História Azura, o Espírito Celeste - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Azura, Romance, Yuri
Visualizações 3
Palavras 521
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Ola serumaninhos... ^^'

Talvez este seja o capítulo final da história, e terá um bônus para vocês não perderem a esperança no décimo capítulo.

Uma boa leitura!

Capítulo 9 - Adeus Azura


Chegávamos em casa, eu tinha dormido no caminho e meu pai me pega no colo me levando para meu quarto. Azura acompanha e fica sentada na beira da cama enquanto meu pai me deitava, cobrindo meu corpo com o cobertor. Ele sai deixando Azura sozinha comigo: 

— Cuide bem dela, eu vou tomar um banho e ir dormir. Boa noite!

Assim, Azura acena com a cabeça expressando um "sim" com o movimento de cima para baixo. Ela me olha e acaricia meu rosto, seu cabelo começa a brilhar levemente enquanto me fazia carinho, eu sentia isso em forma de um calor bom em meu rosto. 

Minutos depois, eu abria meus olhos e a vejo na janela, sentada para fora, me pergunto o o que ela fazia ali observando o céu. Ela estava cantando baixinho, e fico quieta escutando sua melodia. Era um tom triste e ao mesmo tempo alegre, meu pai dizia que melodias assim são feitas sobre ali vida de quem as faz. Ela deve ter sofrido muito, o tom melancólico se intensifica a cada segundo que passa,  logo a vejo soltar lágrimas. Me levanto e abraço ela por trás, de olhos fechados em uma voz angustiada:

— Você... não está pensando em ir embora... está?

Ela para de cantar, e abaixa a sua cabeça, suspirando baixinho sem nada a dizer. O silêncio paira entre nós, abrindo meus olhos escondo meu rosto na curva de seu pescoço, sentindo seu cabelo tão macio que parecia ser feito de água. Ela finalmente começa a falar.

Tenho a sensação de que há outros da minha raça sobrevividos àquele incidente. 

Suspiro sabendo o que ela iria fazer, apertei ela forte contra mim, tentando não chorar. Era difícil para mim, havia me apegado nela de forma muito forte, e em meio às lágrimas:

— Você prometeu não me abandonar...

Azura ficou em silêncio, e me tocou na testa me fazendo cair em um sono profundo. Ela pegou uma tesoura e cortou uma mecha de seu cabelo,  colocando em minha mão. Estava sentada abaixo da janela com uma das mãos sobre minha barriga, meu cabelo começa a ficar levemente azul. Ela suspira e sussurra para mim: 

 Don't stay sad, I hope can back someday. I love you, Lesly. See next time.

Sua linguagem era muito parecida com a dos humanos, o máximo que poderia entender daquilo era que me amava. A mecha de cabelo se tornou um pendente com uma pedra azul lazuli, uma pedra espiritual no mundo dela. Aquilo era um presente para mim não esquecer dela, e meu cabelo se torna azul quando ela pulou da janela voando para o espaço como um cometa novamente. 

O dia amanhece, e o canto dos pássaros me acordam lentamente, meu pai sabia que eu não acordava cedo em sábados, então não veio no meúltimo quarto e saiu de casa para se encontrar com seus colegas de trabalho. Eu acordava tonta, tudo girava com a visão turva, gradualmente voltava ao normal e eu notava um pendente em minha mão com uma pedra azul e algo escrito nela. Eu começo a ler e lágrimas de felicidade caem de meu rosto: 

"Nunca desistir. Sempre acreditar."



Notas Finais


Final muito emocionante, não é?

Azura parte em busca dos sobreviventes de sua raça, ela não quer que a sua raça seja extinta, mas não quer magoar Lesley com isto.

Sua escolha pode não ser a mais certa, pois pode ter sido uma falsa sensação e como ela não entende muito de sentimentos deste tipo, pode estar enganada. Mas e se estivesse certa?


Até a próxima serumaninhos!
O capítulo bônus é um prólogo para a continuação dessa história!

~Eu estarei esperando por vocês (^//^)/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...