História Baby - Sammy Wilk - Capítulo 49


Escrita por:

Postado
Categorias Jack & Jack, Magcon, Matthew Espinosa, Nate Maloley, Sam "Wilk" Wilkinson, Taylor Caniff
Personagens Jack and Jack, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Nate Maloley, Nate Maloley, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Taylor Caniff
Visualizações 118
Palavras 1.155
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ja podem me amar mais , hoje tem POV e é grande .

Capítulo 49 - 49


Lua Ropkins 


Summer andava de um lado para outro , nervosa e resmungando várias palavras inaudíveis , mas continuava falando no mesmo tom . 


O que , de certa forma , me deixou nervosa também . Caralho meu irmão , só de pensar que tem alguém dentro de mim , me dá vontade de cair pra trás . Que merda eu fui fazer ? 


— Foi na festa ! - Falou de repente . — Foi naquela maldita festa . 


— Quê ? Não pode ser Summer . - Falei nervosa , pegando três balas fini do pacote e colocando tudo na boca . 


— PARA DE COMER ! - Mexeu nos cabelos exasperada . — Lua , faz as contas comigo . Só pode ter sido lá . 


— Mas não pode ter sido lá , Mer . - Falei baixo. — Eu não lembro de nada . 


— Eu sei , eu também não me lembro. - Summer, que se encontrava mais calma , se aproximou e sentou do meu lado .


— Eu quero sorvete . - Falei depois de alguns minutos calada . — E chorar . Eu quero muito chorar . 


— Vamos comprar sorvete então . - Falou animada . — Você tem um bichinho roe roe aí dentro agora . 


Brincou e eu ri . Meu Deus , a ficha ainda não caiu . 


E o pior de tudo, eu não faço a mínima ideia de como isso foi acontecer . É claro, eu fiz sexo com alguém . Disso eu sei , mas como ? Eu estou frustada ! 


— Okay , vamos juntar os fatos . - Summer começou . Já estávamos no seu carro e ela dirigia para o mercado mais próximo, ou até uma lojinha de conveniência . Tanto faz , só quero sorvete . — Foi alguém que estava na festa , isso a gente sabe .


— É errado eu ter medo de quem é o pai ? - Falei rindo nervosa . — É errado não querer saber? 


— Lua , para já com isso ! - Me repreendeu. — Quem você lembra que estava com você antes de dar um apagão na mente ? 


— Bom , você . - Falei e depois comecei a rir. — A gente pode até ter transado , mas não você não ! 


— Meu Deus . 


— Okay , você , Madison ... SAMMY ! - Gritei .


— Isso foi uma afirmação ou ... - Estacionou o carro. 


— Não , Sammy . - Apontei para o loiro que entrava com JJ no mercado . 


Desci correndo , tropeçei algumas vezes no meu próprio pé mas tudo certo , e fui até o mercado o mais rápido que pude . 


Ele ia conversar comigo hoje , iríamos resolver essa briguinha idiota que eu nem sei o motivo , ou eu não me chamo Lua Sav Ropkins . 


— SAMUEL . - Gritei , assim que passei por aquelas portas , e todos me olharam assustados . — Vem . Agora . 


— O que você tá' fazendo aqui ? - Perguntou confuso . 


— O que a gente faz no mercado , Sammy? - Summer revira os olhos . 


— Oi xuxu , que coincidência não ? - JJ levantou as sobrancelhas , para cima e para baixo , freneticamente . 


— Eu quero saber porque caralhos você tá agindo feito criança . - Bati o pé no chão, me xingando mentalmente por acabar de agir feito uma . Droga ! 


— Lua , estamos num mercado . Estão todos olhando pra cá . - Passou a mão no cabelo o bagunçando mais ainda . 


— Foda-se eles ! Você tá' agindo diferente comigo há dias , sem ao menos ter um motivo plausível pra isso .- Me segurei para não gritar e acabei por bater em seu peito irritada.


— Não que eu esteja afirmando isso mas se eu estou estranho , é porque tem sim um motivo . - Sammy falou rindo baixo . Idiota . Seu sorriso é idiota . Você é um idiota.


— Eu te odeio . - Prendi um grito , que acabou saindo como uma foca engasdada .—  O que eu te fiz ?! Caralho Sammy , sempre foi eu e você contra o mundo e agora você me vem com essa . Sabe como eu fiquei ? 


— Não era minha intenção te fazer sofrer neném . - Sussurrou . 


Eu estava intercalando entre o xingar mais e o abraçá - lo . No momento , nenhuma das duas . Pois me encontrava chorando , o que me deu vontade de me socar por parecer fraca agora. Logo agora . 


Sammy veio até mim e colocou sua mão em meu rosto, acariciando o local . Isso só me fez ter mais vontade de o abraçar .


— Lua ? - Notei seu rosto preocupado e eu queria dizer que estava tudo bem . Realmente estava , certo ? A escuridão que veio logo depois, bateu na minha cara e disse que eu eatava errada . Não estava nada bem .


[...] 


— Eu sabia , sabia que essa comilança ia dar ruim . Eu avisei ela ! 


— E o que ela fez a respeito ? Comeu mais.


— Pra onde será que vai tudo ? 


— GENTE SOCORRO . Eu estava lá fora e uma enfermeira não parava de me encarar né . Aí eu fui no banheiro e a maluca me agarrou. ELA ME AGARROU . 


— Você não pode gritar num hospital, Taylor.


— Vocês falam demais . - Abri meus olhos , finalmente, vendo meus amigos espremidos naquele quarto . Ri das expressões que cada um tinha e Sol veio correndo, me abraçando depois .


— Não faz isso comigo cara . - Falou baixo, me soltando . 


— Lua , você desmaiou do nada viado. Foi tipo , Sammy e  Lua , Lua e Sammy , briga , desmaiou . - JJ falou parecendo uma criança, fazendo gestos com as mãos . 


— Se acalmem . - O médico entrou no quarto, depois de ter escutado a falação que eles começaram . — Isso é super normal nesse estágio , você teve muitas emoções só por um dia ...


O senhor de cabelos grisalhos começou a falar uma série de explicações para o que estava acontecendo comigo enquanto eu balançava a braços para que ele parasse . Já ele estava concentrado demais na sua prancheta e meus amigos nele . 


Summer até viu o meu esforço para ele parar de falar , e até tentou ajudar. Mas já era tarde demais . 


— Eu recomendo repouso , muito repouso . Venha nos visitar sempre que der , pra checar se está tudo certo . Evite qualquer medicamento e esforços desnecessários . Eu acho que é só . - Falou e caminhou até a porta.— Ah e ... Parabéns mamãe ! 


Notas Finais


Médico viadinho .

Fui olhar a primeira temporada de ICD na marotagem e estamos com quase 400 favoritos . E eu tô como ? Namnskskmsksososoowkensysocorro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...