História Baby, you're mine. - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 8
Palavras 545
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura 💕💕

Capítulo 4 - Meu nome é...


Fanfic / Fanfiction Baby, you're mine. - Capítulo 4 - Meu nome é...


- Meu nome é Matthew - ele riu - É incrível como você consegue confiar numa pessoa da qual nem o nome sabe.


- Eu sei é que você salvou Jackie - sorri, mesmo não estando feliz. - Estou muito grata.


- Fico contente em saber que salvei a vida da sua amiga - ele me lançou um olhar profundo, amoroso, estranho.


- Ela não é minha amiga, é minha namorada - tossi - bom, era.


- Pelo que sei, namorados também podem ser amigos. - ele tirou a franja do cabelo - terminaram hoje? - Era incrível como ele conseguia perguntar isso sem ofendê-la, com total naturalidade.


- Basicamente - abaixei a cabeça.


- Essas coisas acontecem, pelo que Ray me contou, ela parece ter algum tipo de doença, como bipolaridade ou ansiedade.


- Você falou com Ray? - ergui a cabeça, surpresa.


- Sim, quando eu fui pagar por tudo. 


- Novamente, obrigada. Não preciso de carona, eu vou indo. - sorri.


- Indo pra onde? Você precisa de carona sim - ele olhou nos meus olhos.


- Não preci...


- Me deixe te levar - ele me puxou pelo braço e foi caminhando comigo até a garagem, com o seu braço apoiado atrás do meu pescoço. Era estranho, o nível de intimidade era estranho. Me colocou no banco da frente ao seu lado, e deu partida.


- Por que você está fazendo tudo isso? - apoiei a cabeça na parede do carro. - Você nem me conhece.


- Eu sei quem você é, Melissa. - ele parou no sinal vermelho e olhou pra mim. 


- Como? - arregalei os olhos.


- Qualquer um pode te reconhecer, na verdade. - voltou a andar no sinal verde - Pelo menos todo mundo tem acesso a suas redes sociais.


- O que quer dizer com isso?


- Significa que eu sigo você no instagram - ele emitiu um sorriso leve - desde umas semanas atrás. Descobri porque você desenhava muito bem, e vi alguém comentando na sua foto sobre o seu emprego.


- Nossa - disse, com um tom irônico - E porque foi tão longe comigo? - Ele parou o carro na frente de uma casa, bem longe da avenida principal do bairro. Não tinha me atentado ao caminho até ele parar ali. 


- Será que eu tenho que responder? - ele riu.


- Estou ficando com medo. - eu disse, já trêmula.


- Medo? - ele emitiu surpresa - eu não faria mal a alguém assim, por mais que possa parecer.


- Ok, você não está ajudando. - parei por um segundo - Onde estamos?


- Na minha casa. 


- Oi? - levantei rapidamente minha cabeça e o encarei - No que você está pensando?


- Estou pensando que me formei em medicina e que vou ajudar alguém com um machucado.


- Machucado? Eu? - pensei no que havia acontecido e lembrei de que meu nariz havia sangrado - está tão ruim assim?


- Não sei com quem você lutou, mas parece que a pessoa tem superpoderes. Seu nariz está não só sangrando por dentro, como também está todo arranhado na parte externa. 


- Nossa. - eu toquei no meu nariz e senti. Doía ao toque. 

- Vamos pra dentro, só vou colocar meu carro na garagem.


Notas Finais


Desculpa se ficou curto 😞😞💕
Matthew e Minnie hein, hmm


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...