1. Spirit Fanfics >
  2. Back to the past - Escrito por: - Mars >
  3. Cain

História Back to the past - Escrito por: - Mars - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 1 - Cain




Salvador, Bahia

Margot se arrumava tentando ao máximo virar sua atenção para o que estava fazendo ao invés de ouvir as reclamações de sua mãe sobre sua tia vir passar umas semanas em Salvador.
Sua tia era uma mulher estranha. Tinha olhos fundos como se não conseguisse dormir a anos, cabelos castanhos que sempre estavam presos em um coque e um nariz enorme. Porém sua tia Mariana era uma mulher boa e simpática com todos que conhecia.
Sua mãe María mudou-se para Salvador durante o início dos anos 2000. E lá conheceu uma pessoa, fez uma "família" e anos depois essa pessoa sumiu. María nunca falava do pai de Margot. Eram só elas duas.

_Por Margot_

A blusa me apertava, mas o peso de saber que eu não tinha chances de passar de ano era o que mais me apertava. Eu nunca foi dedicada a nada.
Minha mãe sempre tentou me apoiar mas eu não gostava de falar meus problemas para ela. Ela já vivia muito cansada.
Eu estou em uma procura. Eu procuro descobrir quem eu sou. Não sei se sou a aluna ruim das notas baixas, não sei se sou a amiga leal que Clara diz.
O céu estava com um sol calmo. Era algo que eu gostaria que fosse sempre. Algo mais calmo, sem tempestades ou um sol que me queimasse.
Sai de casa e cheguei rapidamente a escola. Ao chegar na escola vi Clara conversando com algumas meninas sobre coisas místicas. Ela amava isso.
- Oi Margot! - Clara disse vindo em minha direção - Senti sua falta
- Mas nos falamos ontem a noite, e você foi na minha casa no sábado - Respondi com uma expressão séria
- Sim, claro - Clara respondeu e deu um sorriso de lado - Agora temos a temida prova de matemática e eu não estou preparada, eu nunca estou prepadada
- Somos duas
Ao entrarmos na sala já tinham alguns alunos. A maioria ali eram pessoas tóxicas e bom... Não eram realmente o tipo de pessoas que eu gostava.
A professora entrou na sala com o mesmo ar de elegante que tinha consigo. Mesmo sendo elegante era pelo o visto uma mulher muito amargurada.
- Boa prova - A professora Vânia disse após entregar a prova e nos encarou com um sorriso amedrontador e os olhos que pareciam estar pegando fogo
Terminei a prova e o dia foi como mais outros. Ficar no meu quarto ouvindo música e esperando minha mãe chegar.
Durante a noite minha mãe chegou com um sorriso largo.
- O que houve? - Perguntei me sentando no sofá
- Consegui uma promoção no emprego. Agora vou trabalhar mais. Porém vou ganhar mais e vamos ter coisas melhores
- Que bom mãe - Respondi sorrindo - E a tia Mariana?
- Ela daqui a um tempo chega aí - Após isso ouvimos alguém batendo palmas no portão - É ela
- Finalmente chegou - Disse abraçando minha tia e ajudando ela com as poucas malas que trazia consigo
- Finalmente digo eu. Depois de muito tempo consegui visitar vocês - Minha tia Mariana respondeu entrando na sala - Ah e antes que eu guarde minhas coisas, preciso te mostrar um presente que eu trouxe para você - Logo ela tirou um colar com um pingente roxo
- Valeu - Agradeci e fui para meu quarto arrumar meus materiais para depois voltar para a sala
No quarto olhei pela a janela e o que vi era lindo. Todas as noites eu apreciava aquela vista que misturava as luzes da cidade com as luzes do céu ouvindo alguma música boa. A música dessa noite era shallow da lady gaga e bradley cooper.
Após o jantar ficamos eu, minha tia e minha mãe conversando e vendo novela. Aquela era uma sensação boa. Comparando as memórias que eu tinha da minha infância. Eu e minha mãe em uma rua fria correndo de alguém. Depois minha mãe procurando emprego e sem saber o que fazer comigo. Agora tudo estava bem mas eu tinha a sensação que algo iria dar errado. Eu não estava tão certa.
Durante a madrugada eu fiquei no meu quarto tentando estudar para a prova de ciências mas algo não me deixava estudar. Até o som do lo-fi era irritante. Quando eu menos esperava Clara me ligava contando algo que naquele momento parecia normal, mas eu não sabia que aquilo também iria interferir em nossa jornada.
- Menina você não sabe o que aconteceu - Clara já começou dizendo essa velha frase e eu não estava tão certa
- Conta vou morrer de curiosidade
- Meu pai me trouxe um colar com um pingente roxo. Acredite nisso? E ele nunca me dá presentes. O pior é que eu realmente gostei
- MEU DEUS?? Minha tia chegou hoje e também me trouxe com colar com um pingente roxo - Respondi assustada com tanta coincidência
- A melhor parte é agora. Desde que ganhei o presente eu sinto que algo ruim vai acontecer
- Eu também me sinto assim. Mas enfim falamos amanhã melhor na escola e depois da aula você vem aqui pra casa ok? - Disse tentando parecer o máximo confiante possível
- Claro até amanhã ou até hoje
Após o término da ligação eu senti alguém me observando. Você nunca consegue explicar como se sente quando alguém te observa. Mas já da pra imaginar a sensação.
A pior sensação foi quando eu vi uma pessoa sentada em minha cama, lendo meus livros de ciências.

_Por Cain_

A garota no momento em que me viu parecia estar congelada. Mas afinal eu estava livre.
- Meu nome é Cain - Disse tentando me aproximar ela que esfregou os olhos como se quisesse acreditar que aquilo era uma ilusão ou um sonho
- Quem é você - Ela disse cerrando os punhos. Pobres humanos
- Meu nome é Cain. Mas não o Cain da bíblia. Eu estava preso no seu colar e você me libertou. Portanto devo satisfazer suas vontades - Respondi com um sorriso
- Isso soou estranho. Sai daqui - Ela respondeu tentando não parecer nervosa. Pela a conversa que ela teve com a pessoa no telefone e por esse momento percebi que a mesma era péssima em fingir
- Você é horrível nisso. E pelo o que vejo... Vamos nos dar bem




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...