História Back To You - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Agustín Bernasconi, Candelaria Molfese, Carolina Kopelioff, Karol Sevilla, Michael Ronda, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna, Valentina Zenere
Personagens Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli
Tags Ruggarol
Visualizações 63
Palavras 461
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Capítulo Um


Tentar ser fria, nunca foi o forte da mexicana, mesmo que ela tente ser fria, arrogante, ela nunca consegue. Mas, depois do que ela conviveu a alguns dias atrás, estava disposta à ser outra pessoa, iria mudar de personalidade, não seria mais aquela garota, doce, carinhosa, meiga, que todos conheciam. Seria a nova Karol Sevilla. A Karol que todos iriam temer. A Karol fria, totalmente mudada; que não iria mais se apaixonar, pois agora, seu coração estava trancado, impedindo que algum tipo de amor chegasse ali. Não iria ser mais boba. Não iria continuar com Ruggero.

Caminhou até a porta que se encontrava fechada, e deu leves batidas na mesma, logo a porta foi aberta, por um Ruggero, sonolento, com os cachos castanhos levemente bagunçando o deixando com um ar sexy. Karol afastou esses pensamentos, e entrou no apartamento do moreno, após ele dar passagem para ela passar.

- Oi, amor! - Diz se aproximando da namorada, e depositando um beijo casto nos lábios da mexicana, que não retribuiu. - O que foi? - Questionou. O italiano nunca havia visto a namorada, tão... séria. 

- Precisamos conversar. - Disse, o mais ríspida possível. Não queria terminar com o moreno, mas tinha que acabar com aquilo de uma vez. Não poderia continuar um relacionamento que já não estava indo bem. Ou melhor, nunca foi bem.

- Pode falar. Aconteceu alguma coisa? 

- Não. 

- Então, o que quer conversar? - Perguntou, temendo a resposta. Mas, porque ele estava receioso?

- Sobre nós dois. - Disse, e encarou a parede num tom escuro, para não olhar os olhos negros, do homem que tanto amava. Que dizer, ainda ama. 

Ruggero esperou à mexicana prosseguir. Logo a voz da jovem, iniciou pelo local.

- É melhor agente terminar. - As lágrimas já se formavam em seus olhos esmeraldas, a vontade de chorar, era grande, mas ela teria que ser forte. 

- Tem certeza que quer isso? - Perguntou. O moreno queria terminar com ela, mas uma angústia e tristeza, preencheu seu coração, ele não havia entendido o porque dessa sensação.

- Tenho. - Engoliu o choro. A mexicana se encontrava de costa para Ruggero, estava sendo forte. Sabia que o moreno, devia estar extremamente feliz com o fim do relacionamento, e isso a machucava. - Nosso relacionamento já não estava indo bem, e, é melhor cada um seguir com sua vida. Sem se preocupar com ninguém. - Respirou fundo, e dirigiu-se à porta, mas antes de ir, escutou a voz de Ruggero se pronunciar.

- Se você quer assim. - Disse, sem nenhuma expressão carregada na voz. Aquilo foi o bastante, para Karol sair o mais rápido que suas pernas permitiam, e deixar que as lágrimas descessem sem controle algum. Na tentativa de diminuir a dor que se apoussava em seu coração.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...