me procurar naquela festa. 


 


Sei que você não bebe café, e me surpreendi quando acordei com esse cheiro pairando em seu apartamento. 


Depois de outras vezes, me acostumei em te ver sorrindo e pondo uma xícara cheia da bebida fumegante em cima da mesa, enquanto fazia chá para si. 


Você sempre gostou mais do chá de maçã, não é? 


 


Lembro de quando você estava fora do meu alcance, e tudo o que eu poderia fazer era despejar frases desconexas no seu chat. 


Depois, eu dormia, e continuava sonhando contigo. 


Se recorda de quando eu contei que tive um sonho erótico pela primeira vez, e o meu parceiro era você? Fiquei muito envergonhada, mas você sempre conseguia deixar qualquer momento constrangedor mais leve. 


 


Ou mais quente. 


Você sempre foi o calor que me faltava. Eu não havia sentido nada além do frio antes de te conhecer. 


Era tão bom sentir seus braços me rodearem, quando eu chorava depois de ler um romance qualquer. Você é a primeira e única pessoa que eu permiti conhecer meus lados fracos. 


Como você se sente agora? 


 


Como se sente sabendo que o meu frio voltou ainda mais forte? 


É como se o outono não existisse. 


 


Mas, sabe, eu não consigo ficar brava com você, porque acabo me lembrando da primeira vez em que nos beijamos. 


Eu estava tão irritada, trancada dentro de uma casa na árvore, na qual eu mal conseguia ficar em pé. Foi estranho te ver entrando num lugar tão infantil, porque você sempre me lembrava à crianças, mas o lugar era tão pequeno para o seu tamanho. 


Porém, você adorava ficar ali para ver as estrelas ao meu lado. 


Espero nunca esquecer da mistura de brilhos em seu olhar, com tristeza e divertimento ao mesmo tempo.  


Foram as confusões, as frases sem sentido, os pensamentos embaralhados e confusos que me fizeram te amar. 


 


Nunca encontrei alguém como você Gus, e espero nunca encontrar outro assim. Porque, apesar de estar tão distante, você é o primeiro e único que coube no meu pequeno coração. 


 




Notas Finais


É o fim, obrigado por lerem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...