1. Spirit Fanfics >
  2. Azul e Dourado >
  3. Azul e Dourado

História Azul e Dourado - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Atenção: fic contém cenas explícitas!

Leiam as notas finais!

Capítulo 1 - Azul e Dourado


Hawks desligou o chuveiro, e parou um segundo para olhar no vidro embaçado do box do banheiro. Algumas cicatrizes que não existiam, já compunham seu corpo nu, ele sorriu para si. Muitas dessas, apareceram desde que ele começou a trabalhar infiltrado na liga. Não fazia tanto tempo, ainda estava na fase de teste, então muitas daquelas marcas, foram feitas porque ele quis, na casa de refúgio da liga, esperava passar no teste e seguir com o plano de agente duplo. 

 

Não era o mais rápido nem o mais forte dos heróis, mas se fosse uma batalha verdadeira, aquelas cicatrizes não iriam existir. Ele saiu, ainda pingando água, suas asas não estavam muito grandes, passou as mãos nos cabelos molhados antes de pegar uma toalha e perceber que estava sendo observado. 

 

Secando-se, notou dois olhos azuis cansados atrás de si. 

 

"Ué. Cadê o Twice!?". O herói alado continuou sua rotina secando os pés, costas e pernas, subindo cada vez mais sem se importar com quem o observava. 

 

"Eu serei sua babá por hora". Dabi parecia desinteressado mas como ele era assim com tudo, o loiro não deu muita importância. 

 

"Humm….onde ele está? O Twice!?". Ele terminou de se secar, mas jogou a toalha longe ficando parado nu na frente do outro. 

 

"Não preciso te dizer. Estou aqui pra te vigiar...". O vilão das chamas revirou os olhos, com o sorriso que o outro lhe deu. Não era um sorriso que ele já havia visto, tinha algo mais. Vendo isso, Hawks se dirigiu a porta passando do lado de Dabi, que observou cada movimento intrigado. 

 

"Tô morrendo de fome, quer comer alguma coisa!?". Ele perguntou ao passar pelo batente da porta encostando de leve no ombro do vilão, fazendo com que ele respirasse fundo. 

 

Já na sala, Hawks vestia somente uma calça de moletom sem camisa e sem cueca. Ele já estava devorando uma fatia de pizza quando Dabi sentou, se jogado no sofá. 

 

"Não vai comer? Tá uma delícia!". Ele quase engoliu o pedaço, não tinha tanta fome, na época de seu treinamento, ele chegou a ficar 5 dias sem comida e sem água então comer não era prioridade e naquele momento, puxar conversa com seu vigilante era mais interessante. 

 

Dabi não respondeu, mas Hawks não iria desistir fácil. "Você deveria comer. Está mais magro ultimamente...". Com essa frase ele ganhou apenas algumas encaradas ferozes. "Sabe...por que VOCÊ veio? Tinha Toga, Twice, o cara da mágica ou algum outro idiota que trabalha para vocês...". Um suspiro longo e cheio de impaciência foi ouvido de Dabi. 

 

"Tem problema de EU estar aqui passarinho!?". Ele arqueou uma sobrancelha, e ganhou uma risadinha de deboche do herói alado. 

 

"Não...só estou curioso...". Ele respondeu.

 

Dabi voltou novamente a carranca habitual. "Sabe.." ele começou chegando perto do vilão. "Sabia que Endeavor teve um filho, claro, além do Natsuo, Fuyumi e do Shoto...". Nenhuma expressão foi feita pelo moreno ainda com cara de tédio olhando para o loiro. "Acho que era...Touya... Morreu...ou pelo menos foi o que descobri, olhos azuis, chamas azu…". Antes que ele terminasse estava com o pescoço sendo segurado e levantado pelo vilão. 

 

"Quero que pense com muito cuidado nas próximas palavras, herói... ". Com raiva e desprezo nas palavras o moreno, mantinham uma das mãos solta para o ataque, enquanto, a outra segurava firme o pescoço do loiro, os rosto muito perto um do outro. 

 

"Cof...arghh". Ele tentava pronunciar. 

 

"Quer saber por que EU tô aqui?... Por que eu te mato sem hesitar, então,... não me irrita mais, entendeu?...". Ele acenou, e o vilão deu mais uma olhada nas orbes douradas e o soltou. 

 

"Aarghh...cof, cof~". Ele esfregou a garganta sôfrego tossindo algumas vezes. "Você é mais forte do que pensei, sabe...por conta de ser magro...". Dabi revirou os olhos, mas olhou bem para o loiro, ele não era fraco e uma pergunta passou pela mente dele. 

 

"Por que não revidou?". Os dois se encaravam. 

 

"O que quer dizer?". Dabi tombou um pouco a cabeça, não iria repetir e Hawks entendeu. "Talvez eu goste de apertões no pescoço". Ele sorriu de lado malicioso e Dabi soltou uma risada pelo nariz. "Sabe...você tá muito tenso ultimamente, mais que o normal". 

 

"Você não tem nada com isso...". 

 

"Acho que precisa de uma boa foda!". Dabi olhou confuso pelas palavras usadas, sabia que o loiro era cheio de gracinhas, mas não que tinha boca suja. "Talvez goste de morenas... ou morenos". Dabi soltou um risinho de deboche em resposta. "Loiras então….Toga talvez?!". Ele semicerrou os olhos para analisar o moreno. 

 

"Passou longe herói". 

 

"Loiros então?! Twice é loiro". Dabi olhou nos olhos dourados que o analisava cada reação e palavras. 

 

"Tenta de novo". Ele chegou mais perto. 

 

"Eu sou loiro". Dabi riu com a conclusão. "Que bom, eu gosto de morenos". Ele riu novamente se virando para Hawks em busca de um celular, olhou a tela e depois guardou. "Qual a piada?". Dabi já estava de frente para ele novamente. 

 

"Eu não durmo abraçado e não faço cafuné, Keigo". Hawks estava sério e tinha um brilho nos olhos inexplicável. 

 

"Quem disse que eu faço isso?". Ele deu um passo a mais na direção do moreno. 

 

"Bom". 

 

"Bom". 

 

E em instantes os dois se chocaram num beijo intenso e quente, Hawks se derreteu com o beijo do moreno, a língua quente enrolava na dele, e sua mão agarrava o pescoço do mesmo enquanto ele puxava o loiro pela cintura colando seus corpos. 

 

 A camiseta de Dabi foi retirada,  ele puxou a calça moletom que o loiro usava para baixo. Keigo, desceu seus beijos para o pescoço do moreno, evitando partes das junções das cicatrizes de Dabi, sugou e mordeu onde conseguiu, até o mamilo dele onde sugou boa parte fazendo o moreno gemer arrastado. 

 

Dabi ergueu uma das pernas de Hawks apertando sua bunda sentindo a maciez da carne com suas mãos, o loiro olhou para ele com paixão nos olhos e desfez o cinto da calça do moreno e puxou para baixo junto com a cueca boxer preta que ele usava liberando o membro já ereto dele. Ele olhou passando a mão, sendo observado pelo maior, desceu lentamente até chegar no destino desejado. 

 

"É muita coisa para você?". Dabi perguntou passando a mão no cabelo loiro. 

 

Hawks, em resposta, lambeu toda a extensão do membro ereto e colocou tudo na boca fazendo um movimento de vai e vem devagar, à medida que os gemidos de Dabi aumentavam, ele aumentava a velocidade. 

 

"Porra!". O moreno disse agarrando os cabelos loiros, empurrando dentro da garganta do mesmo. Quando estava prestes a gozar ele puxou e levantou Hawks para então, beijar sua boca ferozmente sentindo seu próprio gosto. "Por melhor que você seja nisso, quero gozar dentro de você". 

 

"O que está esperando, então?!". Dabi jogou o loiro no sofá virado de costas e inseriu devagar um dedo arrancando um gemido arrastado dele, suas asas aumentavam a cada gemido de prazer. 

 

"Posso te deixar todo vermelho...". Não foi uma pergunta, e sim, uma promessa que fez  Hawks se arrepiar, deixando tudo mais prazeroso. Dois dedos agora estavam dentro do herói alado. 

 

"Dabi… por favor!". Ele pediu em súplica e Dabi, riu retirando os dedos e chegando perto do ouvido dele. 

 

"Tô Adoro te ouvir suplicar...". E de uma vez inseriu seu membro no loiro. Os dois gemeram juntos ambos se acostumando com a sensação. "Bem como imaginei...". O moreno grunhiu sem pensar. 

 

"Anda me imaginando é?!" Hawks deu um risinho e assim, Dabi investiu devagar e o loiro já começava a puxar o estofado gasto do sofá da pequena sala, as unhas procuravam aliviar a tensão e o prazer contidos, cada vez suas asas aumentando mais. 

 

"Pode gritar meu nome, Keigo!". Enquanto o moreno metia com força, Hawks gemia coisas incoerentes, foi então que Dabi sentiu sua individualidade começar a se ativar e saiu de repente de dentro do loiro. 

 

"O que..??". Hawks vendo o que acontecia sorriu e se inclinou empinando mais a bunda para o moreno e pedindo. "Pode meter, eu aguento". 

 

"Onde foi que te encontraram Keigo?!" E mais uma vez, introduziu, com ainda mais facilidade dessa vez, seu membro no loiro. "Mãos pra trás!". Hawks obedeceu e Dabi segurou as duas mãos do loiro nas costas, introduzindo cada vez com mais força. 

 

As peles se chocaram e a temperatura aumentava conforme o moreno chegava perto do ápice. Chamas azuis começaram a sair e já se via pequenas queimaduras na pele casta do loiro. Dabi se segurou um pouco e se inclinou pegando o membro do loiro com a outra mão bombeando, sem parar de penetrá-lo. 

 

"Grita meu nome, Keigo!". Ele pediu no ouvido do loiro. 

 

"Aaahh~ Dabi!!". Hawks chegou em seu ápice sujando parte do sofá e enquanto os espasmos do orgasmo apertaram o membro do moreno ele se despejou dentro do loiro. 

 

O silêncio prevaleceu, quando Dabi se sentiu amolecer, se retirou do loiro e colocou suas roupas novamente. 

 

"Deveríamos fazer isso mais vezes". Hawks sugeriu, olhando para trás, mas já não tinha ninguém ali. "Claro...". Ele colocou sua própria calça e depois de limpar o sofá viu em cima da mesa, uma pomada para queimaduras e sorriu. 

 



Notas Finais


Então ..hahahaah quero agradecer a linda da @hizako_yamada por ter betado essa belezura hihihi e a inspiração para esse rolê @marryoin !! A fic que ela postou recentemente foi a inspiração para essa, essa por sua vez, seria um antes da que ela escreveu por isso dedico essa a ela!

Obrigada por tudo
E a fic dela é essa: https://www.spiritfanfiction.com/historia/guess-im-afraid-18734123

Ps: a capa foi ela quem fez hahahaah @marryoin ❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...