História Back for you - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags Love1d
Visualizações 72
Palavras 3.079
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá Cupcake!! Quero agradecer por todos os comentários e favorito que vocês estão dedicando a está fanfic. Estou muito feliz!! Espero que gostem desse capítulo...

Beijos e abraços da Ju

Capítulo 10 - A reunião


Fanfic / Fanfiction Back for you - Capítulo 10 - A reunião

Pov Isabela:

 

  Todos dançando, Zayn manda realmente bem como DJ, me aproximei sobre a mesa que ele estava. Ôô menino para se dedicar na mesa eletrônica, nós podemos quebrar a casa inteira ou as paredes estiverem caindo na nossa cabeça ele nunca irá perceber. Do mesmo modo, Zayn não viu que eu estava ao seu lado tão cedo.

  Então voltei a dançar, todos estavam fazendo o mesmo que eu, mas não liguei para quem estava aos redores e sim para a música que fazia o meu corpo se remexer ao ritmo agitante. Até eu sentir uma mão gelada me puxar, ao virar era quem eu menos esperava ser. Do centro da sala e fui parar na mesa eletrônica outra vez!

 

-- Quase que eu caio, seu retardado!! – eu disse se segurando em um dos seus ombros, provocando arrepios em seu pescoço, minha mão deve estar gelada.

 

-- Eu te segurei!!- disse Zayn com aqueles olhos castanhos escuros brilhantes.- Venha aqui! Vou ensina-la fazer um remix... – disse de forma brincalhona, assenti e fomos para a mesa.

 

  Apertei todos os botões, eu não sei nada, mas a cada mexida a música ficava diferente.Todos que estavam dançando me olharam com a cara de: Para!! Está horrível!! 

Foi aí que percebi um sorriso bobo nos lábios do Zayn, claro uma panaca como eu deixando as batidas uma merda quem não riria.

  Ele pôs as mãos sobre a minha e a cada botão que era apertava a música ficava boa e dançante conforme antes quando o senhor Z estava no comando. Uma sensação boa tomou conta de mim, balancei a cabeça para levar isso para longe assim eu prefiro evitar a próxima dose, pois sei aonde isto termina. 

  Eu também estava com o o imenso fone em meu ouvidos. Está vendo? Sei o nome, mas acabo de me esquecer o nome. Tentei arrumar e acabei vendo a Mari e Beca caminhando até nós. Para que elas cheguem e soltem palavras desnecessária, tirei a minha mão sobre a dele e o próximo passo é tentar sair daqui.

 

-- Zayn vou dar um pulo ali e já volto!! – eu disse toda sem graça.

 

-- Vai lá... Estou te esperando!! – ele disse.

 

-- Isabela!!- gritaram o meu nome. Fingi não ter ouvido. 

 

  Com a minha velocidade acabei esbarrando em alguém. Era o bobo do Louis... Ele parecia procurar alguém, só não sei quem seria essa pessoa. Só não lembro quem é que possa ser. Deve ser um dos meninos.

   

 

-- Estava sumido!! Que demora. Tá a procura de alguém? – perguntei.

 

-- Ahhh...– disse Louis dando meio sorriso.

 

-- Qual dos meninos?- perguntei mais uma vez.

 

--Ahh...- balbucio mais uma vez.

 

-- Tá com crise do "ahhh" ou foi ataque zombie?- falei fazendo com que ele gargalhasse.- Se for para implicar com a Bia, ela foi naquela direção é depois da porta. Na última fez que eu a avistei estava nesse trajeto. - só podia ser a Bia para ele está procurando e responder "ahh".

 

  Deixei o menino realmente sem graça, tentei ver se eu conseguia fazer ele ficar ainda mais sem graça ou falar algo fofo da Bia. Nenhuma da duas alternativas foram ditas.

 

-- Demorei só um pouco. Estou a procura do Niall. Valeu Bela!! – desconversou, dessa vez era ele que estava fugindo e ainda por cima o Niall estava perto de nós.

 

  Bia e Louis travam uma guerra sem fim, nessa duas semanas eles passam o tempo inteiro de implicância, que é por coisas bobas ou por uma palavra começa a gritaria. Cada dia que passa a Bia está ficando pior que a Mari.

  Parecem cão e gato. Por exemplo aquele desenho: Tom and Jerry, a diferença é de gato para rato, mas a única coisa que prevalece entre o desenho e os dois é que depois de brigas, hora ou outra, a paz e amor reina entre eles. Enfim... Temos que ter muita paciência. Qualquer dias desse os dois se matam.

 Saí da sala a procura da cozinha, estou com sede, somente a água ajudará já estou farta de beber cerveja ou qualquer outra coisa. Me controlei para não chorar de rir, só podia ser a minha amiga louca... Rebeca. Ela dançava, ria e pulava na forma mais doida possível, essa assim já está mais do que na hora de tirar as latinhas e garrafas alcoólicas da sua frente.

  Ela também estava a procura de mais bebidas, consegui impedi-la e dei água para a criança, daqui  a pouco ele está fazendo coisas piores na frente de todos. Só falta um fio para que a baixinha fique completamente bêbada.

  Consegui puxar a mesma para a sala, sem pensar fui parar na porta que disse ao Louis, vamos dizer eu estava em vigia. Só que aonde eu estava é difícil de enxergar o que acontece a distâncias de mim. Até agora nenhum dos dois juntos, o que me resta é pensar no que será desta vez.

 

 Pov Juliana:

 

  Como é bom curti a noite, sem falar dos elogios que nós todas recebemos ao chegar, aqui está tão agradável e divertido. A casa é espaçosa e tem dois andares, mesmo tento pouca gente não estava sendo chato ou lago semelhante.

  Eu bebi pouco, aqui tinha todas as bebidas possíveis, das mais fracas até as mais fortes. Preferi ficar com as fracas é melhor evitar uma ressaca no outro dia. As meninas dançavam animadamente, a Bia desapareceu, eu fiquei perto do Harry que estava bebendo muito e se falar dele vem a Lari... Bom a Lari, coitada, essa aguenta mais nenhum segundo ficar perto do Harry, a única coisa que a fazia ficar calma é a música, se não já teria evaporado daqui faz tempo.

 

Pov Louis:

 

  Bom a festa já estava rolando um tempinho, eu demorei um pouco me aprontando, nessa vez bati o recorde do Zayn de demora. Como a Isabela disse, a Bia se encontrava no mesmo lugar, depois da porta estava a piscina. Hoje era dia de irrita-lá.

  Se encontrava com os pés dentro da água e sentada na beira da piscina, sua companhia era seu tênis, duas garrafinhas de ice vazia e mais duas cheias, preste a ser abertas. Ela está usando um vestido listrado, o quê vestido listrado??? Não!! Ninguém pode usar roupas de listras a não ser eu. Zoou meio gay, é eu sei, mas ainda mais que estamos no mesmo local. 

  Não pensei e caminhei em direção dela, fiz com que ela caísse na piscina e por descuido ela conseguiu puxar o meu pé. Agora era os dois dentro da piscina. Mesmo relutando para siar os seus golpes me acertavam em cheio.

  Até subirmos a superfície, era parou um pouco, a água gelada batia em nós e o vento também. Não penso em tirar ela daqui de jeito nenhum, devido o seu traje inadequado, por nessa semana me chamar mais uma vez do meu apelido infantil e por me irritar, mas não iria deixar ela com frio. 

 

Pov Bia:

 

  Estava totalmente tranquila bebendo, até que um ser veio estragar meu momento ALONE, sério depois que eu souber quem é essa pessoa, saiba que não vai ficar barato... Ahhh se não vai!!

  Depois de ver tanta água, alguém veio para perto de mim, aproximando os nossos corpos uns aos outros. Quando consigo voltar a superfície, quem é?? Louis Tomlinson!! Que raiva!!

  Eu estou totalmente abraçada, ou seja, entrelaçada com ele!!! Que nojo, que nojo, que nojo, que nojo... A água gelda batia em meu corpo fazendo eu sentir um forte frio, naquele momento eu devia estar horrível com a maquiagem toda borrada, roupa molhada e claro transparente!! Merda, sempre esse chato!!

 

-- Louis Tomlison!!- eu disse com muita raiva.

 

-- Ninguém mandou usar um vestido listrado!!- ele disse.

 

-- Qual é o problema de usar listras menino irritante? Quer dizer qual é o SEU problema?- perguntei sem entender nada.

 

-- Porque só eu e mais ninguém pode usar listras! Muito menos você que não fica bem assim!!- ele disse rindo da minha cara.

 

-- Hum falou o BooBear!!- disse para irritar.

 

-- Mentira...Você está mais para feia do que bonita, vamos dizer só um pouquinha bonita!!- ele disse.

 

-- BooBear, BooBear, BooBear!!- eu disse fingindo não prestar atenção em seu comentário, claro que eu prestei atenção, ele me elogio um pouco. Foi um elogio... Acho que água da piscina entrou em meu cérebro e completamente no dele.

 

-- Você é muito chata!!- disse Louis.

 

-- Se eu sou feia e não combino com as listras o problema é meu. Ainda mais se não gosta para que está olhando?- disse na lata.

 

-- Você que pediu. Agora aguenta!!- disse Louis. Novamente puxando nós dois para baixo da água e eu acabei tento que bater nele ainda mais e com a pretensão de ser golpes fortes.

 

  Ele estava abraçado comigo de uma forma difícil de se mexer e é algo meloso. Sério se ele não me soltar, eu esgano o seu pescoço, espera para ver amanhã em todos o jornais: A menina loira ataca na piscina!!

  Depois das inúmeras tentativas de sair de seus braços e ficarmos zanzando pela a piscina, que nojento. Eu abraçada com esse retardado?! Alguém me tira daqui!! 

 

-- Me larga eu quero sair dessa piscina... - eu disse tentando manter a calma.

 

-- Ah mais está tão bom aqui!!- ele disse tirando com a minha cara e fazendo beiço. Agora deu para pedir?!

 

-- Mais nenhuma palavra!! Está muito frio!!- disse grossa.

 

-- Tá bom!! Pode deixar que eu te esquento!!- nem deu tempo de eu poder argumentar e Louis novamente me abraçou pela a cintura e depois me pôs na borda da piscina, para pegar as toalhas. 

 

  Louis Tomlinson eu te mato... Se secamos e fomos se sentar em um banco, que mico, alguém havia deixando algumas bebidas e comida em cima da mesinha, que estava perto de nós. Isso foi planejado não foi??

 Como ele havia dito, ele estava me esquentando com os seus abraços, mesmo com a música alta, o sono apareceu por conta das bebidas e gradativamente os meus olhos foram se fechando.

Pov Zayn:

 

  Mais ou menos 3:00 da manhã, já estava cansado de ficar comandando as músicas então  deixei elas tocarem por si, fui para  perto do pessoal que continuava animado sem pensar em parar de dançar, ri e gargalha.

   Ao virar para dar uma olhada ao redor, acabo de ver uma loucura, acho que mais do que uma loucura. Harry se encontrava em cima da mesa, só de cueca box preta e segurando uma garrafa na mão. Ele também dançava loucamente!! Fui em direção da mesa antes que ele caísse dali e para alguém surtar em vê-lo se machucar ou se quebrar.

   Facilmente consegui retirar do sue mini palco. Caminhei com ele até o banheiro, talvez a água possa melhorar essa situação. Para piorar Harry começou a fazer birra e a gritar pela a Larissa, sem saber o que estava fazendo uma hora ou outra eu levava um tapa. Com a confusão e dificuldade, ela escutou e veio correndo para a porta.

 

-- Eu estava tentando ajudar só que ele te chamou e fez birra. Consegue?- eu disse segurando o Harry com mínimas forças que me restava.

 

-- Larissa!! Larissaaaaaa!!- falava Harry embolado e passando as mãos em meu rosto.

 

-- Puta merda!! Vou tentar!! Qualquer coisa eu grito por você ou por todos para me salvar desse bêbado!! – disse Larissa rindo.

 

-- Ok... Pode chamar!!- eu disse também rindo com o seu comentário, qualquer coisa eu venho ajuda-lá.

 

  Voltei para a sala e encontrei várias cabeças perto da imensa porta, parece estarem vigiando alguém, me aproximei para descobrir. Eles estavam vendo a Bia e Louis, nem observei o que dois estavam aprontando, é melhor deixar para amanhã porque a reção mais a surpresa vai ser grande.

 

-- Zayn já é a segunda vez que você me puxa. Quer me ver no chão e me dar sustos?! – respondeu ao meio de risos.

 

Pov Larissa:

 

  Que merda, agora tenho que aguentar o Harry bêbado e para piorar só de cueca box. Impossível não ter como observar o seu corpo, ele tem uns músculos agradáveis e definidos,o que estou pensando mesmo? 

 Devo amenizar o efeito da bebida e não olhar para os seus músculos. A porta se fechou, coloquei a nunca do Harry para dentro da pia na esperança de molhar o seu rosto, ele não parou e muito menos adiantou. Queria ficar perto da Ju, Bela, Mari, Beca, Liam, Niall e do Zayn. É bem melhor.

  Tentei mais uma vez. Abri a torneira e molhei a cabeça do bêbado, ele falava coisa com coisa, ele até cantou uma música que não deu para entender nadinha!! Não estava adiantando coisa nenhuma, naquele momento me deu vontade de gritar. Quem iria me escutar com uma música altíssima?

   O que me resta é o chuveiro, pensei em botar ele debaixo da ducha de água, provavelmente assim ele melhora ou eu fujo daqui. 

 

-- Harry dá para você parar? Eu estou me molhando toda!! Merda!!- eu disse totalmente irritata.

 

-- Larissa... - disse Harry balançando as suas mãos em minha direção.

 

 Com a força que ele estava provocando ao me abraçar, não aguentei e escorreguei em minha saia, por pouco não me machuco. Harry em cima de mim procurava falar alguma coisa estranha e sem sentido.

 

Pov Liam:

 

  Já era 4:30 da manhã, o pessoal tinha indo um para cada lado, poucos estavam na sala, a música já estava mais baixa e quase ninguém dançava. Em pé na pista ajeitava os fios da mesa do Zayn para o canto para ninguém tropeçar, devagar eu me remexia para lá e para cá, o sono já chegava. Niall apertou a minha bunda e eu não contive de virar para ver a cara dele ou para fazer uma coisa gay também.

   Nós na maioria das vezes somos assim. Quando me virei e olhei para o sofá, Juliana estava quase dormindo sentada e com a Rebeca em suas pernas já dormindo. Ela fazia cafuné na amiga.

Me aproximei.

 

-- Você está cansada.– afirmei. - E parece que ela também.- disse apontando para a Rebeca. Ela riu e assentiu.

 

-- A pesadinha principalmente!!- disse dando uma beijo nos cabelos da Rebeca e se ajeitando no sofá.

 

-- Ei é melhor vocês duas dormirem...- eu disse. - Claro, não aqui e o que me parece esses vão aguentar mais algumas horas.- apontei para o pessoal que estava em pé.

 

-- Ficamos aqui. Não tem problema. - respondeu desviando dos meus olhos. Ela é  tímida.

 

-- Com esse barulho? Vamos subir eu também estou cansado, deixa eu só ver o pessoal e já estou indo, vai na frente. Deixe que eu levo a Rebeca. - falei.

 

-- Não... Eu te espero... Ah Liam eu fico por aqui mesmo na sala, está tudo bem, amanhã com certeza haverá muitas perguntas a respeito dessa noite!!- ela disse- Eu fico por aqui mesmo.

 

-- Segura ela, que eu já volto.- eu disse.

 

-- Tudo bem!!- respondeu com meio sorriso em seus lábios.

 

  Fui ver como estavam o Louis, que nessa noite eu não vi um fio do seu cabelo nessa casa, ele apareceu e ao mesmo tempo despareceu. Já vim na casa do Harry duas vezes com os meninos. 

  Me direcionei até a parte da piscina e encontrei ele por lá junto a Bia em seus braços. A lavanderia ficava próximo, peguei uns cobertores para os dois que parecem terem se molhado durante a noite. Porque estavam assim? Dias atrás estavam brigando. Bia e Louis, que estranho...

  Voltei para a sala e os mesmos estavam intactos. Fui ao encontro do sofá para pegar a Rebeca no colo.

 

-- Liam...- chamou Juliana baixo.

 

-- Sim...- respondi.

 

-- Sabe da Bia? Eu não vi ela direito.- perguntou.

 

-- Está lá fora, com o Louis perto da piscina, já estão dormindo!!- respondi.

 

-- Com quem? Tem certeza?- falou com os olhos arregalados.

 

Rimos.

 

-- Vamos lá!!- Juliana não demorou e deu um pulo do sofá, depois de ajeita Rebeca. Fomos onde disse que os dois estava e tiramos uma foto.

 

-- Momento de paz!! Que milagre...- disse Juliana, voltamos para a sala, pus a Rebeca em meu colo e Juliana vinha atrás de mim.

 

  Ao entrar no quarto coloquei a Rebeca na cama, Juliana iria se trocar então deixei as duas no quarto e desci para me trocar também. Como o banheiro estava trancado, tive que ir t no banheiro externo perto da piscina. Ninguém notou a minha presença na sala e logo subi.

 

-- Juliana!! Posso entrar?- eu disse batendo na porta ao lado de fora.

 

-- Pode!!- depois de escutar sua resposta, eu abri a porta, ela tinha posto uma calça de moletom, com uma blusa de manga comprida e seu cabelos continuaram soltos.

 

-- Bom vou puxar o colchão!!- eu disse, quebrando o silêncio, que estava entre nós. 

 

-- Ah deixa eu te ajudar. Adorei sua touca de panda!! Eu e Beca dormimos no colchão.- ela disse, eu estava com uma touca de panda na minha mochila aberta, faz parte do meu pijama. Pensei que ela ia ri da minha cara, então tirei a touca e pus no seu cabelo.

 

-- Oh só nessa noite eu te empresto a minha touca!! Pode se considerar uma pessoa feliz e importante, não deixo ninguém pega-la é a minha preferida. - falei - E nada disso, vocês podem ficar com a cama e eu fico no chão!!- eu disse.

 

-- Não você é amigo do dono da casa, então você pode ficar com a cama.- respondeu.- Esse é o certo.

 

-- Não tem problema é melhor vocês ficarem na cama. - falei.

 

-- Já que você insiste!!- respondeu e o silêncio reinou novamente.

 

-- Vamos tirar uma foto? Assim você guarda de recordação que você usou a touca panda!!- quebrei mais uma vez o silêncio.

 

-- Claro!!- ela disse toda enrolada, arrumando seu cabelo e a touca.- Cuidado eu posso roubar a touca para mim, enquanto dorme, ela é fofa.- soltei uma gargalhada e ela também.

 

  Se sentamos no colchão e direcionei o celular sobre nós, tiramos umas quatro fotos, conversamos mais um pouco e depois fomos dormir. Já não tinha mais som, a casa estava no extremo silêncio, Juliana colocou a sua amiga de modo confortável na cama e ficou do seu lado. 

  Essa menina é muito alegre, extrovertida e acima de tudo é uma boa companhia, claro não posso esquecer de dizer que ela também é linda.


Notas Finais


O que acharam?? Comentem quero saber de vocês. Estão gostando? Xx Ju ? Aqui as roupas http://juh-cabralo-o.polyvore.com/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...