História Azar no amor, sorte na vida! Ou não. - Kai (EXO) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Visualizações 326
Palavras 1.169
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Como eu prometi em um comentário rç e como o segundo cap ficou curto dms eu vim trazer mais um pouco do dlç do Jongin digo da fic pra vcs rç sorry ser de madruga ksksks

Capítulo 3 - Podemos?


Minha mãe e meu marido me acompanharam até uma sala da igreja onde haviam outras roupas, pra ser mais exata, as que viemos no corpo antes do vestido e terno.

Eu estava com um calça jeans escura e um moletom cinza, já Jongin estava com uma calça presta colada e regata preta que o deixou incrivelmente lindo,  e mostrou bastante de seus músculos. 

-Já estão prontos? 

-Uhum.

-Então vamos pro salão! 

Assim saímos de lá. Eu não estava com a maquiagem chamativa e cabelos presos, estava no meu "normal"

Enquanto caminhávamos para o salão de festas peguei meu celular e entrei no grupo que tinha eu e minhas 3 melhores amigas. Sim, 3. Éramos inseparáveis desde o ensino fundamental,  que continuou no médio e por fim, agora na faculdade,  éramos o quarteto fantástico,  sempre brincando, fazendo idiotices e coisas desses tipo.

"GRUPO: QUARTETO FANTÁSTICO DEMENTE"

Eu: CADE VOCÊS? 

Yujin♥: Pera, era pra gente estar em algum lugar? 

Soohyun♥: O CASAMENTO DA SOMI!

Yuri♥:  VOCÊS NEM PRA ME LEMBRAREM!

EU: NÃO ACREDITO NISSO, MINHAS UNNIES ESQUECERAM DE MIM, QUE BELAS AMIGAS!

Yujin♥: culpa da Yuri

Yuri♥: Ata

Eu: odeio vocês

Soohyun♥: mentira, você nos ama

Eu: Mas vocês não ~crise existencial~

Yuri♥: Ela é dramática ela

Eu: Vai se fuder, vão ficar sem bolo tbm

Soohyun♥: anão,  apelou pro bolo, que coisa feia.

Yujin♥: isso é um suborno?

Eu: talvez, intérprete como quiser rçrç, tchau, bjos de luz meus amores♥

Yuri♥: ela é falsa ela

Ri da última mensagem de Yuri, ela sempre fazia essas piadinhas,  e assim eram nossas conversas. 

Vi Jongin me olhando de rabo de olho, e assim que percebeu que foi pego desviou o olhar.

Entramos no salão vendo uma enorme mesa de comidas diversas, mesas com os convidados que não fazia idéia de quem eram, com garçons trazendo bebidas e aperititivos, os amigos de Jongin flertando com minhas amig...É O QUE? COMO ASSIM AS VADIAS ESTÃO AQUI?

-YURI! YUNJIN! SOOHYUN!-elas arregalaram os olhos virando para mim então andei rápido até a elas -Eu vou transformar vocês 3 em picadinhos!

-Pra que tanta agressividade? 

-Cadê a Somi amorzinho?

-Trouxe presente!

-Opa, ai falou minha língua- sorri fofa

-Que interesseira! 

-Olha quem fala, Soohyun, você só veio pelo bolo!

-Devo me sentir ofendida?- estreitou os olhos

-Não sei..isso foi uma ofensa?

-Você me chamou de gorda?

-Chamei?

-Chamou?

-Será? 

-Talvez?- fazíamos caretas em cada resposta com perguntas, era uma coisa engraçada de se ver

-Só idiotas respondem perguntas com perguntas.

-É mesmo é? - ela falou e depois que entendeu ameaçou a me bater- Quer morrer menina?

-Quer deixar meu marido viúvo no dia do casamento? Que feio!

-Pois é né!  Nunca imaginei que nossa dongsaeng fosse casar antes de nós! 

-Me senti ofendida agora!- fiz um bico

-Está na hora de jogar o buque!- meu avô chegou com o mesmo na mão sorrindo, revirei os olhos emburrada

-Não posso simplesmente tacar fogo nisso não? 

-Não,  isso é uma tradição! - falou e e então bufei arrancando o buque de suas mãos secamente enquanto revirava os olhos

-O bando de encalhadas, vou jogar o buque então venham pegar!- gritei quando subi em cima de uma cadeira,  virando de costas.  -No 3! 1..3!- joguei aquele monte de flor pra trás e logo em seguida vi cair na mão de uma velha acabada que meu senhor amado. Yifan estava do lado dela, que quase desmaiou quando a mesma passou a mão livre em sua bunda sorrindo maliciosamente, 2 segundos depois ele já estava do outro lado do salão se escondendo atrás de meu pai pedindo por socorro. Ri da cena, enquanto a velinha andava ao seu tempo rápido para chegar até o garoto. Pra falar bem a  verdade, essa festa tinha mais gente estranhamente estranhas do que eu vi na minha vida inteira! 

(...)

O resto da festa se resumiu em comida,  música, nossos amigos fugindo para não serem assediados pelos velhotes estranhos, Kris fazendo exercício físico,  vulgo correndo pra um lado e para o outro fugindo da mulher que queria casar com ele, rendendo várias risadas. Estava tudo bom, aparentemente Jongin era uma ótima pessoa, e talvez,  só talvez, não tenha sido uma má ideia casar com ele.

Já estava no por do sol e a maioria dos convidados haviam ido embora,  sobrando apenas nossas famílias e amigos.

-Então- meu avô disse - Já sabem onde vão para ter a lua de mel?- perguntou me fazendo engasgar com o vento, enquanto a Jongin, estava paralisado com os olhos arregalados e bochechas rosadas.

-Sim- minha mãe interveio - Ou eles vão para um chalé em uma ilha ou vão para Daegu para a casa de meu pai.- ela sorriu. Mãe eu definitivamente te amo!

-Então,  o que vocês escolhem?  Posso pagar uma viagem também. - agora foi a vez do avô de Jongin falar. Puxei a mão de meu marido e andei um pouco pra longe.

-Casa do seu avô? 

-Da pra levar nossos amigos.

-Isso me parece ótimo! 

-Não parece, é ótimo!  Amanhã? 

-Amanhã. 

-Fechado.

Voltamos lá anunciando que iríamos para a casa de meu avô materno, que era meu preferido aliás.  Assim falamos com nossos amigos escondidos de nossos avós obviamente,  e todos confirmaram presença. Iríamos partir amanhã as 8 horas em ponto. Assim nos despedimos deles e foram para suas casas, isso incluía nossos avós,  sobrando eu, meu maridos e nossos pais.

(...)

Estava saindo da porta da igreja, até sentir uma dor aguda na coxa esquerda, virei pro lado vendo a mesma louca de mais cedo,  com a cada ainda toda borrada e horrível,  onde ainda desciam lágrimas,  ela ficou o dia inteiro chorando e não havia desidratado?  Como assim berg?

Olhei para baixo e vi que seu salto estava fincado em minha coxa. FALA SÉRIO,  ESSA LOUCA QUER ME MATAR COM UM SALTO É? 

Olhei  novamente para ela, e com a outra mão ela direciona com o outro pé do salto em meu rosto, segurei seus pulsos e ela começou a se debater e gritar enquanto tentava me agredir com seus saltos. 

Com os gritos histéricos que a mesma dava, vieram para fora pra ver o que estavam acontecendo, assim ficaram totalmente em choque e não vieram me ajudar! Vê se pode!

Jongin se tocou do que estava acontecendo e  ajudou a me livrar da louca,  que foi levada mais uma vez por 2 seguranças que ainda estavam ali.

Tirei o salto fincado de minha carne, jogando em um canto, arregalando os olhos sem seguida após ouvir um choro de cachorro do mesmo local que o sapato havia sido jogado.

Corri até lá me sentindo um monstro, e fiquei pior ainda quando vi o sapato em cima de 3 cachorrinhos em uma caixa.

Tirei o sapato de cima delas vendo que era uma caixa com total de 5 filhotinhos, alguém sem coração havia os abandonados ali. Fiz um bico triste e vi meu marido se aproximar e agachar do meu lado olhando a caixa.

-Podemos ficar com eles?- fiz aegyo, e fiquei na esperança 

 


Notas Finais


Aaaaaa me desculpe os erros, to com sono e preguiça de revisar, amanhã faço isso rçrç até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...