História Babys Again - Capítulo 7


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Família, Fluffy, Hoseok!kid, Jimin!kid, Jin, Jinappreciation, Jinkook, Jungkook, Namjoon!kid, Seokjin, Taehyung!kid, Yoongi!kid
Visualizações 205
Palavras 2.456
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Peço pelo amor de Shissus que não me matem por demorar pra atualizar Babys Again ashuashua
Final de férias, viagem de última hora e parentes que nao te dão sossego, é a combinação perfeita para não conseguir mexer na internet de forma decente, portanto, tive que esperar voltar pra casa pra finalmente poder postar esse capítulo, sorry gente -.-'
Mas, lágrimas a parte, espero que gostem do capítulo e não deixem de deixar aquele comentário cheiroso lá embaixo, então bora ler, go go!!

Boa leitura! <3

Capítulo 7 - Croquetes, elásticos e um panfleto misterioso


Após o fatídico episódio no banheiro, o dia se seguiu normalmente, com dois adultos constrangidos o suficiente para não conseguirem se encarar pelo resto do dia  e um Jimin curioso e cheio de perguntas prontas para serem despejadas nos pobres papais que não imaginavam que crianças da idade de Park, tivessem uma verdadeira memória de elefante.

— Appa, o que você e a omma estavam fazendo aquela hora lá no banheiro? — Jimin perguntou enquanto se aconchegava melhor nos travesseiros fofos que o cercava, por medidas de segurança, segundo Jin.

Jeongguk sentiu o coração falhar uma batida ao ouvir a pergunta inocente sair dos lábios gordinhos de Jimin, e procurou pelo mais velho em busca de alguma ajuda, recebendo apenas um dar de ombros e um olhar que lhe dizia claramente “Isso tudo é culpa sua, agora se vira” enquanto terminava de cobrir o pequeno Taehyung que já se encontrava em seu décimo sono. “Droga! Eu nunca pensei que teria esse tipo de conversa tão cedo. E agora,o que eu falo? Que a gente tava agasalhando o croquete? Não, adulto demais…o que eu faço?” pensou enquanto encarava o pequeno de maneira fixa e estática na intenção de conseguir encontrar uma resposta para a pergunta do Park.

— Ahn...er… eu e o omma estávamos… — Começou, pigarreando de maneira nervosa, coçando os cabelos escuros em puro nervosismo, enquanto Jimin lhe encarava interessado e Seokjin o observava com um olhar afiado o bastante para fatiá-lo ao meio. — Fazendo...fazendo yoga, isso! estávamos praticando Yoga — Disse entusiasmado e orgulhoso da própria resposta.

— Aah então é por isso que a omma consegue fazer igual aquela mulher que sai do poço e matas as pessoas?  — Namjoon perguntou com a voz rouquinha de sono, assustando os mais velhos que achavam que o mais velho estava dormindo.

— Ahn….é tipo isso Joonie, na verdade seu omma é mais flexível que elástico de academia — Respondeu sentindo as bochechas arderem de vergonha ao imaginar o que Seokjin e sua elasticidade seriam capaz de fazer entre quatro paredes. “Foco Jeongguk” pensou chacoalhando a cabeça contrariado.

— Eu também posso praticar Yoga e ficar “feclicível” como o omma, appa?? — Perguntou o pequeno Park de forma empolgada e completamente alheio ao duplo sentido daquela conversa estranha.

— Claro, quando as vacas criarem asas — Jeon respondeu, se assustando com o que acabara de dizer e com o sentimento de proteção que surgira, ao imaginar seu garotinho fazendo “coisas de adulto”. Definitivamente estava enlouquecendo com toda essa história. — Agora todo mundo fechando os olhinhos, que amanhã temos um longo dia pela frente, boa noite Chim — Disse, deixando um beijinho na testa do loirinho, sendo imitado por Jin que fazia o mesmo com Namjoon e apagava a luz, não se esquecendo de deixar a porta encostada, para a iluminação da cozinha clarear parcialmente o cômodo.

 

— Yoga Jeon? Sério mesmo? — Jin perguntou enquanto trocava de roupa e colocava o pijama de seda azul que havia ganhado do mais novo no último Natal — Esperava mais de você amor — Disse irônico, enquanto se deitava na cama e ajeitava um Suga sonolento em seu peito.

— E você esperava o que? Que eu dissesse “Ah crianças, eu e o omma estávamos apenas enterrando a salcicha nada demais” hupf, pelo amor de Deus hyung, são apenas crianças — Retrucou o moreno, retirando a camisa branca, permanecendo apenas com a calça de moletom surrada e se deitando ao lado dos outros dois, observando o pequeno bebê esfregando o rostinho no seio do mais velho — Esse bebê tem problemas ou ele tem sérias tendências ninfomaníacas, você já alimentou esse garoto? — Perguntou curioso,vendo o Kim revirar os olhos — E precisamos comprar um berço, ele vai acabar ficando mal acostumado se continuar dormindo com a gente — Retrucou um pouco irritado.

— Você é tão chulo Jeon Jeongguk, sinceramente — Resmungou Jin, enquanto pegava a pequena mamadeira que “magicamente” havia surgido em cima do criado mudo “de onde saiu isso?” pensou assustado, observando o mais velho alimentar o bebê espertinho — E pra sua informação, Yoonie-ssi é apenas um bebê, não tem malícia como certas pessoas — Disse olhando de soslaio para o mais novo, que bufou em resposta — E olha só essa carinha, como resistir a esse olhar de filhotinho que caiu do caminhão de lixo — Disse virando o bebê que estava apoiado nos ombros largos do mais velho, para que o Jeon olhasse para Yoongi, que lhe encarou com uma caretinha engraçada enquanto arrotava baixinho e gorfava o excesso de leite, rindo em seguida da expressão de nojo de Jeon.

— Ele pode ser uma gracinha, o bebê mais lindo desse mundo, mais ele precisa de um lugar pra dormir e de preferência junto dos outros meninos — Retrucou Jeongguk se aconchegando entre os cobertores e se virando para encarar Jin que ninava o pequeno Min, que se remexia de maneira preguiçosa nos braços do outro

— Tá, tudo bem senhor responsável, amanhã vamos resolver isso e aproveitamos pra comprar algumas roupas pros meninos; porque eles não podem continuar andando com lonas de circo por ai — Disse se ajeitando com um Suga já adormecido no meio da cama de casal — Agora apaga essa luz que eu quero dormir — Disse já de olhos fechados enquanto arrumava melhor os cobertores em si e em Suga.

— E eu não ganho nem um beijinho de boa noite? — Jeogguk perguntou indignado, fazendo biquinho.

— Depois de hoje? Nem em seus mais belos sonhos golden maknae, tenha uma boa noite — Disse fechando os olhos e dando aquela conversa como encerrada, deixando um moreno emburrado e com cara de tacho.

— Aish...sempre sobra pra mim nessa história… é melhor eu ir dormir que eu ganho mais — Resmungou dormindo logo em seguida.

 

[...]

Jeongguk acordou com um delicioso cheiro de ovos e bacon e logo sentiu seu estômago clamar por comida. Virou-se para o lado, se deparando com a cama vazia “Ué, cadê todo mundo?” pensou, se levantando ainda meio grogue de sono e seguindo rumo a cozinha, onde encontrou Jin em frente ao fogão enquanto Yoongi brincava com um colher de pau dentro de uma bacia forrada com alguns lençóis, em uma espécie de bebê conforto improvisado.Chegou sorrateiramente até o mais velho, enlaçando a cintura demarcada pelo avental vermelho e encostando o nariz no pescoço cheiroso.

— Por que acordou tão cedo hyung, ainda é madrugada — Disse fazendo manha, deixando um beijinho molhado no pescoço alvo, rindo baixinho ao ver os pelinhos escuros se arrepiarem com o contato.

— Alguém precisa alimentar essas crianças, já que se depender de você nós vamos jejuar até o Natal — Resmungou o mais velho provando os ovos mexidos e oferecendo para o Jeon, que aceitou de bom grado.

— O que seria de nós sem você hyung — Murmurou deixando um beijo rápido no canto dos lábios cheinhos, deixando um Kim com as bochechas coradas pelo carinho recente.

— Ãhn… Pode dar aquela papinha de bananas com mel pro Yoonie? Eu andei pesquisando e vi que bebês a partir de 6 meses já podem ser incluídas  frutas amassadas, sopas e sucos naturais — Disse desligando o fogo e colocando algumas torradas em um prato.

— Pelo visto está pegando o jeito com a coisa Jin — Zombou do Kim que se virou de costas constrangido — Estava pensando aqui, depois do café eu vou até o shopping comprar algumas coisas que os meninos vão precisar— Ajeitou o bebê branquinho na bacia se sentando ao lado deste, começando a dar a fruta para o Min que fazia careta ao ver o alimento diferente do costumeiro leite morninho, que o mais velho lhe oferecia.

— Eu vou fazer uma lista do que vamos precisar até essa loucura acabar — Seokjin disse, terminando de colocar a mesa do café — Aproveita e acorde os meninos e… — Foi interrompido ao ouvir passos se aproximando da cozinha e uma gritaria infantil invadir o recinto. Hoseok vinha liderando a tropa de mini demônios, gritando algo como: “o último que chegar é a mulher do padre” sendo seguido por Namjoon e um Jimin bravo e ofegante por ter ficado para trás.

— Eu ganhei de todos vocês seus molengas, eu sabia que não eram de nada — O ruivinho se vangloriou arrumando os cabelos e alinhando a sobrancelhas em falsa arrogância.

— Não é justo hyung, você me empurrou e colocou o pé na frente do Nammie hyung pra ele cair — Jimin reclamou com um beicinho choroso, agarrando o braço do Kim com força.

— Ele ia cair de qualquer jeito, eu só ajudei — Retrucou se sentando na cadeira e pegando uma torrada.

— Você é um panaca Hobi hyung — Jimin retrucou atirando uma fatia de pão com geléia no outro, acertando o rosto de Jeongguk que observava até onde a discussão infantil iria, enquanto o bebê Min ria da cara lambuzada do mais velho.

— Você que é um bebê chorão e não sabe perder — Hoseok disse revidando com um biscoito recheado.

— Heey! Vamos parar com isso? — Jin interrompeu a pequena guerra de comida que se formava ali batendo de leve na mesa em um baque surdo — Hoseok, você não é um panaca — Disse olhando para o ruivinho — E Jimin não é um bebê chorão — Acarinhou os cabelos loirinhos do mais novo, secando uma lágrima teimosa no rostinho redondo — Aliás, onde está o Taehyung? — Perguntou estranhando a ausência do castanho.

— Quando a gente saiu, ele disse que não tava com fome — Namjoon respondeu de boa cheia, esbarrando na própria caneca de suco ao tentar alcançar alguns bolinhos de chocolate.

— Daqui a pouco eu vou lá acordar aquele leão preguiçoso — Retrucou o Kim, olhando para Jeon que tinha papinha de banana no rosto e cabelos, enquanto Yoongi se lambuzava com o pote de geléia de morango, não fazendo ideia de como aquilo fora parar nas mãos do bebê.

Seria um longo dia…

[…]

Após o café da manhã, Jeongguk seguiu para o shopping com a listinha que o mais velho  havia feito, e as crianças estavam na sala assistindo desenho enquanto Jin terminava de dar banho em Yoongi.

— Pronto, limpinho e cheiroso — Murmurou cheirando o pescoço do bebê que riu de seu omma fazendo barulhos estranhos com a boca. — Agora vamos lá pra sala, que eu ainda tenho muita coisa pra fazer — Disse enquanto chegava onde os meninos estavam, vendo-os quietos demais para o seu gosto. — Ué, que bicho mordeu vocês pra ficarem tão quietinhos antes da hora de dormir? — Perguntou deixando o Min bem acomodado no grande puff que havia ali. — Taehyung não desceu até agora? — Perguntou de forma preocupada, recebendo uma negativa de todos.

— Eu vou lá ver o que está acontecendo com esse garoto — Disse se dirigindo ao quarto das crianças de maneira apressada.

 

Entrou no quarto de forma silenciosa, observando as camas desarrumadas e se deparando com um montinho de cabelos castanhos saindo por entre as cobertas.

— Taetae, hora de levantar, já está quase na hora do almoço e você nem ao menos tomou o café — Disse se aproximando da cama do mais novo, e ouvindo soluços abafados pelo cobertor. — Tae, o que está acontecendo com…

— Eu não vou sair daqui, nem hoje e nem nunca — O garotinho gritou choroso, o corpinho miúdo camuflado pelo edredom.

— Como assim Tae, o que ouve? — Disse de maneira doce tentando descobrir o pequeno, que tentava a todo custo impedir que o mais velho de tirasse a coberta de si — Vamos, tire essa coberta e me conte o que houve — Perguntou preocupado, ouvindo o choro se intensificar

— Não! Você vai ficar bravo comigo e me deixar de castigo — Gritou em resposta

— Eu não vou fazer isso se não houver motivos para tal — Disse puxando o cobertor de cima do menino, encontrando a causa de toda aquela situação. — Eu devia imaginar que seria isso — Murmurou baixinho, observando a pequena mancha amarelada nos lençóis e na camiseta do menino, que tapava o rostinho completamente envergonhado. Era “apenas” xixi afinal. — Parece que temos um acidente aqui — Disse baixinho, acariciando os fios lisinhos com carinho, se assustando ao ver o corpinho estremecer com o contato.

— V-você vai bater em mim omma? — perguntou com a vozinha fraca e medrosa — Eu j-juro que não faço mais isso, não faço — Disse enquanto chorava sofrido, se encolhendo na cabeceira da cama.

— O meu amor, eu jamais faria isso com você — Seokjin murmurou baixinho, se sentando ao lado do garotinho, enquanto o pegava no colo, aninhando-o em um abraço reconfortante, e deixando beijinhos em sua cabeça — Fazer xixi na cama de vez em quando é completamente normal na sua idade, eu mesmo já fiz várias e várias vezes quando era pequeno — Disse com um sorriso terno, ao ver que havia conseguido a atenção do menino

— Você não colocar o colchão pra secar na minha cabeça então? — Perguntou de maneira desconfiada, cessando o choro rapidamente — Nem me deixar de castigo?

— Claro que não Taetae, de onde tirou isso? — Perguntou divertido, limpando as lágrimas que ainda escorriam no rostinho redondo

— Eu ouvi os meninos conversarem sobre isso ontem, eles disseram que meninos feios que fazem xixi na cama ficam com a mão amarela,eu fiquei com muito medo omma — Disse com um biquinho triste ao se lembrar da conversa — Eu não sou feio né omma? E nem tenho a mão amarela né? — Perguntou agarrando no moletom de Seokjin de maneira desesperado, fazendo o Kim mais velho segurar o riso.

— É claro que não meu anjo, você e os seus irmãos são as crianças mais lindas de toda Coréia, e não tem as mãos amarelas — Disse risonho, apertando o narizinho do outro, ganhando uma risadinha em troca.

— Mais eu sou o mais lindo né? — Taehyung perguntou astuto.

— Claro, mais não conta pra ninguém  — Retrucou baixinho, beijando a bochecha alheia com carinho — Agora que tal um banho hein? Tirar essa camiseta molhada e tomar um café bem gostoso? —Perguntou animado, vendo o garotinho sorrir quadrado para si.

— Só se você prometer não contar pros meninos — Sugeriu estendendo o mindinho para o mais velho.

— Eu prometo — Respondeu segurando o mindinho do outro com o seu próprio  
 

[…]

— Madeira, cadeirão, chupeta, óleo para banho, camisinhas… Não pera isso é pra mim — Jeoggunk murmurou rindo baixinho enquanto conferia a lista, vendo que tinha conseguido comprar tudo o que constava no papel. — Nunca imaginei que ter filhos fosse tão caro, sinceramente — Resmungou tropeçando em algumas sacolas que carregava, se sentando em um banco próximo a praça de alimentação. — Ah… Depois de hoje acho que mereço um bom banho e uma massagem pra compensar esse dia — Disse mexendo os ombros doloridos, e o pescoço, se deparando com um folheto chamativo ao seu lado.  — Mais o que é isso? — Disse pegando o folheto e lendo o conteúdo.
 

“Madame Poison

Trago a pessoa amada em 3 dias, amarrações, búzios,tarot, previsões do passado,presente e futuro. Resultado garantido ou seu dinheiro de volta. Conte comigo e marque seu horário!”

 

— Acho que encontrei a solução para os nossos problemas — Disse dobrando e guardando o panfleto no bolso.


 

Continua…

 


Notas Finais


O que será que o nosso golden maknae irá aprontar hein?? Deixem seus palpites nos coments!! ashuasha ♥♥
E é isso pessoal, espero que tenham gostado, não deixem de favoritar, comentar e dar muito amor pra esse bebê <3 <3
Até a próxima! :3

PS: Prometo não demorar tanto pra atualizar, eu juro u.u


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...