História Back to the Past - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Guns N' Roses
Personagens Axl Rose
Tags Axl Rose, Duff Mckagan, Guns N' Roses
Visualizações 36
Palavras 1.147
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi tudo bem?

Capítulo 6 - Cinderella


Fanfic / Fanfiction Back to the Past - Capítulo 6 - Cinderella

 POV Cindy
A imagem daquele loiro alto e maravilhoso bem na nossa frente fez com que ficássemos com mais cara de tonta do que já tínhamos.
-Vocês estão bem?-pergunta ele arqueando a sobrancelha.
-Eu vou gritar...me tira daqui-sussurra Rach e a puxa pela mão e caminhamos rumo a saída daquele estádio.
-Ei meninas,vamos se divertir um pouco-grita Seb mas o ignoramos
- Que merda! Eu odeio ter que seguir essas regras loucas, como assim a gente não pode mudar a porra do passado? Ah como eu queria transar com todo mundo.
- Menina – Rachel falou rindo.
O estacionamento estava deserto então sentamos em um pequeno muro que havia do lado da porta.
-Eu estou cansada,Dy! Nunca pensei que falaria isso mas estou com saudade da minha casa,dos meus pais,da faculdade... eu pensava que esse tempo era pra mim,mas estou bem arrependida-suspira Rach tristemente.
Eu iria responder mas comecei a escutar vozes e risadas de garotas se aproximando. A porta do estádio foi aberta e Duff saiu agarrado com duas meninas, uma em cada braço. Aquilo fez com que meu sangue fervesse, meus olhos encheram de lágrimas e quando eu fui perceber já estava com a cabeça apoiada no ombro de Rachel.
- Acho que estou começando a concordar com você. Não mereço esse tempo-sussurro.
-Você tem que se controlar e não demonstrar,mesmo amando ele-responde ela acariciando meus cabelos.
- Vamos vadias- fala Axl saindo com uma garota,que por sorte não era a vó de Rach.
- Vai se ferrar, Rose! Você não tá vendo que estou com um problema aqui? – Rachel falou gritando com ele.
- Ei Cinderella,por que está assim?-pergunta ele se aproximando.
-Cinderella? Mas que merda de apelido é esse?-pergunta Rachel e a repreendo com o olhar. O apelido não era tão ruim assim.
- Não é nada, eu só não vou querer ir pra casa hoje! Sei lá, tem como eu dormir no carro?
Ele esticou a mão para mim me ajudando a levantar e ficou me encarando enquanto eu limpava as lágrimas que ainda estavam insistindo em cair.
-Me conta o que aconteceu?-pergunta ele e estranho.
-Para de fingir que se importa-bufa Rachel se levantando.
-Com sua amiga eu me importo,com você não-revida ele e Rach se afasta irritada.
-Vamos embora logo-grita Duff dentro do seu carro.
 

 

 

 

 

POV Rachel
Nós entramos no carro que Duff tinha acabado de pegar. Eles não foram de van por que já tinha saído. Seria bom se aquele carro não estivesse infestado de groupies.
Cindy sentou no meio de mim e de uma das groupies que estavam com o Duff, e ela estava furiosa. Um dos problemas de Cindy é não disfarçar quando algo a incomoda.
- O que você tem,Cindy? – Duff perguntou virando pra trás.
- Eu não tenho nada,Duff!  Eu só espero que eu consiga dormir e que essa vadia não fique gemendo que nem uma cadela no cio.
- O que você disse?- a groupie ruiva falou encarando ela.
- Você é surda?
- Aí meu saco! Duff deixa a gente no primeiro hotel que você encontrar,por favor-peço e Duff olha assustado para trás.
-Essa frase é minha-fala ele.
-Mas que frase gente?-pergunto.
-“Aí meu saco”. Essa frase é minha. Como sabia?-pergunta ele.
-Duff,foco no hotel.
-Não precisa disso! Juro que eu vou fazer elas ficarem bem quietinhas-sussurra Axl e as meninas dão uma risadinha.
- É claro,porque se elas não ficarem eu mesma dou um jeito delas se calarem. Com muita dor e tortura-sussurro de volta e as meninas se calam.
Duff estacionou o carro na frente da Hell House e nós descemos. Já era de se imaginar que o loiro não deixaria a gente ficar em um hotel sozinha sem dinheiro.
-Boa noite,Cindy!-fala Duff quando entramos na casa.
-Boa noite,Cindyzinha-fala as groupies rindo.
-Olha aqui...
-Boa noite,pessoal-interrompo Cindy que com certeza iria bater em uma das vadias ali e a puxei pelo braço escadas acima até nosso quarto.
Me joguei na cama completamente exausta enquanto Cindy resmungava no banheiro.
-Cala a boca, Cindy! Se não eu vou acabar te matando e eu não estou afim de ir pra cadeia nos anos 80.
- Eu vou assistir um pouco de televisão – ela falou saindo do quarto.
Suspirei aliviada e tirei meus sapatos antes de voltar a deitar. Eu estava com muito sono.
-Aaah Axl,isso-escuto gemidos e berro contra o travesseiro irritada antes de me levantar e ir bater na porta do quarto ao lado.
-AXL,SEU FILHO DA PUTA. DÁ PRA COLOCAR UM ESPARADRAPO NA BOCA DESSA VADIA ANTES QUE QUEBRE A MANDÍBULA DELA?-grito furiosa.
-VAI PRO INFERNO,VADIA-grita ele em resposta.
-Ei gata,no meu quarto não dá pra escutar nenhum barulho-vejo Izzy falar do seu quarto e reviro os olhos voltando para meu quarto e me jogando na cama. Seria uma longa noite.
 
 

 

 

 

 

POV Duff
- Hey gata – eu falei tentando acordar Cindy.
Ela estava em um sono pesado deitada no sofá então a peguei no colo com um pouco de esforço e cuidado mas ela acabou acordando em seguida.
- O que você está fazendo?- ela arregalou os olhos.
- Relaxa,eu só ia te colocar no seu quarto.
- Suas groupies ainda estão ai?-pergunta ela e sorrio notando que toda aquela raiva dela era na verdade ciúmes.
- Não, elas foram embora depois que acabamos tudo. Por que?
-Por nada-ela morde os lábios reprimindo um sorriso.
-Não precisa disfarçar,eu já entendi tudo-sussurro e ela me olha assustada.
-Entendeu o que?-pergunta.
Sorrio e olho para seus lábios carnudos que desde quando a vi me pareciam tão convidativos e a beijo com receio mas ela retribui. Paramos no meio do corredor e ela passa suas pernas em volta da minha cintura e a empurro até a parede enquanto explorava toda sua boca. Passo minhas mãos por todo seu corpo e sinto meu membro que estava bem  desperto tocar sua intimidade,fazendo-a dar um leve suspiro.
A carrego em direção ao meu quarto  até que a porta do quarto de Slash se abre fazendo com que parássemos tudo e eu a colocasse no chão rapidamente.
- Opa,desculpe. Eu não quis atrapalhar – uma groupie falou saindo do quarto.
Cindy coçou sua nuca meio atordoada e correu até seu quarto,batendo a porta.
Nossa,que beijo foi aquele? Aquela garota era maluca mas não podia negar que era bem gostosa.

 

 

 

 

 

 POV Rachel
-Aí cacete,porra eu estava quase dormindo-reclamo quando ouço a porta bater e vejo Cindy toda descabelada e com os lábios inchados.
- Desculpa. Olha,eu juro que tentei mas não consegui aguentar. Eu estava mesmo no colo dele-fala ela rapidamente e me sento na cama.
-O que você fez? – eu perguntei balançando a cabeça negativamente.
- O Duff me beijou e quase... ai Deus,foi tão bom. Foi melhor do que nos meus sonhos. E não briga comigo para não estragar essa noite linda-fala ela se jogando na cama e eu apenas suspiro furiosa e me viro de lado tentando dormir novamente.


Notas Finais


O que acharam? Prometo que irei melhorar nos próximos. Beijos da Nina 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...