História Back to Hogwarts - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Blásio Zabini, Draco Malfoy, Harry Potter, Hermione Granger, Lucius Malfoy, Narcissa Black Malfoy, Pansy Parkinson, Personagens Originais, Remo Lupin, Ronald Weasley, Severo Snape, Sirius Black
Tags Drarry, Filhos, Harry Potter, Hermione, Hogwarts, Mistério, Nova Geração, Pansy, Rony, Zabini
Visualizações 54
Palavras 731
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capítulo curto para matar a saudades

Capítulo 14 - Engano


- Eu falei - Gritou Rony. - Esses dois estão agindo juntos!

Blásio tirou James de cima do seu filho, e desarmou Riddle.

Hermione e Pansy correram para ajudar Thomas, que chorava desesperado.

Orfeu foi imobilizado no chão, e se sentiu um idiota por ter ido na Mansão daquelas pessoas, obviamente eles achavam que o garoto era um super vilão.

James evitava olhar nos olhos de Harry Potter, que só mostravam decepção.

- Eu não fiz nada - Murmurou o Sonserino - Foi o Cameron.

- Pare de culpar o meu filho pelas merdas que você faz - Acusou Zabini. 

- Harry, eu sei que você ama o James, mas ele está se tornando um delinquente - Disse Rony.

Draco passava as mãos por seus cabelos nervosamente - O que aconteceu Thomas?

O moreno tentou falar, mas sua boca não emitia nenhum som.

- Desçam agora... Vamos resolver isso - Sugeriu Pansy.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Orfeu e James estavam sentados em um sofá, enquanto os adultos encaravam-os.

- Os fatos não mentem, Cam disse que Riddle enfeitiçou Madeleine para ela perder sua voz, e agora ele é pego apontando sua varinha para o Thomas, que também perdeu a voz, fora todos o histórico que James tem com problemas. Sinto muito, mas os dois são culpados, até arrancaram o dente do meu filho - Blásio falava calmamente, fitando seu amigo loiro nos olhos. - Eu chamei as autoridades...

- O quê? - Gritou Lucios.

- Desculpem,  mas os dois estão fora de controle, é melhor fazer isso, antes que eles machuquem alguém.

Harry andava pela sala de um lado para o outro - O Thomas não pode escrever o que aconteceu com ele?

- Essa é uma maldição muito específica, faz com que a vítima perca a voz, e a capacidade de escrever - Disse Snape.

- E todos nós vimos como o Riddle é experiente em fazer encantamentos - Completou Rony.

A polícia mágica aparatou na Mansão, entrando na mesma, e algemando os dois jovens

- James Black Malfoy-Potter e Orfeu Lestrange Riddle, vocês tem o direito de permanecer em silêncio, tudo que disserem poderá ser usado contra vocês.

- Pai! - Gritou Aline - Eles não fizeram nada, por Merlin!

Harry se ajoelhou perto da filha - É complicado querida...

- O meu irmão nunca machucaria ninguém, e se o Orfeu quisesse matar alguém, teria feito naquela sala branca - Gritava a ruiva.

Scorpius e Orion puxaram os polícias para longe do moreno, Draco abraçou seus filhos, e os manteve longe dos homens.

Aisha correu para abraçar James, que mesmo algemado tentou retribuir o gesto, meio sem jeito.

- Teddy, cuide da minha irmã, de todos na verdade, e fique de olhos abertos no Cameron.

Madeleine tentou gritar alguma coisa, porém sua voz tinha sumido, Gwen e Rose observaram a cena horrorizadas.

- Meu neto nunca faria uma coisa dessas - Sirius ficou na frente do polícial.

- Senhor, isso é desacato à autoridade.

- Não vou permitir que vocês os levem.

- Sr. Black, saia da frente, por favor - O homem puxou James novamente, e Sirius lhe deu um soco no queixo.

Outro policial algemou o animago, o prendendo por desacato.

Orfeu estava sendo arrastado, quando passou perto da ruiva e parou, o moreno aproveitou a surpresa de Aline, e deu-lhe um beijo de língua.

- Me mande uma coruja gata! Aliás, isso vai ser muito útil no futuro...

A Sonserina ainda sentia o beijo do garoto, mas se surpreendeu ao ver que ele tinha colocado uma amora na sua boca, e ainda disse que aquilo ajudaria, Aline não sabia o por que, mas sentia que algo ruim estava prestes a acontecer.

 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Assim que os polícias saíram da Mansão com os dois garotos e Sirius Black, Harry e Draco foram atrás, e ficaram surpresos ao verem vários jornalistas.

- Como se sente por seu filho andar com o Riddle Júnior? 

- Ele é adotado Potter?

- Como você se sente ao ver seu pai e filho sendo levados para a justiça?

- Por que James está indo para a Casa dos Jovens Infratores?

- Vocês sentem que falharam como pais?

Eram várias perguntas e fleshes, porém o casal só podia observar, enquanto o trio foi levado embora.

 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

O Conde olhava pela sua bola de cristal a Mansão Black, todos estavam reunidos lá, era o momento perfeito para atacar.


Notas Finais


Obrigada por lerem até aqui 💕 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...