História Back to Hogwarts - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Blásio Zabini, Draco Malfoy, Harry Potter, Hermione Granger, Lucius Malfoy, Narcissa Black Malfoy, Pansy Parkinson, Personagens Originais, Remo Lupin, Ronald Weasley, Severo Snape, Sirius Black
Tags Drarry, Filhos, Harry Potter, Hermione, Hogwarts, Mistério, Nova Geração, Pansy, Rony, Zabini
Visualizações 99
Palavras 1.065
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Maldição


James estava sentado na torre de astronomia, quando Orfeu o interrompeu - Ele não vem...

- Já percebi.

- Então por que está esperando o Lufa-Lufa?

O moreno se aproximou do garoto de olhos verdes, ambos tinham a mesma altura, então era bem fácil para eles se encararem.

- Seu pai deve odiar o meu - Começou Orfeu.

- Todos odeiam.

- Eu também odeio ele. Mas o que eu quero dizer, é que se Harry Potter nos visse assim, ficaria louco.

James gargalhou, e puxou o outro pelos cabelos, acabando com a distância entre eles, e o beijando.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Aisha esperava com Cameron na enfermaria, enquanto as gêmeas foram chamar a Madame.

- O que James quis dizer com aquilo?  Quando disse que você não era santo...

Cameron suspirou e fechou os olhos - Nada. O cara é maluco, me atacou...

Aisha enrugou a testa.

Tinha alguma coisa errada.

 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Scorpius e Orion subiram em cima das escadas que davam para os Salões Comunais e gritaram.

- Quem quer ver uma coisa muito louca?

Os alunos acenaram positivamente, apenas Gwen Granger que estava na multidão abaixou a cabeça.

- Tudo bem? - Perguntou Brenda.

- São meus amigos... Da Grifinória, e eles devem estar aprontando alguma.

A Corvinal olhou para sua companheira de casa e sorriu - Vai dar tudo certo.

Snape chegou ao lado de Dumbledore - O que está acontecendo aqui? - Gritou.

- Eu apresento para todos os alunos de Hogwarts - Orion colocou as mãos para o alto dramaticamente.

- A forma humana do Bicho Papão - Completou Scorpius apontando para Severo.

Os alunos gargalharam, e o Sonserino os puxou pelo colarinho, para os gêmeos desceram da escada.

- Detenção. Já.

- Sim senhor! Mas antes disso - Orion puxou Gwen para um beijo - Vou me despedir dessa linda dama.

Scorpius pegou Brenda pela mão, a garota tinha cabelos escuros e cacheados, assim como seus olhos, além de ser alta e magra, e imitando o irmão, a beijou.

Dumbledore gargalhou e Snape deu um tapa na cabeça dos dois - Eu consigo me livrar de Potter e Weasley, mas aí eles tem filhos mais encrenqueiros que os dois juntos.

Os gêmeos sabiam que estavam encrencados, mas pelo menos Aline e Agnes pegaram o que queriam.

- Me manda uma coruja - Sussurou Scorpius para Brenda, enquanto Severo o arrastava para a detenção.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

 

Rose e Lucille Weasley andavam pelos corredores a procura da enfermeira, tudo estava calmo e silencioso, até que as gêmeas ouviram alguém sussurrando algo, ao se aproximarem viram a Madame, em um canto encolhida, balançando.

- Estávamos procurando a senhora - Suspirou Lucille.

A enfermaria virou para as garotas, seus olhos tinha sido arrancados, no lugar só se viam dois buracos, que estavam cheios de sangue,  que escorreram pelo rosto dela.

- Ele está vindo... Ele está vindo... 

A mulher agarrou o braço das gêmeas. - Ele está vindo! Vamos mostrar para todo mundo de Hogwarts.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

 

Thomas decidiu ir dormir mais cedo naquele dia, estava cansado, e com raiva de James, o Lufano não sabia exatamente quando começou a se interessar pelo moreno, mas desde pequeno o Sonserino era encantador, além de ser muito inteligente e decidido.

Ele só não sabia que o garoto mudaria tanto.

Chutou uma pedra que voou pelo corredor, e teria feito aquilo novamente, mas ouviu unhas arranhando uma parede, e gritos.

De novo.

Mas dessa vez eram reais, uma enorme multidão de alunos e professores vieram correndo, ele pode ver Gwen e uma morena no meio, Scorpius e Orion que ainda estavam sendo guiados pro Snape, Aline e Anges seguravam alguns papéis na mão, e Madeleine corria com Melissa Lovegood Longbottom.

Até Aisha e Cameron tinham ido ver o porque dos gritos.

Lá em cima da escada, a enfermeira de Hogwarts segurava Rose e Lucille, a mulher não tinha olhos, mas mesmo assim, de algum jeito bizarro, parecia ver todos ao redor.

- O Mundo Bruxo perdeu a graça, todos andam tão acomodados com suas posições, ninguém conquista mais nada! Patético, somos os seres mais poderosos de todos, nascemos para comandar; venho aqui a pedido do meu mestre, ele vai selecionar alguns bruxos e bruxas bons o bastante para a causa, os que não forem, ou resistirem,  morreram.

Dizendo isso, empurrou Rose e Lucille Weasley para baixo, McGonagol segurou as duas no ar, com um feitiço.

A enfermaria macabra gritou - Torturium - As garotas ruivas começaram a tremer e entortar alguns membros no ar - Vocês não podem impedir ele. Ninguém pode.

A professora colocou as gêmeas no chão, mas não consegui deter a maldição, então ambas desmaiaram, aproveitando a deixa, Madame colocou fogo em si mesma e pulou, os alunos que estavam em baixo saíram correndo, mas Thomas simplesmente não conseguia se mover, a enfermeira estava quase em cima do garoto, quando James pulou nele, fazendo com que ele saísse do lugar, desviando do corpo em chamas.

- Mas que raios?

- De nada idiota - Os olhos verdes do moreno brilharam ainda mais, e o Lufano se viu refletido neles. 

- Parece que um Sonserino acabou de salvar minha vida.

- Foi o mesmo que te machucou, não esqueça disso - O moreno se levantou e puxou Thomas junto.

- Eu já disse para ele que era perigoso andar pelos corredores de noite - Orfeu se apoiou no ombro do moreno de olhos verdes. - Você interrompeu nosso amasso.

O Lufano enrugou a testa - Vocês estão namorando? - Ele torcia para sua voz não denunciar seu ciúmes.

- Por Merlin! Não coloque uma coleira no meu pescoço tão rápido, além do mais, você não apareceu no nosso encontro - James abraçou o Sonserino - Tome cuidado Thomas, Hogwarts não é mais segura, e de todos os alunos, você sempre foi o menos idiota.

O Lufa-Lufa viu os dois se afastando, ele sentia, assim como todos os outros alunos, que o perigo era iminente.

Aisha puxou o garoto e sussurou em seu ouvido - Precisamos conversar, hoje á noite.

- Devemos chamar o James? - Perguntou Agnes.

- Todos os alunos, se recolham para seus salões comunais, os professores e eu vamos vasculhar a área e protejer vocês, mas não saiam da cama - Dumbledore direcionou seus olhos para os filhos do trio de ouro.

No fundo do seu peito ele sabia que as coisas iam piorar.

 


Notas Finais


Eles deveriam chamar o James para a reunião?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...