História Back to you - Cristiano Ronaldo - Capítulo 8


Escrita por: e Mar_Madrid

Postado
Categorias Alisson Becker, André Silva, Brooklyn Beckham, Bruna Marquezine, Cristiano Ronaldo, David Beckham, Francisco "Isco" Suárez, Harry Kane, Iker Casillas, James Rodríguez, Karim Benzema, Lionel Messi, Marcelo Vieira, Marco Asensio, Neymar, Ricardo Quaresma, Sergio Ramos
Personagens André Silva, Cristiano Ronaldo, Francisco Román Alarcón Suárez, Karim Benzema, Marcelo Vieira, Marco Asensio, Neymar, Personagens Originais, Ricardo Quaresma, Sergio Ramos
Tags Cr7, Cristiano Ronaldo, Cristiano Ronaldo Jr, David Lucca, Espanha, Neymar, Portugal, Real Madrid, Ronaldo
Visualizações 210
Palavras 1.671
Terminada Não
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Obrigada pelos 35 favoritos e por todos os comentarios! 😘

Boa leitura! 📖

Capítulo 8 - 0.8


Fanfic / Fanfiction Back to you - Cristiano Ronaldo - Capítulo 8 - 0.8

19 de julho de 2018

Madrid, Espanha

Pov. Cristiano Ronaldo

Quando acabou de falar, Maria encarava-me fixamente, tentando não chorar. Foi aí que eu percebi. Falar sobre nós ainda a deixava vulnerável e sensível... Talvez porque a lembrava das minha traições... 

Eu tentava absorver tudo o que ela tinha dito... Saber que ela não se arrepende do tempo que passamos juntos fez uma parte de mim ficar feliz. Mas depois lembrei me que foi eu ter partido o seu coração que lhe ensinei varias lições e a fiz tornar esta mulher forte... Devia estar feliz por ter ajudado ela a tornar-se o que é hoje, se não tivesse sido pelos motivos errados. 

Quando eu abri a boca para responder, Júnior começou a descer as escadas todo animado. 

Eu e Maria tentamos disfarçar a tensão que havia no ar para ele não perceber. Apesar de ter apenas 8 anos, Júnior era muito inteligente. 

- Já estou aqui. - disse animado

- Vamos filho? - chamei-o

- Sim. - respondeu e depois virando-se para a Maria - Eu gostei muito do nosso dia e vou querer repetir muitas vezes. Adoro te Mar. 

Ele abraçou-a e ela correspondeu beijando o topo da sua cabeça. 

- Eu também adorei o nosso dia e claro que vamos repetir, Jú. Eu adoro te pequena homenzinho. 

Eles desfizeram o abraço e o meu filho veio até mim e deu me a mão.

Fomos saindo de casa dela e quando já estava fora da porta, olhei para trás encarando-a. Ela desviou o olhar e fechou a porta. Suspirei voltando a olhar para a frente. 

- Está tudo bem, papá? - perguntou júnior enquanto eu o colocava no banco detrás do carro. 

- Sim filho. 

- Tu pareces estar estranho. 

Entendem o que eu digo. Ele é esperto. 

- É apenas impressão tua, piolhento. 

Ele deu de ombros. 

Entrei no lugar do condutor e liguei o carro, começando a conduzir. 

Demorei pouco mais de 15 minutos a chegar à minha mansão. 

Estacionei o carro na garagem e eu e Júnior saímos do carro.

Quando entramos em casa reparamos logo na minha mãe a brincar com os gêmeos e com Alana. 

- Vovó! 

O meu primogênito correu em direção à minha mãe e aos irmãos, distribuindo logo beijos.

- Meu querido neto. 

- Mãe. - chamei interrompendo o momento - Onde está a Georgina? 

- Ela está no quarto e quer falar contigo. - encarou-me séria

Quer falar comigo? Estou a ver que o assunto é sério. 

Subi de imediato as escadas e fui até ao meu quarto. Assim que entrei reparei em Gio de robe sentada na cama. 

- A minha mãe disse que que ruas falar comigo. - disse fechando a porta - Qual é o assunto? 

Ela levantou-se e encarou-me.

- Não te faças de estúpido e muito menos de inocente. Tu sabes perfeitamente qual é o assunto Cristiano. A tua querida ex namorada. - disse ela com cara de poucos amigos - Ela está a mexer contigo. Primeiro tu vais ao concerto dela com o Júnior e voltas estranho. Hoje foste buscar Júnior e só agira eu consigo perceber logo que algo aconteceu e que estás tenso. E não é apenas isso... A maneira como a defendes da tua mãe e da Elma... A maneira como ficas quando estamos a ver TV e aparece alguma noticia dela relacionada a algum rapaz. Tu ainda te importas com a vadiazinha. O que tens a dizer em tua defesa? 

Eu parei para pensar... Talvez Georgina tivesse razão... Talvez eu ainda me importasse.. Eu vim estranho do show de ontem... Até pensei nela hoje de manhã enquanto Gi estava a dormir ao meu lado, mas isso ela não precisa de saber... Eu estou estranho agora, ainda tentando assimilar o que me foi dito... A forma como eu a defendo da minha família é porque eu não gosto da maneira como falam dela, mesmo sabendo que ela era muito importante para mim e que continua a ser bastante importante para o meu filho mais velho... E não conseguia negar que me incomodava ver as noticias de que ela tive um novo namorado ou um novo peguete ou até mesmo que tinha passado a noite com alguém... 

Eu não tinha desculpas para tudo isto... 

- Tu não estás a pensar direito Gio. Eu estou normal. Não se passa nada. - disse mentindo.

- Não faças de min parva Ronaldo. 

- Eu amo te Gi. - disse abraçando a sua cintura - Se eu não amasse não estaria agora aqui contigo. Eu não me importo, OK? 

- Está bem. - concordou - então não voltes a vê-la. 

- Gi... O Júnior é muito apegado a ela... 

- Mas durante todo este tempo o Júnior ia vê-la e tu não a vias... Podes continuar a fazer isso... 

- Não vamos falar disso. - disse tentando por fim naquele assunto.

Ela assentiu e logo me beijou. 

Mas fomos interrompidos com Júnior a bater à porta. 

Pov. Maria João Dias

Depois de os Ronaldos saírem, o Ronaldo mais velho olhou para trás encarando-me. Desviei o olhar e logo tretei de fechar a porta encostando-me nela. 

Respirei fundo e pensei... O que deu em mim para lhe responder daquela maneira... OK, tudo bem que ele perguntou e eu fui honesta, mas porquê uma resposta tão honesta e intensa? 

Estou a agradecer mentalmente ao Júnior por ter chegado bem no momento em que Cristiano ia falar. 

Fui em direção à sala e sentei me no sofá. 

Liguei a TV e coloquei num canal de fofoca. É sempre bom saber o que andam a dizer. 

Começaram a falar sobre mim e Júnior a passar imagens de hoje e de à anos atrás. 

Mas de repente o som da campainha fez-se ouvir, obrigando-me a levantar e a ir atender a porta. 

Mas quem será? Não estou à espera de ninguém. 

Assim que abri a porta da entrada arregalei os olhos vendo quem ali estava. 

Ele sorriu e eu puxei o rapidamente para dentro de casa e fechando a porta antes que alguém o visse. 

Ele foi caminhando até à sala com o sei sorriso cafeste nos lábios. Eu ainda estava um pouco surpresa por ele estar ali. 

- O que estas a fazer aqui? - interroguei quando cheguei à sala, vendo-o olhar em volta observando o local

- Olá para ti também, Mar. - disse com a sua voz sexy.

- Olá, Dybala. - respondi - O que estás a fazer aqui?! Tu estás bem por acaso? E se alguém te tivesse visto? 

- Descansa, ninguém me viu. Ninguém conseguiria tendo em conta a rapidez com que me puxaste para dentro. - respondeu 

- Mas podiam ter visto. O que iriam as pessoas pensar? A mídias e os fãs já pensam que tu traiste a tua namorada comigo. - expliquei

- Mas eu trai mesmo a minha namorada contigo. - retorquiu ainda sorrindo

- Eu já disse que não devia ter acontecido. 

- Vais dizer que não gostaste do sexo que nós fizemos? - perguntou dando um sorriso malicioso e sexy. Ai argentino não faças Isso que eu estou a manter a minha sanidade.

- Sim, tu sabes bem que eu gostei, mas mesmo assim não devia ter acontecido. - disse tentando não olhar para ele

- Oh, vá lá Maria, tu bem sabes que o meu namoro com ela é apenas um contrato. Eu não gosto dela nem ela de mim. Apenas temos que fingir namorar para as câmeras e para os fãs. Tirando isso somos livres. Além disso eu sei que ela já dormiu com outros também. 

Ele puxou me para perto dele e aproximou os nossos rostos. Olhavamos um para o outro com intensidade. Era impossível não olhar para aqueles olhos verdes lindos. 

Por mais que eu quisesse...

- Eu vou à cozinha e tu vaus ir embira, Dybala. - disse encarando-o. 

- Logo agora que eu estava a pensa REM irmos dar um mergulho à tua piscina interior. 

Afastei-me e fui à cozinha. 

Bebi um pouco de água. 

Ai Dybala on que tinhas na cabeça de vir cá? 

E sim é verdade... Eu já dorni e peguei o Dybala, por isso ele tecnicamente traiu a sua "namorada" para a mídia. Ninguém ten a certeza apenas suspeitam. 

Ela não é realmente namorada do Dybala por isso ele não lamenta a ter traído. Apesar de eu saber que não é real, eu sei a dor de ser traída e não queria causar essa dir em outras pessoa. 

Voltei à sala e reparei no seu casaco em cima do sofá. Percebi logo que ele não tinha ido embora. 

Pensei onde ele poderia ter ido e lembrei me do que ele disse da minha piscina interior. 

Caminhei até lá. 

Empurrei a porta de vidro que dava acesso à área da piscina interna e reparei logo nele a tirar a camisola. 

- Dybala. - chamei-o

Ele virou se para mim e sinceramente... Que visão dos deuses. 

- Estava à tua espera. Vais querer juntar te a mim? 

Ele retirou as suas calças, ficando apenas em boxers, brancos só para constar. 

Ele atirou se para dentro da piscina e quando voltou à superficie encarou-me. 

Ri abanando a cabeça em negação e comecei a tirar a minha roupa restando,no final, apenas a minha lingerie preta. 

Fui até às escadas que tinha na piscina e comecei a descer de costas para ele. Dybala puxou-me pela cintura fazendo me cair mais rapidamente na água mas por cima dele. 

Virei de frente para o jogador e ele colou os nossos corpos. 

- A água está boa. - disse passando a mão no seu corpo

- A água não é a única coisa boa aqui. 

Ele encostou me na parede da piscina e atacou os meus lábios, logo descendo os seus beijos para o meu pescoço. 

- Adoro quando ficas vulnerável a mim. - disse o argentino entre beijos e chupoes

- Acredita em mim. Não sou a única aqui que fica vulnerável. 

- Tu és tão sexy. - respondeu passando a mão por todo o meu corpo - Tão gostosa, tão boa, tão sexy, tão sedutora, tão... Minha neste momento


Notas Finais


Espero que tenham gostado!

Eitahhhhhhhh

Ronaldo sem tempo para responder porque o Júnior apareceu... O que acham que ele teria dito...

Georgina a confrontar Ronaldo e ele com aqueles pensamentos todos...

Dybala!!! As coisas ficaram quentes entre Maria e Dybala agora!

Até o próximo capítulo! 😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...