1. Spirit Fanfics >
  2. Babyboy - Sterek >
  3. 14 - Babyboy - Mercado.

História Babyboy - Sterek - Capítulo 14


Escrita por: Im_mochikim

Notas do Autor


E aí galerinha do mal muahahahaha

Boa leitura a todos
Espero que gostem <33

Capítulo 14 - 14 - Babyboy - Mercado.


Alguns minutos depois, Stiles estava mais acordado e Tony mais adormecido, o adolescente resolveu deixar o menininho na cama e pediu para o Hale olha-lo enquanto se arrumava.

– Liguei pro seu trabalho mais cedo e avisei que não iria. – Hale informou, Stiles resmungou por estar com a boca ocupada com a escova de dente. – Você não tá bem mentalmente, Sti, eu fiz pro seu bem e é só um dia, você teria folga daqui dois dias mesmo.

O Stilinski se deu por vencido mas ainda estava meio bravo, não seria bom ficar faltando por problemas sobrenaturais.

– Nós vamos no mercado. – Anunciou olhando a hora no celular se assustando ao ver que era quase meio-dia. – E almoçar no caminho. – Completou, o Stilinski apareceu na porta do banheiro escovando o dente.

– Ondenosvamoscomer? – Perguntou quase inaudível, Derek piscou lento tentando entender o que o outro tinha falado.

Stiles bufou e voltou para o banheiro terminando de escovar seus dentes, audição de lobo não servia de nada. E então voltou para o quarto sentindo a brisa da manhã lhe arrepiar o torço nu.

– Onde vamos comer? – Repetiu a pergunta indo até o guarda-roupa sendo acompanhado pelos olhos verdes. – Podemos passar na casa do meu pai antes? – Perguntou pegando uma blusa qualquer, estava incomodado de ficar pegando as roupas do lobo, não que fossem ruim ou fedorentas, tinham um perfume até que bom.

– Claro, tudo bem. – Respondeu afirmando com a cabeça, o hiperativo sorriu encarando o Hale enquanto ajeitava a blusa. Tony começou a se remexer atraindo a atenção dos adultos e então o choro sofrido.

– Mais como tá chorão hoje. – Comentou seguindo para o filho, o Hale tentou sentir o que estava de errado e constatou que era só fome. – Desce com ele? – Stiles perguntou e se pôs a encarar os olhos verdes do Hale.

"Vou adiantando a mamadeira, tenta acalmar o lobinho"

– Tá bom. – Derek respondeu dando um sorriso breve ao humano que retribuiu antes de se colocar a descer as escadas.

– Papa. – Chamou choroso chutando a coxa do Hale, Derek pegou o menininho e reparou em algo dentro da boca do pequeno, se assustou pensando que algo tinha caído dentro mas ao analisar delicadamente viu ser o nascer de um dos dentes da frente.

Eufórico o lobisomem pegou o menor no colo, o menininho ainda manhoso se agarrou a blusa do Hale. Derek rapidamente chegou a cozinha, Stiles mal havia acabado de chegar no cômodo quando se virou tomou um susto com o lobo sorrindo abertamente.

– Dente! – Exclamou indo até o humano, que demorou a entender o que o outro falava. – Olha a boquinha dele, Sti. – Pediu balançando Tony em sua direção, Stiles chegou próximo ao seu filho, Stiles sorriu pra ele sendo retribuído por um mais tristonho e conseguiu ver um branco em meio ao rosa da gengiva.

O coração do Stilinski faltou pular pra fora do peito, sorriu largo sentindo seus olhos arderem. Derek puxou o menininho mais pra cima ficando cara a cara com ele.

– É amigão, você tá crescendo. – Informou beijando a bochecha alheia que riu com gosto pela barba rala ter lhe feito cócegas. Stiles respirou fundo para não desabar em lágrimas e rapidamente beijou a outra bochecha se mantendo próximo do filho que colocou a mão pequenina na bochecha do humano.

Aquele momento não precisava ter fim, mas Tony começou a chorar novamente, Derek riu ninando o pequeno que se agarrou a ele, Stiles se lembrou de que precisava alimentar seu filho e foi fazer a mamadeira, demorando um pouco para pegar os ingredientes.

•••

Haviam passado na casa Stilinski, para a surpresa Noah não tinha saído para a delegacia ainda, disse que estava em horário de almoço mas comia um hambúrguer bastante recheado para o desgosto de Stiles que sempre prezou a saúde do pai.

– Vim pegar algumas roupas. – Informou seguindo apressado para o andar de cima, o xerife se engasgou e para piorar a situação viu Derek com seu neto parados na porta.

– Você ainda mora nessa casa Stiles! – Anunciou mesmo não se importante muito com o que o filho estava se metendo, confiava em Stiles, o fez inteligente, ele sabe se cuidar. Noah largou o hambúrguer, passou as mãos num pano de prato e seguiu para o neto que estava com o rosto meio molhado.

– Ele está enjoado por conta do dente que tá nascendo. – Derek informou oferecendo o menininho para o avô, Tony foi abraçando-o e Noah sentiu o amor da criança tocar seu coração como um carinho.

Tony se aconchegou ao avô sentindo uma parte do cheiro de seu pai Stiles nele.

– Já tá nascendo dentinho, Tonyzinho. – Disse o xerife com uma voz infantil encarando o neto que riu breve. Derek ouviu as portas do guarda-roupa se fecharem no andar de cima.

– Papa. – Chamou se inclinando para voltar ao colo do pai Derek, Noah o ajudou e o Hale o pegou aninhando Tony que deitou a cabeça no ombro do homem.

– Eu tô ficando velho, ele já tá até falando, puta merda. – Comentou e escutou o filho descer as escadas saltitando, logo chegando a eles.

– Olha a boca perto do meu filho, pai! – Repreendeu dando um beijo rápido na bochecha do xerife que deu um abraço em Stiles sendo retribuído. – Eu te amo, pai, até mais tarde, bom trabalho! – Ditou se separando.

– Também te amo, cuidado na rua, fica de olho no meu neto! – Anunciou acompanhando os homens até a varanda de sua casa, viu o camaro preto e rolou os olhos, tinha boatos que com a morte da família Hale o único sobrevivente tinha ficado com a herança gorda que todos queriam.

•••

Derek não se incomodava em levar a cadeirinha até o mercado, mas Stiles não deixou-o fazer isso alegando ter carrinhos com cadeirinha para bebês.

– Sti, também não me importo de ficar com ele no colo. – Afirmou o lobo desligando o carro após estacionar, o Stilinski lhe lança um olhar que poderia certamente lhe matar. – Tudo bem, você que manda. – Se rendeu saindo do carro vendo se ao redor tinha algum carrinho dito por Stiles constatando que não.

– Geralmente, eles ficam lá dentro, a cadeirinha é de pano como qualquer uma, ficar aqui fora no tempo é ruim. – Explicou Stiles saindo do carro logo abrindo a porta atrás da sua para pegar o menininho que fungava. Derek pegou a mochila nada infantil com as coisas do menininho.

– Eu estava pensando. – Começou Derek fechando a porta do carro ao mesmo tempo que Stiles fechava a dele com Tony no colo. – Em reconstruir a mansão Hale. – Completou como quem não quer nada trancando o carro, Stiles arregalou os olhos em surpresa.

– Pensei que a prefeitura tinha comprado e planejava por um prédio lá. – Informou os boatos que tinha ouvido indo para o lado do lobisomem que arrumou a mochila em suas costas.

– Sim, mas é fácil pegar de volta quando se é dono do imóvel. – Confessou piscando um dos olhos para o humano que riu, Derek pendurou a chave de seu carro na parte da calça onde passavam o cinto. – Quer me dar ele até acharmos um carrinho daquele? – Perguntou implicando com o menininho que estava deitado no ombro do humano, Tony apenas olhava o pai Derek fazer caretas mas não tinha graça para ele, sua boca doía.

– Não, tá tudo bem, deixa ele quietinho Der. – Pediu encarando breve o lobo e estreitou os olhos, o Hale levantou as mãos em redenção e pôs a mão nas costas do humano indicando a entrada do mercado.

Stiles tinha plena noção que se perderiam, que comprariam coisas de mais e que não compraria alguma coisa importante, estavam sem uma lista e não tinham costume de ir ao mercado. Resumindo: estavam completamente submersos a algo novo por serem mimados.

Tony ficou deitado, quieto, a metade do passeio, mas logo começou a chorar chamando "papa" e pedindo colo ao lobisomem. Stiles teve que morder a língua pois naquele mercado não tinha o carrinho que citou antes.

– Falta só o arroz. – Informou olhando ao redor para ver se achava mas encontrou um par de olhos lhe encarando com um sorriso, o queixo torto não deixava dúvidas de quem era. – Scott!! – Exclamou acenando exageradamente para o rapaz que retribuiu e cutucou a mãe para olhar também, Melissa encarou o adolescente de forma irritada e se virou para onde apontava sorrindo breve para Stiles mas logo mudando de expressão ao ver Derek com uma criança.

– Vamos lá, Sti. –  O Hale sugeriu tocando a cintura do rapaz que lhe olhou e afirmou com a cabeça seguindo com o carrinho cheio até os outros dois.

– Oi tia Melissa. – Anunciou Stiles parando próximo mas não o suficiente para atrapalhar a fila grande do caixa. Melissa piscou devagar confusa.

– Oi Stiles, olá Derek e. – Se interrompeu olhando para o menininho que lhe encarava ainda agarrada a blusa do lobisomem.

– Anthony Stilinski, essa é sua tia avó, Melissa McCall. – Stiles apresentou sorridente, a mulher mais velha ergueu as sobrancelhas surpresa e tentou falar algumas vezes mas decidiu ficar calada e oferecer a mão para o menininho que encarou-a antes de começar a chorar.

– Ele tá enjoado por causa do dente. – O Hale avisou olhando para Scott que abriu a boca se aproximando de seu sobrinho.

– Mostra pra mim, lobinho. – Pediu o McCall sorrindo para Tony que retribuiu. – Minha divindade, que coisa fofa. – Exclamou alto assustando o menor que voltou a chorar se agarrando ao pai Derek.

Derek e Stiles não ficaram muito tempo conversando com os McCall pois a fila andou até chegarem a vez deles, e o Hale relembrou que ainda faltava o arroz para pegarem antes de irem pagar e ir embora. Scott informou que o arroz ficava nos cantos do mercado junto com feijão e açúcar.

Tony estava lutando contra o sono, sabia que se dormisse a dor ia sumir mas estava gostando do passeio naquele lugar enorme e cheio de coisas com cheiros diferentes.


Notas Finais


Opa, beleza?
Desde o cap 13 eu tô com um bloqueio criativo, então pra mim os caps que escrevi até agora (três, contando com esse) tão uma bela merda :/
Desculpem se estiver ruim.
Mas eu estou dando o meu melhor !!

Descobrimos a idade do Tonyzinho. Eu sei que tá tudo muito rápido mas assim além dele ser lobisomem, eu não tenho filho (e nem vou ter) então tive que dar uma pesquisada para saber. Literalmente eu tenho uma pastinha na galeria só pra coisas de bebê hahahaha

[Interação] Qual casal vocês queria que fosse Canon em Teenwolf?
Me: .... Sterek e Thiam, tinham uma puta química

Beijos, até o próximo capítulo <33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...