1. Spirit Fanfics >
  2. Awumbuk - (SasuSaku) >
  3. Posso te tocar?

História Awumbuk - (SasuSaku) - Capítulo 18


Escrita por: _saharuno

Capítulo 18 - Posso te tocar?


O jantar com a minha mãe e o Itachi ocorrerá tranquilo mas eu passei ele inteiro pensando na Sakura, quando acabou era 20:00 então fui atrás dela

Perguntei por ela pro porteiro do seu prédio que disse que a mesma não havia chegado, pedi pra ele falar pra ela me ligar e fui embora

Fui para casa, tomei um banho e relaxei um pouco no meu sofá e depois fui ao meu escritório procurar algo para fazer, quando deu 03:50 meu celular toca me acordando de uma tentativa de sono, Sakura

Ligação On

-Sakura

-Oi, meu porteiro falou que você veio aqui

-Fui, queria falar com você 

-Estou escutando

-Na onde você estava? - perguntei com receio da resposta 

-Primeiro fui num bar e depois em uma boate com as meninas

-Está em casa?

-Sim

-Então você deixou de ir a um jantar para ir beber?

-Você queria que eu conhecesse sua mãe, eu passo

-Bom... Vocês tramaram para ela ir lá hoje não vi problema 

-Você é um chefe irritadiço em - ela falou arrastando as palavras 

-Você tá bebada?

-Não, estou com sono

-Como foi a noite? 

-Essa é uma daquelas perguntas para saber se eu fiquei ou dormir com outra pessoa? - fiquei quieto - Você sabe que a gente não tem nada né? - sorri sarcástico 

-Eu falei que você é minha 

-Sua é? Não sou de ninguém Uchiha

-Mas é minha Sakura, vai ser minha e eu vou fazer isso acontecer

-Do jeito que anda as coisas, a única coisa que você tá fazendo acontecer é o meu estresse crescer por você 

-Amor vem com o tempo 

-Amor... Você ainda sente isso por mim?

-E você não? - apoiei minhas costas nos travesseiro 

-Para de graça

-Sinceramente não acho que eu goste de você como antigamente mas... Você ainda me atrai muito

-Resumindo, você quer transar comigo e nada mais  

-Você sempre... Foi assim né - sorri de lado - Levando as coisas no pé de letra, foram oito anos separados e obviamente o nosso amor se esfriaria mas não quer dizer que eu não te ame Sakura, não é isso que eu estou falando. Quero sentir tudo de novo, quero você 

-Por quê?

-Porque... Porque eu preciso de você, ninguém mais me fez sentir coisas que você me fez sentir e fazer, eu ainda posso te dar o mundo se você quiser. Quando eu digo que preciso de você não é como se o meu mundo fosse você, eu aprendi a viver sem você é obvio mas... É você, só você me faz sentir coisas que mais ninguém me fez sentir, porra Sakura é você

Só ela pra me fazer falar essas coisas

-Você sempre foi bom nisso - ela falou depois de um tempo quieta

-Nisso o que?

-Em me confundir

-Te confundo no que?

-Agora por exemplo, achei que tivesse me decidido em deixar você de lado mas, estou pensando em você e queria estar com você 

-Podemos...

-Não podemos Sasuke, eu mudei nesses oito anos, aconteceram coisas e eu não quero te envolver e me envolver de novo num relacionamento - fiquei quieto - Não posso gostar de você, mesmo tudo me dizendo ao contrário 

-Você é única Sakura - ri ironicamente 

-No que?

-A única que me dá um fora no meio da madrugada e ainda me faz querer insistir 

-Foi um fora? E além do mais você é meu chefinho agora

-Eu sei diferenciar trabalho da vida pessoal

-Na verdade o que você queria a princípio? - nem eu sabia o porquê de ter ido procurar por ela

-Saber se você estava bem 

-Eu vou dormir, nos vemos no escritório segunda

-Tchau, se cuida Sakura

-Tchau

Ligação Off

Fiquei o resto da noite pensando no que ela falou. Só consegui dormir de manhã e acordei a tarde

No domingo eu malhei, fui ver a minha mãe e depois fui a um bar beber com o Naruto e os caras

Acordei na segunda às 07:00 e me arrumei colocando um terno azul escuro e uma gravata branca, sapato preto e fui comer café da manhã 

Dirigindo para ir a empresa Konan me liga, eu havia desmarcado um almoço com ela e a mesma vinha me enchendo de mensagem. Quando cheguei na empresa ela me liga de novo, recusei umas três vezes sua ligação vindo pra cá

Ligação On

-Sasuke você pode me dar uma atenção? Eu realmente quero falar com você, você não acha que a sua...

-Não tenho tempo pra isso Konan

-E se...

-Não 

-Um almoço

-Não quero

-Um almoço, o que de mal tem isso?

-Eu disse não - passei pela sala da Sakura que estava com a porta aberta mas ela não estava ali

-Você deveria me valorizar, tem sorte deu estar correndo atrás de você depois de tudo o que você me fez passar, sabe que estamos...

-Não estamos nada

-Estamos sim, no papel estamos querido

-Você deveria me respeitar...

-Eu te amo

-Eu não me importo - abri a minha sala e a Sakura estava ali, pedi pra ela esperar

-Um almoço ou eu juro que vou fazer sua vida e da Sakura um inferno Sasuke - apesar do blefe essa garota me tira a paciência que eu não tenho

Konan sabe o que a Sakura significa pra mim e eu nunca deixaria ela encostar um dedo nela ou gerar qualquer infelicidade na vida da Sakura, então pra mim essas palavras não passa de blefe

-Nos vemos amanhã no almoço

-Amanhã? - ela perguntou animada, suspirei

-Isso, tchau

Ligação Off

-Bom dia senhor Uchiha - ela falou, coloquei meu celular no bolso do meu paletó e olhei pra ela

-Amanhã eu teria o almoço com um investidor não é?

-Sim senhor

-Marque um jantar... Não, marque um almoço pro dia seguinte na minha agenda pra eu não esquecer - fui para a minha mesa e abriu o meu mac - Se bem que eu não me importaria de esquecer

-Mais alguma coisa senhor? - olhei pra ela de cima a baixo

-Você está bonita - falei e ela sorriu, um sorriso safado

-Bonita é a minha lingerie da Provocateur que eu estou vestindo, branca com uma fita na coxa - fiquei olhando pra ela, tentando achar resquícios de brincadeira mas não, ela falava sério. Ela até ergueu um pouco seu vestido para me mostrar a fita na sua coxa 

A maldita lingerie que comprei pra ela

-Sexta você me deu um fora e agora está dando em cima de mim, me diz o que você quer Sakura - ela sorriu

-Vou indo senhor Uchiha, qualquer coisa só me chamar - ela saiu da sala

Fiquei pensando nela e imaginando ela com aquela maldita lingerie quando minha porta é aberta

-Sasuke - Ino falou

-O que você quer? - passei a mão no meu cabelo e voltei a prestar atenção no mac

-Que grosso. Só pra você nunca dizer que eu não fiz nada pra você, nada do que eu já não tenha feito se é que me entende mas aqui - ela colocou um controle em cima da minha mesa, reconheci depois de dois minutos olhando, olhei pra ela que tem um sorriso bem provocante nos lábios

-Não estou afim de brincar agora e nem com você 

-Só você pra pensar que eu te daria o controle assim e faria algo assim com você mas, pela sua infelicidade e felicidade está na Sakura - fiquei a olhando

Ela deve estar brincando comigo

-Por que ela tá com um e porquê você me entregaria?

-Fizemos uma aposta e eu sou sua amiga assim como sou dela, sei que ela está doidinha pra te dar e isso é um empurrão - meu ego cresceu, então todo aquele papo no telefone era furada?

-O que você quer?

-Nada, nada agora mas você vai ficar me devendo uma - ela sorriu - Nos vemos na reunião, ela saiu da sala

Hoje seria uma renovação de contratos então é uma reunião bem importante, todos os chefes das empresas amigas se encontrariam na minha para falarmos de negócios

Me sentei na cadeira da ponta, Itachi do meu lado esquerdo e a Sakura do lado direito, Karin do lado do Itachi e a Ino do lado dela e se seguiu os chefes das empresas 

Itachi começou a falar por mim e assim se seguiu à conversa, segurava o controle na minha mão por debaixo da mesa então liguei ele colocando na potência baixa, olhei pra Ino para ter certeza que não era ela quem estava mas a Sakura quem se mexeu na cadeira chamando a minha atenção

Para qualquer outra pessoa ela só está se arrumando mas eu sei muito bem o porquê do seu movimento e sorri internamente. Aumentei a potencia 

-Tudo bem Sasuke? - Gaara me chamou atenção, estava olhando para baixo mas estava com os olhos na Sakura, olhei para o mesmo

-Sim, até agora eu estou gostando dessa reunião - falei olhando em seus olhos

-Agora vamos falar de números - Neji falou

Olhei pra Sakura e sorrindo de lado, ela me olhava assustada negando com a cabeça como se pedisse pra eu não continuar e parar mas eu concordei e apertei o botão mais uma vez, a penúltima potência 

-Gostei - falei, realmente tinha gostado no que eles haviam falado, gosto de mim pois posso olhar pra um lugar que mesmo assim consigo prestar atenção no que outras pessoas dizem e como deu para perceber é eficaz 

Para dificultar as coisas eu segurei na cadeira da Sakura e fiz ela se aproximar de mim e cochichei pra ela

-Sakura pega um copo de café pra mim por favor - ela me olhou apavorada, ela estava se dando bem em não demonstrar a cara de prazer dela, sorri

Comecei a ficar com tesão e com o pau duro feito pedra

Ver ela ali daquele jeito estava me deixando satisfeito e doido de prazer, doido para ter ela o mais rápido mas eu só iria fazer qualquer coisa com essa garota quando ela pedisse ou permitisse 

Ela se levantou devagar e foi andando até a estante onde está o café, o andar dela cruzado e lento estava bem sexy, ela rebolava sutilmente e suas mãos do lado do corpo com o punho fechado, sorri enquanto admiro ela 

Sakura pegou a garrafa de café e colocou o líquido em uma xícara, quando ela a segurou eu coloquei na última potência. Ela colocou de volta a xícara no lugar e se inclinou para frente segurando na estande, como se estivesse de quatro 

Vi suas pernas falharem e ela esfregar sua mão no seu vestido. Desliguei o vibrador e ela continuou ali

Quando ela voltou eu assinei uns papeis que o Itachi colocou na minha frente, assinei com um sorriso no rosto, ela quase gozou e só nisso que eu estava pensando 

Nos despedimos e eu saí da sala com todos e depois fui para a minha

Demorou para que ela aparecesse na minha sala, olhava para a parede de vidro atrás de mim olhando para os prédios próximos então olhei para a porta quando a escutei sendo aberta e vi ela se aproximando da minha mesa, sorri

-Vocês garotas têm umas brincadeiras diferente - falei, ela andou devagar até a minha mesa e se sentou na poltrona na minha frente 

-Me dá o controle - sorri

-Esse? - mostrei o controle pra ela e apertei no último botão, ela se contorceu um pouco e colocou a mão no rosto

-Sasuke - Naruto entrou na minha sala - Sakura - olhei pra ela que olhou pra ele e sorriu, ele se aproximou fazendo ela se levantar e eles se abraçarem, ela cruzou a perna e mordeu o dedão

-C-Como você tá? - ela perguntou gaguejando, sorri

-Bem, estou me atrapalhando? - ele me olhou, neguei

-Não, mas você quer falar com o Sasuke? Eu dou licença

-Não, só vim dizer tchau mas... Nos vemos por ai - ele sorriu pra ela e me olhou estranho, dei de ombros e ele saiu da sala

Esperei ele fechar a porta e apertei um botão que fica embaixo da minha mesa que faz a porta se trancar, ela me olhou. Me levantei e andei até ela

-Você fica engraçada e linda assim - coloquei a mão no seu rosto, ela se abaixou um pouco e percebi que suas perna havia falhado. Ela segurou no meu paletó forte e abaixou seu rosto

Beijei sua cabeça e sorri de lado então segurei no seu queixo fazendo ela me olhar e a beijei, um beijo selvagem, queria tanto beijar ela

Levei minhas mãos para a sua cintura e a trouxe para mais perto do meu corpo e a outra mão mantive no seu cabelo onde segurava firme. Ela queria isso mais que eu e senti isso conforme o beijo se seguiu

Nos olhamos e ela mordeu o lábio para conter um gemido e foi o cúmulo pra mim, voltei a devorar seus lábios

Brinquei com a sua língua e trouxe seu corpo mais para o meu, fazendo ela sentir meu pau que se encontra duro por causa dela

Beijar a Sakura é bom pra cacete, ela solta gemidos baixos enquanto nos beijamos desesperadamente. Desacelerei o vibrador e a beijei lento

-Podemos fazer isso? - perguntei a olhando - Quer que eu faça isso? Eu posso Sakura?

Ela está ofegante e hesitou, pode parecer errado mas fico feliz por estar com o vibrador dentro de si que influenciou sua decisão pois a Sakura está tão excitada assim como eu e consigo ver só olhando nos seus olhos e porra, quero tanto sentir sua buceta de novo

Ino pode não estar certa, Sakura não quer eu de novo

-Sim - ela segurou no meu rosto e me deu um selinho que se transformou em um beijo de língua quente e ousado

Porra

 

 

Continua...

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, comentem o que acharam e favoritem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...