1. Spirit Fanfics >
  2. Baby Boy -One Shot- (SasoDei) >
  3. One-Shot

História Baby Boy -One Shot- (SasoDei) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


EU TAVA NO TÉDIO KKKKKKKKKKKKK

Capítulo 1 - One-Shot


Fanfic / Fanfiction Baby Boy -One Shot- (SasoDei) - Capítulo 1 - One-Shot

Lá estava eu, pleno como sempre discutindo com o Sasori, aquele idiota diz que a verdadeira arte é as marionetes, sendo que ta na cara que é as argilas explosivas! 


Paramos de discutir quando ouvimos uma voz nos chamando


—Parem de discutir. 


Era Pain, nosso líder da Akatsuki. Paramos de discutir e fomos para a sala, onde todos estavam. 


—Deidara-Senpaaaaai!!!!


—TOBI!!! JÁ DISSE PRA NÃO ME CHAMAR ASSIM, HUM! 


Eu perco a pouca paciência que eu tenho com esse pedaço de chatisse! 


—Parem de gritar. 


Diz Konan, sentada ao lado de Hidan que estáva assistindo um filme junto dos outros. 


—Me dói ver isso. 


Pain sempre dizia isso quando eu e Tobi brigavamos.


—Sasori, tu num sai desse troço não? Neeh 


O bagre, digo, Kisame fala olhando para Sasori debochado. 


—Não é um troço, é uma marionete. 


Sasori fala repreendendo o peixe (KKKKKKKKKK). 


—Da na mesma, neeh 



Ficamos conversando e assistindo filme, depois do filme acabar, fomos para os nossos quartos, eu infelizmente durmo no mesmo quarto que Sasori. 


Troco de roupa e me deito, virando para a parede. 


Não estáva conseguindo dormir, então para provocar Sasori, eu digo bem baixinho 


—A arte é a explosão 


Percebo ele me olhar, então deu certo. 


—Arte vai ser quando eu estiver te fodendo... Nessa cama... Com você gemendo meu nome 


Ele diz, se sentando em sua cama


Q-que?! Eu coro pra caralho, como ele diz isso tão calmamente?! 


Ouço ele gargalhar alto, então foi só para me envergonhar... Filho da puta. 


—Então mostre essa arte para mim... 


Por que eu disse isso?! Que idiota eu sou cara! 


Escuto sua risada nasal, logo ouço a porta ser trancada. Puta que pariu. 


—Vamos ver então... 


Olho para ele, mano... O Sasori é muito lindo fora daquela marionete, ele tinha seus cabelos vermelhos e seu rosto como o de um adolescente de 18 anos. 


A visão dele sem camisa na minha frente era simplesmente perfeita... 


Ele retira o cobertor de cima de mim, vendo que eu estava só de box, prefiro dormir assim... 


—Então você já está excitado? 


Ele ri nasal. 


Em um piscar de olhos eu já estáva sem minha box, sinto uma boca quente em meu membro, olho para baixo e vejo Sasori me fazendo um boquete, não pude deixar de gemer alto de tanto prazer, coloco minha mão em minha boca, mas não ajudou em nada. 


Não demorando muito, me desfaço na boca do ruivo que me olha malicioso. 


—Que apressadinho... 


Antes de deixar eu falar, ele me beija intensamente, num beijo necessitado. Não posso mentir, eu estáva adorando isso, sinto sua língua tomar conta da minha boca. 


Resolvo parar de ser um passivão e tomar iniciativa. Enquanto ele me beijava, eu coloquei minhas mãos em seus mamilos, assim fazendo minhas línguas das mãos lamberem os mamilos dele, e adivinha? Deu certo, eu tirei um gemido daquela boca deliciosa. 


Ele para de me beijar e encara meu rosto, porra, que homem lindo. 


—Vamos brincar certo agora 


Quando ouço isso, eu sussurro um "fudeu", literalmente. 


Ele retira sua calça junto da box. 


—Sasori, olha o tamanho desse treco, não vai caber em mim! 


Eu falo olhando para seu membro


—Vai sim... Relaxa... 


Ele me coloca de quatro e enfia um dedo na minha entrada, fazendo eu soltar um gemido de dor e prazer, depois ele coloca mais um dedo... Depois mais um... Com os três dedos penetrados em mim, ele começa a fazer movimentos de tesoura dentro de mim, a única coisa que eu sabia fazer naquele momento era gemer seu nome. 


—S-Sasori... H-hum... A-ahh... S-Sasori, m-me fode l-logo! 


Eu sou muito burro. Ouço ele rir, ele retira os dedos de dentro de mim. Sinto seu membro entrar devagar na minha entrada, quando seu membro todo entrou, eu gemi alto de dor. Ele começa a me masturbar para aliviar minha dor, depois de um tempo, eu tinha acostumado, sussurro um "u-uhum..." Para ele. 

Ele começa com movimentos calmos, depois vai acelerando. 

Quando eu percebo, a única coisa que dava para ouvir naquele quarto era o som de nossos corpos batendo. 


Sinto ele tirar o membro de dentro de mim, olho para ele desentendido. Ele se senta e me coloca no colo dele, agora eu entendi. 

 Ele encaixa seu membro em minha entrada e eu começo a quicar em seu colo. 


Quem diria que o carinha das marionetes era tão pervertido assim. 


—D-Deidara... E-eu vou... 


Quando ouço isso, eu dou uma quicada mais forte, assim fazendo ele gemer alto e gozar dentro de mim. 


Ele sai de dentro de mim e se deita na minha cama, me deito junto à ele e durmo. 


Sasori pov


Eu estáva dormindo com o Deidara, depois da nossa noite, eu estáva cansado. No meio da madrugada, sinto algo em meu membro, acordo e vejo Deidara me chupando. 


—Sasori... Eu quero mais. 


E lá vamos nós de novo. 




Notas Finais


DESCULPAKKKKKKKKKK

—Plágio é crime—
—Desculpe qualquer erro—


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...