História Babysitter of my children - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Black Pink, EXO, Huang Zitao "Z.Tao", Kris Wu, Lu Han
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Huang Zitao "Z.Tao", Jennie, Jisoo, Kai, Kris Wu, Lay, Lisa, Lu Han, Rosé, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Família, Hunhan, Kaisoo, Kris!top, Kristao, Sulay, Tao!bottom, Taoris, Xiuchen
Visualizações 47
Palavras 1.777
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiii personas, voltei linda divlosa!
Tudo bem com vocês, estão se alimentado bem, dormindo bem, tudo bem? Espero que sim, pk comigo não, mas nois é rica e poderosa.
Vamos a mais um capítulo que foi betado por essa filha da puta, vulgo, minha melhor amiga, e obrigada por betar https://www.spiritfanfiction.com/perfil/franciscarc obriguem ela a escrever FanFic Yaoi obligada!
Vamos ao capítulo!😍😍

Capítulo 2 - "Job interview"


Wu Yifan

Acabei de chegar de viagem...

Gosto bastante de minha terra natal-China- mas infelizmente, trás memórias de um passado que prefiro enterrar.

Recupero minha mala, e vou em direção da minha família que me aguardava sorridente, mas faltavam duas pessoas.

Chego perto e sou recebido pelo abraço caloroso de meu pai.

O homem que me inspiro até hoje, um homem exemplar, de família, trabalhador.

Olho para o meu filho mais velho, cada vez mais parecido comigo, está mais crescido e com certeza mais responsável.

Um ano na China.

Longe de tudo, dos amigos-que são poucos-, família, da empresa central.

Me culpo imensamente, de admirar o meu pai, não consigo ser como ele, embora sendo CEO da empresa, ele sempre esteve presente tanto na minha vida, como na da minha minha mãe e meu irmão-que não estavam ali.

Por trabalhar demais, não estou presente na vida dos meus filhos, e a verdade, é que tenho perfeita noção que não sou o pai que eles queriam.

-Onde está a mãe, e Jihun?-pergunto, não os via ali.

- Jihun saiu correndo atrás de um homem e a vovó foi atrás dele.- o meu filho explicou com calma.

Não me preocupo, minha mãe cuida bem de meus filhos.

Logo vejo Saeron-minha mãe- vindo com meu filho no seu colo, chorando e vou correndo ter com eles.

- O que aconteceu!!?- pego meu filho no colo e ele aparenta se acalmar ou pouco.

- Ele saiu correndo atrás de um garoto o chamando de "Omma", ele parecia ser bem simpático!- Ah, lá vem minha mãe, com mais uma coisa daquelas de "Você não pode ficar sozinho para sempre".

-Jihun você não pode ir atrás de pessoas desconhecidas, o que eu falei sobre isso!?- o meu filho mais novo se encolheu em meu peito, era incrível como suas parecenças com ele eram visíveis, tanto no aspecto físico, como na personalidade, era manhoso, cuidadoso, atencioso...

- Me desculpe Appa.- sorriu e me dá um beijo na bochecha.

- Pai, vamos para casa! Titio Hannie e titio Hunnie estão lá esperando por nós!- Youjin puxa meu braço, me guiando para a saída do aeroporto onde meu carro me esperava.

[•••]

- Titio Hunnie titio Hannie!- meus filhos saíram correndo em direção ao meu irmão e ao meu cunhado, que estavam com as duas filhas, os abraçando.

Família, uma palavra tão linda, mas para mim, parecia estar bem distante.

- Kris, seu idiota, porque não deu notícias durante um ano inteiro?- Luhan veio até mim, com um bico nos lábios que foi mordido por Sehun, meu cunhado, e riu com seu ato, definitivamente o melhor casal que conhecia, claro os outros casais que estavam incluídos no meu grupo de amigos, também eram lindos, mas- nos meus olhos- não superavam Hunhan.

As quatro crianças subiram para o quarto de Youjin, junto com meu pai, para poderem brincar e eu, meu irmão e meu cunhado Sehun, ficamos conversando.

-Demasiado tempo trabalhando.- de facto não era mentira, e mais uma vez me culpo por não ser presente e nem ter tanto contacto com a família.

- Por mim tudo bem, mas daqui a uns dias você oferece seus filhos para as babysitters, por falar nisso, ainda bem que chegou porque a última que você contratou há uma semana atrás-por internet- se despediu.-suspirei.

Era sempre assim, nenhuma ficava mais de uma semana, a que ficou mais tempo, permaneceu por quinze dias.

Dizia sempre que não aguentavam a trapalhice de Jihun ou o mau feitio de Youjin que com 6 anos conseguia rebentar a escala.

Não era fácil, e nenhuma ficava.

- Já pensou em contratar um homem?- Sehun sugeriu, o que me levou a olhá-lo acompanhado de meu irmão mais novo.- Foi só uma ideia.

- Acho que nenhum homem quereria.-ri com minha incerteza.

- Não seria mau de todo, você poderia tentar maninho!-Luhan bagunça meus cabelos e olho em reprovação, o que leva o meu irmão a levantar as mãos em sinal de rendição.

- Pai, vovó chamou a gente para jantar!- Youjin alertou atrás da porta.

Sehun, Luhan e eu nos levantamos do sofá e fomos até á cozinha, sentámos, na enorme mesa e começamos uma conversa agradável enquanto comiamos.

Sehun avisou que tinha um amigo de colegial e faculdade que também tinha voltado da China hoje, e que iria visitá-lo em breve.

Uma conversa sobre seu amigo se iniciou e entretanto meus filhos ficaram com sono e levei-os para dormir junto comigo, como nos velhos tempos.

[•••]

Como assim acabei de chegar e já tenho uma reunião na empresa?

Vi a expressão de Youjin intristecer mal acabo de dizer "Estou indo para aí" e desligo o telefone.

Iria levar meus filhos na "escolinha" se não fosse pela reunião marcada-por uns sócios- de última hora.

- Desculpa filho, mas terá de ser tio Sehun a te levar, marcaram uma reunião de última hora.- Youjin abaixa a cabeça e meu coração aperta, era notável o quão triste ele estava.

- Sempre há uma reunião de última hora, sempre há um imprevisto, e você tem sempre de cumprir, eu já estou acostumado, mas como ficará o mano quando crescer, ao ver que nosso pai não dá a mínima para nós?- fiquei boquiaberto, então é isso que ele pensa sempre que vou de viagem " não dá a mínima para nós".

Mas o que você esperava Wu Yifan? Que um garoto de seis anos e outro de quatro quisessem que seu pai fosse de viagem e só volta-se um ano depois?

A resposta: Obviamente que não.

- Youjin sabe seu pai trabalha muito, muito, muito para vocês terem um bom futuro, para poderem ter tudo o que gostam, para vocês terem conforto.- Sehun realmente é uma pessoa-cunhado- legal.

- E o que adianta tudo isso, se não tenho meu pai por perto!? Se eu não posso jogar futebol ou correr no parque com ele? Se não me pode ajudar nos trabalhos de casa, ou quando estou com febre? Quem me leva sempre aos hospitais, são sempre as babysitters que uns dias depois se despedem! Estou esperando no carro tio Sehun.- meus filhos eram muito novos para entender que nem tudo é fácil, e que faço é para o seu futuro, mas sei que não estou certo com este afastamento, mas agora estou numa fase difícil na empresa, terei de recorrer a outra babysitter e mais tarde falo com Youjin, Jihun é muito novo para perceber qualquer coisa.

-Dá um tempo, eles irão entender.-Sehun colaca a mão no meu ombro tentando passar a intenção de força para o que irei enfrentar no trabalho e em casa por meu filho mais velho estar- aparentemente- chateado comigo.

-Obrigado Sehun.

[•••]

A reunião tinha-finalmente-acabado.

E agora eu e Chanyeol estávamos tomando café no meu escritório, desfrutando daquele momento de descanso.

- Ei, já arranjou alguma babysitter? Por aquilo que Luhan e Sehun falaram, a última se despediu.- Chanyeol acabou com o silêncio.

- É, ela se despediu, hoje iria á procura de uma.- respondi, tomando um gole de meu precioso café.

- Já pensou em um homem?- mas será que todos me vão falar para colocar um homem para cuidar de meus filhos?

- Já ontem Luhan e Sehun me falaram para colocar um homem como babysitter de meus filhos. Pode me falar o que estão aprontando?- decidi ser direto, algo já não batia certo, porquê de tanta insistência em um homem?

-Vou ser direto, ontem um amigo meu chegou da China, e agora está alujado em minha casa, mas ele procura um emprego, para poder comprar uma casa, ele falou que aceitava qualquer emprego. Kris, eu não estou te obrigando a aceitá-lo como babysitter de seus filhos, mas ele é uma ótima pessoa, muito dedicado, por favor, pelo menos uma entrevista de emprego.-se ajoelha, meu amigo Chanyeol era realmente dramático, não admira que seja casado com Byun Baekhyun.

- Tudo bem, mande ele vir aqui depois da hora de almoço.

[•••]

Bateram na minha porta, e minha secretária, Sunmi, anunciou a chegada do garoto que eu faria a tal entrevista.

Pedi a entrada do mesmo e Sunmi se retirou, na porta apareceu um garoto, de porte médio, moreno, mas o que mais se destacavam eram suas olheiras, se não fosse homem, diria que era parecido com ele.

- Com licença senhor Wu.-ele pediu e eu dei a confirmação que poderia avançar e com o queixo apontei para a cadeira em frente á minha secretária, dando permissão para que ele se senta-se, ato que o mesmo fez.

-Pode começar por me dizer o seu nome?-pedi.

-Zitao, Huang Zi.. Zitao- nervoso, ele está nervoso, afinal era o esperado, normalmente estamos nervosos em uma entrevista, que possivelmente pode significar nosso futuro trabalho.

-Quantos anos tem Zitao?- ouvi ele sussurar "24".

-Soube que está desempregado?- franzi o cenho. Por algum motivo, estava me sentindo curioso, queria saber mais sobre ele.

-Sim, sabe, eu comecei minha faculdade aqui na Coreia, faculdade de psicologia, mas minha mãe ficou doente e minha irmã desaparecida, e eu não pode terminar, tive de ir de imediato para a China, foi lá onde nasci, só que ela está melhor, venceu seu câncer de pulmão, então eu voltei, só que não tenho casa, porque foi vendida, nem emprego.-explicou com calma.

-Não precisava ter explicado tudo-vi-o ficar com uma expressão triste, sem notar fiz de novo. Suei rude, certamente ele só queria que eu não o acha-se alguém preguiçoso por não trabalhar.-Zitao, tem algum experiência com crianças?

-Cuidei três anos de meus primos, mas especializada não.-pareceu-me triste de novo.

-Sabe, nunca contratei um homem para cuidar de meus filhos, mas você parece ser bem cuidadoso, e parece ter experiência já que cuidou de seus primos, então, eu não vejo problema em lhe contratar.-Zitao deu um sorriso de orelha a orelha.-Está contratado!

-Muito obrigado, muito, muito, muito obrigado senhor Wu. Não se irá arrepender.-fez três vénias em sinal de agradecimento e respeito.

-Preciso que assine aqui, e leia com atenção, outra coisa que não está presente no contrato e é opção sua. Você poderá ficar em minha casa, mas só se quiser, terá comida é um quarto para você ficar. Quando chegar, a governanta da casa irá explicar tudo.

-Obrigado senhor Wu!-assinou e sorriu-se não se importar, eu ficarei em sua casa, porque estou tirando a privacidade dos meus amigos, por serem um casal vão querer mais privacidade, nem dará por mim lá em casa!- me assegurou, mas porque eu estava sentindo que era mentira?

-Me chame apenas de Yifan, senhor Wu é meu pai, não tem problema, fique o tempo que quiser.- mais uma vez me agradeceu e saiu.

Um garoto demasiado explicativo, pareceu ser sincero pelo menos, espero que ele não desista como todas as outras.

As outras costumavam ter entre os trinta/quarenta anos, enquanto Zitao tem apenas 24 anos, menos dois que eu, espero que aguente.


Notas Finais


Acabou pessoas, lindas e maravilhosas, bom, para quem chegou aqui de paraquedas, e não me conhece, vão lá no meu perfil MARAVILINDO e carrega no seguir com o dedo indicador, tem que ser com o dedo indicador mesmo pk senão a Santa Carolzinha não vai abençoar vocês.
Então eu quero fazer aqui uma propaganda gostosa, eu comecei uma fic Namjin ABO então vão lá ler pk ....pk sim porrah.
Beijos para todos vocês!!!!😍😍😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...